segunda-feira, 18 de março de 2019

Edward Elgar (1857-1934) - Symphony No. 1 in A-flat major, op.55, Symphony No. 2 in E-flat major, op.63, Cockaigne 'In London Town'. Concert Overture, op.40 etc

Seguem algumas informações daqui sobre Elgar: "No século XIX, os ingleses consolidaram uma verdadeira “Civilização do Concerto”, com iniciativas sociais que viabilizavam o acesso da população à cultura musical. Os primeiros concertos populares foram criados em Londres e em Manchester (respectivamente sob a direção de um empresário francês e um regente alemão). Os Promenade Concerts tornaram-se uma tradição na vida musical britânica (atualmente sob o controle da BBC). E inúmeros corais populares, disseminados em cidades provincianas, se orgulhavam de seus festivais, alguns ainda hoje em vigor, organizados com cantores locais e a participação de solistas e orquestras convidados. Edward Elgar foi fruto dessa efervescência cultural. Filho do organista da igreja de Worcester, nunca teve formação musical regular, mas, aos dezesseis anos já trabalhava como arranjador, violinista e regente no festival da cidade. O futuro compositor percorreria longo caminho até se livrar do estigma de músico de festivais. A consagração definitiva aconteceu em 1899, quando o célebre regente Hans Richter apresentou as Variações Enigma para um público entusiasmado. A partir dessa data, Elgar se tornaria o compositor mais agraciado da época eduardiana. Ele retomou a longa tradição inglesa dos oratórios, escreveu obras corais sobre temas nacionalistas e suas Marchas de Concerto para orquestra adquiriram o estatuto de hinos nacionais. Embora impregnado de tradição germânica (Brahms, Wagner, Richard Strauss), Elgar manteve-se original e soube reencontrar a sonoridade e o sentimento particulares à música inglesa". Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Edward Elgar (1857-1934) -

DISCO 01

01. Symphony No. 1 in A-flat major, op.55 - I. Andante nobilemente
02. II. Allegro molto
03. III. Adagio
04. IV. Lento - Allegro
05. Cockaigne 'In London Town'. Concert Overture, op.40

DISCO 02

01. Symphony No. 2 in E-flat major, op.63 - I Allegro vivace e nobilmente
02. II Larghetto
03. III Presto
04. IV Moderato e maestoso
05. Sea Pictures, op.37 - I. Sea slumber-song
06. II In haven
07. III Sabbath morning at sea
08. IV Where corals lie
09. V The swimmer

Royal Philharmonic Orchestra
Sir Charles Mackerras, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 17 de março de 2019

Francis Poulenc (1899-1963) - Sept Chansons, Mass in G major, Quatre motets pour le temps de penitence e Quatre motets pour le temps de Noel

Por esses dias estou em Pernambuco, minha terra querida e "imortal", aproveitando para descansar. As postagens serão mais econômicas de palavras. Um disco verdadeiramente espetacular com a música d do compositor francês Francis Poulenc. O compositor foi múltiplo. Com relação à sua música religiosa, Poulenc criou coisas sombrias e melancolicamente belas. Poulenc abandonou o catolicismo em 1917. Retornou a ele em 1936. As obras desse disco, por sua vez, possuem uma força que impressiona. A Missa em sol maior é dedicada à morte do seu pai. Vale a pena ouvir. Uma boa apreciação!

Francis Poulenc (1899-1963) -

01. Sept Chansons - La blanche neige
02. Sept Chansons - A peine defiguree
03. Sept Chansons - Par une nuit nouvelle
04. Sept Chansons - Tous les droits
05. Sept Chansons - Belle et ressemblante
06. Sept Chansons - Marie
07. Sept Chansons - Luire
08. Mass in G major - Kyrie
09. Mass in G major - Gloria
10. Mass in G major - Sanctus
11. Mass in G major - Benedictus
12. Mass in G major - Agnus Dei
13. Quatre motets pour le temps de penitence - I. Timor et tremor
14. Quatre motets pour le temps de penitence - II. Vinea mea electa
15. Quatre motets pour le temps de penitence - III. Tenebrae factae sunt
16. Quatre motets pour le temps de penitence - IV. Tristis est anima mea
17. Quatre motets pour le temps de Noel - I. O magnum mysterium
18. Quatre motets pour le temps de Noel - II. Quem vidistis pastores dicite
19. Quatre motets pour le temps de Noel - III. Videntes stellam
20. Quatre motets pour le temps de Noel - IV. Hodie Christus natus est

Elora Festival Singers
Noel Edison, direção

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 16 de março de 2019

The Lully Effect - Lully, Telemann & Rameau

A família Kuijken é um verdadeiro milagre musical. Eles possuem uma sólida formação em música barroca. O material que se encontrar com a assinatura deles vale a pena. Esse disco aparentemente despretensioso é um exemplo disso. Intitulado como "O efeito Lully", busca retratar a música que era produzida à época do compositor francês. Sendo assim, aparecem outros dois nomes de peso do período barroco - Telemann e Rameau. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Jean-Baptiste Lully (1632-1687) - 

Armide, LWV 7:
01. Armide, LWV 7: Ouverture
02. Armide, LWV 7: Passacaille

Georg Philipp Telemann (1681-1767) -

Overture in E Minor, TWV 55:e3
03. Overture in E Minor, TWV 55:e3: I. Ouverture
04. Overture in E Minor, TWV 55:e3: II. Les Cyclopes
05. Overture in E Minor, TWV 55:e3: III. Menuet-Trio
06. Overture in E Minor, TWV 55:e3: IV. Galimatias en rondeau
07. Overture in E Minor, TWV 55:e3: V. Hornpipe

