quarta-feira, 11 de abril de 2012

Anton Bruckner (1824-1896) - Works for Piano

Esta era uma faceta de Bruckner que eu ainda não conhecia. Até cheguei a experimentar os seus quartetos de cordas. E sejamos francos: trata-se de algo razóavel. Já sua obra pianística (sic.) é algo mais sofrível. Penso que o homem tenha existido, unicamente, para compor aquelas "mastodônticas" sinfonias; aqueles trabalhos megalomaníacos, de intensa beleza e espiritualidade. As obras para piano aqui contidas nestes CDs, são "chatinhas" até sacais em alguns momentos. Não tem nenhuma relação com as catedrais sinfônicas. A sonoridade faz lembrar os elementos de música folclórica. Algumas são até "bonitinhas" - mas apenas isso. Não deixe de ouvir. Boa apreciação!

Anton Bruckner (1824-1896) - Works for Piano

01. Lancer Quadrille
02. Lancer Quadrille
03. Lancer Quadrille
04. Lancer Quadrille
05. Steiermarker
06. Quadrille fur klavier zu 4 Handen
07. Quadrille fur klavier zu 4 Handen
08. Quadrille fur klavier zu 4 Handen
09. Quadrille fur klavier zu 4 Handen
10. Quadrille fur klavier zu 4 Handen
11. Quadrille fur klavier zu 4 Handen
12. Drei kleine Stucke fur klavier zu 4 Handen
13. Drei kleine Stucke fur klavier zu 4 Handen
14. Drei kleine Stucke fur klavier zu 4 Handen
15. Klavierstuck in Es-Dur
16. Sonatensatz in g-moll
17. Stille Betrachtung an einem Herbstabend
18. Fantasie
19. Erinnerung

Você pode comprar este CD na Amazon

Wolfgang Brunenr, piano 
Michael Schopper, piano (6-11, 13-14)


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

5 comentários:

Al Reiffer disse...

Também não podemos esquecer de muitas de suas obras sacras, como a fenomenal Missa nº3 e o Te Deum, tão gigantes quanto as sinfonias. Da sua música de câmara e pianística, geralmente fraca, como disseste, destaco o quinteto pra piano e cordas. Se não chega a ser excelente, é um boa obra.

Carlinus disse...

É verdade, Reiffer, obras sacras são boas. Era a praia dele. No momento em que redigi as palavras acima eu até lembrei delas, mas acabei não mencionando. Obrigado pela lembrança!

Abraços musicais!

marcelo lasta disse...

estimado CARLINUS:BRUCKNER siempre es fascinante y convincente,pero hay otro opus inedito nuevo,recientemente grabado,el concierto para theremin y orquesta de Bruckner,opus insolito y digno de difundir,si usted puede subir,sera un festin,muchas gracias¡¡

lucio disse...

engraçado ...
agora me bateu uma nostalgiiiiaa ;

pois foi essa faceta 'chatinha' e 'bonitinha'
que primeiro conheci do bruckner !
digo mais : da chamada música erudita ...

quando li o título das primeiras faixas - lancier quadrille -
me brilharam os olhos cardiacos , dizendo : 'olha sóoo!' ,
e me apressei em procurar o cd que tenho com essas obras ,
na levada de fumiko shigara -
tão alegrinhas , bobinhas , felizinhas ... *-*

baixando , valeu carlinus ! :)

Anônimo disse...

Bastante interessante tambem é a transcrição para piano da Sinfonia nº 3 feita por Mahler. Segue abaixo um exemplo:

http://www.abruckner.com/store/abrucknercomcds/symphonyno3version