quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Carl Nielsen ( 1861-1935) - Flute Concerto, Clarinet Concerto & Aladdin Suite

Carl NIelsen é considerado o maior compositor do seu país, a Dinamarca. Era originário de uma família de poucos recursos. Desde a tenra idade, mostrou uma propensão pouco comum para a música. Ingressou em uma banda militar. Alguns dos estudiosos de sua obra afirmam que esta experiência teve forte influência em suas composições. Isso, por exemplo, pode ser observado na sua fabulosa Sinfonia No. 5, para mim, uma das mais bonitas sinfonias de todos os tempos. Neste disco, encontramos dois dos seus concertos - o primeiro para flauta e, o segundo, para clarinete. Há ainda bonita Suíte Aladin. Em suma: Nielsen sabia o que fazia. Dizem que era um sujeito bastante engraçado. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Carl Nielsen ( 1861-1935) -

01. Flute Concerto, FS 119_ I. Allegro moderato
02. Flute Concerto, FS 119_ II. Allegretto
03. Clarinet Concerto, Op. 57_ I. Allegretto un poco
04. Clarinet Concerto, Op. 57_ II. Poco adagio
05. Clarinet Concerto, Op. 57_ III. Allegro non troppo-Adagio
06. Clarinet Concerto, Op. 57_ IV. Allegro vivace
07. Aladdin Suite, Op. 34_ I. Oriental Festive March
08. Aladdin Suite, Op. 34_ II. Aladdin's Dream and Dance of the Morning Mist
09. Aladdin Suite, Op. 34_ III. Hindu Dance
10. Aladdin Suite, Op. 34_ IV. Chinese Dance
11. Aladdin Suite, Op. 34_ V. The Marketplace in Ispahan
12. Aladdin Suite, Op. 34_ VI. Dance of the Prisoners
13. Aladdin Suite, Op. 34_ VII. Negro Dance


Philharmonia Orchestra 
Paavo Järvi, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 30 de outubro de 2018

G. F. Handel (1685-1759) - Messiah

Há muita coisa para se falar sobre o Messias, mas pelo avançado da hora, deixarei para outro momento. Segue uma explicação colhida da Wikipédia sobre a organização estrutural da obra: "Assim, após a "Sinfonia" de abertura (um andamento com indicação de tempo em "Allegro"), temos: 1ª Parte - Apresenta a profecia e o nascimento de Jesus; 2ª Parte - Relata episódios da Paixão, culminando no coral "Aleluia"; 3ª Parte - Descreve o tema da Redenção. O oratório (ou oratória) é composto por 51 movimentos que, após a Sinfonia de abertura (Allegro) dá lugar a um Recitativo com votos de esperança aos servos do Messias ("Comfort ye my people") passando logo em seguida para profecias apocalípticas ("Thus saith the Lord") oriundas de profetas do Velho Testamento ("And the glory of the Lord") e chegando à anunciação da vinda (Behold, a virgin) e ao nascimento do Messias (For unto us a child). Seguidamente, a vida do Messias começa a ser desvendada (exemplo: "His yoke is easy") e sua morte profetizada passa a ser anunciada ("Behold the lamb"). Em Surely he hath borne há uma dramatização baseada no martírio de Jesus Cristo. Após 41 movimentos e no final da 2ª Parte, é apresentado o mundialmente conhecido coral Aleluia, onde, em tese, se demonstra toda a alegria pela vitória do Messias sobre a morte e o pecado, após a concretização das profecias enunciadas na 1ª Parte. O coro, apoiado principalmente no agudo das vozes femininas (soprano, altos, etc), demonstra felicidade da vitória do Messias e tal também apoiada na repetição contínua de certas expressões como Hallelujah e esta é repetida, próximo ao final desse movimento, após uma breve pausa de 3 segundos, termina a ser cantada extensivamente por aproximadamente 12 segundos". Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

G. F. Handel (1685-1759) -

DISCO 01

01. Sinfonia
02. 2. Comfort Ye, My People/3. Every Valley Shall Be Exalted
03. 4. And The Glory Of The Lord
04. 5. Thus Saith The Lord/6. But Who May Abide /7. And He Shall Purify
05. 8. Behold, A Virgin Shall Conceive/9. O Thou That Tellest Good Tidings To Zion
06. Messiah: Part One: 10. For Behold, Darkness Shall Cover The Earth - Bass Recitative; 11. The People That Walked In Darkness - Bass Air
07. 12. For Unto Us A Child Is Born
08. 13. Pifa - 'Pastoral Symphony'/14a. There Were Shepherds/14b. And Lo, The Angel Of The Lord Came Upon Them/15. And The Angel Said Unto Them/16. And Suddenly There Was With The Angel/17. Glory To God
09. 18. Rejoice Greatly, O Daughter Of Zion
10. 19. Then Shall The Eyes Of The Blind
11. 20. He Shall Feed His Flock Like A Shepherd
12. 21. His Yoke Is Easy
13. 22. Behold The Lamb Of God
14. 23. He Was Despised
15. 24. Surely He Hath Borne Our Griefs

DISCO 02

01. 25. And With His Stripes We Are Healed/26. All We Like Sheep
02. 27. All They That See Him/28. He Trusted In God
03. 29. Thy Rebuke Hath Broken His Heart/30. Behold, And See If There Be Any Sorrow/31. He Was Cut Off Out Of The Land Of The Living/32. But Thou Didst Not Leave
04. 33. Lift Up Your Heads
05. 34. Unto Which Of The Angels/35. Let All The Angels Of God Worship Him
06. 36. Thou Art Gone Up On High
07. 37. The Lord Gave The Word
08. 38. How Beautiful Are The Feet
09. 39. Their Sound Is Gone Out
10. 40. Why Do The Nations?/41. Let Us Break Their Bonds Asunder
11. 42. He That Dwelleth In Heaven/43. Thou Shalt Break Them
12. 44. Hallelujah
13. 45. I Know That My Redeemer Liveth
14. 46. Since By Man Came Death
15. 47. Behold, I Tell You A Mystery/48. The Trumpet Shall Sound
16. 49. Then Shall Be Brought To Pass/50. O Death, Where Is Thy Sting?/51. But Thanks Be To God
17. 52. If God Be For Us
18. 53. Worthy Is The Lamb...Amen.

Atlanta Symphony Orchestra & CHamber Chorus
Robert Shaw, regente
Kaaren Erickson & Sylvia McNair, soprano
Alfreda Hodgson, mezzo-soprano
John Humphrey, tenor
Richard Stilwell, barítono
Layton James, harpsichord

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Modest Mussorgsky (1839 -1881) - Pictures at an Exhibition, A Night on the Bare Mountain, Alexander Borodin (1833 - 1887) - Polovtsian Dances, from: Prince Igor etc


Nada como um disco sensacional para fecharmos a noite. Escutei-o duas vezes no dia de hoje. O repertório encontrado neste disco é belíssimo. São três compositores russos - Mussorgsky, Borodin e Khachaturian. Acredito que o destaque fique com Quadros de uma exposição, de Mussorgsky. Devem existir para mais de dez versões aqui no blog. Esta é com Carlo Maria Giulini. Confesso que nunca havia escutado este trabalho sob a batuta dele. Há ainda a bela Danças Polovtsianas, da ópera O Príncipe Igor, de Borodin. Um disco com o repertório imperdível, verdadeiramente. O ponto baixo é que o mp3 é de 192kbps. Não possuo outra gravação. Este arquivo já está comigo há dez anos. Dá para ouvir tranquilamente. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!


