domingo, 14 de fevereiro de 2016

Dmitri Shostakovich (1906-1975) - Symphony No. 13 in B flat minor - "Babi Yar"

Ouvi por três vezes consecutivas este disco - sem mencionar as audições avulsas. Temos aqui uma obra-prima, típica do gênio sarcástico de Shostakovich; obra que exprime a sua capacidade de condensar dramas e tragédias diuturnas que pululavam no seio do aparelho estatal soviético. A inteligência invulgar de Shostakovich era capaz de, ousadamente, fazer severas críticas ao Regime. E como acontece a maior parte das vezes nas censuras, a arte consegue ser superior à ignorância; consegue sublimar-se, transfigurar-se em matéria superior àquela vivida e engendrada pelos totalitarismos. Babi Yar é uma pequena localidade situada em uma região de Kiev, capital da Ucrânia. Em 1941, os nazistas conquistaram o lugar e promoveram uma das piores chacinas coletivas da história. Em dois dias - 29 e 30 de setembro - fuzilaram aproximadamente 34 mil judeus. Nos dias que se seguiram, a hecatombe chegou a quase 200 mil. Embora isso acontecesse em pleno solo soviético, não houve protestos. Apenas o silêncio conivente. Quando o Estado soviético manifestou-se, deixou a entender que a carnificina cruel foi contra o povo soviético - o que não deixa de ser uma verdade. Acontece que o fato era claro, os nazistas mataram judeus. Colocaram-nos em filas. Fuzilaram-nos aos magotes. Apropriaram-se dos seus pertencentes - dinheiro, joias, objetos variados que redundassem em algum valor. O poeta russo Evgeny Yevtuchenko escreveu um poema em homenagem às vítimas de Babi Yar. Shostakovich transformou o poema em Sinfonia. É um dos trabalhos mais carregados de medo, sentimento de tragicidade e desolação já escritos. É uma Sinfonia com requintes de cantata fúnebre. A voz dolorosa, funesta, do baixo faz estremecer a esperança e o aspecto ensolarado de qualquer nuvem de otimismo. Trata-se de representação precisa dos horrores vividos pelas vítimas do morticínio. A obra estreou em 1962, sob a regência de Kiril Kondrashin. A interpretação de Petrenko é excelente! Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Dmitri Shostakovich (1906-1975) - 

Symphony No. 13 in B flat minor - I.- Babi Yar
Symphony No. 13 in B flat minor - II.- Humor
Symphony No. 13 in B flat minor - III.- In the Store
Symphony No. 13 in B flat minor - IV.- Fears
Symphony No. 13 in B flat minor - V.- A Career - Allegretto

Royal Liverpool Philharmonic Orchestra
Men's Voices of the Royal Liverpool Philharmonic Choir
and the Huddersfield Choral Society
Vasily Petrenko, regente
Alexander Vinogradov, baixo

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Symphony No.35 in D major, K.385 'Haffner' e Symphony No.38 in D major, K.504 'Prague'

Vamos a mais um disco - o penúltimo - com as importantes e significativas sinfonias de Mozart. Dessa vez, Ricardo Muti nos conduz por duas das mais famosas - a de número 35 e a de número 38. A primeira é chamada de Haffner. Foi gravada em homenagem a essa influente família de Viena. A data da escrita é 1782. Mozart escrevera uma peça para essa mesma família em 1776. Já a outra obra, a Sinfonia Praga, estreou em 1787, ou seja, quatro anos antes de sua morte. É uma das sinfonias do compositor de que mais gosto. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 

Symphony No.35 in D major, K.385 'Haffner'
01. 1. Allegro con sp...
02. 2. Andante
03. 3. Menuetto
04.4. Finale (Presto)

Symphony No.38 in D major, K.504 'Prague'
05. 1. Adagio - Allegro
06. 2. Andante
07. 3. Finale (Presto)

Wiener Philharmoniker
Ricardo Muti, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Idomeneo, Re Di Creta K. 366

Mais uma ópera mozartiana. Dessa vez, Idomeneo, rei de Creta, trabalho composto em 1781. É a décima terceira ópera escrita por Mozart, que na ocasião tinha vinte e seis anos de idade. É uma ópera em estilo italiano. A ópera se concentra em temas gregos. As ações acontecem logo após a Guerra de Troia. É uma bela obra, cuja interpretação de Gardiner (realizada ao vivo em 1991), reveste de primor o trabalho, principalmente pela qualidade do Monteverdi Choir. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 

DISCO 01

01. Ouverture
02. ATTO PRIMO Scena I Quando avran fine omai
03. Scena II Radunate i Troiani
04. Ecco il mesero resto de Troiani
05. Sceni III-IX Godiam la pace
06. Vedrommi intorno, Scena X
07. Il padre adorato
08. Intermezzo Marcia
09. Nettuno s'onori
10. ATTO SECONDO Scena I Tutto m'e noto
11. Se il tuo duol
12. Scena II Se mai pomposo apparse
13. Se il padre perdei
14. Scena III Qual mi conturba i sensi
15. Fuor del mar ho un mar in seno

