quinta-feira, 17 de março de 2016

Sergei Prokofiev (1891-1953) - Symphony No.5,Op.100 e Symphony No.6,Op.111

Que disco, meus amigos! Penso que a Quinta Sinfonia seja um dos trabalhadores mais poderosos do compositor e da história da música. Ela foi escrita em 1944, momento em que A União Soviética estava metida nos rumores da Segunda Guerra. Ela aponta uma inflexão entre os trabalhos do compositor. A primeira parte marca deslocamentos em forma de intervalos. O andante é contido, mas marca o discurso do trabalho. Curiosamente, o trabalho ganha formas jocosas no final, talvez para impor uma crítica à la Shostakovich. Já a Sexta Sinfonia foi escrita em 1947 e buscou seguir de perto a pátina imposta pela estética socialista. É um fabuloso trabalho, um tanto quanto obscuro, criando uma espécie de "surrealismo socialista". A linguagem é angulosa e parece querer representar o combate, a luta, a força extraída da revolução. Brilhante o trabalho, típico da grandiosidade de Prokofiev. Este disco é um dos melhores que postei este ano. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Sergei Prokofiev (1891-1953) - 

Symphony No.5,Op.100
01. I. Andante
02. II. Allegro marcato
03. III. Adagio
04. IV. Allegro giocoso

Symphony No.6,Op.111
05. I. Allegro moderato
06. II. Largo
07. III. Vivace

Leningrad Philharmonic Orchestra
Yevgeny Mravinsky, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

3 comentários:

albires junior disse...

eu estava esperando o cd de jazz hoje rs grande abraço Carlinus, tudo de bom

Marcelo Lasta disse...

Discazo.Golazo.Abrazo,Don Carlinus,super,no sabia que el gran ruso de la batuta del s.20 había grabado estas 2 gemas de Prokoviev.Una gema de grabación,gracias.

Anônimo disse...

Melhor blog de música que já vi! Obrigado!