Jean-Philippe Rameau (1683-1764)

Dardanus Suite, RTC 35A, Prologue
08. Dardanus Suite, RTC 35A, Prologue: Overture
09. Dardanus Suite, RTC 35A, Prologue: Air pour les plaisirs I. Gay et gracieux
10. Dardanus Suite, RTC 35A, Prologue: Air pour les plaisirs II. Très vif
11. Dardanus Suite, RTC 35A, Prologue: Air gracieux. Sans lenteur
12. Dardanus Suite, RTC 35A, Prologue: Tambourins I & II
13. Dardanus Suite, RTC 35A, Act I: Air vif
14. Dardanus Suite, RTC 35A, Act I: Rigaudons I & II
15. Dardanus Suite, RTC 35A, Act III: Air gay en rondeau
16. Dardanus Suite, RTC 35A, Act III: Menuets I & II
17. Dardanus Suite, RTC 35A, Act III: Tambourins I & II
18. Dardanus Suite, RTC 35A, Act IV: Sommeil. Rondeau tendre
19. Dardanus Suite, RTC 35A, Act IV: Air très vif
20. Dardanus Suite, RTC 35A, Act IV: Calme des sens. Air tendre
21. Dardanus Suite, RTC 35A, Act IV: Gavotte vive
22. Dardanus Suite, RTC 35A, Act V: Chaconne

Indianapolis Baroque Orchestra
Barthold Kuijken, diretor

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 15 de março de 2019

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - Goldberg Variations, BWV 988

Interpretação belíssima de Scott Ross - uma das mais belas que já escutei. À medida que escutava a música na minha caixinha da JBL, parecia que o músico estava ao meu lado, tão grande era a clareza, a beleza e a atenção para as sutilezas que o intérprete captou da música do mestre alemão. Ross foi um famoso organista, pianista e cravista que teve uma carreira bastante jovem, interrompida aos 38 anos de idade. Gravou as obras completas de Couperin, Scarlatti, Rameau, Frescobaldi, entre outros compositores. O músico também possuía grande intimidade com a música de Bach. Nessa intimista interpretação das famosas Variações Goldberg, notamos por que ele era tão popular. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - 

Goldberg Variations BWV 988

01 Aria 3:38
02 Variation 1. A 1 Clav. 2:04
03 Variation 2. A 1 Clav. 1:30
04 Variation 3. A 1 Clav. Canone All'Unisono 2:05
05 Variation 4. A 1 Clav. 1:05
06 Variation 5. A 1 Ovvero 2 Clav. 2:05
07 Variation 6. A 1 Clav. Canone Alla Seconda 1:39
08 Variation 6. A 1 Clav. Al Tempo Di Giga 1:58
09 Variation 8. A 2 Clav. 2:08
10 Variation 9. A 1 Clav. Canone Alla Terza 1:38
11 Variation 10. A 1 Clav. Fugetta 1:35
12 Variation 11. A 2 Clav. 2:07
13 Variation 12. A 1 Clav. Canone Alla Quarta 2:58
14 Variation 13. A 2 Clav. 4:51
15 Variation 14. A 2 Clav. 2:15
16 Variation 15. A 1 Clav. Canone Alla Quinta, In Moto Contrario 3:33
17 Variation 16. A 1 Clav. Ouverture. 3:10
18 Variation 17. A 2 Clav. 2:16
19 Variation 18. A 1 Clav. Canone Alla Sexta 1:30
20 Variation 19. A 1 Clav. 1:06
21 Variation 20. A 2 Clav. 2:16
22 Variation 21. A 1 Clav. Canone Alla Settima 2:30
23 Variation 22. A 1 Clav. Alla Breve 1:29
24 Variation 23. A 2 Clav. 2:29
25 Variation 24. A 1 Clav. Canone All'Ottava 2:45
26 Variation 25. A 2 Clav. Adagio 6:14
27 Variation 26. A 2 Clav. 2:27
28 Variation 27. A 2 Clav. Canone Alla Nona 1:56
29 Variation 28. A 2 Clav. 2:28
30 Variation 29. A 1 Ovvero 2 Clav. 2:07
31 Variation 30. A 1 Clav. Quodlibet 1:42
32 Aria 1:52

Scott Ross, cravo

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 14 de março de 2019

Shadow of Stalin - Shostakovich & Mosolov

Baita disco para finalizar os trabalhos de hoje. A proposta do disco é apresentar a música de dois compositores que enfrentaram a tirania e impedimento da expressão artística durante o período stalinista. Se não houve a proibição completa, pelo menos houve um policiamento, uma fiscalização persistente com o banimento de obras e tudo mais. O primeiro deles Shostakovich que teve suas óperas censuradas; que durante a sua existência, viveu boa parte do tempo "com o frio na barriga", com a expectativa de que um dia seria preso pelos homens do camarada Stalin. Já o outro compositor é Alexander Mosolov, que aparece por aqui pela primeira vez. Mosolov foi acusado de certo maquinismo em suas obras. Chegou a ser preso pelo regime. Esteve em campos de trabalhos forçados, mas acabou sendo libertado. Um excelente disco. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Suite from The Nose, op.15a_Overture
02. Suite from The Nose, op.15a_Kovalev's Aria
03. Suite from The Nose, op.15a_Intermezzo (from Part 1)
04. Suite from The Nose, op.15a_Intermezzo (from Part 2)
05. Suite from The Nose, op.15a_Ivan's Song
06. Suite from The Nose, op.15a_Kovalev's Monologue
07. Suite from The Nose, op.15a_Galop
08. Iron Foundry (machine music), Op.19
09. Lady Macbeth of Mtsensk District _ Act 1_Scene 3

