quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Leonard Bernstein - An American in Paris - Berlioz & Milhaud (CDs 1, 2, 3 de 7)

Esta caixa é fenomenal. Possui ao todo sete discos. Neste post, saem os três primeiros. A compilação é resultado da relação que o grande Leonard Bernstein desenvolveu com a capital francesa e a Orquestra Nacional da França, ainda na década de 70. Os sete discos trazem nomes importantes da música francesa. Há a presença de Berlioz, de Milhaud, de Ravel; do alemão Robert Schumann e do próprio Leonard Bernstein. As composições do regente são sensacionais. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01 Symphonie fantastique, Op. 14, H. 48- I. Rêveries - Passions
02 Symphonie fantastique, Op. 14, H. 48- II. Un bal
03 Symphonie fantastique, Op. 14, H. 48- III. Scène aux champs
04 Symphonie fantastique, Op. 14, H. 48- IV. Marche au supplice
05 Symphonie fantastique, Op. 14, H. 48- V. Songe d'une nuit du Sabbat


DISCO 02

06 Harold en Italie, Op. 16, H. 68- I. Harold in the Mountain
07 Harold en Italie, Op. 16, H. 68- II. Procession of the Pilgrims
08 Harold en Italie, Op. 16, H. 68- III. Serenade
09 Harold en Italie, Op. 16, H. 68- IV. Orgy of the Brigands

DISCO 03

10 La Création du monde, Op. 81
11 Saudades do Brasil, Op. 67- VII. Corcovado
12 Saudades do Brasil, Op. 67- IX. Sumaré
13 Saudades do Brasil, Op. 67- VIII. Tijuca
14 Saudades do Brasil, Op. 67- XI. Larenjeiras
15 Le Boeuf sur le toit, Op. 58

Orchestre National de France
Leonard Bernstein, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Béla Bartók (1881-1945) - Piano Concertos Nos. 1 - 3

Um disco sensacional e imperdível. Bartók é daqueles compositores que, quanto mais escutamos, mais precisamos escutar. Ele foi indiscutivelmente um gênio, um sujeito com dotes privilegiados. Pode ser considerado como um dos maiores compositores de todos os tempos, sem sombra de dúvidas. Neste disco, encontramos os seus três impecáveis concertos para piano e orquestra, conduzidos por Ivan Fischer, tendo como intérprete o pianista András Schiff. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Béla Bartók (1881-1945) -

01. No.1, Sz 83 - I. Allegro moderato - Allegro
02. No.1, Sz 83 - II. Andante
03. No.1, Sz 83 - III. Allegro - Allegro molto
04. No.2, Sz 95 - I. Allegro
05. No.2, Sz 95 - II. Adagio - Presto - Adagio
06. No.2, Sz 95 - III. Allegro molto
07. No.3, Sz 119 - I. Allegretto
08. No.3, Sz 119 - II. Adagio religioso
09. No.3, Sz 119 - III. [Allegro vivace]

Budapest Festival Orchestra
Ivan Fischer, regente
András Schiff, piano


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Eduardo Fernández - Guitar Concertos - Rodrigo, Giuliani, Vivaldi, Ponce, Tedesco, Arnold & Villa-Lobos

Um disco bastante bonito com obras para violão (guitarra). O disco duplo traz uma diversidade de compositores que escreveram obras para guitarra. Há coisas belíssimas como o Concerto de Aranjuez, de Joaquin Rodrigo, já largamente conhecido; há ainda obras menos conhecidas como, por exemplo, o concerto escrito por Malcolm Arnold. Curiosamente, eu ainda não conhecia a obra de Villa-Lobos que aparece neste disco. Trata-se de um disco cuja audição só faz bem. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01. Rodigro Concierto de Aranjuez - I. Allegro con spirito
02. II. Adagio
03. III. Allegro gentile
04. Giuliani Guitar Concerto No. 1 in A major, Op. 30 - I. Allegro maestoso
05. II. Andante siciliano
06. III. Alla polacca
07. Ponce Concierto del sur - I. Allegretto
08. II. Andante
09. III. Allegro moderato e festivo

DISCO 02

01. Villa Lobos Concerto for Guitar and small Orchestra - I. Allegro preciso
02. II. Andantino e andante
03. III. Allegretto non troppo
04. Vivaldi Concerto in D major, RV 93 (arr. G.F.Malipiero) - I. (Allegro giusto)
05. II. Largo
06. III. Allegro
07. Castelnuovo Tedesco Guitar Concerto No.1 in D, Op.99 - I. Allegretto
08. II. Andantino alla romanza - Largo
09. III. Ritmico e cavalleresco
10. Arnold Guitar Concerto, Op.67 - I. Allegro
11. II. Lento
12. III. Con brio

English Chamber OrchestraBarry Wordsworth, diretor
Miguel Gomez-Martinez, diretor
George Malcolm, diretor
Enrique García Asensio, diretor
Eduardo Fernández, guitarra


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

Alexander Scriabin (1871-1915) - Piano Sonatas Nos. 1, 4 & 8, Poèmes

Vamos a uma postagem preguiçosa de segunda-feira. Aparece a música do espiritualista Alexander Scriabin. O compositor teve uma vida relativamente curta. Morreu aos 43 anos por causa de um inofensivo ferimento no lábio (sic.), que acabou tendo consequências sérias. Foi um exímio pianista. Suas habilidades para com o piano, dão a ele um lugar de destaque no rol dos compositores do início do século vinte. Pode ser considerado como um compositor que contribuiu significativamente com o tratamento tonal, escrevendo coisas à frente do seu tempo. Neste disco do selo Naxos, encontramos um pouco de sua produção pianística. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Alexander Scriabin (1972-1915) -

Deux Pièces, Op.59 - No.1- Poème
Deux Poèmes, Op.32 - No.1 in F sharp major
Deux Poèmes, Op.32 - No.2 in D major
Deux Poèmes, Op.44 - No.1 in C major
Deux Poèmes, Op.44 - No.2 in C major
Deux Poèmes, Op.63 - No.1- Masque
Deux Poèmes, Op.63 - No.2- Etrangeté
Deux Poèmes, Op.69 - No.1- Allegretto
Deux Poèmes, Op.69 - No.2- Allegretto
Deux Poèmes, Op.71 - No.1- Fantastique
Deux Poèmes, Op.71 - No.2- En rêvant, avec une grande douceur
Piano Sonata No.1 in F minor, Op.6 - I. Allegro con fuoco
Piano Sonata No.1 in F minor, Op.6 - II.
Piano Sonata No.1 in F minor, Op.6 - III. Presto
Piano Sonata No.1 in F minor, Op.6 - IV. Funèbre
Piano Sonata No.4 in F sharp major, Op.30 - I. Andante
Piano Sonata No.4 in F sharp major, Op.30 - II. Prestissimo volando
Piano Sonata No.8, Op.66
Quatre Morceaux, Op.51 - No.3- Poème ailé
Trois Morceaux, Op.45 - No.2 Poème fantastique

Alexander Ghindin, piano


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

domingo, 20 de janeiro de 2019

John Adams (1947 - ) - Nixon in China

Gostei imensamente de escutar este trabalho. Entrou para o rol de minhas óperas preferidas. O minimalismo aqui é o de Philip Glass. A seguir, algumas informações sobre o trabalho: "Nixon in China é uma ópera em três atos de John Adams, com um libreto de Alice Goodman. A ópera, primeira de Adams, foi inspirada pela visita do presidente americano Richard Nixon à China em 1972. A obra estreou na Houston Grand Opera em 22 de outubro de 1987, em uma produção de Peter Sellars com coreografia de Mark Morris. Quando Sellars se dirigiu a Adams com a ideia para a ópera em 1985, Adams inicialmente relutou, mas por fim decidiu que a obra poderia ser um estudo sobre como mitos se formam, e aceitou o projeto. 