Modest Petrovich Mussorgsky (1839 - 1881) -

Pictures at an Exhibition
Orchestrated by Maurice Ravel
01) Promenade [1:50]
02) Gnomus [2:40]
03) Promenade [1:07]
04) The Old Castle [4:31]
05) Promenade [0:37]
06) The Tuileries Gardens [1:17]
07) Bydlo [2:39]
08) Promenade [0:48]
09) Ballet of the Chickens in Their Shells [1:21]
10) Samuel Goldenberg and Schmuyle [2:24]
11) The Market-place at Limoges [1:30]
12) The Catacombs (Sepulchrum romanum) [2:06]
13) Cum mortuis in lingua mortua [2:09]
14) The Hut on Fowl's Legs (Baba-Yaga) [3:54]
15) The Great Gate of Kiev [5:45]

Chicago Symphony Orchestra
Carlo Maria Giulini, regente

16) A Night on the Bare Mountain [9:46]

Berliner Philharmoniker
Lorin Maazel

Alexander Borodin (1833 - 1887) - 

17) Polovtsian Dances, from: Prince Igor [11:30]
Torgny Sporsen

Gothenburg Symphony Orchestra
Neeme Järvi
Gothenburg Symphony Chorus
Ove Gotting

Modest Petrovich Mussorgsky (1839 - 1881) - 

Boris Godounov
18) Coronation of Boris [4:47]

The Cleveland Orchestra
Oliver Knussen, regente

Aram Il'yich Khachaturian (1903 - 1978) - 

Gayaneh
19) Sabre Dance [2:13]
20) Dance of the Highlanders [1:44]

Leningrad Philharmonic Orchestra
Gennadi Rozhdestvensky, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 28 de outubro de 2018

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Symphonies 1, 3, 2 & 6 (CDs 1 & 2 de 5)

Postagem para finalizar os trabalhos no dia de hoje. Escutei os dois primeiros discos desta caixa nesta manhã de domingo. São cinco no total. De certa forma, em algum tempo do passado eu postei uma caixa com cinco discos do velhinho Wand, regendo as sinfonias do mestre alemão - penso que em 2011. Os links nem existem mais. Wand é conhecido e respeitado pela consistência de suas interpretações. Seu Bruckner atinge níveis de maestria; seu Schubert também; seu Beethoven, idem. Nesta primeira postagem, aparecem quatro sinfonias. Ao longo da semana, postarei  os demais discos. Uma boa apreciação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - 

DISCO 01

Symphonies Nos.1 & 31. Sinfonie Nr. 1   I. Adagio molto; Alllegro con brio
Symphonies Nos.1 & 32. Sinfonie Nr. 1   II.  Andante cantabile con moto
Symphonies Nos.1 & 33. Sinfonie Nr. 1   III.  Menuetto Allegro molto e vivace
Symphonies Nos.1 & 34. Sinfonie Nr. 1   IV. Finale Adagio; Allegro molto e vivace
Symphonies Nos.1 & 35. Sinfonie Nr. 3 Eroica  I. Allegro con brio
Symphonies Nos.1 & 36. Sinfonie Nr. 3 Eroica  II. Marcia funebre Adagio assai
Symphonies Nos.1 & 37. Sinfonie Nr. 3 Eroica  III. Scherzo Allegro vivace
Symphonies Nos.1 & 38. Sinfonie Nr. 3 Eroica  IV. Finale Allegro molto

DISCO 02

Symphonies Nos.2 & 61. Sinfonie Nr.2  I. Adagio molto; Allegro con brio
Symphonies Nos.2 & 62. Sinfonie Nr.2  II. Larghetto
Symphonies Nos.2 & 63. Sinfonie Nr.2  III. Scherzo Allegro
Symphonies Nos.2 & 64. Sinfonie Nr.2  IV. Allegro molto
Symphonies Nos.2 & 65. Sinfonie Nr. 6 Pastorale  I. Erwachen heiterer Empfindungen bei der Ankunft auf dem Lande. Allegro ma non troppo
Symphonies Nos.2 & 66. Sinfonie Nr. 6 Pastorale  II. Szene am Bach. Andante molto mosso
Symphonies Nos.2 & 67. Sinfonie Nr. 6 Pastorale  III. Lustiges Zusammensein der Landleute. Allegro
Symphonies Nos.2 & 68. Sinfonie Nr. 6 Pastorale  IV. Gewitter, Sturm. Allegro
Symphonies Nos.2 & 69. Sinfonie Nr. 6 Pastorale  V. Hirtengesang. Frohe und dankbare Gefuhle nach dem Strum. Allegretto

NDR-Sinfonie-Orchester
Günther wand, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI
  
 *Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 27 de outubro de 2018

Martha Argerich - Concertos - Chopin, Prokofiev, Bartók, Beethoven, Schumann, Shostakovich etc

Martha Argerich é uma diva, uma mulher maravilhosa, aplaudida e reconhecida nas principais salas de concerto do mundo. Nascida na Argentina, Argerich se constituiu um patrimônio mundial, uma verdadeira lenda. Sua técnica é inimitável. Toca rápido, de forma alucinante, desde jovem, mas sem perder a delicadeza; sem extrair a personalidade das obras que executa. Neste disco, encontramos alguns dos concertos interpretados por ela. São eventos verdadeiramente belos. É para ouvir com bastante atenção, com os sentidos ligados. Há coisas sensíveis como, por exemplo, os concertos de Chopin; e registros mais cerebrais, como Prokofiev e Bartók. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01. Piano Concerto No.1 - I. Allegro maestoso
02. Piano Concerto No.1 - II. Romanze. Larghetto
03. Piano Concerto No.1 - III. Rondo. Vivace
04. Piano Concerto No.2 - I. Maestoso
05. Piano Concerto No.2 - II. Larghetto
06. Piano Concerto No.2 - III. Allegro vivace

DISCO 02

01. Piano Concerto No. 1 in D flat, Op. 10_ I. Allegro Brioso
02. Piano Concerto No. 1 in D flat, Op. 10_ II. Andante Assai
03. Piano Concerto No. 1 in D flat, Op. 10_ III. Allegro Scherzando
04. Piano Concerto No. 3, Sz. 119_ I. Allegretto
05. Piano Concerto No. 3, Sz. 119_ II. Allegro Religioso - (Poco Pisso) - Tempo I
06. Piano Concerto No. 3, Sz. 119_ III. Allegro Vivace - (Presto)
07. Piano Concerto No. 3 in C, Op. 26_ I. Andante - Allegro
08. Piano Concerto No. 3 in C, Op. 26_ II. Tema (Andantino) And Variations
09. Piano Concerto No. 3 in C, Op. 26_ III. Allegro Ma Non Troppo - Meno Messo -

DISCO 03

01. Beethoven_ Triple Concerto In C, Op.56_ Allegro
02. Beethoven_ Triple Concerto In C, Op.56_ Largo
03. Beethoven_ Triple Concerto In C, Op.56_ Rondo Alla Polacca
04. Schumann_ Piano Concerto In A, Op.54_ Allegro Affettuoso
05. Schumann_ Piano Concerto In A, Op.54_ Intermezzo. Andante Grazioso
06. Schumann_ Piano Concerto In A, Op.54_ Allegro Vivace