Los Angeles Philharmonic
Esa-Pekka Salonen, regente
Tatiana Pavlovskaya, soprano
Michael Hendrick, tenor
Vladislav Sulimsky, barítono
Benjamin von Atrops, baixo

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 13 de março de 2019

Heirinch Ignaz Franz von Biber (1644-1704) - The Rosary Sonatas, Georg Muffat (1653-1704) - Sonata in D major

Pelo adiantado da hora, seguem algumas informações sobre Biber: "Pouco se sabe de sua educação, além de que pode ter estudado num colégio jesuíta em Opava, na Boêmia, e que possivelmente recebeu alguma educação musical de um organista local. Antes de 1668, Biber trabalhou na corte do Príncipe Johann Seyfried von Eggenberg, em Graz, e depois foi empregado pelo príncipe-bispo de Olomouc, Karl II von Liechtenstein-Kastelkorn , em Kroměříž. Aparentemente Biber tinha boa reputação, e suas habilidades no violino eram altamente apreciadas. No verão de 1670 Karl II enviou Biber a Absam, perto de Innsbruck, para adquirir novos violinos, feitos pelo luthier Jacob Stainer, para a Kapelle, porém Biber nunca retornou e, em vez disso, começou a trabalhar para o Arcebispo de Salzburg, Maximilian Gandolph von Kuenburg. Como Karl e Maximilian eram amigos, o antigo empregador não tomou nenhuma atitude. Biber permaneceu em Salzburg pelo resto de sua vida". Ainda aparece Georg Muffat. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01. Sonata 1. The Annunciation - Praeludium
02. Sonata 1. The Annunciation - Aria - Variatio
03. Sonata 1. The Annunciation - Finale
04. Sonata 2. The Visitation - Sonata
05. Sonata 2. The Visitation - Allamanda
06. Sonata 2. The Visitation - Presto
07. Sonata 3. The Nativity - Sonata
08. Sonata 3. The Nativity - Courente - Double
09. Sonata 3. The Nativity - Adagio
10. Sonata 4. The Presentation of Jesus in the Temple - Ciacona
11. Sonata 5. The Finding of Jesus in the Temple - Praeludium
12. Sonata 5. The Finding of Jesus in the Temple - Allamanda
13. Sonata 5. The Finding of Jesus in the Temple - Guigue
14. Sonata 5. The Finding of Jesus in the Temple - Sarabanda - Double
15. Sonata 6. The Agony in the Garden - Lamento
16. Sonata 7. The Scourging at the Pillar - Allamanda - Variatio
17. Sonata 7. The Scourging at the Pillar - Sarabanda - Variatio
18. Sonata 8. The Crowning with Thorns - Sonata
19. Sonata 8. The Crowning with Thorns - Guigue - Double 1 - Double 2
20. Sonata 9. The Carrying of the Cross - Sonata
21. Sonata 9. The Carrying of the Cross - Courente - Double
22. Sonata 9. The Carrying of the Cross - Finale
23. Sonata 10. The Crucifixion - Praeludium
24. Sonata 10. The Crucifixion - Aria - Variatio

DISCO 02

01. Sonata 11. The Resurrection - Sonata
02. Sonata 11. The Resurrection - Surrexit Christus hodie
03. Sonata 11. The Resurrection - Adagio
04. Sonata 12. The Ascension - Intrada
05. Sonata 12. The Ascension - Aria Tubicinum
06. Sonata 12. The Ascension - Allamanda
07. Sonata 12. The Ascension - Courente - Double
08. Sonata 13. The Descent of the Holy Spirit - Sonata
09. Sonata 13. The Descent of the Holy Spirit - Gavott
10. Sonata 13. The Descent of the Holy Spirit - Guigue
11. Sonata 13. The Descent of the Holy Spirit - Sarabanda
12. Sonata 14. The Assumption of the Virgin - [Sonata]
13. Sonata 14. The Assumption of the Virgin - Aria - [Variatio] - Guigue
14. Sonata 15. The Coronation of the Virgin - Sonata
15. Sonata 15. The Coronation of the Virgin - Aria [Variatio]
16. Sonata 15. The Coronation of the Virgin - Canzon
17. Sonata 15. The Coronation of the Virgin - Sarabanda - [Double]
18. Passagalia [Sonata 16]
19. Muffat_ Sonata in D major

Ensemble Vintage Köln
Ariadne Daskalakis, baroque violin
Gerald Hambitzer, harpsichord & organ
Rainer Zipperling, viola da gamba
Simon Martyn-Ellis, theorbo

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!
 