O libreto de Goodman foi o resultado de considerável pesquisa sobre a visita de Nixon, ainda que ela tenha desconsiderado a maioria das fontes publicada após 1972. Visando criar os sons que tinha em mente, Adams acrescentou à orquestra uma grande seção de saxofones, percussão adicional e um sintetizador eletrônico. Mesmo que ocasionalmente descrita como minimalista, a partitura abarca diversos estilos musicais, adotando o minimalismo de Philip Glass junto a passagens com elementos de compositores do século XIX como Wagner e Johann Strauss. Utilizando esses ingredientes, Adams mistura o neoclassicismo de Stravinsky, referências de jazz e sons de big band que lembram a juventude de Nixon nos anos 1930. 

A combinação desses elementos varia frequentemente, visando refletir as mudanças em cena. Após a estreia em 1987, a ópera recebeu críticas mistas; alguns críticos diminuíram a obra, prevendo que perderia relevância rapidamente. Todavia, ela foi apresentada em diversas ocasiões desde então, na Europa e na América do Norte, e foi gravada duas vezes. Em 2011, a ópera estreou na Metropolitan Opera, em uma produção baseada no cenário original, e no mesmo ano recebeu uma produção abstrata em Toronto da Canadian Opera Company. Opiniões críticas recentes tendem a reconhecer o trabalho como significativo e uma contribuição duradoura à ópera americana".  Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

John Adams (1947 - ) -

DISCO 01

01. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 1. Beginning
02. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 1. Soldiers of Heaven Hold the Sky
03. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 1. The People Are the Heroes Now
04. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 1. Landing of the Spirit of '76
05. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 1. Your Flight Was Smooth, I Hope?
06. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 1. News Has a Kind of Mystery
07. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 2. Beginning
08. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 2. You Know We'll Meet with Your Confrère, The Democratic Candidate
09. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 2. You've Said That There's a Certain Well-known Tree
10. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 2. Founders Come First, then Profiteers
11. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 2. We No Longer Need Confucius
12. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 2. Like the Ming Tombs
13. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 3. Beginning
14. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 3. Ladies and Gentlemen, Comrades and Friends
15. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 3. Mr. Premier, Distinguished Guests
16. Nixon in China, opera: Act 1. Scene 3. Cheers!

DISCO 02

01. Nixon in China, opera: Act 2. Scene 1. Beginning
02. Nixon in China, opera: Act 2. Scene 1. Look Down at the Earth
03. Nixon in China, opera: Act 2. Scene 1. This Is Prophetic!
04. Nixon in China, opera: Act 2. Scene 1. At Last the Weather's Warming Up
05. Nixon in China, opera: Act 2. Scene 2. Beginning
06. Nixon in China, opera: Act 2. Scene 2. Oh What a Day I Thought I'd Die!
07. Nixon in China, opera: Act 2. Scene 2. Whip Her to Death!
08. Nixon in China, opera: Act 2. Scene 2. Tropical Storm
09. Nixon in China, opera: Act 2. Scene 2. Flesh Rebels
10. Nixon in China, opera: Act 2. Scene 2. I Have My Brief
11. Nixon in China, opera: Act 2. Scene 2. It Seems So Strange
12. Nixon in China, opera: Act 2. Scene 2. I Am The Wife of Mao Tse-tung

DISCO 03

01. Nixon in China, opera: Act 3. Beginning
02. Nixon in China, opera: Act 3. Some Men You Cannot Satisfy
03. Nixon in China, opera: Act 3. I Am No One
04. Nixon in China, opera: Act 3. The Maos Dance
05. Nixon in China, opera: Act 3. Sitting Around The Radio
06. Nixon in China, opera: Act 3. Let Us Examine What You Did
07. Nixon in China, opera: Act 3. When I Woke Up I Dimly Realized The Jap Bombers Had Given Us A Miss...
08. Nixon in China, opera: Act 3. I Have No Offspring
09. Nixon in China, opera: Act 3. I Can Keep Still
10. Nixon in China, opera: Act 3. After That The Sweat Had Soaked My Uniform
11. Nixon in China, opera: Act 3. You Won at Poker
12. Nixon in China, opera: Act 3. I Am Old and I Cannot Sleep

Colorado Symphony Orchestra
Opera Colorado Chorus
Marin Alsop, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua particpação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

sábado, 19 de janeiro de 2019

Nelson Freire Brasileiro - Villa-Lobos & Friends


Um bonito e importante disco, que nos coloca no cenário da música erudita mundial. Não que não tenhamos um espaço, um cenário construído por importantes nomes. É bom nos enxergar, perceber uma produção tipicamente brasileira. Neste disco, o nosso pianista mais conhecido, interpreta obras bastante relevantes. São obras graciosas e complexas que carregam aquilo que nos torna um país verdadeiramente singular. Além do nome já conhecido e consagrado internacionalmente de Villa-Lobos, há outros nomes importantes - Mignone, Santoro, Oswald, Levy, entre outros. Um disco delicado, mas carregado de uma energia, de uma força criadora, bem própria do nosso país. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Children's Carnaval (Carnaval das criancas) - 1. The Little Pierrot's Pony (O ginete do pierrozinho)
02. Children's Carnaval (Carnaval das criancas) - 2. The Little Devil's Whip (O chicote do diabinho)
03. Children's Carnaval (Carnaval das criancas) - 3. Pierrette's Ruse (A manha da pierrete)
04. Children's Carnaval (Carnaval das criancas) - 4. The Little Domino's Jingle Bells (Os guizos do dominozinho)
05. Children's Carnaval (Carnaval das criancas) - 5. The Little Ragpicker's Adventures (As peripecias do trapeirozinho)
06. Children's Carnaval (Carnaval das criancas) - 6. The Coquette's Mischievousness (As traquinices do mascarado mignon)
07. Children's Carnaval (Carnaval das criancas) - 7. The Fife of a Precocious Daydreamer (A gaita de um precoce fantasiado)
08. Choros No.5 Alma Brasileira
09. A Mare Encheu (Guia Pratico)
10. Valsa da dor
11. Saudades das Selvas Brasilieras No.2
12. Pobre cega
13. Cirandas - 14. A Canoa Virou
14. A Lenda do Caboclo
15. Dansa Negra
16. Ponteio No.24
17. Toccata
18. Valse Lente
19. Tango Brasileiro
20. Minha Terra
21. Tres Estudos em forma de Sonatina - 1. Allegro con brio
22. Tres Estudos em forma de Sonatina - 2. Moderato
23. Tres Estudos em forma de Sonatina - 3. Allegro scherzoso
24. Prole do bebe, Book 2 - Os Bichinhos (1921) - 2. O Gatinho de Papelao
25. Paulistana No.1
26. Toccata
27. New York Skyline,  W407
28. Valse Elegante
29. Quatro Pecas Brasileiras - 1. Maroca
30. Congada

Nelson Freire, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Béla Bartók (1881-1945) - Violin Concerto No. 1; George Enescu (1881-1955) - Octet

Bartók e Enescu, curiosamente, nasceram no mesmo ano. Os dois, sem sombra de dúvida, são dois dos músicos mais importantes e geniais do século XX. Existem muitas similaridades entre os dois compositores, além da data de nascimento. Por exemplo, os dois compositores dedicaram páginas enormes de suas produções à música folclórica de seus países; os dois compositores foram obrigados a saírem de suas pátrias - Bartók fugiu da Hungria; Enescu, da Romênia, por causa de questões políticas. As duas obras deste disco foram negligenciadas. Estrearam somente após a morte de seus respectivos compositores. São obras com um forte acentuação sentimental. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Violin Concerto No. 1, BB 48a, Sz. 36: I. Andante sostenuto
02. Violin Concerto No. 1, BB 48a, Sz. 36: II. Allegro giocoso
03. Octet in C Major, Op. 7: I. Très modéré
04. Octet in C Major, Op. 7: II. Très fougueux
05. Octet in C Major, Op. 7: III. Lentement
06. Octet in C Major, Op. 7: IV. Mouvement de valse bien rythmée

Orchestre philharmonique de Radio France
Mikko Franck, regente
Vilde Frang, violino


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Jazz - Miles Davis (1926-1991) - The Unissued Japanese Concerts