DISCO 04

01. Piano Concerto No. 1, for piano, trumpet & strings, in C minor, Op. 35- 1. Al
02. Piano Concerto No. 1, for piano, trumpet & strings, in C minor, Op. 35- 2. Le
03. Piano Concerto No. 1, for piano, trumpet & strings, in C minor, Op. 35- 3. Mo
04. Piano Concerto No. 1, for piano, trumpet & strings, in C minor, Op. 35- 4. Al
05. Noches en los jardines de España (Nights in the Gardens of Spain), for piano
06. Noches en los jardines de España (Nights in the Gardens of Spain), for piano
07. Noches en los jardines de España (Nights in the Gardens of Spain), for piano
08. Fantasia elvetica (-Swiss Fantasy-), for 2 pianos & orchestra- 1. Maestoso
09. Fantasia elvetica (-Swiss Fantasy-), for 2 pianos & orchestra- 2. Tranquillo
10. Fantasia elvetica (-Swiss Fantasy-), for 2 pianos & orchestra- 3. Tempo di ma
11. Fantasia elvetica (-Swiss Fantasy-), for 2 pianos & orchestra- 4. Tempo di po

Orchestre Symphonique de Montréal 
Charles Dutoit, regente
Orchestre della Svizzera Italiana
Alexandre Rabinovitch, regente
Mikhail Pletnev, piano
Martha Argerich, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Felix Mendelssohn(1809-1847) - Concerto for violin and orchestra in E minor, Op. 64, Henryk Wieniawski (1835-1880) - Concerto No. 1 for violin and orchestra in F sharp minor, Op. 14, Heino Heller (1887-1970) - Concerto for violin and orchestra in B minor

Um disco com a personalidade e a interpretação russas. São três compositores. O primeiro deles é o sempre necessário Mendelssohn, com seu belo e imortal Concerto para violino e orquestra. Trata-se de uma peça que faz parte do repertório clássico. É bonita e exigente. Interpretá-la não é tão fácil. Exige virtuosismo! A segunda obra do disco é o Concerto para violino e orquestra do polonês Wieniawski, um excelente compositor, que escreveu obras de destaque. E o terceiro aparece por aqui pela primeira vez. É um disco necessário. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Mendelssohn - 1.Allegro Molto Appasionato
02. Mendelssohn - 2.Andante
03. Mendelssohn - 3.Allegretto Non Troppo. Allegro Molto Vivace
04. Wieniawski - 1.Allegro moderato
05. Wieniawski - 2.Preghiera. Largetto
06. Wieniawski - 3.Rondo. Allegro giocoso
07. Heller - Concerto for violin and orchestra in B minor

All-Union State Radio and TV Symphony Orchestra
Gennady Rozhdestvensky, regente
Victor Pikaizen, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Georg Philipp Telemann (1681-1767) - Klingende Geographie; Concerto in D minor, TWV 43

Este é um disco que ficou de lado durante um certo tempo. Era para tê-lo postado em janeiro, mas com a parada do blog, acabei por ignorá-lo. Recordo-me que o escutei no final do ano passado. Voltei a fazê-lo agora. A experiência foi tão agradável quanto da primeira vez. Georg Philipp Telemann foi um compositor prodigioso, talentoso ao extremo. Possui uma obra vastíssima. Talvez, seja um dos compositores que mais produziram na história. Sempre o comparo a Haydn em matéria de produção. Neste disco, temos a curiosa e agradável obra Klingende Geographie, que busca fazer uma homenagem a alguns países e regiões da Europa. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Georg Philipp Telemann (1681-1767) - 

01. Klingende Geographie - Ouverture
02. Klingende Geographie - Vom Globus
03. Klingende Geographie - Europa
04. Klingende Geographie - Portugal
05. Klingende Geographie - Spanien

(...)

38. Klingende Geographie - Schlusschoral
39. Concerto in D minor, TWV 43_d2 - I. Largo
40. Concerto in D minor, TWV 43_d2 - II. Allegro
41. Concerto in D minor, TWV 43_d2 - III. Andante
42. Concerto in D minor, TWV 43_d2 - IV. Presto

Musica Fiorita

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Jazz - Gene Ammons - Boss Tenor

Um dos bons discos de jazz que postei durante todo este ano de 2018. É coisa para se ouvir por repetidas vezes. Este disco era para ter sido postado semana passada; saiu apenas hoje. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Gene Ammons - Boss Tenor

01 - Hittin' The Jug
02 - Close Your Eyes
03 - My Romance
04 - Canadian Sunset
05 - Blue Ammons
06 - Confirmation
07 - Stompin' At The Savoy

Gene Ammons, tenor saxophone
Doug Watkins, bass
Tommy Flanagan, piano
Arthur Taylor, drums
Ray Barretto, conga

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Gustav Mahler (1860-1911) - Symphony No. 5 in C sharp minor


Fazia um certo tempo que um dos meus compositores favoritos - Gustav Mahler, o psicólogo - não aparecia por aqui. Neste precioso disco, encontramos a poderosa Quinta Sinfonia do compositor austríaco. A Quinta é um daqueles documentos imortais, filosoficamente profundos, que perscrutam a alma humana. É um trabalho inesgotável em sua intencionalidade. É uma grande viagem psicológica pelo interior do ser humano. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Gustav Mahler (1860-1911) - 

Symphony No. 5 in C sharp minor  

01 Trauermarsch. In gemessenem Schritt. Streng. Wie ein Kondukt
02 Stuermisch bewegt. Mit grosser Vehemenz
03 Scherzo. Kraeftig, nicht zu schnell
04 Adagietto. Sehr langsam.
05 Rondo-Finale. Allegro - Allegro giocoso. Frisch  

Melbourne Symphony Orchestra
Markus Stenz, conductor

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

George Enescu (1881-1955) - Complete Works for Solo Piano


O compositor romeno George Enescu foi uma autoridade musical do século XX. Foi um compositor genial. Podemos compará-lo ao húngaro Béla Bartók. Era um multi-instrumentista. Tocava alguns instrumentos com máxima desenvoltura, entre eles o piano e o violino. Neste disco, encontramos as suas composições para piano. Nestas composições, encontramos um conjunto maciço de influências, que vão do folclore do seu país, a Romênia, à música de Brahms. As obras possuem humores variados: mergulham numa alegria ensolarada, numa colina com uma aragem rarefeita ou, simplesmente, no céu cinza de uma manhã melancólica. O pianista é o talentoso Josu de Solaun. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!