terça-feira, 12 de março de 2019

Antonio Caldara (1670-1736) - La Passione di Gesù Cristo Signor Nostro

A obra La Passione di Gesù Cristo Signor Nostro foi composta em 1730. Seguem alguns dados sobre Antonio Caldara: "Caldara nasceu em Veneza em data desconhecida, numa família de músicos. Seu primeiro professor foi seu pai, Giuseppe, que foi violinista. Aos onze anos, estudou sob a direcção de Giovanni Legrenzi onde foi corista na Catedral de San Marco em Veneza, onde aprendeu vários instrumentos. Em 1699 mudou-se para Mântua, onde se tornou Mestre di cappella Charles IV, Duque de Mântua. Foi um dos mais prolíficos autores da sua geração. Caldara ocupou cargos importantes em Mântua, Roma e Viena, num momento em que a música vocal italiana estava a atravessar um processo de desenvolvimento rápido".  Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Parte I. Introduzione
02. Parte prima. Recitativo: Dove son? Dove corro? (Pietro)
03. Aria: Giacché mi tremi in seno (Pietro)
04. Recitativo: Ma qual dolente stuolo (Pietro)
05. Coro: Quanto costa il tuo delitto
06. Recitativo: Maddalena, Giovanni (Pietro)
07. Aria: Vorrei dirti il mio dolore (Maddalena)
08. Recitativo: Oh più di noi felice (Giovanni, Giuseppe)
09. Aria: Torbido mar che freme (Giuseppe)
10. Recitativo: Oh barbari! Oh crudeli! (Pietro, Maddalena, Giovanni)
11. Aria: Come, a vista di pene sì fiere (Giovanni)
12. Recitativo: E la Madre frattanto (Pietro, Giovanni, Maddalena)
13. Aria: Potea quel pianto (Maddalena)
14. Recitativo: Come inventar potea (Pietro, Giuseppe, Giovanni)
15. Aria: Tu nel duol felice sei (Pietro)
16. Recitativo: Dopo un pegno sì grande (Giovanni)
17. Duetto: Vi sento, oh Dio, vi sento (Pietro, Maddalena)
18. Coro: Di qual sangue, o mortale
19. Parte II. Recitativo: Ed insepolto ancora (Pietro, Giuseppe, Maddalena, Giovanni)
20. Aria: Ritornerà fra voi (Giovanni)
21. Recitativo: Qual terribil vendetta (Giuseppe)
22. Aria: All'idea de' tuoi perigli (Giuseppe)
23. Recitativo: Le minacce non teme (Pietro)
24. Aria: Se la pupilla inferma (Pietro)
25. Recitativo: Pur dovrebbe in tal giorno (Maddalena, Giovanni)
26. Aria: Dovunque il guardo giro (Giovanni)
27. Recitativo: Giovanni, anch'io lo so (Maddalena)
28. Aria: A'passi erranti (Maddalena)
29. Recitativo: Non senza guida (Pietro)
30. Aria: Se a librarsi in mezzo all'onde (Pietro)
31. Recitativo: Ah, felice marmo (Maddalena, Giovanni, Giuseppe, Pietro)
32. Coro: Santa Speme

Europa Galante
Fabio Biondi, direção
Maddalena - Patricia Petibon
Giovanni - Francesca Pedaci
Pietro - Laura Polverelli
Giuseppe d’Arimatea - Sergio Foresti
Athestis Chorus
Europa Galante
Conductor - Fabio Biondi

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Google view image button visible again: https://goo.gl/DYGbub

segunda-feira, 11 de março de 2019

G. F. Handel (1685-1759) - Il duello amoroso

Eis a música de uma das mais importantes personalidades da história humana. Algumas informações sobre ele: "Desde cedo mostrou notável talento musical, e a despeito da oposição de seu pai, que o queria um advogado, conseguiu receber um treinamento qualificado na arte da música. A primeira parte de sua carreira foi passada em Hamburgo, como violinista e maestro da orquestra da ópera local. Depois dirigiu-se para a Itália, onde conheceu a fama pela primeira vez, estreando várias obras com grande sucesso e entrando em contato com músicos importantes. Em seguida foi indicado mestre de capela do Eleitor de Hanôver, mas pouco trabalhou para ele, e esteve na maior parte do tempo ausente, em Londres. Seu patrão mais tarde se tornou rei da Grã-Bretanha como Jorge I, para quem continuou compondo. Fixou-se definitivamente em Londres, e ali desenvolveu a parte mais importante de sua carreira, como autor de óperas, oratórios e música instrumental. Quando adquiriu cidadania britânica adotou o nome George Frideric Handel". Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

G. F. Handel (1685-1759) -

01. Amarilli vezzosa (Il duello amoroso) HWV 82_ I. Sonata (Allegro-Menuetto)
02. II. Recitativo Daliso_ Amarilli vezzosa_Aria_ Pietoso suardo, vezzo bugiardo
03. III. Recitativo Amarilli_ Dunque tanto s'avanza_Aria_ Piacer che non si dona
04. IV. Recitativo Daliso & Amarilli_ Si, si, crudel, lo accheta_Aria Amarilli_ Q
05. V. Recitativo Daliso_ Amarilli, Amarilli_Aria_ E vanita d'un cor
06. VI. Recitativo Amarilli & Daliso_ Or su, giacche ostinato_ Aria a 2 con Ritor
07. Nel dolce tempo HWV 135b. I. Recitativo_ Nel dolce tempo_Aria_ Pastorella, co
08. II. Recitativo_ Di pallido color_Aria_ Senti, di te, ben mio, cantar
09. Vedendo Amor HWV 175. I. Recitativo_ Vedendo Amor_Aria_ In un folto bosco
10. II. Recitativo_ In quel bosco sen venne cheto_Aria_ Camminando lei pian piano
11. Recitativo_ Carico, scarico subito amore_Aria_ Rise Eurilla, rise Amore
12. Sonate en trio Op. 2 ¹1 en si mineur_ I. Andante
13. II. Allegro ma non troppo
14. III. Largo
15. IV. Allegro
16. Mi palpita il cor HWV 132c. I. Recitativo ed Arioso_ Mi palpita il cor
17. II. Recitativo_ Tormento e gelosia_Aria_ Ho tanti affani in petto
18. III. Recitativo_ Clori, di te mi lagno_Aria_ Se un di m'adora