Miles Davis se apresentou no Japão pela primeira vez em 1964. Foi ao Japão com o seu quinteto, que incluía nomes como Herbie Hancock, Sam Rivers, Ron Carter e Tony Williams. Havia várias apresentações agendadas. Infelizmente, poucas aconteceram. A apresentação de 14 de julho virou LP pelo seu caráter antológico. O presente disco traz duas outras apresentações - aquelas acontecidas nos dias 12 e 14 de julho. Como se trata daqueles documentos preciosos, que precisam ser mostrados a qualquer custo, a qualidade da gravação não é das melhores. Deixa a bastante a desejar, principalmente no segundo disco. Mas nada que peça a apreciação do trabalho do quinteto inspirado, tendo Miles ao centro como um bruxo que soprava cada nota de forma única. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01 - Autumm Leaves
02 - So What
03 - Stella By Starlight
04 - Walkin' Into The Theme

DISCO 02

01 - If I Were a Bell
02 - Oleo
03 - Stella By Starlight
04 - Walkin'
05 - All Of You
06 - Seven Steps To Heaven

Miles Davis - trumpet
Sam Rivers - tenor sax
Herbie Hancock - piano
Ron Carter - bass
Tony Williams - drums

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

François Couperin (1668-1733) - Pièces de Violes

Um verdadeiro discaço! Seguem algumas informações sobre François Couperin: "Couperin é nome (apelido) de uma família francesa de compositores profissionais e intérpretes. Foram a família francesa mais prolífica da história da música e foram bastante ativos durante o período barroco. A família Couperin veio de Chaumes-en-Brie, uma pequena cidade a cerca de 48 km (30 milhas) a leste de Paris, no departamento de Seine-et-Marne. Vários membros da família foram organistas na Igreja de Saint-Gervais, próximo do Hôtel de Ville, Paris, um posto ocupado pela família por 173 anos. Esta igreja possuía um importante instrumento. Os mais bem dotados intelectualmente e os mais ilustres membros da família foram Louis Couperin e François Couperin, o Grande, seu sobrinho". Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Pièces de Violes Première Suite - Prélude Gravement
02. Allemande Légere
03. Courante
04. Sarabande Grave
05. Gavotte Gracieusement sans lenteur
06. Gigue Gayment
07. Passacaille ou Chaconne
08. Deuxième Suite - Prelude Gravement
09. Fuguette
10. Pompe Funebre Tres gravement
11. La Chemise-blanche Tres viste
12. Premier Concert - Les Satires, Chevre-pieds. Gravement ferme, et pointé
13. L’Enchanteresse
14. La Flore Gracieusement
15. Les Silvains Majestueusement, sans lenteur
16. Deuxième Concert - La Séduisante Tendrement, sans lenteur
17. Les Vergers fleüris Galament, et loûré
18. Plainte pour les violes Lentement, et douloureusement
19. L’Angelique D’une légereté modérée

Philippe Pierlot, basse de viole
Emmanuel Balssa, basse de viole
Eduardo Egüez, théorbe et guitare
Pierre Hantaï, clavecin

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Samuel Barber (1910-1981) - Violin Concerto, Op. 14, Piano Concerto, Op. 38, Adagio for strings etc

Este é daqueles discos que recebem o selo "maravilhoso". Os nomes envolvidos com as obras já provoca uma reação, no mínimo, de curiosidade. Particularmente, nutro uma grande admiração pela música dos compositores americanos - Copland, Gershwin, Ives, Bernstein, entre tantos outros. Barber é um dos grandes. Em vida, logrou enormes êxitos. Suas obras foram reverenciadas. Receberam premiações diversas. Este disco com gravações realizadas ainda nas décadas de 50 e 60 por grandes intérpretes e regentes, comprova a singularidade da obra de Barber. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Violin Concerto, Op. 14- 1. Allegro
02. Violin Concerto, Op. 14- 2. Andante
03. Violin Concerto, Op. 14- 3. Presto in moto perpetuo
04. Piano Concerto, Op. 38- 1. Allegro appassionato
05. Piano Concerto, Op. 38- 2. Canzone- Moderato
06. Piano Concerto, Op. 38- 3. Allegro molto
07. Adagio for strings (or string quartet; arr. from 2nd mvt. of String Quartet),
08. Second Essay, for orchestra, Op. 17
09. The School for Scandal, overture for orchestra, Op. 5

New York Philharmonic Orchestra
Cleveland Orchestra 
Philadelphia Orchestra
Thomas Schippers, regente
Leronard Bernstein, regente
George Szell, regente
Eugene Ormandy, regente
Isaac Stern, violino
John Browning, piano


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Franz Liszt (1811-1886) - Faust Symphony e Richard Wagner (1813-1883) - A Faust Overture

Postagem para finalizar os trabalhos por hoje. O disco traz a música de Liszt, a poderosa Sinfonia Fausto; e uma obra pouco conhecida de Richard Wagner, A Faust Overture. Acredito que seja uma obra de juventude do compositor. A regência fica a cargo do maestro russo Jascha Horenstein. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Liszt  A Faust Symphony, S.108 - I. Faust
02. Liszt  A Faust Symphony, S.108 - II. Gretchen
03. Liszt  A Faust Symphony, S.108 - III. Mephisto; Choral Finale
04. Wagner A Faust Overture

Orchestra and Chorus of the Southwest German Radio (SWDR)
Jascha Horenstein, regente
Ferdinand Koch, tenor


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Igor Stravinsky (1882-1971) - Chant funèbre, op. 5, Le Sacre du Printemps

Este é um bom disco! É uma gravação com obras de Stravinsky, regidas por Riccardo Chailly para o Festival de Lucerna. Após a morte de Abbado, que era o diretor do Festival, ele não parou. Os eventos continuam a acontecer. No caso em questão, Chailly conduz Le Sacre du Printemps, uma das mais famosas obras do compositor e duas outras obras menos conhecidas do compositor. Vale ressaltar que Chant funèbre foi recentemente descoberto. Trata-se de uma obra escrita em 1908 pela ocasião do mestre de Stravinsky, Nikolai Rimsky-Korsakov. Eu tenho uma grande admiração pelos trabalhos conduzidos por Riccardo Chailly. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!


Igor Stravinsky (1882-1971) -

01. Funeral Song (Chant funèbre), Op.5
02. Fireworks (Feu d'artifice), Op.4
03. Scherzo fantastique, Op.3
The Faun and the Shepherdess (Le Faune et La Bergère):
04. 1. La Bergère
05. 2. Le Faune
06. 3. Le Torrent
The Rite of Spring (Le Sacre du Printemps):
07. Part I - 1. Introduction
08. 2. Les augures printaniers
09. 3. Jeu du rapt
10. 4. Rondes printanières
11. 5. Jeux des cités
12. 6a. Cortège du sage
13. 6b. Le sage
14. 7. Danse de la terre
15. Part II - 1. Introduction
16. 2. Cercles mysteriéux des adolescentes
17. 3. Glorification d'élue
18. 4. Évocation des ancêtres
19. 5. Action rituelle des ancêtres
20. 6. Danse sacrale: l'élue

Lucerne Festival Orchestra
Guilhaume Santana (solo bassoon on track 07)
Riccardo Chailly, regente
Sophie Koch (mezzo-soprano on Le Faune et la Bergère, tracks 04-06)

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI 

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Johannes Brahms (1833-1897) - Piano Sonatas 1 & 2; Scherzo in E flat minor, Op.4

Brahms foi um músico extraordinário. Ainda muito novo, seu pai reconheceu o talento do jovem que mais tarde seria chamado por Schumann de "o eleito". O piano foi o instrumento em que ele iniciou. Aos dez anos de idade, já dava concertos executando Beethoven e Mozart. Ao longo da vida, escreveu uma obra poderosa. Tornou-se respeitado e apegado à tradição da música absoluta. Neste disco, temos duas das suas sonatas para piano. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1897) -

01. Sonata in F sharp minor, op.2  - I Allegro non troppo, ma energico
02. Sonata in F sharp minor, op.2  - II Andante con espressione
03. Sonata in F sharp minor, op.2  - III Scherzo. Allegro - Trio
04. Sonata in F sharp minor, op.2  - IV Finale. Introduzione - Allegro non troppo e rubato
05. Scherzo in E flat minor, Op.4
06. Sonata in C major, op.1 - I Allegro
07. Sonata in C major, op.1 - II Andante (nach einem altdeutschen Minnelied)
08. Sonata in C major, op.1 - III Scherzo. Allegro molto e con fuoco
09. Sonata in C major, op.1 - IV Finale. Allegro con fuoco