DISCO 02

01. 16-Frettolosa e guiliva Elettra vien
02. 17-Idol mio, se ritroso
03. 18-Odo da lunge armonioso suono
04. 19-Sidonie sponde!
05. 20-Placido e il mar
06. 21-ATTO TERZO Solitudini amiche
07. 22-Zeffiretti lusinghieri
08. 23-Principessa, a' tuoi sguardi
09. 24-Dunque io me n'andro
10. 25-Sire, alla reggia tue
11. 26-Sventurata Sidon!
12. 27-Se cola ne' fati e scritto
13. 28-Volgi intorno lo sguardo
14. 29-Oh voto tremendo!
15. 30-Marcia
16. 31-Accogli, oh re del mar
17. 32-ANHANG Frettolosa e giuliva Elettra vien

DISCO 03

01. 33-Stupenda vittoria!
02. 34-Padre, mio caro padre
03. 35-No, la morte
04. 36-Ma che piu tardi
05. 37-Ferma, oh sire, che fai
06. 38-Ha vinto Amore
07. 39-Oh ciel pietoso!
08. 40-Popoli, a voi l'ultima legge
09. 41-Torna la pace al core
10. 42-Scenda Amor, scenda Imeneo
11. 43-Ballet (K. 367)
12. 44-Ferma, oh sire, che fai (alternate version)
13. 45-A Idomeneo perdona (woodwind version)
14. 46-Ha vinto Amore (brass longer version)
15. 47-Oh ciel pietoso! (alternate version)

English Baroque Soloists 
The Monteverdi Choir
John Eliot Gardiner, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2
BAIXAR AQUIparte3

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Symphonies 31 & 41

Seguimos nossa jornada com algumas das mais significativas sinfonias de Mozart, regidas pelo italiano Ricardo Muti. Neste post temos a magnificente Sinfonia "Júpiter", a número 41. Ela foi a última Sinfonia a ser composta pelo grande artista, em 1788. Entre as sinfonias mozartianas, esta é a mais longa. A outra obra do disco é a número 31, escrita em 1778. É chamada de Paris, pois nessa data o compositor, então com 22 anos de idade, esteve na capital francesa. É um dos seus trabalhos mais famosos. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 

01. Sym #41 - Allegro Vivace
02. Sym #41 - Andante Cantabile
03. Sym #41 - Menuetto. Allegretto
04. Sym #41 - Molto Allegro
05. Sym #31 - Allegro Assai
06. Sym #31 - Andante
07. Sym #31 - Allegro

Wiener Philharmoniker
Ricardo Muti, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!


Dmitri Shostakovich (1906-1975) - Symphony No. 10 in E minor, Op. 93

A Sinfonia número 10 de Shostakovich é uma das suas obras mais gravadas. Existem inúmeras gravações maciças - Bernstein, Ormandy, Kitajenko, Kondrashin, Svetlanov, Mravinsky etc. Como bem expressou a BBC Music Magazine, essa gravação do jovem Vasiky Petrenko, um regente que alcançou um enorme respeito por sua elasticidade, avança no quesito "boas referências". O trabalho do compositor russo é bastante taciturno, pesado, a exibir melancolias; a dialogar com ironias finas. É algo brutal. O ano da estreia é 1953 (dezembro). Stálin morrera neste ano (março). Após sua morte, Shosta compõe a sua Décima, pejada de violência, sabores amargos, tons escuros, graves e com uma truculência (principalmente no quarto movimento), como que a apontar aquilo que fora a existência sob Stálin. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Dmitri Shostakovich (1906-1975) - 

01. Symphony No. 10 in E minor, I. Moderato
02. Symphony No. 10 in E minor, II. Allegro
03. Symphony No. 10 in E minor, III. Allegretto
04. Symphony No. 10 in E minor, IV. Andante - Allegro

Royal Liverpool Philharmonic Orchestra
Vasily Petrenko, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Jazz - Vienna String Quartet - Tempus Fugit

Saí de casa às seis da manhã. Cheguei ainda há pouco. O cansaço a obliterar os ânimos. A impor disciplinas compulsórias. Mas, mesmo diante de um desfavorecimento orgânico, não devo deixar para trás a tarefa com a postagem jazzística. Dessa vez, busquei algo leve, sereno, que soe como brisa airosa em tarde de primavera. Fiquei encantado com a música risonha e potencializadora de momentos agradáveis deste disco. Não conheço muito coisa sobre o disco. Apenas que foi gravado em 2000. O Vienna String Quartet é um grupo polivalente, que toca algumas vertentes como o clássico, o jazz e o rock. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01-MinorLeague
02-HoneySuckleRose
03-GreenDolphinStreet
04-Yesterdays
05-GoneWithTheWind
06-IFoundANewBaby
07-HotHouse
08-IndianaDonnaLee
09-Windmills
10-ItCouldHappenToYou
11-TempusFugit
12-Lover