Accademia Bizantina
Ottavio Dantone, diretor
Andreas Scholl, contra-tenor
Hélène Guilmette, soprano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 10 de março de 2019

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Symphonies 1 - 8 (CDs 1, 2, 3 & 4 de 9)

Material de primeira. Verifiquei aqui no blog e percebi que há duas integrais das sinfonias de Beethoven com Simon Rattle. Não sei se os links estão ativos. E eis que surge mais uma integral. Tenho escutado um disco por dia, sempre que vou para o trabalho. Confesso que a coisa é de primeira. Rattle é um extraordinário regente. Este box é uma daquelas séries produzidas pela EMI com o mesmo Rattle. Neste, além das sinfonias do mestre Beethoven encontramos dois concertos para piano e orquestra e a única ópera escrita por ele (Fidelio). Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01. Symphony No. 1 in C major, Op. 21 - I. Adagio molto
02. Symphony No. 1 in C major, Op. 21 - II. Anadante
03. Symphony No. 1 in C major, Op. 21 - III. Menuetto & trio
04. Symphony No. 1 in C major, Op. 21 - IV. Adagio
05. Symphony No. 3 in E flat major, Op. 55 'Eroica' - I. Allegro con brio
06. Symphony No. 3 in E flat major, Op. 55 - II. Marcia funebre
07. Symphony No. 3 in E flat major, Op. 55 - III. Scherzo & Trio
08. Symphony No. 3 in E flat major, Op. 55 - IV. Finale

DISCO 02

01. Symphony No. 2 in D major, op. 36 - I. Adagio molto
02. Symphony No. 2 in D major, op. 36 - II. Larghetto
03. Symphony No. 2 in D major, op. 36 - III. Scherzo. Allegro
04. Symphony No. 2 in D major, op. 36 - IV. Allegro molto
05. Symphony No. 5 in C minor, op. 67 - I. Allegro con brio
06. Symphony No. 5 in C minor, op. 67 - II. Andante con moto
07. Symphony No. 5 in C minor, op. 67 - III. Allegro -
08. Symphony No. 5 in C minor, op. 67 - IV. Allegro - Presto

DISCO 03

01. Symphony No. 4 in B-flat major, op. 60 - I. Adagio - Allegro vivace
02. Symphony No. 4 in B-flat major, op. 60 - II. Adagio
03. Symphony No. 4 in B-flat major, op. 60 - III. Menuetto. Allegro vivace
04. Symphony No. 4 in B-flat major, op. 60 - IV. Allegro ma non troppo
05. Symphony No. 6 in F major, op. 68 - I. Awakening of happy feelings
06. Symphony No. 6 in F major, op. 68 - III. By the brook
07. Symphony No. 6 in F major, op. 68 - III. Merry gathering of the country folk
08. Symphony No. 6 in F major, op. 68 - IV. Thunder and storm -
09. Symphony No. 6 in F major, op. 68 - V. Shepherds' song

DISCO 04

01. Symphony No. 7 in A major, op. 92 - I. Poco sostenuto - Vivace
02. Symphony No. 7 in A major, op. 92 - II. Allegretto
03. Symphony No. 7 in A major, op. 92 - III. Presto - Assai meno presto
04. Symphony No. 7 in A major, op. 92 - IV. Allegro con brio
05. Symphony No. 8 in F major, op. 93 - I. Allegro vivace e con brio
06. Symphony No. 8 in F major, op. 93 - II. Allegretto scherzando
07. Symphony No. 8 in F major, op. 93 - III. Tempo di menuetto
08. Symphony No. 8 in F major, op. 93 - IV. Allegro vivace

Wiener Philharmoniker
Sir Simon Rattle, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 9 de março de 2019

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - Organ Works

Masaaki Suzuki ganhou reputação internacional como um dos grandes intérpretes de Bach da atualidade, após um ciclo de gravações excelentes do compositor alemão. Recebeu prêmios, congratulações e tudo mais. Ele é diretor do Bach Collegium Japan, tendo também gravado o ciclo de cantatas de Bach. Suzuki começou a tocar órgão aos doze anos na igreja da cidade de Kobe, no Japão, seu lugar de nascimento. A grande questão é que o sujeito toca muito. Eu, particularmente, quando escuto as obras de Bach para órgão, penso que aí, de fato, estou ouvindo a essência daquilo que é a música do compositor. O órgão, esse instrumento eclesiástico por excelência, revela a música de Bach. Não deixe de ouvir este excelente disco. Um boa apreciação!

Johann Sebastian Bach (1685-1750) -

01. Toccata and Fugue in D minor, BWV565 - Toccata
02. Toccata and Fugue in D minor, BWV565 - Fugue
03. Pastorale in F major, BWV590 - [F major]
04. Pastorale in F major, BWV590 - [C major]
05. Pastorale in F major, BWV590 - [C minor]
06. Pastorale in F major, BWV590 - [F major]
07. O Gott, du frommer Gott, BWV767 - Partita I
08. O Gott, du frommer Gott, BWV767 - Partita II
09. O Gott, du frommer Gott, BWV767 - Partita III
10. O Gott, du frommer Gott, BWV767 - Partita IV
11. O Gott, du frommer Gott, BWV767 - Partita V
12. O Gott, du frommer Gott, BWV767 - Partita VI
13. O Gott, du frommer Gott, BWV767 - Partita VII
14. O Gott, du frommer Gott, BWV767 - Partita VIII
15. O Gott, du frommer Gott, BWV767 - Partita IX
16. Fantasia in G major, BWV572
17. Prelude and Fugue in G minor, BWV535 - Prelude
18. Prelude and Fugue in G minor, BWV535 - Fugue
19. Vom Himmel hoch da komm' ich her, BWV769 - I. Canone all' Ottava
20. Vom Himmel hoch da komm' ich her, BWV769 - II. Alio modo in Canone alla Quinta
21. Vom Himmel hoch da komm' ich her, BWV769 - III. Canone alla Settima
22. Vom Himmel hoch da komm' ich her, BWV769 - IV. Canon all' Ottava per augmenta...
23. Vom Himmel hoch da komm' ich her, BWV769 - V. L'altra sorte del Canone all' rovescio
24. Prelude and Fugue in E minor, BWV548 - Prelude