DISCO 01

01. Nocturne in D-Flat Major 19:05
02. Suite No. 3, Op. 18 "Pièces impromptues" : I. Mélodie 03:13
03. Suite No. 3, Op. 18 "Pièces impromptues" : II. Voix de la steppe 03:19
04. Suite No. 3, Op. 18 "Pièces impromptues" : III. Mazurk mélancolique 05:27
05. Suite No. 3, Op. 18 "Pièces impromptues" : IV. Burlesque 05:33
06. Suite No. 3, Op. 18 "Pièces impromptues" : V. Appassionato 04:51
07. Suite No. 3, Op. 18 "Pièces impromptues" : VI. Choral 07:15
08. Suite No. 3, Op. 18 "Pièces impromptues" : VII. Carillon nocturne0 6:55
09. Piano Sonata No. 1 in F-Sharp Minor, Op. 24 No. 1 : I. Allegro molto moderato e grave 11:01
10. Piano Sonata No. 1 in F-Sharp Minor, Op. 24 No. 1 : II. Presto vivace 04:39
11. Piano Sonata No. 1 in F-Sharp Minor, Op. 24 No. 1 : III. Andante molto espressivo 07:35

DISCO 02

12. Suite No. 2 in D major, Op. 10 : I. Toccata: Majestueusement, mais pas trop lent 04:22
13. Suite No. 2 in D major, Op. 10 : II. Sarabande: Noblement 08:19
14. Suite No. 2 in D major, Op. 10 : III. Pavane: Lentement berce 06:24
15. Suite No. 2 in D major, Op. 10 : IV. Bouree: Vivement 06:03
16. Prélude & fugue : Prélude 08:24
17. Prélude & fugue : Fugue 05:37
18. Piano Sonata No. 3 in D Major, Op. 24 No. 3 : I. Vivace con brio 06:04
19. Piano Sonata No. 3 in D Major, Op. 24 No. 3 : II. Andantino cantabile 10:44
20. Piano Sonata No. 3 in D Major, Op. 24 No. 3 : III. Allegro con spirito 08:52
21. Pièce pour piano sur le nom de Fauré : Pièce sur le nom de Fauré 02:10


DISCO 03


22. Scherzo 03:56
23. Ballade for Piano : Ballade for Piano 07:44
24. Prélude & scherzo : Prélude 04:06
25. Prélude & scherzo : Scherzo 05:59
26. Barcarolle in B-Flat Major 04:19
27. La Fileuse in D Major 04:55
28. Regrets in G-Flat Major 03:18
29. Piano Suite No. 1 in G Minor, Op. 3 "Dans le style ancien" : I. Prélude: Grave 03:20
30. Piano Suite No. 1 in G Minor, Op. 3 "Dans le style ancien" : II. Fugue: Allegro moderato 04:01
31. Piano Suite No. 1 in G Minor, Op. 3 "Dans le style ancien" : III. Adagio 08:19
32. Piano Suite No. 1 in G Minor, Op. 3 "Dans le style ancien" : IV. Finale: Presto 03:46
33. Impromptu in A-Flat Major 04:12
34. Impromptu in C major 06:05
35. Moderement 02:16

Josu de Solaun, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 21 de outubro de 2018

Camille Saint-Säens (1935-1921) - Symphony No.3 in C minor, op.78 - ''Organ'' e Piano Concerto No.2 in G minor, op.22

Postagem do dia! Traz um disco, cujo centro musical, é Camille Saint-Säens. Certamente, aqui temos duas das obras mais famosas do compositor francês - a Sinfonia com órgão e o Concerto no. 2 para piano. Nestas duas obras, descobrimos o quanto o compositor francês era um fabuloso músico. A Sinfonia com órgão, acredito, é a sua obra mais famosa. O segundo movimento é um dos mais bonitos movimentos de uma sinfonia. A interpretação é grandiosa. Na regência, temos Charles Dutoit. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Camille Saint-Säens (1935-1921) -

01. Symphony No.3 in C minor, op.78 - ''Organ'' I. Adagio - Allegro moderato
02. - Poco adagio
03. II. Allegro moderato - Presto - Allegro moderato
04. - Maestoso - Piu allegro - Molto allegro
05. Piano Concerto No.2 in G minor, op.22 I. Andante sostenuto
06. II. Allegro scherzando
07. III. Presto

Orchestre Symphonique de Montréal
Charles Dutoit, regente
Pascal Reger, piano
Peter Hurford, órgão

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 20 de outubro de 2018

Léos Janácek (1854-1928) - Glagolitic Mass, Sinfonietta, Taras Bulba & The Fiddler's Child

Léos Janácek é daqueles sujeitos que devem ser chamados de gênios sem nenhum tipo de titubeio. Neste disco duplo, encontramos três de suas principais obras - A missa glagolítica, a Sinfonietta e Taras Bulba. Com relação à primeira obra, trata-se de uma pesquisa - como as tantas que realizou. A missa é toda escrita no eslavo antigo. Taras Bulba é um poema sinfônico escrito em homenagem a um dos principais personagens - quase com ares folclóricos - da cultura do seu país. E a famosa Sinfonieta - talvez a sua obra mais popular - foi a última obra orquestral escrita por ele. A obra foi escrita inicialmente para uma competição, mas acabou se tornando uma homenagem à cidade de Brno. Disco verdadeiramente imperdível. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01 Janácek- Glagolitic Mass, JW 3-9 - 1. Uvod
02 Janácek- Glagolitic Mass, JW 3-9 - 2. Gospodi pomiluji
03 Janácek- Glagolitic Mass, JW 3-9 - 3. Slava
04 Janácek- Glagolitic Mass, JW 3-9 - 4. Veruju
05 Janácek- Glagolitic Mass, JW 3-9 - 5. Svet
06 Janácek- Glagolitic Mass, JW 3-9 - 6. Agnece Bozij
07 Janácek- Glagolitic Mass, JW 3-9 - 7. Varhany solo
08 Janácek- Glagolitic Mass, JW 3-9 - 8. Intrada
09 Janácek- Sinfonietta, JW 6-18 - 1. Allegretto - Allegro - Maestoso
10 Janácek- Sinfonietta, JW 6-18 - 2. Andante - Allegretto
11 Janácek- Sinfonietta, JW 6-18 - 3. Moderato
12 Janácek- Sinfonietta, JW 6-18 - 4. Allegretto
13 Janácek- Sinfonietta, JW 6-18 - 5. Andante con moto
14 Janácek- Taras Bulba, JW 6-15 - 1. The death of Andri
15 Janácek- Taras Bulba, JW 6-15 - 2. The death of Ostap
16 Janácek- Taras Bulba, JW 6-15 - 3. The prophecy and the death of Taras Bulba
17 Janácek- The Fiddler's Child, JW 6-14

Czech Philharmonic
Jiri Belohlavek, regente


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Richard Wagner (1813-1883) - Bacchanale from Tannhauser e Johann Brahms (1833-1897) - Symphony 1


Última postagem do dia. Não tive tempo de fazer um texto mais elaborado. Vai do jeito que está. Trata-se de um disco com duas obras verdadeiramente imperdíveis, embora estejam em universos bem distantes.Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Wagner_ Bacchanale from Tannhauser
02. Brahms_ Symphony No.1 - I. Un Poco Sostenuto - Allegro - Meno Allegro
03. Brahms_ Symphony No.1 - II. Andante Sostenuto
04. Brahms_ Symphony No.1 - III Un poso allegretto e grazioso
05. Brahms_ Symphony No.1 - IV Adagio-plu andante-allegro no troppo

Royal Philharmonic Orchestra, Beecham Choral Society
London Symphony Orchestra
Jascha Horenstein, regente


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Joseph Haydn (1732-1809) - String Quartets Op.20 Nos.4-6

Um bonito disco com a música de Joseph Haydn. O compositor foi um campeão na construção de melodias airosas, repletas de grande elegância. Podemos afirmar sem medo que Haydn é uma espécie de patrono da música dos últimos trezentos anos. A invenção do quarteto de cordas é atribuída a ele, assim como da sinfonia. Com relação aos quartetos, ele compôs inúmeros. Aqui temos uma parte do opus 20, com o excelente Chiaroscuro Quartet. Este é o segundo disco da trupe, interpretando os quartetos do austríaco. Este disco que ora posto funciona como uma continuação do primeiro. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Joseph Haydn (1732-1809) -