Alexander Melnilkov, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 13 de janeiro de 2019

Claude Debussy (1862-1918) - The piano works

Alguns dados sobre a música pianística de Debussy: "A música pianística é uma seção importante na obra de Debussy. São conhecidas sobretudo as coleções [[Suite Bergamasque](1890)], Estampas (1903), Imagens (1905-1907), Canto das crianças (1906-1908), 24 Préludes I e II (1910) e os Estudos (12) I e II (1915). Da Suite Bergamasque aos Estudos a evolução é marcante: os títulos poéticos desaparecem. Os títulos técnicos dos estudos (notas repetidas, sonoridades opostas, escalas cromáticas, etc.) apenas revelam a consciência técnica inovadora que se ocultava atrás de títulos poéticos como Jardins sob a chuva, Sinos por entre as folhagens, A catedral submersa, YA., em outros conjuntos (Estampas, Imagens, Préludes, etc.). No último período, não só a música pianística se torna mais abstrata como também mais áspera na pesquisa de novos timbres. Finalmente, em Seis Epígrafes Antigas e Em Branco e Negro, ambos de 1915, Debussy retorna às fontes clássicas francesas, Couperin e Rameau". Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Claude Debussy (1862-1918) -

DISCO 01

12 Préludes, Livre I
1-1     Danseuses De Delphes     3:45
1-2     Voiles     4:27
1-3     Le Vent Dans La Plaine     2:10
1-4     Les Sons Et Les Parfums Tournent Dans L'air Du Soir     3:50
1-5     Les Collines D'Anacapri     3:01
1-6     Des Pas Sur La Neige     4:14
1-7     Ce Qu'a Vu Le Vent D'Ouest     3:19
1-8     La Fille Aux Cheveux De Lin     2:20
1-9     La Sérénade Interrompue     2:43
1-10     La Cathédrale Engloutie     5:40
1-11     La Danse De Puck     2:58
1-12     Minstrels     2:47
 
Estampes
1-13     Pagodes     4:43
1-14     Soirée Dans Grenade     5:36
1-15     Jardins Sous La Pluie     3:49

Images Oubliées
1-16     Lent, Doux Et Mélancolique     3:42
1-17     Souvenirs Du Louvre     5:08
1-18     Quelques Aspects De « Nous N'irons Plus Au Bois » Parce Qu'il Fait Un Temps Épouvantable     3:54
1-19     D'un Cahier D'esquisses (1904)     5:01
1-20     Masques (1904)     4:52

DISCO 02

12 Préludes, Livre 2

2-1     Brouillards     4:01
2-2     Feuilles Mortes     3:31
2-3     La Puerta Del Vino     3:55
2-4     «Les Fées Sont D'exquises Danseuses»     3:12
2-5     Bruyères     2:56
2-6     «Général Lavine» - Eccentric     2:44
2-7     La Terrasse Des Audiences Du Clair De Lune     5:09
2-8     Ondine     3:44
2-9     Hommage Á S. Pickwick Esq. P.P.M.P.C     2:35
2-10     Canope     3:18
2-11     Les Tièrces Alternées     2:37
2-12     Feux D'artifice     4:23
 
Images, Livre 1
2-13     Reflets Dans L'eau     5:16
2-14     Hommage Á Rameau     7:24
2-15     Mouvement     3:16

Images, Livre 2
2-16     Cloches á Travers Les Feuilles     4:07
2-17     Et La Lune Descend Dur Le Temple Qui Fut     5:48
2-18     Poissons D'or     3:59
2-19     L'isle Joyeuse (1904)     6:07

DISCO 03

6 Etudes, Livre 1
3-2     Pour Les «Cinq Doigts» D'après Monsieur Czerny     3:18
3-3     Pour Les Tièrces     3:36
3-4     Pour Les Quartes     5:11
3-5     Pour Les Sixtes     3:40
3-6     Pour Les Octaves     3:00
3-7     Pour Les Huit Doigts     1:39
3-8     Élégie     2:02
3-9     Morceau De Concours     0:55
3-10     Berceuse Héroïque     4:04
 
6 Etudes, Livre 2
3-11     Pour Les Degrés Chromatiques     2:23
3-12     Pour Les Agréments     4:59
3-13     Pour Les Notes Répétées     3:33
3-14     Pour Les Sonorités Opposées     6:03
3-15     Pour Les Arpèges Composés     4:36
3-16     Pour Les Accords     4:51
3-17     Arabesque No.1     3:30
3-18     Arabesque No.2     3:33
3-19     Ballade     6:24
3-20     Nocturne     5:50
3-21     Hommage Á Haydn     2:24

DISCO 04

Pour Le Piano
4-1     Prélude     4:08
4-2     Sarabande     4:39
4-3     Toccata     4:23
4-4     La Plus Que Lente     4:14
4-5     Valse Romantique     3:19

Suite Bergamasque
4-6     Prélude     4:19
4-7     Menuet     4:25
4-8     Clair De Lune     4:33
4-9     Passepied     4:02
4-10     Danse Bohémienne     2:11
4-11     Mazurka     3:08
4-12     Danse (Tarentelle Styrienne)     5:40
4-13     Le Petit Nègre     1:34
 
Children's Corner
4-14     Doctor Gradus Ad Parnassum     2:18
4-15     Jimbo's Lullaby     3:24
4-16     Serenade For The Doll     2:46
4-17     The Snow Is Dancing     3:07
4-18     The Little Shepherd     2:49
4-19     Golliwogg's Cake-Walk     3:02
4-20     «Les Soirs Illuminés Par L'ardeur Du Charbon» (1917)     2:17
4-21     «Pour Le Vêtement Du Blessé» (1915)     1:11

Philippe Cassard, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 12 de janeiro de 2019

George Gershwin (1898-1937) - Porgy and Bess

Raramente aparece uma ópera por aqui. Não é que eu não goste de óperas. É que para postá-las é necessário um conhecimento apurado. A ópera possui uma linguagem e uma sensibilidade que exige um treinamento, uma educação para ser recepcionada. Existem algumas que são importantes para mim. A Flauta Mágica e Dom Giovanni, de Mozart; Tristão e Isolda, de Wagner; Carmen, de Bizet; La Traviatta, de Verdi; e Porgy and Bess, de Gershwin, que certamente é uma das maiores contribuições de um compositor do continente americano para o mundo da ópera. O que dizer da canção "Summertime", uma das melodias mais arrebatadoras da música americana de origem negra? Ou de It ain't necessarily so ou  Bess, you is my woman now, cujas belezas transcendem o nosso imaginário? Gershwin a escreveu em 1935 e denominou de obra "ópera folclórica americana". Em um momento em que havia um forte preconceito de origem racial no país, o compositor tinha o elenco formado unicamente por artistas negros para representar a ópera. Esta versão com Lorin Maazel é uma das mais bonitas que já escutei. Não deixe de fazê-lo. Uma boa apreciação!