Masaaki Suzuki, órgão

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 8 de março de 2019

Gustav Mahler (1860-1911) - Symphony No. 6 - "Tragic"

"A Sinfonia n.º 6 em lá menor de Gustav Mahler, por vezes referida como Trágica, foi composta entre 1903 e 1904. A partir da Quinta Sinfonia, Mahler toma temporariamente outra direção musical renunciando não apenas à voz humana mas também aos programas destinados a facilitar a compreensão das suas obras. A "sexta" é a única entre as sinfonias de Mahler que termina de forma inequivocamente trágica. Mahler foi um compositor com claras conotações "trágicas", mas o facto é que a maior parte das suas sinfonias termina de forma triunfante (n.º 1, 2, 3, 5, 7 e 8), enquanto outras terminam com um clima de alegria (n.º 4), tranquila resignação (n.º 9) ou calma radiante (n.º 10). A conclusão trágica, até niilista da n.º 6 é considerada como particularmente inesperada, já que a obra foi composta numa etapa especialmente feliz da vida de Mahler: tinha casado com Alma Schindler em 1902, e durante o decurso da composição nasceu Anna, a sua segunda filha". Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Gustav Mahler (1860-1911) -

01. Symphony No. 6 _Tragic__ I. Allegro energico, ma non troppo. Heftig, aber markig
02. Symphony No. 6 _Tragic__ II. Scherzo. Wuchtig
03. Symphony No. 6 _Tragic__ III. Andante moderato
04. Symphony No. 6 _Tragic__ IV. Finale. Allegro moderato - Allegro energico

Symphonierorchester des Bayerischen Rundfunks
Rafael Kubelik, regente


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 7 de março de 2019

Jean Sibelius (1865-1957) - Symphony No. 2 in D major, op.43 e Symphony No. 4 in A minor, op.63, Sergei Rachmaninov (1873-1943) - The Isle of the Dead, op.29

Última postagem do dia! Um disco verdadeiramente espetacular. Há quem torça o nariz para dois românticos tardios. Certamente que Carpeaux faria isso. Nós não ligamos. Amamos os dois compositores em nossa simplicidade mais completa. As duas sinfonias de Sibelius são plenas de poesia. A leitura do poderoso e lindíssimo Tapiola também. Ainda aparece o hipnótico poema sinfônico A ilha dos mortos, de Rachmaninov. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01. Symphony No. 2 in D major, op.43 - I. Allegretto - Poco allegro - Tranquillo
02. II. Tempo andante, ma rubato - Andante sostenuto
03. III. Vivacissimo - Lento e suave - Largamente
04. IV. Finale_ Allegro moderato
05. Tapiola, op.112

DISCO 02

01. Symphony No. 4 in A minor, op.63 - I. Tempo molto moderato, quasi adagio
02. II. Allegro molto vivace
03. III. Il tempo largo
04. IV. Allegro
05. The Isle of the Dead, op.29

L'Orchestre de la Suisse Romande
Paris Conservatore Orchestra
Ernest Ansermet, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 6 de março de 2019

Carlo Maria Giulini & Wiener Philharmoniker - Bruckner (CDs 5, 6, 7 & 8 de 8 - final)

Eis que surgem os últimos quatro discos dessa caixa de altíssimo nível. Os quatro primeiros discos trouxeram as quatro sinfonias de Brahms. E os últimos quatro trazem três das extraordinárias sinfonias de Bruckner. No caso em questão, Giulini conduz aquelas que possuem, talvez, as maiores expressões dentro do repertório bruckneriano - a Sétima, a Oitava e a Nona. Novamente, a qualidade do trabalho do regente italiano é de altíssimo nível. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 05 

Symphony No. 7 in E Major, WAB 107
28. Bruckner: Symphony No.7 In E Major, WAB 107-1. Allegro moderato (Live)
29. Bruckner: Symphony No.7 In E Major, WAB 107-2. Adagio (Sehr feierlich und sehr langsam) (Live)
30. Bruckner: Symphony No.7 In E Major, WAB 107-3. Scherzo (Sehr schnell) (Live)
31. Bruckner: Symphony No.7 In E Major, WAB 107-4. Finale (Bewegt, doch nicht schnell) (Live)

DISCO 06

Symphony No. 8 in C Minor, WAB 108
32. Bruckner: Symphony No.8 In C Minor, WAB 108-1. Allegro moderato
33. Bruckner: Symphony No.8 In C Minor, WAB 108-2. Scherzo: Allegro moderato-Trio: Langsam

DISCO 07

Symphony No. 8 in C Minor, WAB 108
34. Bruckner: Symphony No.8 In C Minor, WAB 108-3. Adagio: Feierlich langsam
35. Bruckner: Symphony No.8 In C Minor, WAB 108-4. Finale: Feierlich, nicht schnell

