domingo, 13 de julho de 2014

Richard Strauss (1864-1949) - Don Juan, Death and Transfiguration, Op. 24, Dance of the Seven Veils, from Salome e Rosenkavalier Suite

Hoje, o mundo perdeu o grande regente Lorin Maazel, nascido na França e radicado nos Estados Unidos. Conforme a boa matéria da página de O Globo, Maazel morreu vitimado por complicações com a pneumonia. Ao longo da carreira, Mazzel colecionou sucessos. Desde muito cedo mostrou aptidões para a música. Regeu a Orquestra da NBC aos onze anos de idade (sic.). Foi o mais jovem maestro a reger na casa criada por Wagner para que suas óperas fossem encenadas - o célebre e místico Festival de Bayreuth. Em 2010, Maazel andou por aqui à frente da Orquestra Sinfônica Brasileira. Esse encontro se repetiria no próximo mês, mas acabou sendo cancelado por conta dos motivos óbvios com a saúde do regente. Ao longo da vida, Maazel regeu aproximadamente 132 orquestras. É de se admirar. Resolvi postar este disco em homenagem ao grande regente. Essas gravações das obras de Richard Strauss aconteceram em 2005, à frente da New York Philharmonic. orquestra a qual Maazel fez memoráveis apresentações. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

P.S. Em tempo: no início do ano, morreu outro fantástico regente, Claudio Abbado. 2014 não está fácil!

Richard Strauss (1864-1949) - 

Don Juan, Tone Poem after Nicolaus Lenau, Op. 20
01. Don Juan, Tone Poem after Nicolaus Lenau, Op. 20

Death and Transfiguration, Op. 24
02. Death and Transfiguration, Op. 24

Dance of the Seven Veils, from Salome
03. Dance of the Seven Veils, from Salome

Rosenkavalier Suite
04. Con moto agitato
05. Tempo di Valse, assai comodo da primo
06. Moderato molto sostenuto
07. Quick Waltz_ Molto con moto

Você pode comprar este disco na Amazon

New York Philharmonic
Lorin Maazel, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!


2 comentários:

Anônimo disse...

Many thanks, Carlinus!

Eduardo Oliveira disse...

E não tá fácil mesmo. Há algum tempo perdemos Sir Colin Davis, Wolfgang Sawallisch, nesse já foram Claudio Abbado, Rafael Frubeck de Burgos, agora o Lorin Maazel. Eu temo por Bernard Haitink e Sir Neville Marriner, que já estão em idade avançada e com certeza já debilitados. É amigo estamos chegando ao fim de uma era da regência.