George Gershwin (1898-1937) - 

DISCO 01

01. Introduction; Jasbo Brown Blues
02. Summertime; Oh, nobody knows when the Lawd is goin' to call ; I been sweating
03. A woman is a sometime thing
04. Here come de honey man; Here's the ol' crap shark
05. They pass by singin'; Here comes Big Boy; Don't you ever let a woman grieve you
06. Oh, little stars; Touch that money an' meet yo' Gawd
07. Wake up an' hit it out; That you, Sportin' Life
08. Gone, gone, gone
09. Overflow, overflow; Gawd got plenty of money for de saucer
10. Um! A saucer-burial setup, I see
11. My Man's gone now; How de saucer stan' now, my sister
12. Headin' for the Promis' Lan'

DISCO 02

01. It takes a long pull to get there
02. Oh, I got plenty o'nuttin; Lissen there, what I tells you
03. I hates yo' struttin' style; Mornin', Lawyer, lookin' for somebody_; Dey's a
04. Buzzard Song; Lo, Bess, goin' to picnic_
05. Bess, you is my woman now
06. Oh, I can't sit down
07. Scene 2_ I ain' go no shame
08. It ain't necessarily so;Shame on all you sinners;Bess!..Crown!
09. Oh .. What you want wid Bess_
10. Scene 3_ Honey, dat's all de breakfast I got time for;Take yo' han's off me,
11. Oh, doctor Jesus
12. O dey's so fresh an'fine; I'm talkin' about devil crabs
13. Pory, Porgy, dat you there
14. I loves you, Porgy
15. Why you been out on that wharf

DISCO 03

01. Bess is gone
02. Oh Lawd, I'm on my way
03. Oh, Bess, oh where's my Bess
04. Dem white folks sure ain' put nuthin'
05. Good mornin', sistuh!
06. Introduction
07. There's a boat dat's leavin'
08. You've got to go, Porgy
09. Introduction - Wait for us at the corner, Al
10. Interlude (Death of Crown)
11. Clara, Clara, don't you be downhearted
12. A red-headed woman
13. Oh, dere's somebody knockin' at de do'
14. Oh, de Lawd shake de Heavens
15. Oh, Doctor Jesus

Cleveland Orchestra
Cleveland Orchestra Chorus
Lorin Maazel, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Jazz - Arnett Cobb & Eddie 'Lockjaw' Davis - Blow, Arnett, Blow (1959)

Vamos ao velho e bom bop. Nas últimas duas semanas, salvo engano, as postagens revelaram uma face mais diversa do jazz. Este disco foi gravado no final dos anos cinquenta do século XX. Cobb nasceu em 1918 e morreu em 1989. O músico entrou numa big band ainda na década de 1930. Na década de 40, passou por inúmeros grupos até formar o seu. Em 1956, sofreu um grave acidente de carro que o deixou de molho por bastante tempo. Este disco foi o primeiro gravado por ele para a Prestige. Sairiam mais quatro com a gravadora. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. When I Grow Too Old To Dream (6:42)
02. Go Power (5:09)
03. Dutch Kitchen Bounce (7:01)
04. Go Red, Go (5:39)
05. The Eely One (8:18)
06. The Fluke (5:32)

Tenor Saxophone – Arnett Cobb, Eddie "Lockjaw" Davis
Bass – George Duvivier
Drums – Arthur Edgehill
Organ – Wild Bill Davis

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Édouard Lalo (1832-1892) - Symphonie espagnole pour violon et orchestre, Op. 21 e Maurice Ravel (1875-1937) - La Valse, M. 72, Tzigane e Boléro


Quando encontrei este disco, fiquei imensamente ansioso para escutá-lo. Achava que encontraria as obras conhecidas e aclamadas - a Sinfonia Espanhola, de Lalo; e La Valse, Tzigane e o Bolero, de Ravel, as quais eu amo. Todavia, fiquei surpreso assim que o escutei. Os arranjos de La Symphonie de Poche são bastante heterodoxos. São características bastante ousadas para as obras tradicionalmente conhecidas. O resultado é: ou você simpatiza com a coisa ou torce o beiço em sinal de reprovação. Ainda estou pensando sobre qual ação vou realizar. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Symphonie espagnole pour violon et orchestre, Op. 21_ I. Allegro ma non troppo (Arrangement_ Nicolas Simon)
02. Symphonie espagnole pour violon et orchestre, Op. 21_ II. Scherzando (Arrangement_ Nicolas Simon)
03. Symphonie espagnole pour violon et orchestre, Op. 21_ III. Intermezzo (Arrangement_ Nicolas Simon)
04. Symphonie espagnole pour violon et orchestre, Op. 21_ IV. Andante (Arrangement_ Nicolas Simon)
05. Symphonie espagnole pour violon et orchestre, Op. 21_ V. Rondo - Allegro (Arrangement_ Nicolas Simon)
06. La Valse, M. 72 (Arrangement pour accordéon concertant_ Lucas Henri)
07. Tzigane (Rhapsodie de concert pour violon et orchestre), M. 76 (Arrangement_ Lucas Henri)
08. Boléro_Bembero, M. 81 (Arrangement_ Lucas Henri)

La Symphonie de Poche
Nicolas Simon, direção
Deborah Nemtanu, violino
Pierre Cussac, accordeon

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Piano Concerto No. 15 B-Dur KV 450 e Piano Concerto No. 26 D-Dur KV 537 «Coronation»

Este disco traz dois dos concertos para piano e orquestra de Mozart. Possivelmente, a sonoridade que os ouvintes do músico testemunhavam aparece nesse disco. O fortepiano foi inventado em 1700 e possui um som bem característico em relação ao piano moderno. O fortepiano foi negociado e vendido na Europa até o século XIX, quando as inovações técnicas fizeram surgir o piano que conhecemos hoje. O presente disco ajuda-nos a ter uma noção bastante clara de como a música soava para os ouvintes à época da composição. No presente disco, temos a presença de Hogwood e Levin. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 


Piano Concerto No. 15 B-Dur KV 450
01. I. Allegro
02. II. Andante
03. III. Allegro

Piano Concerto No. 26 D-Dur KV 537 «Coronation»
04. I. Allegro
05. II. Larghetto
06. III. Allegretto

Piano Concerto No. 15 B-Dur KV 450
07. II. Andante (First version)

The Academy of Ancient Music
Christopher Hogwood, diretor
Robert Levin, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Bohuslav Martinü (1890-1959) - Orchestral Works

Colhi algumas informações por aí: "Martinů era violinista da Filarmônica Checa e professor de música em sua cidade natal. Em 1923, deixou a Tchecoslováquia para residir em Paris e deliberadamente abandonou o estilo romântico no qual havia sido formado. Nos anos 1930, experimentou o expressionismo e o construtivismo, tornando-se um admirador dos desenvolvimentos técnicos europeus que aconteciam à época, o que pode ser observado em seus trabalhos orquestrais Half-time e La Bagarre. Também incorporou expressões jazzísticas, como ocorre em Kuchyňské revue ("Revista de cozinha"), por exemplo". Discão! Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Bohuslav Martinü (1890-1959) -

01. Concerto pour violon et orchestre no. 2, H 293 I. Andante
02. Concerto pour violon et orchestre no. 2, H 293 II. Andante moderato
03. Concerto pour violon et orchestre no. 2, H 293 III. Poco allegro
04. Serenáda no. 2, H 216 I. Allegro
05. Serenáda no. 2, H 216 II. Poco andante
06. Serenáda no. 2, H 216 III. Allegro con brio
07. Toccata e due canzoni, H 311 Toccata. Allegro moderato
08. Toccata e due canzoni, H 311 Canzone no. 1. Andante moderato
09. Toccata e due canzoni, H 311 Canzone no. 2. Allegro

The Prague Philharmonia
Jiri Belohlavek, regente
Isabelle Faust,violino
Cédric Tiberghien, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Franz Krommer (1759-1831) - 6 Clarinet Quartets

É a primeira vez que o compositor checo Franz Krommer aparece por aqui. Franz Krommer (František Vincenc Kramář) permanece na história da música como um dos mais importantes compositores do Classicismo. Entre os 14 e os 17 anos de idade estudou com um tio em Turan, cidade onde teve o seu primeiro emprego como organista. Foi violinista da orquestra do Duque de Lyrum e em 1790 foi nomeado mestre-capela da Catedral de Pécs, na Hungria. Em 1798 assumiu iguais funções ao serviço do Duque Ignaz Fuchs. A partir de 1813 obteve um dos mais prestigiados cargos musicais do seu tempo, o de Compositor da Corte Imperial da Áustria, posição que manteve até à data da morte, em 1831. Deixou um legado composicional de mais de 300 obras, entre as quais diversas sinfonias, inúmeros concertos e 70 quartetos de cordas.

