quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Sergei Prokofiev (1891-1953) - Symphony No.1 in D major, Piano concerto No.1 in D flat major, op.10 e Piano concerto No.2 in G minor


Sergei Prokofiev é um dos compositores de que mais admiro. Todas as vezes que escuto a sua música, questiono-me: "Por que você não não gasta mais tempo ouvindo Prokofiev?". Trata-se de um gênio de estilo singular. Sua linguagem difere dos demais compositores soviéticos. Ela é bem própria. Suas sinfonias e concertos são espetaculares. Neste disco, encontramos a limpidez, a beleza e um Richter inspiradíssimo. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!



Sergei Prokofiev (1891-1953) -

01. Symphony No.1 in D major - 1. Allegro
02. Symphony No.1 in D major - 2. Larghetto
03. Symphony No.1 in D major - 3. Gavotte. Non troppo allegro
04. Symphony No.1 in D major - 4. Finale. Molto vivace
05. Piano concerto No.1 in D flat major, op.10
06. Piano concerto No.2 in G minor - 1. Andantino - Allegretto
07. Piano concerto No.2 in G minor - 2. Scherzo. Vivace
08. Piano concerto No.2 in G minor - 3. Intermezzo. Allegro moderato
09. Piano concerto No.2 in G minor - 4. Finale. Allegro tempestoso

Czech Philharmonic Orchestra
Prague Symphony Orchestra
Karel Ancerl, regente
Sviatoslav Richter, piano
Dagmar Baloghova, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Béla Bartók (1881-1945) - Violin Concerto No.2, Peter Eötvös (b. 1944) - Seven e György Ligeti (1923-2006) - Violin Concerto

Um belo disco, tendo como centralidade, a música húngara.  São três compositores nascidos nesse belo país. O primeiro deles é Bartók e sua genialidade incontestável. O Concerto número dois é uma joia composta para o instrumento. Segue toda uma estrutura clássica - rápido-lento-rápido - e possui uma beleza bem característica. Logo em seguida, aparece a obra do regente e compositor Peter Eötvös. E, por último, a música áspera e cheia de significados de Ligeti, um dos mais representativos compositores do século XX. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

Béla Bartók (1881-1945) -

[1]-[3] Violin Concerto No.2

Peter Eötvös (b. 1944)

[4]-[8] Seven

DISCO 02


György Ligeti (1923-2006) - 

[1]-[5] Violin Concerto

Frankfurt Radio Symphony Orchestra (Bartók, Eötvös)
Ensemble Modern (Ligeti)

Patricia Kopatchinskaja, violino
Peter Eötvös, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Sir Arnold Bax (1883-1953) - Nonet, Oboe Quintet, Elegiac Trio, Clarinet Sonata & Harp Quintet

Disco excelente com a música do compositor inglês Arnold Bax. Há alguma coisa do compositor aqui no blog. Não sei se os links ainda estão ativos.  Neste disco com caráter elegíaco, encontramos belíssimas composições de câmara. Suas obras estão impregnadas pela tradição Romântica, mas possuem um caráter impressionista, com elementos da cultura celta. As obras desse disco foram escritas em períodos bastante diversos. O Nonet, por exemplo, foi composto em 1930. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Sir Arnold Bax (1883-1953) -

01. Nonet - I. Molto moderato - Lento
02. Nonet - II. Allegro - Lento espressivo
03. Oboe Quintet - I. Tempo molto moderato - Allegro moderato - Tempo primo
04. Oboe Quintet - II. Lento espressivo
05. Oboe Quintet - III. Allegro giocoso - Più lento - Vivace
06. Elegiac Trio
07. Clarinet Sonata - I. Molto moderato
08. Clarinet Sonata - II. Vivace - Pochittino meno posso (Lento)
09. Harp Quintet

The Nash Ensemble

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Jazz - Pat Metheny Group - First Circle

"Iniciando com o trompete já aos 8 anos de idade, Metheny trocou para a guitarra ao 12 anos. Aos 15 anos, já estava trabalhando com os melhores músicos de jazz do Kansas, adquirindo experiência em bandas desde muito jovem. O seu primeiro sucesso na cena internacional do jazz foi em 1974, com o lançamento de seu primeiro álbum, Bright Size Life (1976), que segundo a crítica, reinventara "o som tradicional da guitarra jazz" para uma nova geração de guitarristas. Durante a sua carreira, continuou a redefinir o gênero, utilizando novas tecnologias e trabalhando constantemente para refinar sua capacidade sonora e de improvisação no seu instrumento. Planeando a sua carreira com sabedoria, trabalhou primeiro com uma produtora de grande prestígio na música moderna (ECM), depois noutra de inclinações mais pop (Geffen) e finalmente com a multi-nacional (Warner Bros). Flertou com o jazz-rock, com grande sucesso e chegou mesmo a ter videoclipes exibidos na rede MTV. Segundo os críticos Richard Cook e Brian Morton, "Metheny tornou-se uma figura-chave na música instrumental dos últimos 20 anos".

01. Forward March (02:49)
02. Yolanda, You Learn (04:49)
03. The First Circle (09:16)
04. If I Could (07:01)
05. Tell It All (07:59)
06. End Of The Game (08:02)
07. Mas Alla (Beyond) (05:40)
08. Praise (04:18)

Pat Metheny – guitar, Synclavier guitar, sitar, slide guitar, acoustic guitar, acoustic 12-string guitar
Lyle Mays – piano, synthesizers, Oberheim, agogô bells, organ, trumpet
Steve Rodby – acoustic and electric bass, bass drum
Paul Wertico – drums, field drum, cymbal
Pedro Aznar – glockenspiel, voice, bells, acoustic guitar,
percussion, whistle, guitar, acoustic 12-string guitar

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo! 

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Anna Vinnitskaya - Bach - Brahms

Anna Vinnitskaya é uma jovem e competente pianista. Atualmente, tem 35 anos de idade. Já ganhou uma quantidade enorme de prêmios em competições internacionais. Bela, com aqueles traços propriamente russos, Anna Vinnitskaya tem realizado gravações que ganham destaque. Um exemplo é um disco já postado por aqui com os concertos para piano e orquestra, de Dmitri Shostakovich. Neste disco, Vinnitskaya encara solitariamente Bach e Brahms. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. 5 Studies for Piano, Anh.1a1 Chaconne by J. S. Bach in D Minor
02. 8 Klavierstücke, Op. 76 I. Capriccio in F-Sharp Minor (Un poco agitato)
03. 8 Klavierstücke, Op. 76 II. Capriccio in B Minor (Allegretto non troppo)
04. 8 Klavierstücke, Op. 76 III. Intermezzo in A-Flat Major (Grazioso)
05. 8 Klavierstücke, Op. 76 IV. Intermezzo in B-Flat Major (Allegretto grazioso)
06. 8 Klavierstücke, Op. 76 V. Capriccio in C-Sharp Minor (Agitato, ma non troppo - Presto)
07. 8 Klavierstücke, Op. 76 VI. Intermezzo in A Major (Andante con moto)
08. 8 Klavierstücke, Op. 76 VII. Intermezzo in A Minor (Moderato semplice)
09. 8 Klavierstücke, Op. 76 VIII. Capriccio In C Major (Grazioso Ed Un Poco Vivace)
10. 2 Rhapsodies, Op. 79 No. 1 in B Minor (Agitato)
11. 2 Rhapsodies, Op. 79 No. 2 in G Minor (Molto passionato, ma non troppo allegro)
12. 7 Fantasies, Op. 116 I. Capriccio in D Minor (Presto energio)
13. 7 Fantasies, Op. 116 II. Intermezzo in A Minor (Andante)
14. 7 Fantasies, Op. 116 III. Capriccio in G Minor (Allegro passionato)
15. 7 Fantasies, Op. 116 IV. Intermezzo in E Major (Adagio)
16. 7 Fantasies, Op. 116 V. Intermezzo in E Minor (Andante con grazia ed intimissimo sentimento)
17. 7 Fantasies, Op. 116 VI. Intermezzo in E Major (Andantino teneramente)
18. 7 Fantasies, Op. 116 VII. Capriccio in D Minor (Allegro agitato)

Anna Vinnitskaya, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Richard Wagner (1813-1883) - Tannhäuser - Overture, Edward Elgar (1857-1934) - Violin Concerto in B minor, Op.61, Johannes Brahms (1833-1897) - Symphonie n° 2 en ré majeur, op. 73

