domingo, 20 de maio de 2012

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Concertos para piano e orquestra Nos. 20, 21, 22 e 23 (CDs 6 e 7 de 9)

Continuamos com nossas postagens mozartianas de final de semana. A partir do vigésimo concerto, ao meu modo de ver, Mozart inaugura uma série fenomenal de obras imortais. O que dizer, por exemplo, do concerto no. 20? O segundo movimento é um dos mais belos momentos da história da música já produzida pelo homem. É doce. Belo. Singelo. Envolventemente triste. Possui um tom leve de pessimismo. Uma galáxia enorme com estrelas cintilantes de belezas infantis. Ou o concerto no. 21, com o seu segundo movimento com uma reflexão suave, porém triste; como se o mundo ficasse, de repente, em suspenso. Ou o segundo movimento do concerto no. 22 e sua cadência de rio com movimento marulhante; de águas invisíveis que trazem notícias longíquas, em sua velocidade silenciosa. Ou ainda reflexão dura, intimista, abandonada do segundo movimento do concerto no. 23. Mozart conseguia fazer uma espécie de música que não é complexa. Muito pelo contrário! É a brincadeira de uma criança. Não possuia desespero. Não vocifera contra o infinito. Não questiona determinados momentos da vida. A música de Mozart é uma manhã ensolarada. Deixemos as metáforas e ouçamos András Schiff. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 

DISCO 01

Concerto para piano e orquestra No. 20 in D menor, K. 466
01. Allegro
02. Romance
03. Allegro assai

Concerto para piano e orquestra No. 21 in C major, K. 467
04.  Allegro maestoso
05. Andante
06. Allegro vivace assai

DISCO 02

Concerto para piano e orquestra No. 22 in E flat major, K. 482
01. Allegro
02. Andante
03. Andante

Concerto para piano e orquestra No. 23 in A major, K. 488
04. Allegro 
05. Adagio
06. Allegro assai

Você pode comprar este CD na Amazon

Camerata Academica des Mozarteums Salzburg
Sándor Végh, regente
András Schiff, piano


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!
 

4 comentários:

João Marcos T. Theodoro disse...

Os compositores de depois do Classicismo deveriam ter se deixado influenciar mais por Mozart e fazer música simples e magnífica em vez de entrar num exibicionismo irritante.

Denis Amadeus disse...

amigo, could you be empathetic and kind enough to upload via other filehosting websites? filepost doesn't work well in my area.

Ale R. disse...

Estou baixando um CD de música erudita por dia e, um dos blogs que sempre visito, é o seu. Meus parabéns por sua generosidade em compartilhar tão belo acervo. Sou apaixonado pelo trabalho dos grandes compositores mas, devido a meus poucos recursos financeiros e, também por morar no interior, sempre tive dificuldade em obter material para ouvir. Graças a blogs como o seu, tenho a oportunidade de me desenvolver culturalmente. Blogs como "O Ser da Música" fazem a internet realmente vale a pena. A partir de hoje, sempre que possível, deixarei um comentário. Abraços!

Carlinus disse...

Obrigado pelo comentário e pelo carinho.

Abraços musicais!