Franz Krommer (1759-1831) -

DISCO 01

01. Quartet op. posth. in B flat major - Allegro moderato
02. Quartet op. posth. in B flat major - Adagio sostenuto
03. Quartet op. posth. in B flat major - Rondo - Allegro
04. Quartet op. 21 No. 1 in E flat major - Allegro moderato
05. Quartet op. 21 No. 1 in E flat major - Minuetto - Allegretto
06. Quartet op. 21 No. 1 in E flat major - Romanza
07. Quartet op. 21 No. 1 in E flat major - Rondo
08. Quartet op. 21 No. 2 in B flat major - Allegro
09. Quartet op. 21 No. 2 in B flat major - Romanza
10. Quartet op. 21 No. 2 in B flat major - Minuetto - Allegro
11. Quartet op. 21 No. 2 in B flat major - Rondo

DISCO 02

01. Quartet op. 82 in D major - Allegro moderato
02. Quartet op. 82 in D major - Adagio
03. Quartet op. 82 in D major - Minuetto - Allegretto
04. Quartet op. 82 in D major - Rondo
05. Quartet op. 83 in B flat major - Allegro
06. Quartet op. 83 in B flat major - Andante
07. Quartet op. 83 in B flat major - Minuetto - Moderato
08. Quartet op. 83 in B flat major - Rondo
09. Quartet op. 69 in E flat major - Allegro moderato
10. Quartet op. 69 in E flat major - Andante - Allegretto
11. Quartet op. 69 in E flat major - Rondo

Consortium Classicum
Dieter Klöcker, clarinet

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Robert Schumann (1810-1856) - Für Gross und Klein - Piano Duets

Que Robert Schumann foi um mestre do piano, não há nenhuma tese contrária a isso. Schumann foi um melodista privilegiado. Um sujeito de sensibilidade afiada, de um imaginário musical como poucos possuíram na história. Neste disco de música pianística, os dois jovens músicos Nicolas Callot e Lucas Blondeel executam, à quatro mãos, algumas obras do compositor alemão. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Robert Schumann (1810-1856) - 

01. 12 Klavierstücke für kleine und grosse Kinder, Op. 85: I. Geburtstagsmarsch
02. 12 Klavierstücke für kleine und grosse Kinder, Op. 85: II. Bärentanz
03. 12 Klavierstücke für kleine und grosse Kinder, Op. 85: III. Kroatenmarsch
04. 12 Klavierstücke für kleine und grosse Kinder, Op. 85: IV. Trauer
05. 6 Stücke in kanonischer Form, Op. 56 (Arr. Bizet): I. Nicht zu schnell
06. 6 Stücke in kanonischer Form, Op. 56 (Arr. Bizet): II. Mit innigem Ausdruck
07. 6 Stücke in kanonischer Form, Op. 56 (Arr. Bizet): III. Andantino
08. 6 Stücke in kanonischer Form, Op. 56 (Arr. Bizet): IV. Innig
09. 6 Stücke in kanonischer Form, Op. 56 (Arr. Bizet): V. Nicht zu schnell
10. 6 Stücke in kanonischer Form, Op. 56 (Arr. Bizet): VI. Adagio
11. Bilder aus Osten, 6 Impromptus, Op. 66: I. Lebhaft
12. Bilder aus Osten, 6 Impromptus, Op. 66: II. Nicht schnell und sehr gesangvoll zu spielen
13. Bilder aus Osten, 6 Impromptus, Op. 66: III. Im Volkston
14. Bilder aus Osten, 6 Impromptus, Op. 66: IV. Nicht schnell
15. Bilder aus Osten, 6 Impromptus, Op. 66: V. Lebhaft
16. Bilder aus Osten, 6 Impromptus, Op. 66: VI. Reuig andächtig
17. 8 Polonaises, WoO 20: No. 1 in E-Flat Major, "La douleur"
18. 8 Polonaises, WoO 20: No. 2 in A Major, "La belle patrie"
19. 12 Klavierstücke für kleine und grosse Kinder, Op. 85: V. Am Springbrunnen
20. 12 Klavierstücke für kleine und grosse Kinder, Op. 85: VI. Gespenstermärchen
21. 12 Klavierstücke für kleine und grosse Kinder, Op. 85: VII. Abendlied

Nicolas Callot & Lucas Blondeel, piano


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Sergei Rachmaninov (1873-1940) - Symphony No. 3 in A Minor, Op. 44 e Symphonic Dances, Op. 45

Este disco traz as duas obras de Rachmaninov de que mais gosto. Há outras, certamente. Mas essas duas possuem um tipo de beleza "vaga", de essência plenamente russa. Remete-me às terras geladas. Ao mundo de clima rigoroso; de relações singulares. De roupas grossas. De gestos duros. São percepções muito próprias. Sou um grande admirador da música de Rach, principalmente as suas três sinfonias. Neste disco, temos a mão sempre certeira de um especialista em Rachmaninov, Vladimir Ashkenazy. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Sergei Rachmaninov (1873-1940) -

Symphony No. 3 in A Minor, Op. 44:
01 I. Lento - Allegro moderato
02 II. Adagio ma non troppo
03 III. Allegro

Symphonic Dances, Op. 45:
04 I. Non allegro
05 II. Andante con moto (Tempo di valse)
06 III. Lento assai - Allegro vivace - Lento assai - Come prima - Allegro vivace

Philharmonia Orchestra
Vladimir Ashkenazy, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Piano Works by 'The Mighty Handful' - Balakirev, Borodin, Mussorgsky, Korsakov & Cui

Este é um disco bastante interessante para piano. O extraordinário do disco é reunir a música daquilo que ficou conhecido como O Grupo dos Cinco, um movimento da música russa que buscava resgatar a identidade e o caráter das produções musicais do país. Os cinco compositores constituíram o movimento, liderados por Mily Balakirev. Antes dos cinco músicos, Glinka já havia feito algo nesse sentido. A preocupação era colocar em evidência temas relacionados ao país. Quando se trata de produções russas, sejam musicais, literárias ou sobre outro tema, sempre vale a pena conferir. Sendo assim, não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. Promenade
02. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. 1. Gnomus
03. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. Promenade
04. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. 2. Il vecchio castello
05. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. Promenade
06. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. 3. Tuileries
07. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. 4. Bydlo
08. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. Promenade
09. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. 5. Ballet of the Chicks
10. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. 6. Two Polish Jews
11. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. Promenade
12. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. 7. Limoges
13. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. 8. Catacombae
14. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. Con Mortuis in Lingua Mortua
15. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. 9.The Hut on Fowl's Legs
16. Mussorgsky  Pictures at an Exhibition. 10. The Great Gate
17. Cui  Nocturne in F sharp minor
18. Borodin  Scherzo in A flat major
19. Borodin  Petite Suite. I. Au Couvent
20. Borodin  Petite Suite. II. Intermezzo
21. Borodin  Petite Suite. III. Mazurka I
22. Borodin  Petite Suite. IV. Mazurka II
23. Borodin  Petite Suite. V. Reverie
24. Borodin  Petite Suite. VI. Serenade
25. Borodin  Petite Suite. VII. Nocturne
26. Rimsky-Korsakov  Scherzino, Op. 11 No. 3
27. Rimsky-Korsakov  Romance, Op. 15 No 2
28. Rimsky-Korsakov  Waltz, Op. 15 No. 1
29. Balakirev  Islamey

Philip Edward Fisher, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Hector Berlioz (1803-1869) - Les nuits d'été, Op.7 e Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Serenade in D, K.250 - "Haffner"

Disco bastante primoroso. Estava olhando as categorias do blog e visitei aquela pertencente ao Berlioz. Em 2018, eu não fiz nenhuma postagem com a sua música. É um fato bastante curioso. Na verdade, tenho dificuldades em admitir a música do francês. Escuto-o pouco. Sempre o evito. Preciso aprender a apreciar a sua música. Hoje ele apareceu ao lado de Mozart. A regência fica a cargo do regente Sir Colin Davis. Essas gravações da DG são excelentes. Sempre revela algo bem cuidado. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01. Les nuits d'été, Op.7_1. Villanelle
02. Les nuits d'été, Op.7_2. Le spectre de la rose
03. Les nuits d'été, Op.7_3. Sur les lagunes
04. Les nuits d'été, Op.7_4. Absence
05. Les nuits d'été, Op.7_5. Au cimetière (Clair de lune)
06. Les nuits d'été, Op.7_6. L'île inconnue

