quinta-feira, 11 de abril de 2013

Johannes Brahms (1833 - 1897) - Violin Concerto in D, Op.77 e Dmitri Shostakovich (1906-1975) - Sinfonia No. 4, Op. 43

Dois broadcastings muito bons! No primeiro, temos Brahms - sempre essencial. Um dos compositores que sempre afirma algo a mais para mim. O compositor alemão é uma necessidade desse melômano diletante. Aqui temos o seu belo, lírico e sublime concerto para violino. A outra obra é a raivosa Sinfonia no. 4, de Shostakovich. Enquanto Brahms nos insere em um mundo de linguagem romântica, Shostakovich nos coloca ante o conflito. A Sinfonia no. 4 foi escrita na década de 30 do século XX, período em que a União Soviética vivia os "expurgos stalinistas". O compositor experimentara um período de dissabor por causa da estreia de sua ópera Lady Macbeth do Distrito de Mtzensk.  O camarada Stálin a reprovara. Shosta não ficou inamovível diante disso. Escreveu esse trabalho tão direto em sua mensagem. Não deixe de ouvir. A regência fica a cargo de Valery Gergiev. Uma boa pareciação!

Johannes Brahms (1833 - 1897) - 

Violin Concerto in D, Op.77
1. 1. Allegro non troppo
2. 2. Adagio
3. 3. Allegro giocoso, ma non troppo vivace - Poco più presto

Dmitri Shostakovich (1906-1975) - 

Sinfonia No. 4, Op. 43
04. I. Allegretto poco moderato-Presto-(
05. II. Moderato con moto
06. III. Largo-Allegro

Você pode comprar este CD na Amazon
 
Vienna Philharmonic Orchestra
Valery Gergiev, regente
 Nikolaj Znaider, violino


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda o nosso blog a permanecer vivo!


Um comentário:

Toon van Dijk disse...

Many thanks and regards from The Netherlands.
Veel dank en groeten uit Nederland.