01. String Quartet in D major, Op.20 No.4 - I. Allegro di molto
02. String Quartet in D major, Op.20 No.4 - II. Un poco adagio e affettuoso
03. String Quartet in D major, Op.20 No.4 - III. Menuet alla Zingarese
04. String Quartet in D major, Op.20 No.4 - IV. Presto e scherzando
05. String Quartet in F minor, Op.20 No.5 - I. Moderato
06. String Quartet in F minor, Op.20 No.5 - II. Menuet
07. String Quartet in F minor, Op.20 No.5 - III. Adagio
08. String Quartet in F minor, Op.20 No.5 - IV. Finale. Fuga a 2 soggetti
09. String Quartet in A major, Op.20 No.6 - I. Allegro di molto e scherzando
10. String Quartet in A major, Op.20 No.6 - II. Adagio
11. String Quartet in A major, Op.20 No.6 - III. Menuet
12. String Quartet in A major, Op.20 No.6 - IV. Fuga con 3 soggetti

Chiaroscuro Quartet
Alina Ibragimova & Pablo Hernán Benedí violins
Emilie Hörnlund viola
Claire Thirion cello

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

 *Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Emmanuel Pahud - Solo

Este é daqueles discos de que não gosto. Não sou muito dado a ouvir coletâneas. Mas, ousei escutar esta que aqui aparece e o resultado foi bom. Traz no centro das atenções o grande flautista franco-suiço Emmanuel Pahud, um dos grandes nomes da música da atualidade. Pahud é um jovem talentoso e que possui muita sensibilidade. As obras possuem características as mais multifacetadas possíveis - vai do barroco à música contemporânea. Notamos, assim, a diversidade que não chega a afetar a beleza do disco. No fundo, eu gostei. Nem parece que há tantas nuances, tantos matizes a serem analisados. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Emmanuel Pahud - Solo

DISCO 01

01. Toru Takemitsu: Air
02. Georg Philipp Telemann: Fantasia No. 1 in A
03. Sigfrid Karg-Elert: Sonata Appassionata, Op.140
04. Georg Philipp Telemann: Fantasia No. 2 in A minor
05. Jörg Widmann: Petite Suite
06. Georg Philipp Telemann: Fantasia No. 3 in B minor
07. Toru Takemitsu: Voice
08. Georg Philipp Telemann: Fantasia No. 4 in B flat
09. Robert Helps: Second Thoughts
10. Georg Philipp Telemann: Fantasia No. 5 in C
11. Arthur Honegger: Danse de la chèvre
12. Georg Philipp Telemann: Fantasia No. 6 in D minor
13. Matthias Pintscher: Beyond (a system of passing)

DISCO 02

01. Pierre-Octave Ferroud: 3 Pièces - Bergêre captive
02. Georg Philipp Telemann: Fantasia No. 7 in D
03. Pierre-Octave Ferroud: 3 Pièces - Jade
04. Georg Philipp Telemann: Fantasia No. 8 in E minor
05. Carl Nielsen: The Children Are Playing
06. Georg Philipp Telemann: Fantasia No. 9 in E
07. Pierre-Octave Ferroud: 3 Pièces - Toan-Yan (La Fête du Double Cinq)
08. Georg Philipp Telemann: Fantasia No. 10 in F sharp minor
09. Luciano Berio: Sequenza I
10. Georg Philipp Telemann: Fantasia No. 11 in G
11. Arvo Pärt: Estländler
12. Georg Philipp Telemann: Fantasia No. 12 in G minor
13. Edgard Varèse: Density 21.5
14. Marin Marais: Les Folies d'Espagne

Emmanuel Pahud, flute

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Johann Sebastian Bach (1675-1750) - Violin Concertos BWV 1041/2, Double Concerto, BWV 1043, Concerto for Violin and Oboe, BWV 1060

Belíssimo disco com mais música barroca! Desta vez, trazemos a música de Bach. Os famosos concertos para violino de Bach estão naquela categoria das grandes produções humanas, assim como as pinturas de Da Vinci ou as esculturas de Michelângelo. São obras geniais e profundamente inspiradas. Nota-se a grande capacidade criativa do compositor. As melodias são ricas. Possuem uma essência espiritual de rica elevação. São obras que podemos ficar escutando por horas a fio sem que haja o quebramento do ânimo. Neste disco, temos nomes consagrados. Vai o destaque para Stern e Perlman. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Concerto for Violin and Orchestra in A Minor BWV 1041, I. [-]
02. Concerto for Violin and Orchestra in A Minor BWV 1041, II. Adante
03. Concerto for Violin and Orchestra in A Minor BWV 1041, III. Allegro assai
04. Concerto for Violin and Orchestra in E Major BWV 1042, I. Allegro
05. Concerto for Violin and Orchestra in E Major BWV 1042, II. Adagio
06. Concerto for Violin and Orchestra in E Major BWV 1042, III. Allegro assai
07. Concerto for Two Violins and Orchestra in D Minor BWV 1043, I. Vivace
08. Concerto for Two Violins and Orchestra in D Minor BWV 1043, II. Largo, ma non
09. Concerto for Two Violins and Orchestra in D Minor BWV 1043, III. Allegro
10. Concerto for Oboe, Violin and Orchestra in C Minor BWV 1060, I. Allegro
11. Concerto for Oboe, Violin and Orchestra in C Minor BWV 1060, II. Adagio
12. Concerto for Oboe, Violin and Orchestra in C Minor BWV 1060, III. Allegro

Isaac Stern, Itzhak Perlman, Harold Gomberg

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Rebelles Baroques - Quantz & Telemann

Para finalizar os trabalhos, por hoje, um belo disco. O disco possui um colorido vibrante. Há composições de Quantz e Telemann, dois nomes caríssimos ao barroco. É um registro que esbanja na leveza e na grandiloquente linguagem das belas formas, da elegância, do suntuoso. Há concertos para cordas, para flauta e para viola. O Arion foi fundado em 1981, em Montreal, Canadá. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Flute Concerto in D Major, QV 5_45_ I. Allegro di molto
02. Flute Concerto in D Major, QV 5_45_ II. Grave mà con affetto
03. Flute Concerto in D Major, QV 5_45_ III. Vivace di molto
04. Concerto for Strings in E Major, TWV 43_E2_ I. Affettuoso
05. Concerto for Strings in E Major, TWV 43_E2_ II. Allegro
06. Concerto for Strings in E Major, TWV 43_E2_ III. Adagio
07. Concerto for Strings in E Major, TWV 43_E2_ IV. Presto
08. Viola Concerto in G Major, TWV 51_G9_ I. Largo
09. Viola Concerto in G Major, TWV 51_G9_ II. Allegro
10. Viola Concerto in G Major, TWV 51_G9_ III. Andante
11. Viola Concerto in G Major, TWV 51_G9_ IV. Presto
12. Flute Concerto in D Major, TWV 51_D2_ I. Moderato
13. Flute Concerto in D Major, TWV 51_D2_ II. Allegro
14. Flute Concerto in D Major, TWV 51_D2_ III. Largo
15. Flute Concerto in D Major, TWV 51_D2_ IV. Vivace
16. Concerto for 2 Flutes in G Minor, QV 6_8a_ I. Allegro
17. Concerto for 2 Flutes in G Minor, QV 6_8a_ II. Amoroso con sordini
18. Concerto for 2 Flutes in G Minor, QV 6_8a_ III. Presto