Primeira postagem desta última segunda-feira de fevereiro de 2019. Surge mais um disco daquela série fabulosa DG, com os principais intérpretes e orquestras da atualidade. O nome da série é DG Concerts. No presente disco, encontramos as obras de Wagner, Elgar e Brahms. Acredito que o destaque do disco seja o belo Concerto para violino, de Edward Elgar, escrito entre os anos de 1905 e 1910 e a espetacular Sinfonia no. 2, de Brahms. A regência fica a cargo de Sakari Oramo. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01. Tannhäuser_Overture
02. Violin Concerto in B minor, Op.61_1. Allegro
03. Violin Concerto in B minor, Op.61_2. Andante
04. Violin Concerto in B minor, Op.61_3. Allegro molto

DISCO 02

01. Symphonie n° 2 en ré majeur, op. 73_1. Allegro non troppo
02. Symphonie n° 2 en ré majeur, op. 73_2. Adagio non troppo - L'istesso tempo, ma grazioso
03. Symphonie n° 2 en ré majeur, op. 73_3. Allegretto grazioso ( Quasi andantino) - Presto ma non assai
04. Symphonie n° 2 en ré majeur, op. 73_4. Allegro con spirito

City of Birminghan Symphony Orchestra
Sakari Oramo, regente
Daniel Hope, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

Make Google view image button visible again: https://goo.gl/DYGbub

domingo, 24 de fevereiro de 2019

Orchestre de Paris & Daniel Barenboim - Debussy, César Franck, Ravel & Wagner (CDs 5, 6 7, & 8 de 8 - final)

Com o intervalo de uma semana, saem os últimos quatro discos dessa caixa fenomenal. O excesso de trabalho me impediu de postá-los antes do dia de hoje. Os primeiros quatro traziam somente compositores franceses. Nos últimos quatro, a música francesa continua em destaque - com Debussy, Ravel e Franck. Todavia, aparece Richard Wagner como um aporte inflexivo nesse meio afrancesado. Como nos primeiros quatro discos, a forma peculiar de Baremboim continua em destaque - sempre ponderado, como que medindo os movimentos da orquestra; com a elegância e os ademanes que lhe são próprios. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 05

Nocturnes, L. 91; Printemps, L.61; Le Martyre de Saint Sébastien, L.124
31. Debussy: Nocturnes, L. 91-1. Nuages
32. Debussy: Nocturnes, L. 91-2. Fêtes
33. Debussy: Nocturnes, L. 91-3. Sirènes


Orchestre de Paris
Choeur de femmes de orchestre de paris
Daniel Barenboim,

34. Debussy: Printemps, L.61-1. Très Modéré
35. Debussy: Printemps, L.61-2. Modéré
36. Debussy: Le Martyre de Saint Sébastien-Fragments symphoniques, L.124-1. La Cour des Lys
37. Debussy: Le Martyre de Saint Sébastien-Fragments symphoniques, L.124-2. Danse extatique et Final du 1er Acte
38. Debussy: Le Martyre de Saint Sébastien-Fragments symphoniques, L.124-3. La Passion
39. Debussy: Le Martyre de Saint Sébastien-Fragments symphoniques, L.124-5. Le Bon Pasteur
40. Debussy: Deux Fanfares du Martyre de Saint Sébastien, L. 124: Concile Des Faux Dieux: Prelude (Act 3)

DISCO 06

Rédemption, FWV 52; Nocturne, FWV 85; Le Chasseur Maudit, FWV 44; Psyché, FWV 47
41. Franck: Redemption
42. Franck: Nocturne

Orchestre de Paris
Daniel Barenboim
Christa Ludwig,

43. Franck: Le Chasseur Maudit-Andantino quasi allegretto
44. Franck: Le Chasseur Maudit-L'istesso tempo- Poco più animato-Poco meno vivo
45. Franck: Le Chasseur Maudit-Molto lento
46. Franck: Le Chasseur Maudit-Più animato-Allegro molto-Poco più allegro-Quasi presto
47. Franck: Psyché-Le sommeil de Psyché
48. Franck: Psyché-Psyché enlevée par les Zéphyrs
49. Franck: Psyché-Les jardins d'Eros
50. Franck: Psyché-Psyché et Eros

DISCO 07

Pavane pour une infante défunte, M.19; La Valse, M.72; Daphnis et Chloé, M.57
51. Ravel: Boléro, M. 81
52. Ravel: Pavane pour une infante défunte
53. Ravel: La Valse
54. Ravel: Daphnis et Chloé Suite No.2, M. 57b-1. Lever du jour
55. Ravel: Daphnis et Chloé Suite No.2, M. 57b-2. Pantomime

Orchestre de Paris
Daniel Barenboim
Myron Bloom

56. Ravel: Daphnis et Chloé Suite No.2, M. 57b-3. Danse générale




DISCO 08

57. Wagner: Die Walküre, WWV 86B-Concert Version / Dritter Aufzug-The Ride Of The Walkyres
58. Wagner: Siegfried-Zweiter Aufzug-Waldweben
59. Wagner: Götterdämmerung / Prologue– Vorspiel und Siegfrieds Rheinfahrt
60. Wagner: Götterdämmerung / Dritter Aufzug-Trauermarsch
61. Wagner: Götterdämmerung / Dritter Aufzug-Finale
62. Wagner: Der fliegende Holländer-Overture
63. Wagner: Die Meistersinger von Nürnberg-Prelude
64. Wagner: La Descente de la courtille

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 23 de fevereiro de 2019

Jazz - John Coltrane (1926-1967) - My Favourite Things

Já fazia um certo tempo que os discos de jazz não são postados por aqui. Dessa vez, temos a música John Coltrane. Coltrane foi uma verdadeira lenda. Gravou discos espetaculares. Sendo assim, não deixe de ouvirr. Uma boa apreciação!

John Coltrane (1926-1967) -

DISCO 01

01. My Favorite Things
02. Everytime We Say Goodbye
03. Summertime
04. But Not For Me

DISCO 02

01. Bags & Trane
02. Three Little Words
03. The Night We Called It A Day
04. Be-Bop
05. The Late Late Blues


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Ludig van Beethoven (1770-1827) - Symphony No.2 In D Major, Op.36 e Symphony No.8 in F Major, Op.93

Hermann Scherchen foi um regente alemão, nascido em 1891 e morto em 1966. Scherchen foi um especialista em compositores do século XX. Nomes como Richard Strauss, Anton Webern, Alban Berg e Varèse estiveram entre as suas principais especialidades. Apesar de toda essa expertise, Scherchen também se voltou para compositores de períodos anteriores. Um exemplo é a música encontrada neste disco, no caso, Ludwig van Beethoven. Estas gravações são do ano de 1954. Não deixe deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Ludig van Beethoven (1770-1827) - 

01. Symphony No.2 In D Major, Op.36 - I. Adagio molto - Allegro con brio
02. Symphony No.2 In D Major, Op.36 - II. Larghetto
03. Symphony No.2 In D Major, Op.36 - III. Scherzo (Allegro)
04. Symphony No.2 In D Major, Op.36 - IV. Allegro molto
05. Symphony No.8 in F Major, Op.93 - I. Allegro vivace e con brio
06. Symphony No.8 in F Major, Op.93 - Allegretto scherzando
07. Symphony No.8 in F Major, Op.93 - III. Tempo di menuetto
08. Symphony No.8 in F Major, Op.93 - IV. Allegro vivace

The Royal Philharmonic Orchestra
Hermann Scherchen, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Gardner conducts Beethoven, Tchaikovsky, J. S. Bach & Mahler

Este é um daqueles discos de repertório extraordinário. Ao termos acesso ao disco e verificarmos as obras e os compositores nele presentes, sabemos que temos algo de muito bom em mãos. Primeiro aparece a Abertura Coriolano, de Beethoven. Logo em seguida, aparece o espetacular Concerto para violino, de Tchaikovsky, um dos concertos mais belos que existem para o instrumento. As melodias são maravilhosas. Surge ainda um excerto de Bach. E, por último, encontramos a indescritível Sinfonia Titã, de Mahler. Um disco para ouvir e se encantar. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01. Overture _Coriolan_, Op.62
02. Concerto pour violon en ré majeur, op. 35_1. Allegro moderato
03. Concerto pour violon en ré majeur, op. 35_2. Canzonetta (Andante)
04. Concerto pour violon en ré majeur, op. 35_3. Finale (Allegro vivacissimo)
05. Partita for Violin Solo No.3 in E, BWV 1006_3. Gavotte en Rondeau