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Symphonies 29, 33 & 34

Mais um disco com as sinfonias de Mozart, conduzidas por Ricardo Muti. Ouvir Mozart é sempre uma experiência alentadora, inspiradora. É um dever humanizante. A Sinfonia no. 29 é do ano de 1774; a de número 33, de 1779; e a de número 34, de 1780. É interessante observar a evolução do gênio de Mozart. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 

01. S No 33 in B Ft Min-1 Allegro assai
02. S No 33 in B Ft Min-2 Andante moderato
03. S No 33 in B Ft Min-3 Menuetto
04. S No 33 in B Ft Min-4 Allegro assai
05. S No 29 in a Maj-1 Allegro moderato
06. S No 29 in a Maj-2 Andante
07. S No 29 in a Maj-3 Menuetto
08. S No 29 in a Maj-4 Allegro con spirito
09. S No 34 in C Maj-1 Allegro vivace
10. S No 34 in C Maj-2 Andante di malto più tosto allegretto
11. S No 34 in C Maj-3 Allegro vivace

Wiener Philharmoniker
Ricardo Muti, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Il Progetto Vivaldi 3 - Vivaldi, Platti & Chelleri

Este é o terceiro disco de O Projeto Vivaldi, uma verdadeira joia. Digno de todas as suntuosidades e "detalhes" requintados que o barroco exige. Sol Gabetta prova com este disco, mais uma vez, que é uma das grandes violoncelistas da atualidade. Já ganhou prêmios, foi apontada para outros; esbanja graça. Ao lado de seu irmão, o violinista Andres Gabetta, a jovem destila elegância em suas interpretações. Todo amante da música barroca deve escutar este disco. Uma boa apreciação!

Antonio Vivaldi (1678-1741) - 

Concerto for Violoncello and Orchestra in A minor. RV 422
01. I. Allegro
02. II. Largo
03. III. Allegro

Giovanni Benedetto Platti (1697-1763) - 

Concerto for Violoncello and Orchestra in C major. WD 646
04. I. Allegro
05. II
06. III. Presto

Antonio Vivaldi (1678-1741) - 

Concerto for 2 Mandolins and Orchestra in G major. RV 532 (adapted for Violin. Violoncello and Orchestra)
07. I. Allegro
08. II. Andante
09. III. Allegro

Giovanni Benedetto Platti (1697-1763) - 

Concerto for Violoncello and Orchestra in A minor. WD 789
10. I. Allegro
11. II. Larghetto
12. III. Allegro

Antonio Vivaldi (1678-1741) - 

Concerto for Violoncello and Orchestra in F major. RV411
13. I. Allegro
14. II. Largo
15. III. Allegro molto

Giovanni Benedetto Platti (1697-1763) - 

Concerto for Violoncello and Orchestra in C minor. WD 669
16. I. Adagio e staccato. Allegro
17. II. Largo
18. III. Presto

Antonio Vivaldi (1678-1741) - 

Concerto for Violoncello and Orchestra in D major. RV 404
19. I. Allegro
20. II. Adagio affetuoso
21. III. Allegro vivace

Fortunato Chelleri (1687-1757) - 

Concerto for Violoncello and Orchestra in G major
22. I. Adagio staccato. Tempo giusto
23. II. Andante e spuntato
24. III. Allegro

Cappella Gabetta
Andres Gabetta

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!


Dmitri Shostakovich (1906-1975) - Symphony No. 7 ‘Leningrad’, Op. 60 (1941)

A Naxos acertou em cheio com essas gravações das sinfonias de Shostakovich, conduzidas pelo russo Vasily Petrenko. O jovem regente é uma promessa para o mundo da música clássica. Já ganhou alguns prêmios. Doutorou-se. Elevou o nível da Royal Liverpool Philharmonic Orchestra. Foi convidado pela Filarmônica de Oslo. Tem sido convidado pela Los Angeles Philharmonic. Ou seja, um jovem de carreira ascendente. Com relação à Sétima, muito já foi dito sobre ela. É um trabalho repleto de ressonâncias metafóricas e heroicas para o povo russo. Petrenko nos conduz por um passeio épico. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Dmitri Shostakovich (1906-1975) - 

Symphony No. 7 ‘Leningrad’, Op. 60 (1941)
01. I. Allegretto
02. II. Moderato (poco allegretto)
03. III. Adagio
04. IV. Allegro non troppo

Royal Liverpool Philhamonic Orchestra
Vasily Petrenko, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Symphonies Nos. 25 & 39