DISCO 02

01. Serenade in D, K.250 _Haffner__1. Allegro maestoso - Allegro molto
02. Serenade in D, K.250 _Haffner__2. Andante
03. Serenade in D, K.250 _Haffner__3. Menuetto
04. Serenade in D, K.250 _Haffner__4. Rondo (Allegro)
05. Serenade in D, K.250 _Haffner__5. Menuetto galante
06. Serenade in D, K.250 _Haffner__6. Andante
07. Serenade in D, K.250 _Haffner__7. Menuetto
08. Serenade in D, K.250 _Haffner__8. Adagio - Allegro assai

New York Philharmonic
Sir Colin Davis, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 6 de janeiro de 2019

Gabriel Fauré (1845-1924) - Requiem, Camille Saint-Säens (1835-1921) - Calme des nuits etc, Claude Debussy (1862-1918) - Trois chansons de Charles d'Orleans, Maurice Ravel (1875-1937) - Trois chansons

Este é um disco de música e alma francesa com uma regência inglesa. Para ser sincero, não gostei do resultado. Na regência, temos o grande regente John Eliot Gardiner, mas o disco não empolga. A obra que abre o disco é um dos réquiens mais famosos de todos os tempos. Ou seja, a obra imperecível e divina de Fauré, mas a coisa me pareceu inexpressiva em demasia. O repertório é bem escolhido, mas o disco é bastante "singular". É a minha humilde opinião. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Requiem - 1. Introit et Kyrie
02. Requiem - 2. Offertoire
03. Requiem - 3. Sanctus
04. Requiem - 4. Pie Jesu (Gardiner)
05. Requiem - 5. Agnus Dei
06. Requiem - 6. Libera me
07. Requiem - 7. In paradisium
08. Calme des nuits
09. Les fleurs et les arbres
10. Madrigal
11. Des pas dans l'allee
12. Trois chansons de Charles d'Orleans - 1. Dieu! qu'il la fait bon regarder!
13. Trois chansons de Charles d'Orleans - 2. Quant j'ai ouy le tabourin
14. Trois chansons de Charles d'Orleans - 3. Yver, vous n'estes qu'un villain
15. Trois chansons - 1. Nicolette
16. Trois chansons - 2. Trois beaux oiseaux du Paradis
17. Trois chansons - 3. Ronde (Roundelay)
18. Les djinns

Orchestre Révolutionnarie et Romantique
Monteverdi Choir
Salisbury Cathedral Boy Choristers
John Eliot Gardiner, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!
 


sábado, 5 de janeiro de 2019

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Complete Wind Concertos

Tudo o que diz respeito a Mozart vale a pena ser apreciado. Não há material de segunda categoria. Não há experiências frustradas. Não há produções secundárias. Sendo assim, antes mesmo de começar a ouvir, eu já sabia que encontraria algo bonito, inspirador. As gravações são do ano de 1988 e 1989. Um dado curioso, no último CD, é o Concerto para flauta e orquestra ter sido adaptado para oboé. Ficou bastante diferente. À medida que escutava, sempre me vinha à mente a sonoridade docemente melancólica da flauta. Foi uma experiência bastante diversa. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) -

DISCO 01

01 - Orpheus Chamber Orchestra - Sinfonia concertante for Oboe, Clarinet, Horn, Ba
02 - Orpheus Chamber Orchestra - Sinfonia concertante for Oboe, Clarinet, Horn, Ba
03 - Orpheus Chamber Orchestra - Sinfonia concertante for Oboe, Clarinet, Horn, Ba
04 - Charles Neidich - Concerto for Clarinet and Orchestra - Allegro
05 - Charles Neidich - Concerto for Clarinet and Orchestra - Adagio
06 - Charles Neidich - Concerto for Clarinet and Orchestra -  Rondo
07 - Susan Palma - Andante for Flute and Orchestra C major - Andante

DISCO 02

01 - Concerto for Bassoon in B-flat major, K.191 - I. Allegro
02 - II. Adagio
03 - III. Rondo (Allegro)
04 - Concerto No.2 for Horn in E-flat major, K.417 - I. Allegro
05 - II. Adagio
06 - III. Rondo (Allegro)
07 - Concerto No.1 for Horn in D major, K.412 - I. Allegro
08 - II. Rondo (Allegro)
09 - Concerto No.3 for Horn in E-flat major, K.447 - I. Allegro
10 - II. Romance (Larghetto)
11 - III. Allegro
12 - Concerto No.4 for Horn in E-flat major, K.495 - I. Allegro maestoso
13 - II. Romance (Andante cantabile)
14 - III. Rondo (Allegro vivace)

DISCO 03

01 - Konzert fur Oboe und Orchester C-dur KV 314 - Allegro aperto
02 - - Adagio no troppo
03 - - Rondo Allegretto
04 - Konzert fur Flote und Orchester Nr
05 - - Adagio ma non troppo
06 - - Rondo Tempo di Menuetto
07 - Konzert fur Flute, Harfe und Orchester C-dur KV 299 - Allegro
08 - - Andantino
09 - - Rondeau Allegro

Orpheus Chamber Orchestra

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Franz Schubert (1797-1828) - Symphony No. 5 in B-Flat Major, D. 485 e Johannes Brahms (1833-1897) - Serenade No. 2 in A Major, Op. 16

Este é um registro ao vivo, extraído em dois momentos. O primeiro trabalho é de Schubert. Temos dele a mozarteana Sinfonia número 5. Possui toda aquela luminosidade da música vienense durante o Classicismo. Schubert a escreveu em 1816, quando possuía impressionantes dezenove anos. Já o segundo trabalho é de Johannes Brahms, outro excepcional compositor romântico. No caso em questão temos a Serenade no. 2, escrita em 1859. Brahms dedicou o trabalho a Clara Schumann, que naquele momento estava viúva. Robert Schumann morrera em 1856. A regência fica a cargo do grande regente John Elliot Gardiner. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01 - Orchestre Révolutionnaire et Romantique - Symphony No. 5 in B-Flat Major, D. 485_ I. Allegro (Live)
02 - Orchestre Révolutionnaire et Romantique - Symphony No. 5 in B-Flat Major, D. 485_ II. Andante con moto (Liv
03 - Orchestre Révolutionnaire et Romantique - Symphony No. 5 in B-Flat Major, D. 485_ III. Menuetto. Allegro mo
04 - Orchestre Révolutionnaire et Romantique - Symphony No. 5 in B-Flat Major, D. 485_ IV. Allegro vivace (Live)
05 - Orchestre Révolutionnaire et Romantique - Serenade No. 2 in A Major, Op. 16_ I. Allegro moderato (Live)
06 - Orchestre Révolutionnaire et Romantique - Serenade No. 2 in A Major, Op. 16_ II. Scherzo. Vivace (Live)
07 - Orchestre Révolutionnaire et Romantique - Serenade No. 2 in A Major, Op. 16_ III. Adagio non troppo (Live)
08 - Orchestre Révolutionnaire et Romantique - Serenade No. 2 in A Major, Op. 16_ IV. Quasi menuetto (Live)
09 - Orchestre Révolutionnaire et Romantique - Serenade No. 2 in A Major, Op. 16_ V. Rondo. Allegro (Live)

Orchestre Révolutionnaire et Romantique
Live at Concertgebouw
John Elliot Gardiner, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Otorrino Respighi (1879-1936) - Roman Festivals, The Fountains of Rome e The Pines of Rome

Tenho uma profunda admiração pela chamada Trilogia Romana, de Respighi. São as três obras que aparecem neste disco. Respighi foi um estudioso de música antiga, principalmente da Idade Média e da Renascença. Escreveu obras verdadeiramente bonitas e de grande qualidade. Todavia, Respighi ficou imortalizado pela sua bea Trilogia Romana. Não deixe de ouvir. U

Otorrino Respighi (1879-1936) -

01. Roman Festivals
02. The Fountains of Rome
03. The Pines of Rome

New York Philharmonic
Royal Concertgebouwn Orchestra
Rudolf Kemp, regente
Massino Freccia, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Jazz - Jaco Pastorius (1951-1987) - Truth, Liberty & Soul (Live - 1982)


Vamos à nossa clássica postagem jazzística de quinta-feira. Dessa vez, temos a lenda Jaco Pastorius, considerado por muitos como um dos maiores e mais influentes baixistas de todos os tempos. Esta gravação, cujo nome - "Verdade, liberdade e alma" busca retratar o espírito da música, foi realizada no ano de 1982. O extraordinário é perceber Pastorius à frente de uma equipe de 22 músicos. Ele parece ter uma percepção musical que se encaixa em cada instrumento presente. Sua versatilidade, junto com o alto grau de improviso, torna a apresentação espetacular. É bom ouvi-lo. Seus pés fincados na música negra; no soul; na linguagem percussiva de origem africana. Pastorius morreu muito, vitimado por uma besteira, por uma briga estúpida. Poderia ter produzido mais. Poderia está por aí como um Herbie Hancock ou um Al Di Meola. De qualquer forma, não deixe de ouvir o disco duplo. Uma boa apreciação!

