sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Sonatas para piano Nos. 3, 5, 6 e 7 - CD 2

A palavra sonata deriva do latim (sonare) e significa basicamente "soar", "produzir um som". É uma composição para instrumentos solistas, geralmente piano, em três movimentos (normalmente dois rápidos e um lento), sendo um deles escrito na forma tradicional (exposição, desenvolvimento, reexposição). Os compositores que mais escreveram sonatas clássicas foram Mozart, Haydn e Beethoven (wikipédia). Mas como disse certa vez Hans von Bülow, as 32 sonatas compostas por Beethoven são o Novo Testamento da música. Ou seja, Beethoven explorou as possibilidades mais variadas para o gênero, o que atesta a sua genialidade incontestável. Aparecem nesta postagem quatro sonatas - as de número 3, 5, 6 e 7. Conduzindo-nos por esse mundo maravilhoso, temos Wilhelm Kempff. Não deixe de ouvir e apreciar sem moderação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Sonatas para piano Nos. 3, 5, 6 e 7

Sonata No.3 in C major, Op.2 no.3
01. I. Allegro con brio
02. II. Adagio
03. III. Scherzo. Allegro
04. IV. Allegro assai

Sonata No.5 in C minor, Op.10 no.1
05. I. Allegro molto e con brio
06. II. Adagio molto
07. III. Finale. Prestissimo

Sonata No.6 in F major, Op.10 no.2
08. I. Allegro
09. II. Allegretto
10. III. Presto

Sonata No.7 in D major, Op.10 no.3
11. I. Presto
12. II. Largo e mesto
13. III. Menuetto. Allegro
14. IV. Rondo. Allegro

Wilhelm Kempff, piano

BAIXAR AQUI

Have Joy!

*Se possível, deixe um comentário!

2 comentários:

Evandro disse...

Só uma correçãozinha. A forma sonata, classicamente, tem 4 movimentos, e não 3. Geralmente o 2º é lento e o 3º "dançante" e "engraçado" (costumando ser um Scherzo, Minueto ou outra forma, normalmente de compasso ternário). O 2º e o 3º podem inverter a ordem. Assim foi na maioria das sonatas clássicas (e nas sinfonias, que também têm forma-sonata tradicionalmente). Beethoven, como sabemos, fez sonatas com 4, 3 e até 2 movimentos, mas o mais clássico é a sonata com 4.
Óbvio que vai chegando no século XX e bagunça tudo! rs

Carlinus disse...

Obrigado, Evandro. Não estudei música. Sou um diletante. Essas informações que vamos colhendo por aí sempre vêm com certas impropriedades.