DISCO 02

01. Symphonie n° 1 en ré majeur _Titan__1. Langsam. Schleppend
02. Symphonie n° 1 en ré majeur _Titan__2. Kräftig bewegt
03. Symphonie n° 1 en ré majeur _Titan__3. Feierlich und gemessen, ohne zu schleppen
04. Symphonie n° 1 en ré majeur _Titan__4. Stürmisch bewegt

City of Birminghan Symphony Orchestra
Edward Gardner, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - Harpsichord Concertos Transcribed for Mandolin

Há inúmeras transcrições das obras de Bach. Os músicos sempre inovam. Neste bonito disco, o bandolinista italiano Davide Ferella faz transcrições de algumas das obras famosas de Bach. Apesar de as obras serem executadas em um instrumento diverso, há um enorme senso de respeito às obras originais. O resultado é um trabalho que provoca bem estar. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johann Sebastian Bach (1685-1750) -

01. 01 Keyboard Concerto in D Minor, BWV 1052 (Arr. D. Ferella for Mandolin & Chamber Ensemble)_ I. Allegro
02. 02 Keyboard Concerto in D Minor, BWV 1052 (Arr. D. Ferella for Mandolin & Chamber Ensemble)_ II. Adagio
03. 03 Keyboard Concerto in D Minor, BWV 1052 (Arr. D. Ferella for Mandolin & Chamber Ensemble)_ III. Allegro
04. 04 Keyboard Concerto in A Major, BWV 1055 (Arr. D. Ferella for Mandolin & Chamber Ensemble)_ I. Allegro
05. 05 Keyboard Concerto in A Major, BWV 1055 (Arr. D. Ferella for Mandolin & Chamber Ensemble)_ II. Larghetto
06. 06 Keyboard Concerto in A Major, BWV 1055 (Arr. D. Ferella for Mandolin & Chamber Ensemble)_ III. Allegro ma non tanto
07. 07 Keyboard Concerto in D Minor, BWV 1059 (Arr. D. Ferella for Mandolin & Chamber Ensemble)_ I. Allegro
08. 08 Keyboard Concerto in D Minor, BWV 1059 (Arr. D. Ferella for Mandolin & Chamber Ensemble)_ II. Largo
09. 09 Keyboard Concerto in D Minor, BWV 1059 (Arr. D. Ferella for Mandolin & Chamber Ensemble)_ III. Presto
10. 10 Concerto for 2 Keyboards in C Minor, BWV 1060 (Arr. D. Ferella for 2 Mandolins & Chamber Ensemble)_ I. Allegro
11. 11 Concerto for 2 Keyboards in C Minor, BWV 1060 (Arr. D. Ferella for 2 Mandolins & Chamber Ensemble)_ II. Adagio
12. 12 Concerto for 2 Keyboards in C Minor, BWV 1060 (Arr. D. Ferella for 2 Mandolins & Chamber Ensemble)_ III. Allegro

Profili Barrochi

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Igor Stravinsky (1882-1971) - Ragtime, Chamber Works

Stravinsky foi um cidadão do mundo, afinado com os grandes movimentos e eventos. Era seu interesse flertar com tudo aquilo que recendesse a arte, a conhecimento. Isso pode ser verificado em seu desejo de fugir da sua terra natal, a Rússia, e transitar nos grandes centros produtores de conhecimento. Esteve no centro nervoso das produções europeias. Mais tarde, foi para os Estados Unidos. Essa tendência por si só já justifica a existência desse grande disco, repleto de uma linguagem bastante heterogênea. Stravinsky é diverso, é múltiplo; não está contido em uma forma. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Igor Stravinsky (1882-1971) - 

01. Ragtime
02. Octet - I. Sinfonia
03. Octet - II. Tema con variazioni
04. Octet - III. Finale
05. 3 Pieces for solo clarinet - I. Sempre piano e molto tranquillo - Quarter note = 52
06. 3 Pieces for solo clarinet - II. Eight note = 168
07. 3 Pieces for solo clarinet - III. Eight note = 160
08. The Soldier's Tale - I. The soldier's march
09. The Soldier's Tale - II. The soldier's violin
10. The Soldier's Tale - III. Little concert
11. The Soldier's Tale - IV. Tango - Waltz - Ragtime
12. The Soldier's Tale - V. The devil's dance
13. Pastorale
14. Concertino
15. Septet - I. Quarter note = 88
16. Septet - II. Passacaglia
17. Septet - III. Gigue
18. Epitaphium

European Soloists Ensemble
Vladimir Ashkenazy, piano e direção
Dimitri Ashkenazy, clarinete

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Braga Santos (1924-1988) - Orchestral Works

Excelente disco! Gostei muito da música do compositor português: "José Manuel Joly Braga Santos nasceu em Lisboa a 14 de maio de 1924. A música, que já ouvia aos dois anos de idade, é a primeira forma artística de que se lembra. Gostava que lhe oferecessem instrumentos musicais e o seu pai, apercebendo-se da sua predilecção pela música, levava-o aos concertos e à opera. Joly gostava especialmente das óperas com muito coro. Aos cinco anos começou a tocar num violino de brincadeira. O seu apego ao instrumento parecia conduzi-lo a uma carreira de violinista profissional. Na verdade, chegou a estudar violino e composição no Conservatório de Lisboa, onde foi aluno de Luís de Freitas Branco. Provando ser o seu aluno mais talentoso, Joly herdou do mais proeminente compositor da altura a paleta de cores das suas orquestrações. Outra pessoa que muito contribuiu para a sua formação foi o maestro Pedro de Freitas Branco, dando a conhecer a obra de Braga Santos em todo o mundo. O próprio compositor lembra: "Ele ajudou-me de uma forma espantosa e abriu caminho à formação que mais tarde eu viria a ter."

01 Symphonic Overture No. 1, Op. 8
02 Symphonic Overture No. 2, Op. 11 "Lisboa"
03 Viver ou morrer, Op. 19: Prelude
04 Pastoral
05 Romance
06 Symphonic Prelude
07 Intermezzo
08 Piano Concerto, Op. 52: I. Allegro vivace
09 Piano Concerto, Op. 52: II. Largo
10 Piano Concerto, Op. 52: III. Allegro moderato

Royal Liverpool Philharmonic Orchestra
Goran Filipec, 
Alvaro Cassuto,

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Béla Bártok (1881-1945) - Concerto for Violin and Orchestra 'No. 1' e Concerto for Violin and Orchestra 'No. 2

"Béla Bartók é considerado um dos maiores compositores do século XX. Foi um dos fundadores da etnomusicologia e do estudo da antropologia e etnografia da música. Juntamente com seu amigo, o compositor Zoltán Kodály, percorreu cidades do interior da Hungria e da Romênia, onde recolheu e anotou um grande número de canções de origem popular. Durante a Segunda Guerra Mundial, decidiu abandonar a Hungria e emigrou para os Estados Unidos. Morando em Nova Iorque, Bartók decepcionou-se com a vida norte-americana. Havia pouco interesse pela sua obra, e suas apresentações, onde sua segunda esposa Ditta Pásztory também participava, deram pouco retorno financeiro. Ajudado financeiramente por amigos, prosseguiu em sua carreira de compositor, sendo o sexto quarteto uma de suas últimas composições. Em 1944 sua saúde declina, tanto que Bartók passa a viver no hospital, sob cuidados médicos. Apesar da situação, compõe ainda o 3° Concerto para Piano e um Concerto para Viola, que fica incompleto, ao morrer aos 64 anos, de leucemia".