DISCO 08


Symphony No. 9 in C Minor, WAB 109
36. Bruckner: Symphony No. 9 In D Minor, WAB 109-Edition: Leopold Nowak-1. Feierlich, Misterioso (Live)
37. Bruckner: Symphony No. 9 In D Minor, WAB 109-Edition: Leopold Nowak-2. Scherzo. Bewegt, lebhaft-Trio. Schnell (Live)
38. Bruckner: Symphony No. 9 In D Minor, WAB 109-Edition: Leopold Nowak-3. Adagio. Langsam, feierlich (Live)

Wiener Philharmoniker
Carlo Maria Giulini, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Jazz - Nina Simone (1933-2003) - 'Live At Town Hall'

"Cantora. Mulher. Negra. Nina Simone tinha plena consciência de sua posição social e usou todo seu talento e carisma para criar uma das grandes personas da história da música, da resistência pessoal, da identidade negra. Eunice Waymon é o nome de batismo. Nina Simone é o de guerra. Nina mudou de nome ao começar a cantar em cabarés escondida de seus pais. Saiu da Carolina do Norte para ser imortalizada no mundo cantando jazz, blues, folk, soul. Com sorriso e carisma maiores do que seu imenso coração, a diva negra é a voz da famosa canção Feeling Good". (...)

Daqui

DISCO 01

01. Exactly Like You (03:12)
02. The Other Woman (Live) (02:59)
03. Under The Lowest (Live) (05:32)
04. You Can Have Him (Live) (05:52)
05. Summertime (Live) (05:35)
06. Cotton Eyed Joe (02:57)
07. Return Home (Live) (05:26)
08. Wild Is The Wind (Live) (03:28)
09. Fine And Mellow (03:27)
10. Black Is The Colour (Live) (03:33)
11. Love Me Or Leave Me (03:20)
12. My Baby Just Cares For Me (03:35)

DISCO 02


01. Blue Prelude (03:19)
02. Children Go Where I Send (05:58)
03. Tomorrow (02:59)
04. Stompn' At The Savoy (02:09)
05. It Might As Well Be Spring (03:53)
06. You've Been Gone To Long (02:10)
07. That's Him Over There (02:29)
08. Chilly Winds Don't Blow (02:41)
09. Theme From 'Milddle Of The Night' (02:28)
10. Can't Get Out Of This Mood (02:31)
11. Willow Weep For Me (03:12)
12. Solitare (03:22)

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 5 de março de 2019

Antonio Vivaldi (1678-1741) - The Four Seasons Op. 8

Eis uma das obras mais populares de todos os tempos. E são as suas qualidades que a tornam imortal. Alguns dados: "Le quattro stagioni, conhecidos em português como As Quatro Estações, são quatro concertos para violino e orquestra do compositor italiano Antonio Vivaldi, compostos em 1723 e parte de uma série de doze publicados em Amsterdã em 1725, intitulada Il cimento dell'armonia e dell'inventione. Ao contrário da maioria dos concertos de Vivaldi, esses quatro têm um programa claro: vinham acompanhados por um soneto ilustrativo impresso na parte do primeiro violino, cada um sobre o tema da respectiva estação. Não se sabe a origem ou autoria desses poemas, mas especula-se que o próprio Vivaldi os tenha escrito. As Quatro Estações é a obra mais conhecida do compositor, e está entre as peças mais populares da música barroca".  Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Antonio Vivaldi (1678-1741) - 

01. La Primavera (the Spring), Allegro
02. La Primavera (the Spring), Largo E Pianissimo Sempre
03. La Primavera (the Spring), Allegro (2)
04. L'Estate (the Summer), Allegro Non Molto
05. L'Estate (the Summer), Adagio
06. L'Estate (the Summer), Tempo Impetuoso D'estate
07. L'Autunno (the Autumn), Allegro
08. L'Autunno (the Autumn), Adagio
09. L'Autunno (the Autumn), La Caccia
10. L'Inverno (the Winter), Allegro Non Molto
11. L'Inverno (the Winter), Largo
12. L'Inverno (the Winter), Allegro

The Drottningholm Baroque Ensemble
Nils-Erik Sparf, baroque violin

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Jazz - Chick Corea (1941 - ) - Converge (1969)

"Armando Anthony "Chick" Corea é um pianista e tecladista de jazz estadunidense e um compositor bastante conhecido por seu trabalho na década de 1970 no gênero chamado jazz fusion, apesar de ter contribuições significativas para o jazz tradicional.  Participou da criação do movimento electric fusion como membro da banda de Miles Davis na década de 1960, e, nos anos 1970, fez parte do grupo Return to Forever. Continuou a buscar outros colaboradores e a explorar vários estilos e gêneros musicais nos anos 1980 e 1990. Entre os pianistas de jazz, Corea é considerado um dos mais influentes, desde Bill Evans (junto com Herbie Hancock, McCoy Tyner e Keith Jarrett). Também é conhecido por ser um promotor da cientologia". Uma boa apreciação!