Jaco Pastorius (1951-1987) -

DISCO 01

01. Invitation (13:04)
02. Soul Intro-The Chicken (9:02)
03. Donna Lee (13:16)
04. Three Views Of A Secret (6:36)
05. Liberty City (10:04)
06. Sophisticated Lady (7:43)
07. Bluesette (5:44)

DISCO 02
01. I Shoot The Sheriff (6:49)
02. Okonkole Y Trompa (15:05)
03. Reza-Giant Steps (Medley) (10:25)
04. Mr Fonebone (10:34)
05. Bass And Drum Improvisation (14:07)
06. Twins (2:50)
07. Fannie Mae (6:00)


Jaco Pastorius: bass, vocals
Bob Mintzer: reeds; Randy Brecker: trumpet;
Othello Molineaux: steel drums; Don Alias: percussion;
Peter Erskine: drums; Bob Stein: alto saxophone;
Lou Marini: tenor saxophone; Frank Wess: tenor saxophone;
Howard Johnson: baritone saxophone;
Randy Emerick: baritone saxophone; Alan Rubin: trumpet;
Lew Soloff: trumpet; Jon Faddis trumpet; Ron Tooley: trumpet;
Kenny Paulk: trumpet; David Taylor: trombone;
Jim Pugh: trombone; Wayne Andre: trombone;
John Clark: French horn; Peter Gordon: French horn;
David Bargeron: tuba; Toots Thielemans: harmonica

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Cesar Franck (1822-1890) - Les Éolides, Prélude, choral, et fugue, for piano, Symphony in D minor, Op. 48

"Com quinze anos, após os estudos em sua cidade natal, foi para Paris onde passou a frequentar o conservatório. Suas primeiras composições datam desta época e incluem quatro trios para piano e cordas (Trio op.1 no.1), além de peças para piano. Rute, uma cantata bíblica, foi composta com sucesso no conservatório em 1846. Deixou inacabada a ópera Le Valet de Ferme, iniciada em 1851. Durante muitos anos, Franck levou uma vida retirada, dedicando-se ao ensino e a seus deveres de organista, adquirindo renome como improvisador. Escreveu também uma missa, motetos, peças para órgão e outros trabalhos de cunho religioso. Professor do Conservatório de Paris em 1872, naturalizou-se francês no ano seguinte. Sua obra-prima é o poema sinfônico Les Béatitudes. Foi recebida, no entanto, com frieza na única execução pública durante a vida do autor. Outros poemas sinfônicos de Franck são Les Éolides, de 1876, Le Chasseur Maudit, de 1883 e Psyche, de 1888". Daqui

Cesar Franck (1822-1890) -

01. Les Éolides, symphonic poem for orchestra (also arr. for 2 pianos)
02. Prélude, choral, et fugue, for piano, M. 21- Prélude
03. Prélude, choral, et fugue, for piano, M. 21- Choral
04. Prélude, choral, et fugue, for piano, M. 21- Fugue
05. Pieces (3), for organ, M. 35-37- Cantabile in B
06. Symphony in D minor, Op. 48- I. Lento - Allegro Non Troppo
07. Symphony in D minor, Op. 48- II. Allegretto
08. Symphony in D minor, Op. 48- III. Allegro Non Troppo

Royal Concertgebouw Orchestra
Wilson van Otterloo, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Three String Trios, Op. 9

Gostaria de agradecer a todos que deixaram as suas congratulações de início de ano. Um abraço a todos e que 2019 seja um ano musical, apesar dos motivos que existem para os "réquiens". O presente disco é daquelas maravilhas que já chamam a atenção pela capa. Nota-se a imagem de três músicos extraordinários. É como se os deuses sentassem e resolvem executar os instrumentos tão costumeiros que costumam dominar com naturalidade. A música é de Beethoven. Os seus belos trios. As gravações são dos anos de 1957 e 1960. Algo belíssimo de se ouvir. Não deixe de fazê-lo. Uma boa apreciação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - 

01. String Trio No. 3 in G major, Op. 9 No. 1 - I. Adagio-Allegro con brio
02. String Trio No. 3 in G major, Op. 9 No. 1 - II. Adagio ma non tanto and cantabile
03. String Trio No. 3 in G major, Op. 9 No. 1 - III. Scherzo-Allegro
04. String Trio No. 3 in G major, Op. 9 No. 1 - IV. Presto
05. String Trio No. 4 in D major, Op. 9 No. 2 - I. Allegretto
06. String Trio No. 4 in D major, Op. 9 No. 2 - II. Andante quasi allegretto
07. String Trio No. 4 in D major, Op. 9 No. 2 - III. Menuetto-Allegretto
08. String Trio No. 4 in D major, Op. 9 No. 2 - IV. Rondo-Allegretto
09. String Trio No. 5 in C minor, Op. 9 No. 3 - I. Allegro con spirito
10. String Trio No. 5 in C minor, Op. 9 No. 3 - II. Adagio con espressione
11. String Trio No. 5 in C minor, Op. 9 No. 3 - III. Scherzo-Allegro molto e vivace
12. String Trio No. 5 in C minor, Op. 9 No. 3 - IV. Finale. Presto

Jascha Heifetz, violino
William Primrose, viola
Gregor Piatigorsky, violoncelo

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

Arvo Pärt (1935 - ) - De Profundis, Missa Sillabica, Seven Magnificat Antiphons etc


Primeira postagem do ano. Que coisa mais bela e delicada. Comecemos bem, com uma música de feições hipnóticas. A música de Pärt é imensamente poderosa. Dizer isso não explica muita coisa. Todavia, serve para que tenhamos uma pequena noção da beleza que existe em cada uma das miniaturas que são escritas por esse grande mestre. O espiritualismo colocado em suas obras chega a extremos de uma perfeição pouco usual. Há uma pureza; uma força extrema que brota de uma linguagem de limpidez angélica. Nada melhor do que ouvir este disco para que tenhamos boas emanações neste ano que ora se inicia. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Arvo Pärt (1935 - ) -

01. De Profundis (Psalm 129)
02. Missa Sillabica - I. Kyrie
03. Missa Sillabica - II. Gloria
04. Missa Sillabica - III. Credo
05. Missa Sillabica - IV. Sanctus
06. Missa Sillabica - V. Agnus Dei
07. Missa Sillabica - VI. Ite missa est
08. Solfeggio
09. 'And one of the Pharisees'
10. Cantate Domino (Psalm 95)
11. Summa (Credo)
12. Seven Magnificat Antiphons - I. O Weisheit
13. Seven Magnificat Antiphons - II. O Adonai
14. Seven Magnificat Antiphons - III. O Sproß
15. Seven Magnificat Antiphons - IV. O Schlüssel
16. Seven Magnificat Antiphons - V. O Morgenstern
17. Seven Magnificat Antiphons - VI. O König
18. Seven Magnificat Antiphons - VII. O Immanuel
19. The Beatitudes
20. Magnificat

Theatre of Voices
Paul Hillier, direção

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!