Arion Baroque Orchestra
Alexander Weimann, direção

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

 *Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 14 de outubro de 2018

Paul Hindemith (1895-1963) - Symphonische Metamorphosen nach Themen, Die Vier Temperamente e Symphony 'Mathis der Maler'

"Depois de já ter aprendido violino enquanto criança, Hindemith estudou composição com Arnold Mendelssohn e Bernhard Sekles no Conservatório Hoch em Frankfurt am Main (1909-1917). Após servir o exército, continuou sua carreira de violinista como integrante do quarteto de cordas de Adolf Rebner e na Orquestra da Ópera de Frankfurt. As estreias de suas primeiras obras teatrais em Estugarda, Mörder e Das Nusch Nuschi renderam-lhe notoriedade[1]. Em 1920, porém, com a primeira audição do Quarteto de Cordas Op. 16 no Festival de Donaueschingen, Paul Hindemith reiterou sua competência enquanto violinista, e, ao mesmo tempo, conquistou a fama de compositor mais significativo da vanguarda alemã[2]. Posteriormente colaborou com vários compositores, incluindo Anton Webern e Arnold Schoenberg, tendo sido solista em várias agressões (turnês, em português do Brasil), pelos Estados Unidos da América no final da década de 1930. Apesar dos protestos do maestro Wilhelm Furtwängler, a sua música foi definida como "degenerada" pelos nazis e, em 1940, Paul Hindemith emigrou para os Estados Unidos da América, onde leccionou na Universidade de Yale, tendo alunos como Lukas Foss, Norman Dello Joio, Harold Shapero e Ruth Schonthal. Adquiriu a cidadania norte-americana em 1946, mas regressou à Europa em 1953, vivendo em Zurique e lecionando na universidade local. No final da sua vida começou a dirigir mais. Ganhou o Prémio Balzan em 1962 tendo falecido no ano seguinte, de pancreatite aguda".


Daqui

Paul Hindemith (1895-1963)

Symphonische Metamorphosen nach Themen

01. I - Allegro
02. II - Turandot. Scherzo. Moderato-Lebhaft
03. III - Andantino
04. IV - Marsch

Die Vier Temperamente
05. I - Thema
06. II - Melancholisch. Langsam
07. III - Sanguinisch. Walzer
08. IV - Phlegmatisch. Moderato
08. V - Cholerisch. Vivace

Symphony 'Mathis der Maler'

09. I - Engelkonzert. Ruhig bewegt
10. II - Grablegung. Sehr langsam
11. III - Versuchung des heiligen Antonius. Sehr langsam, frei im Zeitmass-Seh

Los Angeles Philharmonic

Esa-Pekka Salonen, regente
Emanuel AX, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

 *Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!


sábado, 13 de outubro de 2018

Camille Saint-Säens (1935-1921) - Piano Concerto No. 2 in G Minor, Op. 22, Piano Concerto No. 5 in F Major, Op. 103; Piano Works

Este é um disco sensacional! Traz um dos concertos mais apaixonados do repertório romântico, o Concerto número 2 para piano e orquestra, Camille Saint-Säens. Impressiona o quanto o concerto possui uma escrita virtuosística. Exige uma técnica aprimorada, o que o pianista Bertrand Chamayou, experimentado nas melodias exigentes e coloridas de Ravel, aqui nos mostra  quanto Camille Saint-Säens era um compositor complexo. Há ainda o número 5 e algumas peças esparsas para piano. O disco nos transmite uma ideia de viagem sensual, colorida, de linguagem rica, que nos mantêm em suspenso. O primeiro movimento do número 2 parece que vai nos elevar, arrebatar. Não deixe de ouvir este maravilhoso disco. Uma boa apreciação!

Camille Saint-Säens (1935-1921) -

01 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ Piano Concerto No. 2 in G Minor, Op. 22_ I. Andante sostenuto
02 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ Piano Concerto No. 2 in G Minor, Op. 22_ II. Allegro scherzando
03 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ Piano Concerto No. 2 in G Minor, Op. 22_ III. Presto
04 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ Piano Concerto No. 5 in F Major, Op. 103, _Egyptian__ I. Allegro animato
05 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ Piano Concerto No. 5 in F Major, Op. 103, _Egyptian__ II. Andante
06 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ Piano Concerto No. 5 in F Major, Op. 103, _Egyptian__ III. Molto allegro
07 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ 6 Etudes, Op. 111_ IV. Les Cloches de Las Palmas
08 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ 6 Etudes, Op. 52_ VI. En forme de valse
09 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ Mazurka No. 3 in B Minor, Op. 66
10 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ 6 Etudes, Op. 111_ I. Tierces majeures et mineures
11 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ Allegro appassionato, Op. 70
12 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ 6 Etudes, Op. 52_ II. Pour l'indépendance des doigts
13 - Bertrand Chamayou - Saint-Saëns_ Valse nonchalante in D-Flat Major, Op. 110

Orchestre National de Frances
Emmanuel Krivine, regente
Bertrand Chamayou, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Francesco Durante (1684-1755) - Requiem Maps in C Minor e Organ Concerto in B-Flat Major

Este é o segundo disco da noite em homenagem ao feriado religioso. O nome da vez é do italiano Francesco Durante, que viveu no mesmo período em que Bach e Vivaldi também viveram. Durante foi um renomado professor, conseguindo grande distinção. Foi professor, por exemplo, de Pergolesi e Piccini. Destacou-se mesmo na música religiosa. Escreveu composições que fizeram enorme sucesso. Há algumas postagens com a música do italiano aqui no blog. O seu Réquiem possui um forte apelo emocional. É bonito, sentimental. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Francesco Durante (1684-1755) -

01. Requiem Maps in C Minor_ Introitus-Requiem-Kyrie
02. Requiem Mass in C Minor_ Graduale-Requiem-Tractus
03. Requiem Mass in C Minor_ Dies irae
04. Requiem Mass in C Minor_ Tuba mirum
05. Requiem Mass in C Minor_ Mors stupebit
06. Requiem Mass in C Minor_ Quid sum miser
07. Requiem Mass in C Minor_ Recordare
08. Requiem Mass in C Minor_ Quaerens me
09. Requiem Mass in C Minor_ Ingemisco
10. Requiem Mass in C Minor_ Lacrimosa
11. Requiem Mass in C Minor_ Offertorium _Domine, Jesu Christe_
12. Requiem Mass in C Minor_ Offertorium _Hostias_
13. Requiem Mass in C Minor_ Sanctus _Osanna_
14. Requiem Mass in C Minor_ Benedictus _Osanna_
15. Requiem Mass in C Minor_ Agnus Dei
16. Requiem Mass in C Minor_ Communio
17. Requiem Mass in C Minor_ Libera me _Libera me_, Pt. I
18. Requiem Mass in C Minor_ Libera me _Dies illa_
19. Requiem Mass in C Minor_ Libera me _Requiem aeternam_
20. Requiem Mass in C Minor_ Libera me _Libera me_, Pt. II
21. Requiem Mass in C Minor_ Responsorium
22. Organ Concerto in B-Flat Major_ I. Allegro
23. Organ Concerto in B-Flat Major_ II. Grave
24. Organ Concerto in B-Flat Major_ III. Allegro

Oxford Baroque, Christ Church Cathedral Choi
Stephen Darlington, direção

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!
 