Um belo disco para que finalizemos os trabalhos do dia de hoje. Traz duas sinfonias de Mozart - as de número 25 e 39. A Sinfonia no. 25 é do ano de 1773. Mozart era um jovem adolescente quase entrando na vida adulta quando a escreveu. O primeiro movimento, por exemplo, foi utilizado no filme Amadeus, nas cenas iniciais. A outra obra, a Sinfonia número 39, é do ano de 1788, três anos antes de sua morte. O regente Ricardo faz uma excelente leitura - principalmente da número 25. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 

01. Mozart Symphony No. 39 I. Adagio - Allegro
02. Mozart Symphony No. 39 II. Andante con moto
03. Mozart Symphony No. 39 III. Menuetto. Allegretto
04. Mozart Symphony No. 39 IV. Finale. Allegro
05. Mozart Symphony No. 25 I. Allegro con brio
06. Mozart Symphony No. 25 II. Andante
07. Mozart Symphony No. 25 III. Menuetto
08. Mozart Symphony No. 25 IV. Allegro

Wiener Philharmoniker
Ricardo Muti, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Dmitri Shostakovich (1906-1975) - Symphony No.6 in B minor, Op.54 e Symphony No.12 in D minor 'The Year 1917', Op.112

Mais um disco com duas das sinfonias de Shosta. Dessa vez, o jovem Petrenko traz duas sinfonias bem díspares, mas bem típicas de Shostakovich. A primeira é a Sexta. Difícil defini-la. Ela, idiossincraticamente, é shostakovichiana. Possui um humor variável. Oscila entre a gravidade de tons noturnos e a alegria gratuita e bufona. Ele repetiria esse tipo de abordagem na Nona Sinfonia. A outra obra é a Décima Segunda, que segue um programa. Foi feita em homenagem à Revolução de Outubro. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Dmitri Shostakovich (1906-1975) - 

Symphony No.6 in B minor, Op.54
01. I. Largo
02. II. Allegro
03. III. Presto

Symphony No.12 in D minor 'The Year 1917', Op.112
04. I. Revolutionary Petrogra...
05. II. Razliv Adagio -
06. III. Aurora Allegro -
07. IV. The Dawn of Humanity...

Royal Liverpool Philharmonic Orchestra
Vasily Petrenko, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Il Progetto Vivaldi 2 - Vivaldi, Leonardo Leo & Platti

Eis mais um disco de beleza terna e elegante. O disco é uma continuidade do Projeto Vivaldi, resultado do trabalho dessa excelente violoncelista argentina. O resultado é um verdadeiro espetáculo. Se no primeiro ela conseguiu criar uma atmosfera digna da música barroca, no segundo, ela continuou com a mesma regularidade, com a mesma preocupação de extrair a simplicidade e limpidez dessa música tão enlevante. Além disso, há a presença de dois outros contemporâneos do Padre Vermelho - Leonardo Leo e Platti. Quem gosta de música barroca deve ouvir este disco. Uma boa apreciação!

Antonio Vivaldi (1678-1741) - 

Concerto for Violoncello and Orchestra, RV 423
01. I. Allegro
02. II. Largo
03. III. Allegro

Concerto for Violoncello and Orchestra, RV 416
04.  I. Allegro
05. II. Adagio
06. III. Allegro

Concerto for Violoncello and Orchestra, RV 420
07. I. Andante
08. II. Adagio
09. III. Allegro

Sonata for Violoncello and Basso continuo, RV 42
10. I. Preludio. Largo
11. II. Allemanda. Andante
12. III. Sarabanda. Largo
13. IV. Giga. Allegro

Leonardo Leo (1694-1744) - 

Concerto for Violoncello and Orchestra in D major
14. I. Andantino grazioso
15. II. Con bravura
16. III. Larghetto, con poco moto
17. IV. Allegro di molto
18. V. Fuga

Giovanni Benedetto Platti (1697-1763) - 

Concerto for Violoncello and Orchestra in D minor, Op. 657
19. I. Non tanto allegro
20. II. Adagio
21. III. Alla breve. Fuga

Cappella Gabetta
Andres Gabetta

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Dmitri Shostakovich (1906-1975) - Symphony No.5 in D minor, Op.47 e Symphony No.9 in E flat major, Op.70

O jovem regente russo Vasily Petrenko, sendo da terra de Shostakovich, meteu-se num empreendimento de grande pretensão: gravar a integral das sinfonias do compositor russo. Os discos saíram um a um como se obedecessem uma ordem disciplinada e maquinal. Postei alguns de forma espaçada. Todavia, decidi disponibilizar os discos restantes para tornar a coisa digna de um trabalho ordeiro. Vai mais um disco. Dessa com duas importantes sinfonias - as de número 5 e 9. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Dmitri Shostakovich (1906-1975) - 

