quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Gustav Holst (1874-1934) - Os Planetas, Op.32

Acredito que Os Planetas, de Gustav Holst, seja uma das peças mais marcantes do século XX. É uma obra envolvente, misteriosa em sua intenção. Holst era um sujeito imensamente religioso e místico. A suíte Os Planetas, composta em 1916, leva esse nome por empregar o nome de sete dos oito planetas do Sistema Solar. De fora ficaram a Terra e Plutão que até à época não havia sido descoberto (recentemente os astrônomos "rebaixaram" Plutão à categoria de planeta-anão). Na obra, Holst trabalhou a personalidade de cada um dos planetas levando em conta aspectos espirituais. A obra possui uma beleza orquestral indescritível. As melodias são evocativas; as intenções, tocantes. Essa versão com o Karajan é excelente. O primeiro movimento, por exemplo, o tema beligerante é bastante intenso. Os outros movimentos são mais lentos. Excelente! Uma boa apreciação!

Gustav Holst (1874-1934) - 

Os Planetas, Op.32
01. Mars, the Bringer of War
02. Venus, the Bringer of Peace
03. Mercury, the Winged Messenger
04. Jupiter, the Bringer of Jollity
05. Saturn, the Bringer of Old Age
06. Uranus, the Magician
07. Neptune, the Mystic

Você pode comprar este disco na Amazon

RIAS Kemmerchor (Neptune, the Mystic)
Berliner Philharmoniker

Herbert von Karajan, regente

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!
 

3 comentários:

Maria Reaça disse...

Tenho de admitir que, até então, não conhecia Holst. No entanto, devo agradecer a postagem desta obra; é algo que me apetece em demasiado, pois, de facto, eleva a quem escuta.

Vida longa ao Ser da Música!

Wesley SS disse...

Excelente post.

Se Holst tivesse escrito apenas essa peça, já estaria de bom tamanho!!!

Wesley SS disse...

Excelente post!!!

Caso Holst tivesse criado apenas essa obra, já estaria de bom tamanho!!!