Christopher Wood - Requiem

Esta postagem acontece em homenagem ao feriado religioso do dia de hoje. Sempre procuro postar uma obra para homenagear os feriados com temática religiosa. Na postagem de hoje, encontramos o famoso Réquiem de Christopher Wood. Não encontrei muitas informações sobre o compositor. Apenas que é bretão, professor e compositor. Esta obra segue outras obras religiosas escritas pelo autor - principalmente, a Missa Brevis. O Réquiem de Wood possui uma linguagem elegante, transmitindo ao longo da obra uma estrutura grandiosa. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Requiem_ Kyrie eleison-Requiem aeternam (Orch. J. Rathbone)
02. Requiem_ Dies irae-Tuba mirum-Liber scriptus (Orch. J. Rathbone)
03. Requiem_ Quid sum miser tunc dicturus_-Rex tremendae (Orch. J. Rathbone)
04. Requiem_ Recordare-Ingemisco (Orch. J. Rathbone)
05. Requiem_ Confutatis-Lacrimosa-Pie Jesu (Orch. J. Rathbone)
06. Requiem_ Offertorio. Domine Jesu Christe (Orch. J. Rathbone)
07. Requiem_ Sanctus-Benedictus (Orch. J. Rathbone)
08. Requiem_ Agnus Dei (Orch. J. Rathbone)
09. Requiem_ Lux aeterna (Orch. J. Rathbone)
10. Requiem_ Libera me (Orch. J. Rathbone)

L' Inviti Singers, L' Inviti Sinfonia
Paul Brough, direção

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Jazz - John Coltrane (1926-1967) - Soultrane

O segundo disco de jazz da noite, para cumprirmos o dever da semana. A última vez que postei Coltrane foi em junho do ano passado. Soultrane é o quarto álbum de estudio do músico americano. Foi gravado em 1958 pela Prestige Records. Sua gravação aconteceu três após a gravação do Milestones, do Miles Davis. Vale mencionar ainda que veio logo após a gravação do Blue Train, o disco épico do músico. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

John Coltrane (1926-1967) -

01 - Good Bait
02 - I Want To Talk About You
03 - You Say You Care
04 - Theme For Ernie
05 - Russian Lullaby


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Jazz - Esteban Maxera Cuarteto - Song For Lichi

Semana passada não aconteceu a costumeira postagem jazzística de quinta-feira. Por isso, hoje, especialmente, dois discos aparecerão para compensar o atraso. O primeiro deles é do excelente Esteban Maxera Cuarteto. Não encontrei muitas informações sobre o disco. Esteban Maxera é um contrabaixista argentino. Um músico extraordinário, com larga experiência. Maxera possui uma versatilidade incrível, singrando pelos mais variados ritmos, mas tendo jazz como referência principal. Inicialmente, fui atraído pela capa do disco. A foto é espetacular e, talvez, seja dos pampas argentinos ou da Patagônia. De qualquer forma, não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Bria Pa Pa Pam
02. Sogno In Legno
03. Ahi Va Compa
04. Song For Lichi
05. Momentos Inesperados
06. Gracias Y Adios (Lisandro Perez)
07. El Rifle
08. Sogno In Legno (Bajo En Solitario)

Esteban Maxera Cuarteto

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Johannes Brahms (1833-1897) - Symphony No.4 e Academic Festival Overture

Eis que surge a postagem do dia. E traz a música de Brahms. A poderosa Sinfonia número 4, de Brahms, tantas vezes postada aqui, é um trabalho espetacular. Já fiz algumas reflexões limitadas sobre ela. Nesta versão, temos Jukka-Pekka Saraste conduzindo a Quarta e a deliciosa Abertura do Festival Acadêmico. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1897) -

01. Symphony No.4 - I. Allegro non troppo
02. Symphony No.4 - II. Andante moderato
03. Symphony No.4 - III. Allegro giocoso - Poco meno presto - Tempo I
04. Symphony No.4 - IV. Allegro energico e passionato - Piu Allegro
05. Academic Festival Overture

WDR Sinfonieorchester
Jukka-Pekka Saraste

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Alexander Scriabin (1872-1915) - The piano sonatas

Já havia postado a maior parte dessas sonatas para piano sob a interpretação de Ashkenazy. Agora, elas aparecem interpretadas por Roberto Szidon. Elas possuem uma variação de humor bastante intensa. É bem ao estilo de Scriabin. Possui a linguagem das emoções e vai fundo nesse sentido. O compositor era místico. Enveredou-se pelo caminho dos insights e queria fazer da sua música uma porta dimensional para mundos em que se pode presenciar uma profusão de cores. Viveu no final do século XIX na Rússia. Foi contemporâneo de Glazunov. Chegou a ser aluno de Arensky. Sua obra mais famosa é o espetacular Poema do Êxtase. Não deixe de ouvir este disco de linguagem atraente. Uma boa apreciação!

Alexander Scriabin (1872-1915) - 

DISCO 01

Piano Sonata No.1 in F minor, Op.6
Piano Sonata No.2 In G Sharp Minor, Op.19 “Sonata Fantasy”
Piano Sonata No.3 in F Sharp Minor, Op.23

DISCO 02

Fantasy in B minor, Op.28
Piano Sonata No.4 in F sharp major, Op.30
Piano Sonata No.5 in F sharp major, Op.53
Piano Sonata No.6, Op.62
Piano Sonata No.7 (“White Mass”), Op.64

DISCO 03

Piano Sonata No.8, Op.66
Piano Sonata No.9, Op.68 “Black Mass”
Piano Sonata No.10, Op.70
Sonata-Fantasy in G Sharp Minor, WoO 6
Sonata in E Flat Minor, WoO 19

Roberto Szidon, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante! Ela ajuda manter o nosso blog vivo!

Johann Nepomuk Hummel (1778-1827) - Piano Sonata in F sharp minor Op 81, Piano Sonata in D major Op 106 e Piano Sonata in F minor Op 20

Nascido em Preßburg (hoje Brastislava, Eslováquia), filho de um músico eminente, foi criança prodígio, tendo sido discípulo de Mozart, Muzio Clementi, Haydn e Salieri. Foi também amigo de Beethoven e de Schubert. Foi mestre de capela em Weimar a partir de 1819. Brilhante concertista, contribuiu para o desenvolvimento da técnica pianística. Compôs obras para piano, óperas, bailados, peças orquestrais etc. O seu Concerto para Trompete e Orquestra em mi bemol maior continua integrando o repertório atual para o trompete.