Symphony No.5 in D minor, Op.47
01. I. Moderato. Allegro non troppo
02. II. Allegretto
03. III. Largo
04. IV. Allegro non troppo

Symphony No.9 in E flat major, Op.70
05. I. Allegro
06. II. Moderato
07. III. Presto -
08. IV. Largo -
09. V. Allegretto - Allegro

Royal Liverpool Philharmonic Orchestra
Vasily Petrenko, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Anton Bruckner (1824-1896) - Symphony No. 7 in E major

Uma gravação que faz jus à grandiosidade da Sétima de Bruckner. Até a Sexta Sinfonia, era comum Bruckner ser desdenhado, ter os seus trabalhos malbaratados. Ou seja, eram trabalhos grandiosos, que não empolgavam o público, subestimados pelas exigências. Foi com a Sétima, escrita nos anos de 1880 e 1881 - revisada em 1885 -, que Bruckner alcançou a fama e o respeito devido. Esta versão com o Jochum é suntuosa. Foi gravada ao vivo no ano de 1979. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Anton Bruckner (1824-1896) - Symphony No. 7 in E major

01. I. Allegro moderato
02. II. Adagio. Sehr feierlich und sehr langsam
03. III. Scherzo. Sehr schnell. Trio. Etwas langsamer
04. IV. Finale. Bewegt, doch nicht schnell

Münchner Philharmoniker
Eugen Jochüm, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Antonio Vivaldi (1678-1741) - Cello Concertos

A violoncelista argentina Sol Gabetta é um fenômeno de qualidade. Ela encabeçou a série chamada Projeto Vivaldi e gravou vários discos com essa finalidade. O primeiro deles foi este. Trata-se de um disco cuja elegância alcança patamares dignos do virtuosismo da música de Antonio Vivaldi. Gabetta capta essa grandiosidade, esse ímpeto eloquente da música do "padre vermelho". O resultado é mágico. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Antonio Vivaldi (1678-1741) - 

Cello Concerto F major, RV 410
01.  I. Allegro
02. II. Largo
03. III. (Allegro)

Violin Concerto A minor, RV 356
04.  I. Allegro
05. II. Largo
06. III. Presto

Cello Concerto A minor, RV 418
07. I. Allegro
08. II. Largo
09. III. Allegro

Cello Concerto B flat minor, RV 424
10.  I. Allegro
11. II. Largo
12. II. Allegro

Cello Concerto G major, RV 413
13.  I. Allegro
14. II. Largo
15. III. Allegro

Cello Concerto C minor, RV 401
16. I. Allegro non molto
17. II. Adagio
18. III. Allegro ma non molto

Violin Concerto F minor, RV 297 - 'Winter' from 'The Seasons'
19. I. Allegro non
20. II. Largo
21. III. Allegro

Sonatori de La Gioisa Marca
Sol Gabetta, cello

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Edward Elgar (1857-1934) - In the South (Alassio) - Concert Overture, Op.50, Variations on an Original Theme, Op.36 "Enigma" e Symphony No.1 in A flat, Op.55

Não sou de escutar com muita recorrência a música de Edward Elgar. Reconheço sua importância para a música inglesa. Sei, pois, que ele é grande e relevante. Todavia, entre os compositores ingleses modernos, eu coloco Britten e Vaughan Williams um pouco à frente. Devo admitir, entretanto, que há obras de Elgar que são de uma beleza extrema. Penso que duas delas estão neste disco: refiro-me às Variações Enigma e à Sinfonia no. 1. Elas se projetam com uma grande envergadura, figurando entre aquilo que de mais sublime a música inglesa nos legou. Não deixe de ouvir este belo disco. Uma boa apreciação!

Edward Elgar (1857-1934) - 

In the South (Alassio) - Concert Overture, Op.50
01. In the South (Alassio) - Concert Overture, Op.50

Variations on an Original Theme, Op.36 "Enigma"
02. Theme (Andante)
03. 1. C.A.E. (L'istesso tempo)
04. 2. H.D.S.-P. (Allegro)
05. 3. R.B.T. (Allegretto)
06. 4. W.M.B. (Allegro di molto)
07. 5. R.P.A. (Moderato)
08. 6. Ysobel (Andantino)
09. 7. Troyte (Presto)
10. 8. W.N. (Allegretto)
11. 9. Nimrod (Adagio)
12. 10. Intermezzo: Dorabella (Allegretto)
13. 11. G.R.S. (Allegro di molto)
14. 12. B.G.N. (Andante)
15. 13. Romanza *** (Moderato)
16. 14. Finale: E.D.U. (Allegro - Presto)

Symphony No.1 in A flat, Op.55
17. 1. Andante. Nobilmente e semplice - Allegro
18. 2. Allegro molto
19. 3. Adagio
20. 4. Lento - Allegro

Philharmonia Orchestra
Sir Andrew Davis, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Così Fan Tutte