Béla Bártok (1881-1945) -

01. Concerto for Violin and Orchestra 'No. 1'-Andante sostenuto
02. Concerto for Violin and Orchestra 'No. 1'-Andante giocoso
03. Concerto for Violin and Orchestra 'No. 2'-Allegro non troppo
04. Concerto for Violin and Orchestra 'No. 2'-Andante tranquillo
05. Concerto for Violin and Orchestra 'No. 2'-Allegro molto

Philadelphia Orchestra 
New York Philharmonic
Leonard Bernstein, regente
Eugene Ormandy, regente
Isaac Stern, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Orchestre de Paris & Daniel Barenboim - Berlioz, Rouget de Lisle, Saint-Säens & Debussy (CDs 1, 2, 3 & 4 de 8)

Iniciamos a postagem de mais uma espetacular caixa. Dessa vez, temos nos centro das atenções o maestro argentino e cidadão do mundo Daniel Baremboim. Nesta compilação da DG, temos algumas de suas participações à frente da Orquestra de Paris. Assim, nos primeiros quatro discos o destaque é dado aos compositores franceses. Em três deles, a música de Berlioz aparece; no quarto, algumas das obras orquestrais de Debussy de que tanto gosto. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01. Berlioz: Requiem, Op.5 (Grande Messe des Morts), H.75-1. Requiem-Kyrie
02. Berlioz: Requiem, Op.5 (Grande Messe des Morts), H.75-2. Dies irae-Tuba mirum
03. Berlioz: Requiem, Op.5 (Grande Messe des Morts), H.75-3. Quid sum miser
04. Berlioz: Requiem, Op.5 (Grande Messe des Morts), H.75-4. Rex tremendae
05. Berlioz: Requiem, Op.5 (Grande Messe des Morts), H.75-5. Quaerens me
06. Berlioz: Requiem, Op.5 (Grande Messe des Morts), H.75-6. Lacrymosa

DISCO 02

07. Berlioz: Requiem, Op.5 (Grande Messe des Morts), H.75-7. Domine Jesu Christe
08. Berlioz: Requiem, Op.5 (Grande Messe des Morts), H.75-8. Hostias
09. Berlioz: Requiem, Op.5 (Grande Messe des Morts), H.75-9. Sanctus
10. Berlioz: Requiem, Op.5 (Grande Messe des Morts), H.75-10. Agnus Dei
Plácido Domingo, Orchestre de Paris, Daniel Barenboim, Choeur de l'Orchestre de Paris, Arthur Oldham
11. Berlioz: Overture "Le carnaval romain", Op.9
12. Berlioz: La Damnation de Faust, Op.24 / Part 4-Scène 16. Invocation à la Nature. "Nature immense"
Plácido Domingo, Orchestre de Paris, Daniel Barenboim
13. Rouget de Lisle: La Marseillaise

Orchestre de Paris 
Choeur de l'Orchestre de Paris
Daniel Barenboim
Plácido Domingo 
Arthur Oldham

DISCO 03

14. Berlioz: Symphonie fantastique, Op. 14, H 48-1. Rêveries. Passions (Largo-Allegro agitato ed appassionato assai)
15. Berlioz: Symphonie fantastique, Op. 14, H 48-2. Un bal (Valse: Allegro non troppo)
16. Berlioz: Symphonie fantastique, Op.14-3. Scène aux champs (Adagio)
17. Berlioz: Symphonie fantastique, Op. 14, H 48-4. Marche au supplice (Allegretto non troppo)
18. Berlioz: Symphonie fantastique, Op. 14, H 48-5. Songe d'une nuit du Sabbat (Larghetto-Allegro-Ronde du Sabbat: Poco meno mosso)
19. Saint-Saëns: Samson et Dalila, Op. 47, R. 288 / Act 3-Bacchanale
20. Saint-Saëns: Le Déluge, Op. 45-"Poème biblique"
Alain Moglia, Orchestre de Paris, Daniel Barenboim
21. Saint-Saëns: Danse macabre, Op. 40, R. 171

Orchestre de Paris
Daniel Barenboim
Luben Yordanoff

DISCO 04

22. Debussy: Prélude à l'après-midi d'un faune, L. 86
23. Debussy: Images For Orchestra, L. 122-1. Gigues
24. Debussy: Images For Orchestra, L. 122 / 2. Ibéria-1. Par les rues et par les chemins
25. Debussy: Images For Orchestra, L. 122 / 2. Ibéria-2. Les parfums de la nuit
26. Debussy: Images For Orchestra, L. 122 / 2. Ibéria-3. Le matin d'un jour de fête
27. Debussy: Images For Orchestra, L. 122-3. Rondes de printemps
28. Debussy: La mer, L. 109-1. De l'aube à midi sur la mer
29. Debussy: La mer, L. 109-2. Jeux de vagues
30. Debussy: La mer, L. 109-3. Dialogue du vent et de la mer


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!
 

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Egberto Gismonti (1947-) - Trem Caipira

É a primeira vez que aparece a música do compositor brasileiro Egberto Gismonti por aqui. Antes de falar um pouquinho do disco é importante saber quem é o músico. Gismonti é um sujeito de grande intuição musical. É um grande estudioso das tradições populares do Brasil. Durante certo momento da sua vida, esteve uma temporada com os índios do Xingu. Viajou muito pelo país. Realizou inúmeras parcerias com músicos de renome tanto fora quanto dentro do país. Neste disco, o artista homenageia a música de Villa-Lobos. O que é diferente aqui são os anjos que ganham, em muitos momentos, um dimensão fantasmagórica. É o caso, por exemplo, do Prelúdio (um dos momentos mais bonitos da música de Villa-Lobos). Há ainda insinuações robóticas e futurísticas; alguns se voltam para os ritmos brasileiros. O disco possui inúmeras pérolas. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Trenzinho do Caipira                    
02. Dansa                                                 
03. Bachiana no.5                                       
04. Desejo                                                 
05. Cantiga                                             
06. Cancao de carreiro                           
07. Preludio                                            
08. Pobre cega

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Richard Strauss (1864-1949) - Burleske in D Minor, TrV 145 e Ein Heldenleben, Op. 40, TrV 190

Sou um grande admirador da música de Richard Strauss, um dos mestres da orquestração. Geralmente, ao ouvirmos os seus poemas sinfônicos, somos acometidos por uma experiência estética impressionante. Strauss foi um poeta do poema sinfônico. Neste disco aparece o famoso Uma vida de herói, composto em 1898 e estreado em 1899. A obra é dividida em seis momentos, sendo que cada parte se preocupa em apresentar uma faceta da vida do herói. Escutei este disco hoje bem cedo, enquanto todos dormiam aqui em casa. Gostei bastante. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Richard Strauss (1864-1949) -

01. Denis Kozhukhin, Burleske in D Minor, TrV 145
02. Ein Heldenleben, Op. 40, TrV 190: No. 1, Der Held
03. Ein Heldenleben, Op. 40, TrV 190: No. 2, Des Helden Widersacher
04. Ein Heldenleben, Op. 40, TrV 190: No. 3, Des Helden Gefährtin
05. Ein Heldenleben, Op. 40, TrV 190: No. 4, Des Helden Walstatt
06. Ein Heldenleben, Op. 40, TrV 190: No. 5, Des Helden Friedenswerke
07. Ein Heldenleben, Op. 40, TrV 190: No. 6, Des Helden Weltflucht und Vollendung

Netherlands Philharmonic Orchestra
Marc Albrecht, regente
Denis Kozhukhin, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Google view image button visible again: https://goo.gl/DYGbube possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Google view image button visible again: https://goo.gl/DYGbub

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Dmitri Shostakovich (1905-1976) - Piano Quintet in G Minor, Op. 57 e String Quartet No. 3 in F Major, Op. 73

"Shostakovitch ganhou fama na União Soviética graças ao mecenato de Mikhail Tukhachevsky, chefe de pessoal de Leon Trotsky, tendo mais tarde uma complexa e difícil relação com a burocracia stalinista. Sua música foi oficialmente denunciada duas vezes, em 1936 e 1948, e foi periodicamente banida. Não obstante, ele recebeu alguns prêmios e condecorações estatais e serviu na Soviete Supremo da União Soviética. Apesar das controvérsias oficiais, seus trabalhos eram populares e bem recebidos pelo público. Após um período influenciado por Sergei Prokofiev e Igor Stravinsky, Shostakovitch desenvolveu um estilo híbrido, como exemplificado pela sua ópera Lady Macbeth do Distrito de Mtsensk (1934). Esta obra individual justapôs uma variedade de tendências, incluindo o estilo neoclássico (mostrando a influência de Igor Stravinsky) e o estilo pós-romântico (após Gustav Mahler). Os trabalhos orquestrais de Shostakovitch incluem quinze sinfonias e seis concertos. Sua música de câmara inclui quinze quartetos para cordas, um quinteto para piano, duas peças para um octeto de cordas e dois trios para piano. Para piano, ele compôs duas sonatas solo, um primeiro conjunto de prelúdios e um outro conjunto mais tardio de prelúdios e fugas. Outros trabalhos incluem duas óperas e uma quantidade substancial de música para filmes".