Johann Nepomuk Hummel (1778-1827) -

01. Piano Sonata in F sharp minor Op 81 - Allegro
02. Piano Sonata in F sharp minor Op 81 - Largo con molt’espressione
03. Piano Sonata in F sharp minor Op 81 - Vivace
04. Piano Sonata in D major Op 106 - Allegro moderato, ma risoluto
05. Piano Sonata in D major Op 106 - Un scherzo all’antico_ Allegro, ma non troppo
06. Piano Sonata in D major Op 106 - Larghetto a capriccio
07. Piano Sonata in D major Op 106 - Allegro vivace
08. Piano Sonata in F minor Op 20 - Allegro moderato
09. Piano Sonata in F minor Op 20 - Adagio maestoso —
10. Piano Sonata in F minor Op 20 - Presto

Stephen Hough, piano


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante! Ela ajuda manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

César Franck (1822-1890) - Sonata for Violin and Piano in A major, Claude Debussy (1862-1918) - Sonata for Violin and Piano e Georges Enesco (1881-1955) - Sonata for Violin and Piano No. 3 in A minor, Op. 25

Baita disco para finalizarmos os trabalhos por hoje. Escutei este disco no dia de ontem. A qualidade é incontestável. Os dois primeiros trabalhos são bem conhecidos. Julgo que a Sonata para violino e piano, de César Franck, esteja entre as coisas mais bonitas já escritas. O trabalho de Debussy também é de uma delicadeza extrema. A obra menos conhecida, mas também não menos bonita, é a do romeno George Enescu, um dos mais talentosos músicos do século vinte. A dupla de intérpretes ´de de alto nível. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. César Franck _ Sonata for Violin and Piano_ Allegretto ben moderato
02. César Franck _ Sonata for Violin and Piano_ Allegro
03. César Franck _ Sonata for Violin and Piano_ Recitativo
04. César Franck _ Sonata for Violin and Piano_ Allegretto poco mosso
05. Claude Debussy _ Sonata for Violin and Piano _ Allegro vivo
06. Claude Debussy _ Sonata for Violin and Piano _ Intermede
07. Claude Debussy _ Sonata for Violin and Piano _ Finale
08. Georges Enesco _ Sonata for Violin and Piano _ Moderato malinconico
09. Georges Enesco _ Sonata for Violin and Piano _ Andante sostenuto e misterioso
10. Georges Enesco _ Sonata for Violin and Piano _ Allegro con brio

Isaac Stern, violino
Alexander Zakin, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Arnold Schoenberg (1874-1951) - The Piano Music

Disco cuja apresentação é dispensável. Encontramos aqui uma música absurdamente cerebral - tanto pela técnica perfeita do pianista italiano Maurizio Pollini, quanto pela profundidade e densidade da música de Schoenberg. Há humores variados na música - há tinturas escuras, dramáticas; ora pende para o lúdico, ora para o opulento. Mas, há no fundo, uma tristeza macia, envolvente, que nos aquece com a melancolia da beleza. Vale a pena ouvir com o máximo de silêncio possível para que se possa captar os detalhes dessas obras fantásticas. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Arnold Schoenberg (1874-1951) -

01. Three Piano Pieces (op. 11). 1. Mäßig
02. Three Piano Pieces (op. 11). 2. Mäßige Achtel
03. Three Piano Pieces (op. 11). Bewegt
04. Six Little Piano Pieces (op. 19). 1. Leicht, zart
05. Six Little Piano Pieces (op. 19). 2. Langsam
06. Six Little Piano Pieces (op. 19). 3. Sehr langsame Viertel
07. Six Little Piano Pieces (op. 19). 4. Rasch, aber leicht
08. Six Little Piano Pieces (op. 19). Etwas rasch
09. Six Little Piano Pieces (op. 19). 6. Sehr langsam
10. Five Piano Pieces (op. 23). 1. Sehr langsam
11. Five Piano Pieces (op. 23). 2. Sehr rasch
12. Five Piano Pieces (op. 23). 3. Langsam
13. Five Piano Pieces (op. 23). 4. Schwungvoll
14. Five Piano Pieces (op. 23). 5. Walzer
15. Suite for Piano (op. 25). Präludium_ Rasch
16. Suite for Piano (op. 25). Gavotte_ Etwas langsam, nicht hast
17. Suite for Piano (op. 25). Musette_ Rascher
18. Suite for Piano (op. 25). Gavotte
19. Suite for Piano (op. 25). Intermezzo
20. Suite for Piano (op. 25). Minuett_ Moderato – Trio
21. Suite for Piano (op. 25). Gigue_ Rasch
22. Piano Piece (op. 33a). Mäßig
23. Piano Piece (op. 33b). Mäßsig langsam

Maurizio Pollini, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Karol Szymanowwski (1882-1937) - Violin Concerto No. 1, Op. 35 e Anton Dvorak (1841-1904) - Violin Concerto in A minor, Op. 53 e Romance for Violin and Orchestra in F minor, Op. 11

Vamos a uma postagem bastante bonita. O disco traz a música da jovem, bonita e talentosa violinista Arabela Steinbacher, que interpreta dois importante concertos para violino. O primeiro deles é de Karol Szimanowsky. Ele foi um importante e talentoso compositor polonês do início do século XX. Sua música é marcada pelo forte tom moderno, diferente, por exemplo, do romanticão Chopin, seu conterrâneo famoso. A outra obra do disco é o bonito Concerto para violino de Dvorak. Para mim, é sempre um grande prazer escutá-lo. Ele possui melodias bastante agradáveis. A interpretação de Arabella é bastante apaixonada. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Szymanowski Violin Concerto No. 1, Op. 35 - Vivace assai
02. Vivace scherzando
03. Cadenza (by Pawel Kochanski)
04. Allegro moderato
05. Dvorák Romance for Violin and Orchestra in F minor, Op. 11 - Andante con moto
06. Dvorák Violin Concerto in A minor, Op. 53 - Allegro ma non troppo
07. Adagio ma non troppo
08. Finale - Allegro giocoso, ma non troppo

Rundfunk-Sinfonieorchester Berlin
Marek Janowski, regente
Arabella Steinbacher, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Heinrich Schütz (1585-1672) - Symphoniae Sacrae I, Op. 6

Poderíamos afirmar com os riscos implícitos que Heinrich Schütz é uma espécie de patrono da música alemã. Afinal, ele foi o mais importante e renomado compositor anterior a Bach. É uma espécie de Monteverdi alemão, com quem forma a dupla de compositores mais relevantes do século XVII. Schütz era um sujeito de grande piedade, o que torna a sua obra eminentemente religiosa. Como possuía forte e profunda religiosidade, munia-se de importante emoção para redigir as suas obras. Pode-se afirmar que o compositor possuía uma inspiração constante. Via a obra divina em todas as coisas. Era um luterano convicto.  Estive reparando aqui no blog e verifiquei uma quantidade razoável de obras do compositor. Não deixe de ouvir mais esta postagem. Uma boa apreciação!


DISCO 01

01. Symphoniae Sacrae I - Veni, dilecte mi
01. Symphoniae sacrae I, Op. 6 - Veni, dilecte mi
02. Anima mea liqufacta est
03. secunda pars Adiura vos, filii Hierusalem
04. Exultavit cor meum
05. O quam tu pulchra es
06. secunda pars Veni da Libano
07. In lectulo per noctes
08. secunda pars invenerunt me
09. Venite ad me
10. Fili mi, Absalon

DISCO 02

01. Buccinate in neomenia tuba
02. secunda pars jubilate Deo
03. Paratum cor meum
04. In te Domine speravi
05. Cantabo Domino in vita mea
06. Iubilate Deo
07. Benedicam Domino
08. secunda pars Exquisivi Dominum
09. Attendite, popule meus
10. Domine, labia mea aperies

Weser-Renaissance Bremen
Manfred Cordes

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!