terça-feira, 2 de abril de 2013

Ernesto Nazareth (1863-1934) - Tangos, Waltzes and Polkas

Texto extraído da wikipédia. "Ernesto Nazareth nasceu na casa nº 9 da Rua do Bom Jardim (atual Rua Marquês de Sapucaí),na encosta do então Morro do Nheco (hoje Morro do Pinto), na região do Porto do Rio de Janeiro. Era filho do despachante aduaneiro Vasco Lourenço da Silva Nazareth e de D. Carolina Augusta da Cunha Nazareth. Sua mãe foi quem lhe apresentou ao piano e lhe ministrou as primeiras noções do instrumento, mas após a sua morte, em 1874, Nazareth passou a receber lições de Eduardo Rodolpho de Andrade Madeira, amigo da família, e, mais tarde, lições de Charles Lucien Lambert, um afamado professor de piano de Nova Orleans, radicado no Rio de Janeiro e grande amigo de Louis Moreau Gottschalk.(...) Ernesto Nazareth ouviu os sons que vinham da rua, tocados por nossos músicos populares, e os levou para o piano, dando-lhes roupagem requintada. Sua obra se situa, assim, na fronteira do popular com o erudito, transitando à vontade pelas duas áreas. Em nada destoa se interpretada por um concertista, como Arthur Moreira Lima, ou um chorão como Jacob do Bandolim. O espírito do choro estará sempre presente, estilizado nas teclas do primeiro ou voltando às origens nas cordas do segundo. E é esse espírito, essa síntese da própria música de choro, que marca a série de seus quase cem tangos-brasileiros, à qual pertence "Odeon". Mário de Andrade assim definiu Nazareth: "compositor brasileiro dotado de uma extraordinária originalidade, porque transita com fôlego entre a música popular e erudita, fazendo-lhe a ponte, a união, o enlace". Em 2004, por ocasião dos 70 anos da morte do compositor, a STV em parceria com a produtora paulistana We Do Comunicação apresentou o documentário "Ernesto Nazareth", com direção de Dimas de Oliveira Junior e Felipe Harazim, refazendo a trajetória artística do compositor desde seu primeiro sucesso, "Você bem sabe", de 1877, quando tinha 14 anos. Estão presentes no documentário declarações das pianistas Eudóxia de Barros e Maria Teresa Madeira, do compositor Osvaldo Lacerda, e do biógrafo Luiz Antonio de Almeida, entre outros". Uma boa apreciação desse delicioso disco!

Ernesto Nazareth (1863-1934) - Tangos, Waltzes and Polkas

01. Espalhafatoso (Boisterous)
02. Brejeiro (Mischievous)
03. Confidencias (Confidences)
04. Escovado (Cunning)
05. Nene (Baby)
06. Ameno Reseda
07. Turbilhao de Beijos (Whirlwind of Kisses)
08. Gaucho
09. Plangente (Lamenting)
10. Topazio Liquido (Liquid Topaz)
11. Ouro Sobre Azul (Gold on Blue)
12. Sarambeque
13. Eponina
14. Escorregando (Going Down Well)
15. Tenebroso (Gloomy)
16. Odeon
17. Apanhei-te Cavaquinho (I Have Grabbed You, Cavaquinho!)

Você pode comprar este disco na Amazon

Iara Behs, Piano


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

5 comentários:

L.O.L. disse...

Muito obrigado.

Anônimo disse...

Belas melodias de um grande compositor brasileiro.

Excelente disco!

W. M. Almeida disse...

Muito obrigado Carlinus!

Fabiana Guimarães disse...

Excelente cd, viva a este grande compositor brasileiro, obrigada por compartilhá-lo!!!

Anônimo disse...

Many thanks, Carlinus!