Dmitri Shostakovich (1906-1975) -

Piano Quintet in G Minor, Op. 57:
01. I. Prelude (Lento) 04:46
02. II. Fugue (Adagio) 11:34
03. III. Scherzo (Allegretto) 03:37
04. IV. Intermezzo (Lento) 07:02
05. V. Finale (Allegretto) 07:40

String Quartet No. 3 in F Major, Op. 73:
06. I. Allegretto 07:27
07. II. Moderato con moto 05:37
08. III. Allegro non troppo 04:12
09. IV. Adagio 06:00
10. V. Moderato 11:12

Belcea Quartet
Corina Belcea, violin I
Axel Schacher, violin II
Krzysztof Chorzelski, viola
Antoine Lederlin, cello
Piotr Anderszewski, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Salonen conducts Falla, Debussy & Ravel

Este disco reúne três obras espetaculares das quais eu gosto bastante. A primeira delas é o ballé El amor brujo do compositor espanhol Manuel de Falla. A obra foi escrita em 1915, encomendada pela coreógrafa flamenca Pastora Imperio. Mais tarde, em 1925, recebeu uma versão para o orquestra. Logo em seguida, encontramos uma das obras que mais amo na música erudita, que é O mar (La mer), de Claude Debussy. O compositor francês a escreveu em 1905. Ela é uma verdadeira joia da orquestração. E a última é a imaginosa e colorida Mamãe Ganso (Ma Mère l'Oye), de Ravel. O francês a escreveu em 1910, baseado nos escritos de Charles Perrault. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. El amor brujo_Danse de la Frayeur
02. El amor brujo_Danse du Jeu d'Amor
03. El amor brujo_Danse Rituelle du Feu
04. La Mer_1. From Dawn till Noon on the Sea (De l'aube à midi sur la mer)
05. La Mer_2. Play of the Waves (Jeux de vagues)
06. La Mer_3. Dialogue of the Wind and the Sea (Dialogue du vent et de la mer)
07. Ma Mère l'Oye - Ballet_Prélude_ Très lent
08. Ma Mère l'Oye - Ballet_1.Danse du rouet et Scène - Allegro
09. Ma Mère l'Oye - Ballet_2.Pavane de la Belle au bois dormant.Lent - Allegro - Mouvement de Valse modéré
10. Ma Mère l'Oye - Ballet_Interlude
11. Ma Mère l'Oye - Ballet_3.Les Entretiens de la Belle et de la Bête.Mouvement de Valse modéré
12. Ma Mère l'Oye - Ballet_Interlude
13. Ma Mère l'Oye - Ballet_4.Petit Poucet.Très modéré
14. Ma Mère l'Oye - Ballet_Interlude
15. Ma Mère l'Oye - Ballet_5.Laideronnette,Impératrice des pagodes.Mouvement de marche - Allegro - Très modéré
16. Ma Mère l'Oye - Ballet_Interlude
17. Ma Mère l'Oye - Ballet_Apothéose_Le Jardin féerique.Lent et grave

LA Philharmonic
Esa-Pekka Salonen, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Piano Concerto No.3, Op.37 e Triple Concerto, Op.56

Um belo disco, com duas das obras de Beethoven. Primeiro aparece o Concerto número 3 para piano orquestra. O segundo é o famoso Concerto Triplo para piano e orquestra. Do início da escrita até a estreia do famoso Concerto Tríplice foram aproximadamente cinco anos. Beethoven começou a escrita dele por volta de 1803. Ele somente foi apresentado numa sala de concerto em 1808. É a única obra de Beethoven executada para mais de um instrumento solista. Neste disco, temos a excelente Orquestra de Câmara da Suécia executando as obras. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - 

01. Piano Concerto No.3, Op.37 - I. Allegro con brio
02. Piano Concerto No.3, Op.37 - II. Largo
03. Piano Concerto No.3, Op.37 - III. Rondo Allegro
04. Triple Concerto, Op.56 - I. Allegro
05. Triple Concerto, Op.56 - II. Largo
06. Triple Concerto, Op.56 - III. Rondo alla Polacca

Swedish Chamber Orchestra
Thomas Dausgaard, diretor
Urban Svensson, violino
Mats Rondin, cello
Boris Berezovsky, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Arcangelo Corelli (1653-1713) - 12 Sonatae, Op. 5 a Violino a Violone e Cimbalo

Alguns dados sobre o ilustre compositor. "Arcangelo Corelli nasceu em 17 de fevereiro de 1653 na vila de Fusignano, então parte dos Estados pontifícios, como o quinto dos filhos de Arcangelo Corelli e Santa Raffini. Seu pai faleceu pouco mais de um mês antes de seu nascimento. Biografias antigas construíram para sua família genealogias ilustres que remontavam ao romano Coriolano ou aos poderosos patrícios venezianos Correr, mas elas carecem de fundamento. Não obstante, foram documentados em Fusignano desde 1506, onde ingressaram no patriciado rural, vindo a adquirir riqueza e considerável extensão de terras. Sua família foi turbulenta e orgulhosa, e por muito tempo disputou com a família Calcagnini para ser investida do feudo de Fusignano, que a outra detinha, sem consegui-lo". Não deixe de ouvir e apreciar

Arcangelo Corelli (1653-1713) -

DISCO 01

Sonata No. 1 in D

Sonata No. 2 in B flat

Sonata No. 3 in C

Sonata No. 4 in F

Sonata No. 5 in G minor

Sonata No. 6 in A

Sonata No. 7 in D minor

Sonata No. 8 in E minor

DISCO 02

Sonata No. 9 in A

Sonata No. 10 in F

Sonata No. 11 in E

Sonata No. 12 in D minor

Arthur Grumiaux, violino
Riccardo Castagnone, cravo

Sonata No. 1 in D minor

Sonata No. 11 in E

Sonata No. 12 in D minor

Siegwald Kuijken, violino
Wieland Kuijken, violoncelo
Robert Kohnen, cravo

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Requiem

Derradeira postagem do dia. O disco traz a música de Mozart. Há inúmeras lendas em torno do Réquiem do compositor. A seguir, algumas informações: "O Réquiem em ré menor (K. 626) é uma missa fúnebre do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, de 1791, encomendada pelo Conte Franz von Walsegg, foi deixada incompleta devido à morte de Mozart em 5 de Dezembro de 1791, sendo completada posteriormente pelos amigos e discípulos de Mozart: Franz Xaver Süßmayr, Joseph Leopold Eybler e possivelmente Franz Jacob Freystädtler. Sua última composição é talvez uma de suas melhores e mais famosas obras, não apenas pela música em si, mas também pelos debates em torno de até qual parte da obra foi preparada por Mozart antes de sua morte. Essa obra também se destaca pelo enorme número de completações e revisões feitas à versão de Süßmayr desde o século XX". Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 

01. I. Introitus - Requiem aeternam - Requiem
02. II. Kyrie - Kyrie eleison - Requiem
03. III. 1. Secuencia. Dies irae - Requiem
04. III. 2. Secuencia. Tuba mirum - Requiem
05. III. 3. Secuencia. Rex tremendae - Requiem
06. III. 4. Secuencia. Recordare - Requiem
07. III. 5. Secuencia. Confutatis - Requiem
08. III. 6. Secuencia. Lacrimosa - Requiem
09. IV. 1. Offertorium. Domine Jesu - Requiem
10. IV. 2. Offertorium. Hostias - Offertorium - Requiem
11. V. Sanctus - Requiem
12. VI. Benedictus - Requiem
13. VII. Agnus Dei - Requiem
14. VIII. Communio. Lux aeterna - Requiem

Orquestra Sinfónica de Viena
Coro de la Ópera Estatal de Viena
Eugen Jochum, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

Johannes Brahms (1833-1897) - Sonata for Cello and Piano No. 1 in E Minor, Op. 38, Sonata for Cello and Piano No. 2 in F Major, Op. 99 e Robert Schumann (1810-1856) - Fantasiestücke for Cello and Piano, Op. 73

