domingo, 18 de setembro de 2011

J. S. Bach, W. A. Mozart - Violin Concertos - Jascha Heifetz

Jascha Heifetz foi um dos grandes violinistas do século XX. Diria que ele se encontra naquele panteão de divindades composto por Menuhin, Oistrakh, Pearlman, Szeryng entre outros. Fico impressionado como o violino do Jascha Heifetz possui um tipo de sonoridade diferente. Não sei se possui algum relação com a época em que a música foi gravada; ou se os timbres sonoros são resultado de um instrumento especial; ou, ainda, de uma técnica própria do intérprete. Mas o fato é que torna a sonoridade especial, única. Ouvir Bach e Mozart dessa forma nos dá uma experiência de encanto. As gravações encontradas neste post são dos anos de 1951 e 1953. Enquanto trabalho nessa noite de domingo, ouço essa música doce, lamentosa, queixosa, saída do violino de Jascha Heifetz. Não deixe de ouvir. Um boa apreciação!

Johannes Sebatian Bach (1685-1750) -

Violin Concerto in A minor, BWV 1041
01. I. Allegro 00:03:45
02. II. Andante 00:06:24
03. III. Allegro assai 00:03:51

Violin Concerto in E major, BWV 1042
04. I. Allegro 00:07:32
05. II. Adagio 00:05:34
06. III. Allegro assai 00:02:42

Los Angeles Philharmonic
Alfred Wallenstein, regente

Concerto for 2 Violins in D minor, BWV 1043
7. I. Vivace 00:03:36
8. II. Largo ma non tanto 00:06:31
9. III. Allegro 00:04:46

RCA Victor Chamber Orchestra
Franz Waxman, regente

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) -

Violin Concerto No. 5 in A major, K. 219, "Turkish"
10. I. Allegro aperto - Adagio - Allegro aperto (cadenza by Joseph Joachim) 00:09:41
11. II. Adagio (cadenza by Joseph Joachim) 00:09:52
12. III. Tempo di menuetto 00:06:35

London Symphony Orchestra
Malcolm Sargent, regente

Jascha Heifetz, violino
Você pode comprar este CD na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua particpação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

2 comentários:

Fabio ZF disse...

Carlinus:

Pelo que me recordo, o Heifetz tocava com um tipo diferente de cordas. O som sai realmente diferente de outros violinos.

Além disso, a técnica dele é sofisticadíssima. Para mim é o melhor violinista no século XX (Tem uma gravação dele "ao vivo" tocando o concerto para violino de Mendelssohn acompanhado da Sinfônica NBC e do velho Toscanini, onde ele toca com os tempos originais - bem mais rápidos que as leituras mais recentes. Heifetz consegue fazer Mendelssohn virar quase Paganini).

Fábio

Carlinus disse...

Obrigado, Fábio, pelo esclarecimento. Bem que eu possuía essa intuição, embora nunca tenha procurado alguma informação nesse sentido.

Abraços!