Chick Corea (1941 - ) -

01. Fiesta
02. Converge
03. Sundance
04. Waltz For Bill Evans
05. Vamp
06. Song Of Wind
07. The Brain

Chick Corea - piano
Jack DeJohnette - drums
Dave Holland - bass
Hubert Laws - flute
Bennie Maupin - tenor saxophone
Woody Shaw - trumpet
Horace Arnold - drums

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 4 de março de 2019

G. F. Handel (1685-1759) - Messiah, HWV 56

O Messias, de Handel, é uma obra-prima. É uma obra cuja importância para o gênio humano a coloca ao lado de criações como O Davi, de Michelângelo, ou a Monalisa, de Leonardo da Vinci. Impressiona que Handel a tenha escrito num período de pouco mais de vinte dias. O Messias revela a capacidade de tornar imortal a beleza. A obra possui uma estrutura didática que a torna irresistível. (1) a anunciação, a promessa da vinda do Messias; (2) a vida do Messias e todos os seus milagres; (3) a morte, a ressurreição e a promessa da volta. A obra provoca um senso de profunda reverência à mensagem central do cristianismo, que a vida do seu messias. Não deixe de ouvir. Essa versão da Naxos não é das melhores. Há outras aqui no blog. Coloquei-a para que comparemos. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 1, Overture
02. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 2, Comfort Ye My People
03. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 3, Every Valley Shall Be Exalted
04. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 4, And the Glory of the Lord Shall Be Revealed
05. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 5, Thus Saith the Lord of Hosts
06. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 6, But Who May Abide the Day of His Coming?
07. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 7, And He Shall Purify
08. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 8, Behold, a Virgin Shall Conceive
09. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 9, O Thou That Tellest Good Tidings to Zion
10. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 10, For Behold, Darkness Shall Cover the Earth
11. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 11, The People That Walked in Darkness
12. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 12, For unto Us a Child Is Born
13. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 13, Pifa "Pastoral Symphony"
14. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 14, There Were Shepherds Abiding in the Field
15. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 15, And the Angel Said unto Them
16. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 16, And Suddenly There Was with the Angel
17. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 17, Glory to God in the Highest
18. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 18, Rejoice Greatly
19. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 19, Then Shall the Eyes of the Blind Be Open'd
20. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 20, He Shall Feed His Flock like a Shepherd
21. Messiah, HWV 56, Pt. 1 (Ed. W. Shaw): No. 21, His Yoke Is Easy, His Burthen Is Light
22. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 22, Behold the Lamb of God
23. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 23, He Was Despised and Rejected of Men
24. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 24, Surely, He Hath Borne Our Griefs
25. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 25, And with His Stripes We Are Healed
26. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 26, All We like Sheep Have Gone Astray

DISCO 02

01. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 27, All They That See Him Laugh Him to Scorn
02. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 28, He Trusted in God That He Would Deliver Him
03. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 29, Thy Rebuke Hath Broken His Heart
04. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 30, Behold, and See if There Be Any Sorrow
05. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 31, He Was Cut Off out of the Land of the Living
06. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 32, But Thou Didst Not Leave His Soul in Hell
07. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 33, Lift Up Your Heads, O Ye Gates
08. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 34, Unto Which of the Angels Said He at Any Time
09. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 35, Let All the Angels of God Worship Him
10. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 36, Thou Art Gone Up on High
11. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 37, The Lord Gave the Word
12. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 38, How Beautiful Are the Feet
13. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 39, Their Sound Is Gone Out into All Lands
14. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 40, Why Do the Nations So Furiously Rage Together
15. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 41, Let Us Break Their Bonds Asunder
16. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 42, He That Dwelleth in Heaven
17. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 43, Thou Shalt Break Them with a Rod of Iron
18. Messiah, HWV 56, Pt. 2 (Ed. W. Shaw): No. 44, Hallelujah!
19. Messiah, HWV 56, Pt. 3 (Ed. W. Shaw): No. 45, I Know That My Redeemer Liveth
20. Messiah, HWV 56, Pt. 3 (Ed. W. Shaw): No. 46, Since by Man Came Death
21. Messiah, HWV 56, Pt. 3 (Ed. W. Shaw): No. 47, Behold, I Tell You a Mystery
22. Messiah, HWV 56, Pt. 3 (Ed. W. Shaw): No. 48, The Trumpet Shall Sound
23. Messiah, HWV 56, Pt. 3 (Ed. W. Shaw): No. 49, Then Shall Be Brought to Pass the Saying
24. Messiah, HWV 56, Pt. 3 (Ed. W. Shaw): No. 50, O Death, Where Is Thy Sting?
25. Messiah, HWV 56, Pt. 3 (Ed. W. Shaw): No. 51, But Thanks Be to God
26. Messiah, HWV 56, Pt. 3 (Ed. W. Shaw): No. 52, If God Be for Us
27. Messiah, HWV 56, Pt. 3 (Ed. W. Shaw): No. 53, Worthy Is the Lamb That Was Slain

Baltimore Symphony Orchestra
Concert Artists of Baltimore Symphonic Chorale

Edward Polochick, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Keiko Abe (1937 - ) - Marimba Fantasy

A marimba é um instrumento milenar bastante sofisticado. Há registros de que o surgimento tenha se dado na África, sendo disseminado pelo mundo. Há, por exemplo,  referências à marimba na cultura maia. Atualmente, a marimba é considerada patrimônio imaterial da humanidade, pela Unesco. A marimbista japonesa Keiko Abe é uma referência no desenvolvimento da técnica e da escrita de obras para o instrumento. As obras estão inscritas na tradição ancestral japonesa de respeito à natureza e às coisas construídas pelo tempo. Não deixe de ouvir este disco de sonoridade bastante curiosa. Uma boa apreciação!

Keiko Abe (1937 - ) -

01 - Variations on Japanese Children's Songs
02 - Mi-Chi
03 - Ancient Vase
04 - Dream of the Cherry Blossoms
05 - Wind in the Bamboo Grove
06 - Memories of the Seashore for Solo Marimba
07 - Prism for Solo Marimba
08 - Little Windows
09 - Frogs

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!