Disco de grande beleza. Há bastante coisa a ser comentada sobre ele. O repertório é de primeira. Traz duas obras de Brahms e uma outra de Robert Schumann. Robert Schumann estabeleceu uma promissora amizade com o jovem Johannes Brahms. Quando Schumann faleceu, Brahms possuía apenas vinte e três anos de idade. Schumann via em Brahms qualidades incomuns de um grande gênio. Chamava-o de "o eleito". Schumann estava correto. Quem encara as obras desses grandes nomes do romantismo alemão são os dois jovens e talentosos músicos - o violoncelista Bruno Philippe e o pianista Tanguy de Williecourt. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01 - Sonata for Cello and Piano No. 1 in E Minor, Op. 38- I. Allegro non troppo
02 - Sonata for Cello and Piano No. 1 in E Minor, Op. 38- II. Allegro quasi menuetto
03 - Sonata for Cello and Piano No. 1 in E Minor, Op. 38- III. Allegro
04 - Fantasiestücke for Cello and Piano, Op. 73- I. Zart und mit Ausdruck
05 - Fantasiestücke for Cello and Piano, Op. 73- II. Lebhaft, leicht
06 - Fantasiestücke for Cello and Piano, Op. 73- III. Rasch und mit Feuer
07 - Sonata for Cello and Piano No. 2 in F Major, Op. 99- I. Allegro vivace
08 - Sonata for Cello and Piano No. 2 in F Major, Op. 99- II. Adagio affetuoso in F-Sharp Major
09 - Sonata for Cello and Piano No. 2 in F Major, Op. 99- III. Allegro passionato in F Minor
10 - Sonata for Cello and Piano No. 2 in F Major, Op. 99- IV. Allegro molto

Bruno Philippe, cello
Tanguy de Williecourt, piano


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

domingo, 10 de fevereiro de 2019

Zubin Mehta - Israel Philharmonic - The Anniversary Season - R. Strauss, Dvorak, Brahms, Schubert, Prokofiev, Bardanashivili, Mahler

A Orquestra Filarmônica de Israel está em atividade desde 1936. A ideia de fundar uma orquestra surgiu pelo fato de um número muito grande de músicos com origem judia serem impedidos de tocar na Europa. Eram os anos duros e cruéis do fascismo e do nazismo. Atualmente, a orquestra é uma das mais importantes do mundo. Zubin Mehta é seu o maestro de honra e diretor artístico, posto já ocupado, por exemplo, por Leonard Bernstein. Este disco é resultado da execução de um conjunto de obras gravadas no ano de 2007, durante a comemoração de aniversário. Excelente conjunto. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01. Also sprach Zarathustra, Op.30_Prelude (Sonnenaufgang)
02. Also sprach Zarathustra, Op.30_Von den Hinterweltlern
03. Also sprach Zarathustra, Op.30_Von der großen Sehnsucht
04. Also sprach Zarathustra, Op.30_Von den Freuden und Leidenschaften
05. Also sprach Zarathustra, Op.30_Das Grablied
06. Also sprach Zarathustra, Op.30_Von der Wissenschaft
07. Also sprach Zarathustra, Op.30_Der Genesende
08. Also sprach Zarathustra, Op.30_Das Tanzlied - Das Nachtlied
09. Also sprach Zarathustra, Op.30_Das Nachtwanderlied

DISCO 02

01. Symphony No.9 in E minor, Op.95  _From the New World__1. Adagio - Allegro molto
02. Symphony No.9 in E minor, Op.95  _From the New World__2. Largo
03. Symphony No.9 in E minor, Op.95  _From the New World__3. Scherzo (Molto vivace)
04. Symphony No.9 in E minor, Op.95  _From the New World__4. Allegro con fuoco

DISCO 03

01. Symphony No.4 in E minor, Op.98_1. Allegro non troppo
02. Symphony No.4 in E minor, Op.98_2. Andante moderato
03. Symphony No.4 in E minor, Op.98_3. Allegro giocoso - Poco meno presto - Tempo I
04. Symphony No.4 in E minor, Op.98_4. Allegro energico e passionato - Più allegro

DISCO 04

01. Symphony No.9 in C, D.944 - _The Great__1. Andante - Allegro ma non troppo
02. Symphony No.9 in C, D.944 - _The Great__2. Andante con moto
03. Symphony No.9 in C, D.944 - _The Great__3. Scherzo (Allegro vivace)
04. Symphony No.9 in C, D.944 - _The Great__4. Allegro vivace

DISCO 05

01. Violin Concerto No.2 in G minor, Op.63_1. Allegro moderato
02. Violin Concerto No.2 in G minor, Op.63_2. Andante assai
03. Violin Concerto No.2 in G minor, Op.63_3. Allegro, ben marcato
04. With What Do We Light_

DISCO 06

01. Symphony No.7 in E minor_1. Langsam - Allegro
02. Symphony No.7 in E minor_2. Nachtmusik (Allegro moderato)
03. Symphony No.7 in E minor_3. Scherzo
04. Symphony No.7 in E minor_4. Nachtmusik (Andante amoroso)
05. Symphony No.7 in E minor_5. Rondo - Finale (Allegro ordinario - Allegro moderato ma energico)

Israel Philharmonic Orchestra
Zubin Mehta, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 9 de fevereiro de 2019

Escenas Argentinas - A Symphonic Anthology - Buchardo, Aguirre, Piazzolla, Gianneo, Guastavino, Gíudice

Geralmente, quando pensamos nos compositores nascidos na Argentina, sempre nos vêm à mente o nome de Piazzolla - e, no máximo, Alberto Ginastera. Todavia, há uma quantidade enorme de bons compositores nascidos nesse país bonito e cheio de potência, um dos nossos vizinhos. O presente disco busca justamente retratar esses nomes (antes desconhecidos por mim). Há nomes que nasceram no século XIX e morreram no século XX; e há aqueles que nasceram e morreram no século passado. É um disco repleto de música folclórica com forte influência europeia, mas ainda aquelas criações dos bons compositores da terra. Um disco bastante agradável. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01 Carlos López Buchardo- Escenas Argentinas - I. Dìa de fiesta
02 Escenas Argentinas - II. El arroyo
03 Escenas Argentinas - III. La campera
04 Julián Aguirre- La huella
05 Julián Aguirre- El gato
06 Astor Piazzolla- Tangazo- Variations on Buenos Aires
07 Luis Gianneo- El tarco en flor
08 Carlos Gustavino- Las niñas
09 Oscar Giúdice- Salmo al Paraná

Orquestra Sinfónica de Entre Rios
Gabriel Castagna, diretor

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

G. F. Handel (1685-1759) - Neun Deutsche Arien, HWV202, Trio Sonata in F major, HWV392 e Gloria

Algumas informações sobre o grande compositor: "Nascido no mesmo ano de J. S. Bach, Georg Friedrich Händel teve, no entanto, um percurso completamente distinto. Filho único, terá iniciado os estudos musicais, à revelia dos pais, com Friedrich Zachow (1663-1712) – à época o mais conceituado organista ativo em Halle, cidade natal de Händel. Iniciou a sua carreira, com 17 anos de idade, como organista da Catedral Calvinista de Halle, partindo depois para Hamburgo, contratado como violinista e cravista para o teatro de ópera local, onde apresentou as suas primeiras óperas. Seguiram-se quatro anos nas cidades italianas de Florença, Roma, Nápoles e Veneza, e uma experiência como Kapellmeister da corte de Hanôver, até se estabelecer definitivamente em Londres, em 1714. Ao longo do período de quase meio século que passou na capital inglesa, a sua vastíssima e unanimemente aclamada produção musical – com particular destaque para a obra vocal, concretizada em mais de 40 óperas e 21 oratórias, além de várias composições de menor fôlego – elevou Georg Friedrich a patamares ímpares de prestígio e reconhecimento público, tendo chegado a ser considerado, pelos próprios ingleses, o maior compositor da sua época. Apesar da predileção pela música vocal, a qualidade e a dimensão da sua obra instrumental não são negligenciáveis". Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

G. F. Handel (1685-1759) - 

01. Neun Deutsche Arien, HWV202-10 - Kunft’ger Zeiten eitler Kummer… Larghetto
02. Neun Deutsche Arien, HWV202-10 - Das zitternde Glanzen… Allegro
03. Neun Deutsche Arien, HWV202-10 - Susser Blumen Ambraflocken… Andante
04. Neun Deutsche Arien, HWV202-10 - Susse Stille, sanfte Quelle… Larghetto
05. Neun Deutsche Arien, HWV202-10 - Singe, Seele, Gott zum Preise… Allegro
06. Neun Deutsche Arien, HWV202-10 - Meine Seele hort im Sehen… Andante
07. Neun Deutsche Arien, HWV202-10 - Die ihr aus dunkeln Gruften… Larghetto
08. Neun Deutsche Arien, HWV202-10 - In den angenehmen Buschen… A tempo giusto
09. Neun Deutsche Arien, HWV202-10 - Flammende Rose, Zierde der Erden… Andante
10. Trio Sonata in F major, HWV392 - I
11. Trio Sonata in F major, HWV392 - II Allegro
12. Trio Sonata in F major, HWV392 - III Adagio
13. Trio Sonata in F major, HWV392 - IV Allegro
14. Gloria - Gloria in excelsis Deo
15. Gloria - Et in terra pax
16. Gloria - Laudamus te
17. Gloria - Domine Deus
18. Gloria - Qui tollis
19. Gloria - Quoniam tu solus sanctus