Così fan Tutte é o antepenúltimo trabalho operístico de Mozart. É um trabalho ao estilo italiano. E belíssimo por sinal! O livreto foi iniciado por Antonio Salieri, cumprindo uma solicitação do imperador Joseph II, todavia Salieri escreveu pouca coisa, abandonando o trabalho em seguida. Coube a Lorenzo da Ponte - que já escrevera os libretos de Don Giovanni e As Bodas de Fígaro - terminar o trabalho. A primeira apresentação se deu em 1790. O presente registro é do ano de 1993 e foi gravado ao vivo. Notamos o entusiasmo dos músicos, a energia saltitante, que resulta do esforço. Não deixe de ouvir este bonito trabalho. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 

DISCO 01

01. Overture
02. Act 1. No. 1. Terzetto. La mia Dorabella capace non e
03. Recitativo Fuor la spada
04. No. 2. Terzetto. E la fede delle femmine
05. Recitativo Scioccherie di poeti!
06. No. 3. Terzetto. Una bella serenata
07. No. 4. Duetto. Ah, guarda, sorella
08. Recitativo Mi par che stamattina
09. No. 5. Aria. Vorrei dir, e cor non ho
10. Recitativo Stelle! Per carita, signor Alfonso
11. No. 6. Quintetto. Sento, o Dio, che questo piede
12. Recitativo Non piangere, idol mio!
13. No. 7. Duettino. Al fato dan legge
14. Recitativo La commedia e graziosa
15. No. 8. Coro. Bella vita militar!
16. Recitativo Non V'e` Piu` Tempo, Amici
17. No. 8a Quintetto. Di scrivermi ogni giorno
18. No. 9. Coro. Bella vita militar!
19. Recitativo Dove son  Son partiti
20. No. 10. Terzettino. Soave sia il vento
21. Recitativo Non son cattivo comico!
22. Recitativo Che vita maledetta
23. Recitativo Ah, scostati!
24. No. 11. Aria. Smanie implacabili che m'agitate
25. Recitativo Signora Dorabella, Signora Fiordiligi
26. No. 12. Aria. In uomini, in soldati sperare fedelta
27. Recitativo 'Che Silenzio- Che Aspetto Di Tristezza'
28. No. 13. Sestetto. Alla bella Despinetta
29. Recitativo Che sussurro! Che strepito!
30. No. 14. Aria. Come scoglio immoto resta
31. Recitativo Ah, non partite!
32. No. 15. Aria. Non siate ritrosi
33. No. 16. Terzetto. E voi ridete
34. Recitativo 'Si Puo Sapere Un Poco'
35. No. 17. Aria. Un'aura amorosa del nostro tesoro

DISCO 02

01. Recitativo (Oh la saria da ridere)
02. N. 18 Finale I Ah, che tutta in un momento
03. Act 2. Recitativo Andate la, che siete due bizzarre ragazze!
04. N. 19 Aria Una donna a quindici anni
05. Recitativo Sorella, cosa dici
06. N. 20 Duetto Prendero quel brunettino
07. Recitativo Ah, correte al giardino
08. N. 21 Duetto con Coro Secondate, aurette amiche
09. Recitativo Il tutto deponete sopra quei tavolini
10. N. 22 Quartetto La mano a me date
11. Recitativo Oh che bella giornata!
12. N. 23 Duetto Il core vi dono
13. Recitativo 'Barbara! Perche Fuggi'
14. N. 24 Aria Ah, lo veggio quell anima bella
15. Recitativo Ei parte...Senti!...Ah, no!
16. N. 25 Rondo Per pieta, ben mio, perdona

DISCO 03

01. Recitativo Amico, abbiamo vinto!
02. N. 26 Aria Donne mie, la fate a tanti
03. Recitativo In qual fiero contrasto, in qual disordine
04. N. 27 Cavatina Tradito, schernito dal perfido cor
05. Recitativo Bravo, questa e costanza
06. Recitativo Ora vedo che siete una donna de garbo
07. N. 28 Aria E amore un ladroncello
08. Recitativo Come tutto congiura
09. N. 29 Duetto Fra gli amplessi in pochi istanti
10. Recitativo Ah, poveretto me, cosa ho veduto!
11. N. 30 Andante Tutti accusan le donne
12. Recitativo Vittoria, padroncini!
13. N. 31 Finale Fate presto, o cari amici
14. N. 15a Aria (alternativa) Rivolgete a lui lo sguardo

The English Baroque Soloists
The Monteverdi Choir
John Eliot Gardiner, regente

Você pode compra reste disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2
BAIXAR AQUIparte3

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Bohuskav Martinu (1890-1959) - Cello Sonatas

