terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Arvo Pärt (1935- ) - Stabat Mater, I Sümfoonia, Missa syllabica, Magnificat

Vamos ao nono disco em homenagem ao Natal. Resolvi postar um disco com música sacra ou com intenções sacras do dia primeiro até o último dia de dezembro. E, dessa vez, temos um compositor que nunca apareceu por aqui. Refiro-me ao estoniano Arvo Pärt. Pärt é um compositor minimalista e que tem uma relevância extraordinária para a música atual. Suas canções são hipnóticas. Este disco possui algumas obras instrumentais, mas a maior parte é de música mística. É um disco bonito, de efeitos psicológicos tocantes. Baita compositor, baita música. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Arvo Pärt (1935-) 

DISCO 01

01. Nekrolog Op5
02. I Sümfoonia_ Kaanonid
03. I Sümfoonia_ Prelüüd ja Fuuga
04. Stabat Mater - Parrott, Fretwork

Royal Stockholm Philharmonic Orchestra (1-2)
Paavo Järvi, regente

DISCO 02

01. Statuit ei Dominus
02. Missa syllabica - I. Kyrie
03. Missa syllabica - II. Gloria
04. Missa syllabica - III. Credo
05. Missa syllabica - IV. Sanctus
06. Missa syllabica - V. Agnus Dei
07. Missa syllabica - VI. Ite, missa est
08. Beatus Petronius
09. Magnificat-Antiphonen  I. O Weisheit
10. Magnificat-Antiphonen  II. O Adonai
11. Magnificat-Antiphonen  III. O Spross aus Isias Wurzel
12. Magnificat-Antiphonen  IV. O Schlüssel Davids
13. Magnificat-Antiphonen  V. O Morgenstern
14. Magnificat-Antiphonen  VI. O König aller Volker
15. Magnificat-Antiphonen  VII. O Immanuel
16. De profundis
17. Memento
18. Cantate Domino
19. Solfeggio

Você pode comprar este disco na Amazon

Estornian Philharmonic Chamber Choir
Estonian National Symphony Orchestra
Tonu Kaljuste, direção

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

2 comentários:

Dirceu Scarparo Vargas disse...

Caro Carlinus
O que se houve é exatamente como você descreve.
A música sacra passa uma serenidade pacificadora.
Grato por mais esta bela surpresa.
Um forte abraço do Dirceu.

Johannes R. Becher disse...

Thanks a lot for this Pärt.