London Baroque
Emma Kirkby, soprano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Renaud Capuçon - Le Boeuf sur le toit

Este disco traz uma série de compositores franceses e obras selecionadas a dedo. Há a belíssima Meditation de Thaís, de Massenet, obra cuja sensibilidade provoca um profundo bem-estar; há a espetacular Havanaise, de Saint-Säens, obra pelo qual alimento grande admiração e carinho; há ainda a ziguezagueante e cerebral Tzigane, de Ravel; há a curiosa e divertida percepção de Milhaud sobre a cultura brasileira, no período em que ele viveu por aqui. Trata-se de um disco de altíssimo nível. O jovem e talentoso Renaud Capuçon, um dos grandes músicos da atualidade, é o músico que nos conduz nessa aventura musical. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Saint-Saens - Introduction et rondo capriccioso - 8:42
02. Massenet - Meditation de Thais - 5:16
03. Saint-Saens - Havanaise - 10:46
04. Ravel - Tzigane - 9:59
05. Saint-Saens arr. Ysaye - Valse-caprice - 8:04
06. Saint-Saens - Danse macabre - 6:20
07. Berlioz - Reverie et caprice - 8:40
08. Milhaud - Le Boeuf sur le toit - 14:52


Die Deutsche Kammerphilharmonie Bremen
Daniel Harding, diretor
Renaud Capucon, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Sergei Prokofiev (1891-1953) - Symphony No.5 in B flat major, Op.100 e Scythian Suite, Op.20

Eis um dos compositores russos de que mais gosto. Parece ser meio tautológico, mas no que se refere à Rússia, tudo o que eles fizeram é bom. Impressiona. O movimento caudaloso de música, literatura e toda uma atmosfera de tensões, de eloquências variadas, impele-nos à admiração. Prokofiev foi um dos seus gênios. A Número 5 do compositor, junto com a Primeira, são as suas obras sinfônicas mais populares. A Quinta foi composta em 1944, mas somente estreou no ano seguinte. A obra é resultado de sua maturidade como compositor. Vivia-se um dos momentos mais sensíveis da Guerra. Havia um esforço nacional para vencer o nazismo. A obra é monumental, repleta de gigantismo; de um espírito superior; de uma constante expectativa por algo que vai ocorrer. O primeiro movimento é uma das coisas mais belas que existem na música russa. Coloco em paralelo o primeiro movimento da Quinta, de Nielsen, que também apresenta uma atmosfera assim. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Symphony No.5 in B flat major, Op.100 - I. Andante
02. Symphony No.5 in B flat major, Op.100 - II. Allegro marcato
03. Symphony No.5 in B flat major, Op.100 - III. Adagio
04. Symphony No.5 in B flat major, Op.100 - IV. Allegro giocoso
05. Scythian Suite, Op.20 - I. Adoration of Veless and Ala
06. Scythian Suite, Op.20 - II. The Enemy of God and the Dance of the Spirits
07. Scythian Suite, Op.20 - III. Night
08. Scythian Suite, Op.20 - IV. Lolly's Departure and the Sun's Procession

Deutsches Symphonie-Orchester Berlin
Tugar Sokhiev, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Marin Marais (1656-1728) - Pièces de viole

Que disco do compositor francês! "[Marin Marais] Estudou composição com Jean-Baptiste Lully e frequentemente regia as óperas do mestre. Estudou viola da gamba com Monsieur de Sainte-Colombe por seis meses. Posteriormente foi contratado como músico do Palácio de Versailles em 1676. Teve sucesso como músico da corte e, em 1679, foi indicado ordinaire de la chambre du roy pour la viole, título que manteve até 1725. Logo ingressou na orquestra da Ópera de Paris, destacando-se como virtuose da gamba - conhecido internacionalmente pela sonoridade e técnica soberbas - e compositor. Escreveu quatro óperas, mas ficou mais conhecido por sua imaginativa música instrumental, que abrange desde peças breves e simples a experimentos virtuosísticos em que faz uso de todos os tons. A partir de 1709, Marais retirou-se da vida pública".  Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Marin Marais (1656-1728) - Pièces de viole

01. Prélude en sol
02. Le Jeu du Volant
03. Le Petit Badinage
04. Le Rondeau Villeneuve
05. Rondeau Le Troilleur
06. François Couperin: Les Barricades Mystérieuses
07. Prélude en mi
08. Gavotte Singulière
09.  Rondeau Le Bijou
10. Fête Champêtre
11. La Biscayenne
12. Le Badinage
13. La Paraza
14. Le Tact
15. François Couperin: Le Dodo ou l’Amour au Berceau
16. Rondeau Le Doucereux
17. La Provençale
18. La Rêveuse


Florence Bolton basse de viole
Benjamin Perrot théorbe guitare baroque
Carsten Lohff clavecin
Robin Pharo basse de viole

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Cesar Franck (1822-1890) -The Accursed Huntsman, Symphonic Variations for piano and orchestra, Psyche and Eros from Psyche & Symphony in D minor

Um disco para se conhecer um pouco da obra orquestral de significativa importância do compositor franco-belga Cesar Franck. "Com quinze anos, após os estudos em sua cidade natal, foi para Paris onde passou a frequentar o conservatório. Suas primeiras composições datam desta época e incluem quatro trios para piano e cordas (Trio op.1 no.1), além de peças para piano. Rute, uma cantata bíblica, foi composta com sucesso no conservatório em 1846. Deixou inacabada a ópera Le Valet de Ferme, iniciada em 1851. Durante muitos anos, Franck levou uma vida retirada, dedicando-se ao ensino e a seus deveres de organista, adquirindo renome como improvisador. Escreveu também uma missa, motetos, peças para órgão e outros trabalhos de cunho religioso. Professor do Conservatório de Paris em 1872, naturalizou-se francês no ano seguinte. Sua obra-prima é o poema sinfônico Les Béatitudes. Foi recebida, no entanto, com frieza na única execução pública durante a vida do autor. Outros poemas sinfônicos de Franck são Les Éolides, de 1876, Le Chasseur Maudit, de 1883 e Psyche, de 1888". Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!


Cesar Franck (1822-1890) -

01. The Accursed Huntsman
02. Symphonic Variations for piano and orchestra
03. Psyche and Eros from Psyche
04. Symphony in D minor - Lento-Allegro non troppo
05. Symphony in D minor - Allegretto
06. Symphony in D minor - Allegro non troppo

RCA Victor Symphony Orchestra
Royal Philharmonic Orchestra
London Orchestra Society
Massino Freccia, regente
Georges Pretre, regente
Sir Adrian Boult, regente
Earl Wild, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 3 de fevereiro de 2019

G. F. Handel (1685-1759) - The Complete Sonatas for Recorder

Handel é, sem sombra de dúvida, um dos maiores gênios da história da humanidade. Sua música está entre as mais belas produções da capacidade inventiva e criativa do ser humano. O que dizer de uma obras como "O Messias" ou a maravilhosa "Música Aquática"? Este disco é daqueles que ouvimos com a firme impressão de que ele deve ser visitado outras vezes. Sua beleza melódica é espetacular. É música para ouvir enquanto pensamos ou fazemos atividades que exigem o uso das ideias - ou simplesmente para que percebamos o quanto a vida é graciosa. Não deixe de ouvir. Certamente você não se arrependerá. Uma boa apreciação!

