quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Johannes Brahms (1833-1897) - Serenade No. 1 in D major, Op. 11 e Serenade No. 2 in A major, Op. 16

Estas duas obras de Brahms que integram este disco são sensacionais. São características do estilo brahmsiano. São densas e agradáveis. Apesar de Sir Charles Mackerras ser um grande regente, penso que a gravação das duas obras de Brahms não emplacaram. Gosto de uma versão que postei em 2010 (se não estou enganado), com Claudio Abbado. Há algum tempo atualizei o link, mas não sei se ele ainda está "vivo". Por enquanto, escute essa versão dessas duas formidáveis obras de Brahms. Uma boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1897) - 

Serenade No. 1 in D major, Op. 11
01. I. Allegro molto
02. II. Scherzo Allegro non troppo
03. III. Adagio non troppo
04. IV. Menuetto 1_ Menuetto 2
05. V. Scherzo Allegro
06. VI. Rondo Allegro

Serenade No. 2 in A major, Op. 16
07. I. Allegro moderato
08. II. Scherzo Vivace
09. III. Adagio non troppo
10. IV. Quasi menuetto
11. VI. Rondo Allegro

Scottish Chamber Orchestra
Sir Charles Mackerras, regente

Você pode comprar este disco na  Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Um comentário:

Marcelo Lasta disse...

La verdadera Sinfonia 1 del autor,siempre amé más este opus 11(sublime,maravilloso,dichoso,apenas poblado por nubes ontogrises)que la monolítica y paquidérmica Sinfonia 1 del germano,no tenía esta versión,gracias amigo de las musas irredentas!!Gracias Carlinus. Tapirman.