domingo, 18 de outubro de 2015

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Symphony No. 9 D minor, Op. 125 - "Choral"

O blog ficará meio sem movimento nos próximos dois dias vindouros. Terei que fazer uma viagem a Pernambuco, minha linda e querida terra natal. Ontem, meu avô paterno faleceu. Fiquei bastante triste e comovido. Hoje, irei para lá e voltarei na terça. Para contrastar esse momento de luto para minha família, quero gritar para o mundo que a vida é o que importa. E como escutei de minha esposa esta semana: "O que importa não é o que se guarda; é o que se vive". Por isso, deixarei essa bela e poderosa sinfonia, que é um grito do homem, cisco, poeira das estrelas, no coração do cosmos, afirmando a vida. Um abraço a todos!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - 

Symphony No. 9 D minor, Op. 125 - "Choral"
01. I. Allegro ma non troppo, un poco maestoso
02. II. Molto vivace
03. III. Adagio molto e cantabile
04. IV. Presto - Allegro assai

Orquesta Filarmónica de Viena
Wiener Singakademie
George Szell, regente
Gundula Janowitz, soprano
Meriel Dickinson, contralto
Ernst Haefliger, tenor
Walter Berry, baixo

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

11 comentários:

Wolfgang disse...

Lamento tu pérdida y te mando un abrazo a vos también.

Borboletas de Jade disse...

Sensibilidade, virtuosidade e magnitude a flor da pele das mãos do gênio enfurecido, pouco por assim dizer de alguns na forma sublime da arte, composto por 02% de talento e 98% de perseverante aplicação. "Parecia-me impossível deixar o mundo antes de ter dado a ele tudo o que ainda germinava em mim", disse o musico. O mundo agradece.

Anônimo disse...

Meus sentimentos por sua perda. A escolha da nona para celebrar a vida não poderia ser mais oportuna.
Saudações musicais a todos.
Ranieri Carli.

albires junior disse...

Lamento o acontecimento. Fique bem, que algo maior te conforte! Abraços

J.Eduardo DElboux disse...

Obrigado, Carlinus !

E, se possível, queria aproveitar pra divulgar pros amigos d'O SER DA MÚSICA uma comparação da Sonata Ao Luar / 3o. mov, com interpretação de 15 pianistas diferentes no intuito de demonstrar a diversidade de visões que podem haver de uma grande composição:

https://www.youtube.com/watch?v=P4XNirul4fg

Marcelo Marat disse...

A Arte ajuda a dar mais significado à vida. Beethoven foi um desses gênios que ajudou a torná-la mais "suportável". Cabe a cada um de nós viver da melhor maneira possível, com amor, dignidade e coragem.

Abraços!

Alexandre Magno disse...

Meus sentimentos, nesse momento complicado.

Josemar de Medeiros Cruz disse...

Meus sentimentos. Que nosso pai celestial possa te confortar nesse momento difícil. Força e fé!

Anônimo disse...

Meus sentimentos.
Boa viagem e nom retorno.
Obrigado por compartilhar essa músicas maravilhosas.
Abraços
Kalypso

Carlinus disse...

Obrigado a todos aqueles que deixaram uma mensagem de solidariedade por aqui. Certamente conforta! O que tenho aprendido nestes dias é que a vida é um evento raro; uma flor singela soprando em algum lugar universo, em um planeta minúsculo, que abriga a vida por uma confluência de fatores. Portanto, não dá para desperdiçá-la com questões pequenas, insignificantes, que não humanizam.

E aí me vem uma frase de Nietzsche: "O homem chega à sua maturidade quando encara a vida com a mesma seriedade que uma criança encara uma brincadeira".

Esse é um grande desafio! Negar a vida é perdê-la, reduzi-la, diminuir a qualidade dos poucos dias que temos por aqui. Que nos encharquemos de beleza. Um abraço a todos!

r disse...

Estando apenas de passagem, o ponto de vista da sua mulher é suportado por este sempre saber popular, aqui pelo menos em Portugal: O que se leva desta vida? A vida que se leva. Abraço. Rui