Um baita disco! Um disco de música bela e irriquieta. Bohuslav Martinu foi um dos grandes compositores checos. O sujeito era muito bom! Tanto nas sinfonias que escreveu, ou na música de câmara, ou ainda, nas outras obras de sua produção, Martinu é grande e merece ser escutado com máxima atenção. Algumas das obras encontradas aqui flertam com as tradições folclóricas de sua terra. Elas oscilam entre momentos de alegria esfuziante e melancolia tépida. O celista também é outra referência importante. Isserlis é hoje uma das grandes autoridades vivas que dominam como ninguém o instrumento. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Bohuskav Martinu (1890-1959) - 

Sonata for cello and piano No. 1
1. 1. Poco allegro
2. 2. Lento
3. 3. Allegro con brio

Sonata for cello and piano No. 2
4. 1. Allegro
5. 2. Largo
6. 3. Allegro commodo

Sonata for cello and piano No. 3
7. 1. Poco andante
8. 2. Andante
9. 3. Allegro (ma non presto)

Steven Isserlis, cello
Peter Evans, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Gustav Mahler (1860-1911) - Simphonie Nr.4 in G major

E quando ouvimos a Quarta Sinfonia de Mahler a vida se faz nova; as expectativas sobre a celeridade do tempo e da eternidade se misturam, criando emoções e fantasias indeléveis. Desculpem o lugar-comum, mas Mahler faz um bem enorme para a imaginação; ele estabiliza os idealismos. A número 4 é um dos seus trabalhos mais líricos. É uma revelação sobre o belo, sobre o sublime, sobre aquilo que a vida pode fecundar em nosso espírito. Ela foi escrita quando o compositor estava próximo dos quarenta anos. Foi necessário algum tempo para escrevê-la. Sua estreia não despertou interesse. O tempo trouxe a devida fama a essa que é uma das mais belas sinfonias já escritas. Não deixe de ouvir esta versão com o Karajan. O regente instilou um nível profundo de romantismo, o que deu uma dramaticidade enorme ao registro. Uma boa apreciação!

Gustav Mahler (1860-1911) -  Simphonie Nr.4 in G major

01. 1. Bedachtig. Nicht eilen    [0:17:39.53]
02. 2. In gemachlicher Bewegung. Ohne Hast    [0:09:49.96]
03. 3. Ruhevoll    [0:22:51.64]
04. 4. Sehr behaglich    [0:10:07.56]

Berliner Philharmoniker
Herbert von Karajan, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Jazz - Clifford Brown & Max Roach - Study in Brown (1955)

Eis uma das postagens as quais eu mais gosto de fazer. É sempre um grande privilégio e um grande divertimento ouvir e postar em seguida esses discos. Se você quiser evitar maiores complicações e burocracias cronológicas, corra e escute a faixa George's Dilemma. Trata-se de uma apoteose de swings e cadências sensuais; de flertes com os molejos matreiros, oriundos dos saguões onde moram a alegria e o prazer. Uma verdadeira aula de jazz! Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Clifford Brown & Max Roach - Study in Brown (1955)

01. Cherokee
02. Jacqui
03. Swingin'
04. Lands End
05. George's Dilemma
06. Sandu
07. Gerkin for Perkin
08. If I Love Again
09. Take the 'A' Train

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Joseph Haydn (1732-1809) - Missa Sancti Nicolai & Imperial Mass

Estava observando as gravações com obras religiosas escritas por Haydn e que estão no catálogo da Naxos. Fiquei impressionado com a beleza das capas. Cada uma a revelar retratações grandiosas de mosaicos religiosos. Se a qualidade dos outros discos se aproximar daquela que encontramos neste que ora posto, teremos um outro trunfo a favor dessa coleção. O fato é que o convido para ouvir este delicioso disco, resultado do gênio e da qualidade artística de Joseph Haydn. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Joseph Haydn (1732-1809) - 

