domingo, 13 de maio de 2012

Johannes Brahms (1833-1897) - Symphony No.1 in C minor, Op.68 e Variations on a Theme by Joseph Haydn, Op. 56a (CD 1 de 4)

Decidi iniciar a postagem dessa caixa com quatro CDs de um dos meus compositores diletos - o alemão Johannes Brahms, um sujeito para qual a solidão era motivos para a inspiração. Suas quatro sinfonias são verdadeiras galáxias. Nelas encontramos nebulosas, quasares, sistemas inteiros, sóis e explosões com fortes energias filósoficas. O maestro italiano Ricardo Muti é um dos maiores autoridades no assunto. Muti é um dos maiores regentes vivos da atualidade. Belíssima interpretação o sujeito faz das sinfonias de Brahms. Segue o primeiro CD! Não deixe de ouvir. Boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1897) - Symphony No.1 in C minor, Op.68 e Variations on a Theme by Joseph Haydn, Op. 56a


Symphony No.1 in C minor, Op.68
01. 1. Un poco sostenuto - Allegro - Meno allegro
02. 2. Andante sostenuto
03. 3. Un poco allegretto e grazioso
04. 4. Adagio - Piu andante - Allegro non troppo, ma con brio - Piu allegro

Variations on a Theme by Joseph Haydn, Op. 56a
 05. Variations on a Theme by Joseph Haydn, Op. 56a 

Você pode comprar este CD na Amazon

Philadelphia Orchestra
Ricardo Muti, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!
 

Um comentário:

Al Reiffer disse...

Brahms é meu compositor favorito, para mim está acima de Beethoven e de Bach, inclusive escrevi um texto em sua homenagem quando da data de seu aniversário, http://artedofim.blogspot.com.br/2012/05/johannes-brahms-um-forte.html . No entanto, não aprecio muito não as interpretações do Mutti, a meu ver falta certa energia, força. Mas gostei bastante do teu texto, curto, mas disseste muito. Parabéns. Abraço.