G. F. Handel (1685-1759) - The Complete Sonatas for Recorder

Sonata XI In F Major, Op. 1, No. 11
01. 1 Larghetto (2:08)
02. 2 Allegro (2:07)
03. 3 Siciliana (1:12)
04. 4 Allegro (2:03)

Sonata IV In A Minor, Op. 1, No. 4

05. 1 Larghetto (2:31)
06. 2 Allegro (2:27)
07. 3 Adagio (2:06)
08. 4 Allegro (3:37)

Sonata II In G Minor, Op. 1, No. 2
09. 1 Larghetto (1:57)
10. 2 Andante (3:11)
11. 3 Adagio (0:41)
12. 4 Presto (1:53)

Sonata VII In C Major, Op. 1, no. 7
13. 1 Larghetto (2:31)
14. 2 Allegro (2:03)
15. 3 Larghetto (1:56)
16. 4 Tempo di gavotti (2:24)
17. 5 Allegro (2:20)

Sonata IX In D Minor, Op. 1, no. 9
18. 1 Largo (2:05)
19. 2 Vivace (3:18)
20. 3 Presto (2:08)
21. 4 Adagio (1:05)
22. 5 Alla breve (1:36)
23. 6 Andante (2:39)
24. 7 A tempo di minuet (1:37)

Sonata I In B-Flat Major, HY 418
25. 1 Courante (2:09)
26. 2 Adagio (1:14)
27. 3 Allegro (2:42)

Marion Verbruggen, recorder
Ton Koopman, harpsichord;
Jaap Ter Linden, violoncello

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

P. I. Tchaikovsky (1840-1893) - Violin Concerto in D major, Op. 35 e Jean Sibelius (1865-1957) - Violin Concerto in D minor, Op. 47

Um disco com um repertório grandioso, com interpretações soberbas. Temos aqui dois dos concertos mais bonitos e complexos do mundo da música clássica. São belos; repletos de expectativas e de uma energia luminosa - o de Tchaikovsky, talvez, esteja mais repleto dessa última característica. O de Sibelius é um primor. Foi o único escrito pelo compositor finlandês. Como é denso! A Orquestra da Filadélfia traz dois gigantes da música do século XX, Ormandy e Stern na execução da música. Vale a audição. Uma boa apreciação!

01. Violin Concerto in D major, Op. 35- Allegro moderato
02. Violin Concerto in D major, Op. 35- Canzonetta, Andante
03. Violin Concerto in D major, Op. 35- Finale, Allegro vivacissimo
04. Violin Concerto in D minor, Op. 47- Allegro moderato
05. Violin Concerto in D minor, Op. 47- Adagio di molto
06. Violin Concerto in D minor, Op. 47- Allegro, ma non tanto

Phiadelphia Orchestra
Eugene Ormandy, regente
Isaac Stern, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 2 de fevereiro de 2019

Franz Schubert (1797-1828) - Complete String Quartets (CDs 4, 5, 6 & 7 de 7 - final)

Últimos quatro discos com os quartetos de cordas de Franz Schubert. Como explicitei na primeira postagem, a música de câmara do compositor possui uma qualidade notável. Schubert está entre os grandes compositores de música de câmara. Ele possuía uma grande interesse por esse formato. É só observar a quantidade e a qualidade das obras escritas ao longo de sua tenra vida de 31 anos. Esta caixa nos fornece uma dimensão dessa escrita. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Franz Schubert (1797-1828) - 

DISCO 04

01.- String Quartet No. 14 in D Minor_ D. 810- I. Allegro
02.- String Quartet No. 14 in D Minor_ D. 810- II. Andante con moto
03.- String Quartet No. 14 in D Minor_ D. 810- III. Scherzo. Allegro molto - Trio
04.- String Quartet No. 14 in D Minor_ D. 810- IV. Presto - Prestissimo
05.- String Quartet No. 6 in D Major_ D. 74- I. Allegro ma non troppo
06.- String Quartet No. 6 in D Major_ D. 74- II. Andante
07.- String Quartet No. 6 in D Major_ D. 74- III. Minuetto. Allegretto
08.- String Quartet No. 6 in D Major_ D. 74- IV. Allegro
09.- Minuet in D Major_ D. 86

DISCO 05

01.- String Quartet in C Major_ D. 46- I. Adagio - Allegro con moto
02.- String Quartet in C Major_ D. 46- II. Andante con moto
03.- String Quartet in C Major_ D. 46- III. Menuetto - Trio
04.- String Quartet in C Major_ D. 46- IV. Finale. Allegro
05.- Overture in C Minor_ D. 8A- I. Largo - Allegro
06.- String Quartet in E-Flat Major_ D. 87- I. Allegro moderato
07.- String Quartet in E-Flat Major_ D. 87- II. Scherzo - Trio
08.- String Quartet in E-Flat Major_ D. 87- III. Adagio
09.- String Quartet in E-Flat Major_ D. 87- IV. Allegro
10.- String Quartet in C Minor_ D. 703- I. Allegro assai
11.- String Quartet in C Minor_ D. 703- II. Andante (Fragment)

DISCO 06

01.- String Quartet No. 2 in C Major_ D. 32- I. Presto
02.- String Quartet No. 2 in C Major_ D. 32- II. Andante
03.- String Quartet No. 2 in C Major_ D. 32- III. Menuetto. Allegro - Trio
04.- String Quartet No. 2 in C Major_ D. 32- IV. Allegro con spirit
05.- String Quartet No. 3 in B-Flat Major_ D. 36- I. Allegro
06.- String Quartet No. 3 in B-Flat Major_ D. 36- II. Andante
07.- String Quartet No. 3 in B-Flat Major_ D. 36- III. Menuetto. Allegro - Trio
08.- String Quartet No. 3 in B-Flat Major_ D. 36- IV. Allegretto
09.- String Quartet No. 9 in G Minor_ D. 173- I. Allegro con brio
10.- String Quartet No. 9 in G Minor_ D. 173- II. Andantino
11.- String Quartet No. 9 in G Minor_ D. 173- III. Minuetto. Allegro vivace - Trio
12.- String Quartet No. 9 in G Minor_ D. 173- IV. Allegro

DISCO 07

01.- String Quartet No. 15 in G Major_ D. 887- I. Allegro molto moderato
02.- String Quartet No. 15 in G Major_ D. 887- II. Andante un poco moto
03.- String Quartet No. 15 in G Major_ D. 887- III. Scherzo. Allegro vivace - Trio. A
04.- String Quartet No. 15 in G Major_ D. 887- IV. Allegro assai
05.- String Quartet in C Minor_ D. 103- Grave - Allegro

Diogenes Quartet

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - 'Goldberg Variations'

As variações Goldberg estão entre as obras mais conhecidas de Johann Sebastian Bach. Elas foram publicadas em 1741, momento em que Bach já era um compositor completo e maduro. Formam um dos mais importantes exemplos de variações já escritas. O esquema parece bastante simples: após a exposição da ária inicial, sucedem-se trinta variações, até que a ária reapareça no final. A obra foi escrita com a pretensão inicial de ser um exercício para estudantes. Hoje, ela se tornou em uma das mais requintadas e sofisticadas obras do mundo da música clássica. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - 

01. 01 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Aria 0
02. 02 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 1 a 1 Clav
03. 03 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 2 a 1 Clav
04. 04 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 3 Canone all'Unisono a 1 Clav
05. 05 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 4 a 1 Clav
06. 06 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 5 a 1 ovvero 2 Clav
07. 07 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 6 Canone alla Seconda a 1 Clav
08. 08 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 7 a 1 ovvero 2 Clav
09. 09 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 8 a 2 Clav
10. 10 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 9 Canone alla Terza a 1 Clav
11. 11 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 10 Fughetta a 1 Clav
12. 12 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 11 a 2 Clav
13. 13 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 12 Canone alla Quarta
14. 14 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 13 a 2 Clav
15. 15 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 14 a 2 Clav
16. 16 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 15 Canone alla Quinta in moto contrario 0
17. 17 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 16 Ouverture a 1 Clav
18. 18 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 17 a 2 Clav
19. 19 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 18 Canone alla Sesta a 1 Clav
20. 20 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 19 a 1 Clav
21. 21 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 20 a 2 Clav
22. 22 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 21 Canone alla Settima
23. 23 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 22 Alla breve a 1 Clav
24. 24 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 23 a 2 Clav
25. 25 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 24 Canone all'Ottava a 1 Clav
26. 26 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 25 a 2 Clav
27. 27 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 26 a 2 Clav
28. 28 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 27 Canone alla Nona
29. 29 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 28 a 2 Clav. 2
30. 30 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 29 a 1 ovvero 2 Clav
31. 31 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Var. 30 Quodlibet a 1 Clav
32. 32 Aria mit 30 Veranderungen, BWV 988 'Goldberg Variations' - Aria da Capo

Wilhelm Kempff, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!