segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Heinrich Schütz (1585-1672) - Symphoniae Sacrae I, Op. 6

Poderíamos afirmar com os riscos implícitos que Heinrich Schütz é uma espécie de patrono da música alemã. Afinal, ele foi o mais importante e renomado compositor anterior a Bach. É uma espécie de Monteverdi alemão, com quem forma a dupla de compositores mais relevantes do século XVII. Schütz era um sujeito de grande piedade, o que torna a sua obra eminentemente religiosa. Como possuía forte e profunda religiosidade, munia-se de importante emoção para redigir as suas obras. Pode-se afirmar que o compositor possuía uma inspiração constante. Via a obra divina em todas as coisas. Era um luterano convicto.  Estive reparando aqui no blog e verifiquei uma quantidade razoável de obras do compositor. Não deixe de ouvir mais esta postagem. Uma boa apreciação!


DISCO 01

01. Symphoniae Sacrae I - Veni, dilecte mi
01. Symphoniae sacrae I, Op. 6 - Veni, dilecte mi
02. Anima mea liqufacta est
03. secunda pars Adiura vos, filii Hierusalem
04. Exultavit cor meum
05. O quam tu pulchra es
06. secunda pars Veni da Libano
07. In lectulo per noctes
08. secunda pars invenerunt me
09. Venite ad me
10. Fili mi, Absalon

DISCO 02

01. Buccinate in neomenia tuba
02. secunda pars jubilate Deo
03. Paratum cor meum
04. In te Domine speravi
05. Cantabo Domino in vita mea
06. Iubilate Deo
07. Benedicam Domino
08. secunda pars Exquisivi Dominum
09. Attendite, popule meus
10. Domine, labia mea aperies

Weser-Renaissance Bremen
Manfred Cordes

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Nenhum comentário: