quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Franz Schubert (1797-1828) - Piano Trio No.1 em B bemol, Op.99 D.898 e Piano Trio No. 2 em Mi bemol, D.929 Op.100

Schubert foi um compositor de aguda percepção estética e artística. Produziu com uma prodigalidade incrível. Viveu pouco. Isso é um fato. Mas a obra que produziu foi suficiente para preencher uma vida de 70 ou 80 anos. A qualidade de suas obras são inquestionáveis. Escrevia como um exercício de melhoramento. Cada obra escrita parecia trazer o gérmen para uma próxima. Havia dentro dele uma sensibilidade e um requinte genial. Schubert é aquilo que podemos chamar de verdadeiro prodígio, de gênio. Imagine se tivesse vivido 70 ou 80 anos como o seu patrício Joseph Haydn! Tinha feito "estragos" artísticos embasbacantes. Este disco que ora posto é de uma beleza incomum. As peças são executadas com dinamismo e sensibilidade. O time de intérpretes é de alto nível. Resultado: um Schubert como Scubert deve ser tratado. Uma boa apreciação!

Franz Schubert (1797-1828)  - 


DISCO 01

Piano Trio No.1 em B bemol, Op.99 D.898
01. 1. Allegro moderato
02. 2. Andante un poco mosso
03. 3. Scherzo (Allegro)
04. 4. Rondo (Allegro vivace)

DISCO 02

Piano Trio No. 2 em Mi bemol, D.929 Op.100
01. 1. Allegro
02. 2. Andante con moto
03. 3. Scherzo. (Allegro moderato - Trio)
04. 4. Allegro moderato

Você pode comprar este disco na Amazon

Vladimir Ashkenazy, piano
Pinchas Zukerman, violino
Lynn Harrell, cello

BAIXAR AQUICD01

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda o nosso blog a permanecer vivo!  

2 comentários:

Anônimo disse...

Very nice post.
Thank you, Carlinus!

Ana disse...

Há tanto tempo estava procurando esses belíiiissimos trios de Schubert.
Muito obrigada de coração.
Um excelente feriado para você!.
Ana.