01 - Mass No 6 in G Major, HobXXII,6, Missa Sancti Nicolai, Nikolaimesse, Kyrie
02 - Mass No 6 in G Major, HobXXII,6, Missa Sancti Nicolai, Nikolaimesse, Gloria, Gloria in excelsis Deo
03 - Mass No 6 in G Major, HobXXII,6, Missa Sancti Nicolai, Nikolaimesse, Gloria, Gratias agimus tibi
04 - Mass No 6 in G Major, HobXXII,6, Missa Sancti Nicolai, Nikolaimesse, Gloria, Quoniam tu solus sanctus
05 - Mass No 6 in G Major, HobXXII,6, Missa Sancti Nicolai, Nikolaimesse, Credo, Credo in unum Deum
06 - Mass No 6 in G Major, HobXXII,6, Missa Sancti Nicolai, Nikolaimesse, Credo, Et incarnatus est
07 - Mass No 6 in G Major, HobXXII,6, Missa Sancti Nicolai, Nikolaimesse, Credo, Et resurrexit
08 - Mass No 6 in G Major, HobXXII,6, Missa Sancti Nicolai, Nikolaimesse, Sanctus
09 - Mass No 6 in G Major, HobXXII,6, Missa Sancti Nicolai, Nikolaimesse, Benedictus
10 - Mass No 6 in G Major, HobXXII,6, Missa Sancti Nicolai, Nikolaimesse, Agnus Dei, Agnus Dei
11 - Mass No 6 in G Major, HobXXII,6, Missa Sancti Nicolai, Nikolaimesse, Agnus Dei, Dona nobis pacem
12 - Mass No 11 in D Minor, HobXXII,11, Nelsonmesse, Imperial Mass, Coronation Mass, Kyrie
13 - Mass No 11 in D Minor, HobXXII,11, Nelsonmesse, Imperial Mass, Coronation Mass, Gloria, Gloria in excelsis Deo
14 - Mass No 11 in D Minor, HobXXII,11, Nelsonmesse, Imperial Mass, Coronation Mass, Gloria, Qui tollis peccata mundi
15 - Mass No 11 in D Minor, HobXXII,11, Nelsonmesse, Imperial Mass, Coronation Mass, Gloria, Quoniam tu solus sanctus
16 - Mass No 11 in D Minor, HobXXII,11, Nelsonmesse, Imperial Mass, Coronation Mass, Credo, Credo in unum Deum
17 - Mass No 11 in D Minor, HobXXII,11, Nelsonmesse, Imperial Mass, Coronation Mass, Credo, Et incarnatus est
18 - Mass No 11 in D Minor, HobXXII,11, Nelsonmesse, Imperial Mass, Coronation Mass, Credo, Et resurrexit
19 - Mass No 11 in D Minor, HobXXII,11, Nelsonmesse, Imperial Mass, Coronation Mass, Sanctus
20 - Mass No 11 in D Minor, HobXXII,11, Nelsonmesse, Imperial Mass, Coronation Mass, Benedictus
21 - Mass No 11 in D Minor, HobXXII,11, Nelsonmesse, Imperial Mass, Coronation Mass, Agnus Dei, Agnus Dei
22 - Mass No 11 in D Minor, HobXXII,11, Nelsonmesse, Imperial Mass, Coronation Mass, Agnus Dei, Dona nobis pacem

Rebel Baroque Orchestra
Trinity Choir
J. Owen Burdick, diretor

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Piano Concerto No 4 in G Major Op. 58 e Piano Concerto No 5 in E-Flat Major Op. 53 (Emperor)

Ouvir Beethoven é sempre uma oportunidade especial. E quando temos um Beethoven bem tratado, bem lapidado e escovado, aumenta o nível de entusiasmo. O disco traz dois dos concertos mais famosos do compositor. A pianista Gina Bachauer brinca com o sublime. Exalta as qualidades ideais da música do grande mestre alemão. Verdadeiramente, essas gravações da Mercury são imperdíveis. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - 

01. No 4 in G Major Op. 58 - Allegro Moderato
02. No 4 in G Major Op. 58 - Andante con Moto
03. No 4 in G Major Op. 58 - Rondo - Vivace
04. No 5 in E-Flat Major Op. 53 (Emperor) - Allegro
05. No 5 in E-Flat Major Op. 53 (Emperor) - Adagio un poco Mosso
06. No 5 in E-Flat Major Op. 53 (Emperor) - Rondo - Allegro

London Symphony Orchestra
Antal Dorati, regente
Stanislaw Skrowaczewski, regente
Gina Bachauer, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Richard Strauss (1864-1949) - Scenes from "Salome" and "Elektra"

O que se deve afirmar sobre esses dois trabalhos extraordinários de Richard Strauss? O que se deve afirmar sobre essa gravação com Fritz Reiner? Fiquei impressionado com a voz de Inge Borkh - exata e plena em suas intenções. Consegue transcender a essência daquilo que é grande e abarca a vida. Certamente, se Strauss tivesse ouvido essa gravação teria dito: "Era exatamente isso que eu queria!" As gravações desses excertos foram realizadas na década de cinquenta. O trabalho de remasterização é indescritível. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Richard Strauss (1864-1949) - 

(01)_[Fritz_Reiner_-_Chicago_Symphony_Orchestra]_Elektra_Op._58_--_Elektra_Soliloquy
(02)_[Fritz_Reiner_-_Chicago_Symphony_Orchestra]_--_Recognition_Scene
(03)_[Fritz_Reiner_-_Chicago_Symphony_Orchestra]_--_Finale
(04)_[Fritz_Reiner_-_Chicago_Symphony_Orchestra]_Salome_Op._54_--_Dance_of_the_Seven_Veils
(05)_[Fritz_Reiner_-_Chicago_Symphony_Orchestra]_--_Final_Scene

Chicago Symphony Orchestra
Fritz Reiner, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!