sábado, 6 de abril de 2013

Johannes Brahms (1833-1897) - As Quatro sinfonias com Evgeny Mravinsky - presente de aniversário(O SER DA MÚSICA - 4 anos!!!)

Esta postagem é especial. É um presente para todos aqueles que, ocasionalmente, visitam este espaço onde o que se salva mesmo é a música. Não existem outros atrativos. Sei disso. Mas dia-a-dia, quando posso, polinizo algo de belo por aqui. Tem sido assim há quatro anos. No dia 6 de abril de 2009, eu iniciei de forma tímida, pouco pretensiosa, as postagens desse espaço. Passados quatros anos, vejo que o blog alcançou certa notoriedade. Existe um número coniderável de visitantes - quase mil por dia. Há, atualmente no blog, quase 1200 posts. Ou seja, música em profusão. Espero continuar postando por um longo tempo. Existe uma quantidade enorme de blogs postando música erudita - muitos, de excelente qualidade, com especialistas no assunto. Não sou nada disso. Sou um amante incondicional da música, que como disse o contista francês Guy de Maupassant: "é volátil como um sonho, mas exata como a matemática". Ou como disse Nietzsche: "Sem a música, a vida seria um erro". Não existe melhor metafísica, melhor consolo que ela. Há dias que escrevo determinadas palavras por aqui; em outros, eu sou apenas silêncio, tartamudeamento e embaraço; em outros ainda, sou a loquacidade. Tudo deriva dessa condução heraclitiana da existência, dessa dialética insistente chamada viver. Agradeço a todos os visitantes que aparecem por aqui e deixam comentários e percebem aquilo que escuto e gosto. Todos os comentários são lidos com muito carinho. Eles são necessários. Se não os repondo, é por quê sou péssimo com isso. Após estas palavras excessivamente magras, vamos à música. Resolvi postar estes dois discos pelo valor incomensurável deles. Faz jus ao momento.  Há nele um maestro que foi, ao meu modo de ver, um dos maiores do século XX. A força, a sobriedade e a torrente de emoções precisas, marcaram a carreira de Mravinsky ao longo dos seus 50 anos à frente da Filarmônica da cidade de Leningrado. O outro motivo é a presença de um dos meus compositores favoritos. Quando me refiro a Brahms eu sou todo sorrisos. E o que dizer de suas 4 sinfonias?!! Simplesmente uma das coisas mais sensacionais que já foram produzidas pelo ser humano. É a exatificação da frase de Maupassant. As quatro em seu conjunto atinge-nos no centro do plexo solar. E ouvir as sinfonias de Brahms com Mravinsky é um presentaço. Imaginem se não é! Escutem a número 3 (como faço agora!) e percebam o que é Mravinsky - mais força, mais ímpeto, mais emoção. Brahms fica ainda mais gigante! Não deixem de ouvir. Uma boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1897) -

DISCO 01

Symphony No.1 in C minor, Op.68
01. 1. Un poco sostenuto - Allegro - Meno allegro
02. 2. Andante sostenuto
03. 3. Un poco allegretto e grazioso
04. 4. Adagio - Piu andante - Allegro non troppo, ma con brio - Piu allegro

Symphony No.2 in D, Op.73
05. 1. Allegro non troppo
06. 2. Adagio non troppo - L'istesso tempo, ma grazioso
07. 3. Allegretto grazioso (Quasi andantino) - Presto ma non assai
08. 4. Allegro con spirito

DISCO 02

Symphony no. 3 in F major, op . 90 
01  Allegro con brio
02 Andante
03 Poco allegretto
04 Allegro

Symphony no. 4 in E minor, op. 98
05. Allegro non troppo
06. Andante moderato
07. Allegro giocoso -- Poco meno presto
08. Allegro energico e passionato -- Piú allegro

Você pode comprar este disco na Amazon

Leningrado Philharmonic Orchestra
Evgeny Mravinsky, regente

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!
 

14 comentários:

bruis disse...

Congratulations on 4 years.

May there be many more.

Anônimo disse...

Carlinus,
Parabéns pela ousadia, persistência e excelência no repertório postado durante estes 4 anos. Todos os dias o Ser da Música nos presenteia com o que há de melhor da música erudita.
Como escreveu Horácio em Odes: "Carpe diem quam minimun credula postero."
Longa vida!!!! Sergio

Anônimo disse...

Ah... tão logo seja possível, por favor, corrija o link do CD01.
Obrigado, Sergio

Frazec (vulgo Jean-Philipe Rameau) disse...

Carlinus,
Visitar O Ser da Música faz parte de minha trilha musical diária. Veja o bem que você faz a quem nem mesmo conhece...
Mille grazie per tutto!
Rameau

W. M. Almeida disse...

Carlinus,

Parabéns, obrigado por tanta música boa que você nos presenteou nesses 4 anos.

Dirceu Scarparo Vargas disse...

Carlinus
Você é uma raridade entre nós seres humanos,pois nos traz alegria,momentos de paz e reflexão através da música e não pedes nada em troca.Não o conheço pessoalmente mas o admiro com respeito e reverência.
Obrigado de coração.
Nenhum detalhe escapa da batuta de Mravinsky.Forte abraço do Dirceu.

Anônimo disse...

Parabéns por esse aniversário tão especial! Os presenteados somos nós...

Vivelo disse...

Quatro anos, como o tempo passa rápido quando a gente está se divertindo! Espero que dure ainda muitos e muitos anos sem chateações nem perrengues. Não concordo que o único atrativo aqui é a boa música: conheci muita coisa boa estimulada pelos textos ótimos, que nos deixam com a curiosidade de ouvir algo que, sem o texto, não parecia tão interessante.

Efren Acevedo disse...

Felicitaciones, apreciada Carlinus, por estos primeros 4 años
Es de agradecer el empeño, la mística y la dedicación que has puesto durante todo este tiempo para traernos lo mejor de la divina música, alimento para el espíritu

De todo corazón... ¡¡felicitaciones!!

raifhaddad disse...

Parabéns por mais um ano,viajar através deste maravilhoso site é viver a musica.Que toca a todos nós que amamos a música,Deus sempre cuide de vc...abraços Raif...sp-sp

Carlinus disse...

Obrigado a todos pelos comentários carinhosos e pelas visitas nestes quatro anos!

Abraços!

nina disse...

Carlinus,
Muito obrigada por ter continuado com as postagens - após a queda do megaupload, os arquivos apagados pelo mediafire, as limitações do rapidshare etc. O blog faz parte do meu cotidiano.

eduardo disse...

oi carlinus tudo bem? assim como vc sou fascinado pela obra de brahms. Vasculhando a net olhe o que eu achei. Desculpe minha ousadia.
O lançamento mais recente da Decca. Brahms com Chailly e a Gewandhaus.

CD 1:
http://adf.ly/YyLLI

CD 2:
http://adf.ly/YyLP6

CD 3:
http://adf.ly/YyM2R

Carlindo José disse...

Olá Carlinus, você poderia repostar esses discos? Desde já agradeço.