terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - Partita E Major, Bwv 1006, Sonata G Minor, Bwv 1013 e Sonata A Minor, Bwv 1003 (violoncelo piccolo)

Curiosamente eu enviei este CD para o megaupload no mês de maio do ano passado e somente agora eu resolvi postá-lo. Traz peças do grande pai. A seguir segue um texto com a explicação do que seja o violoncelo piccolo:

J.S.Bach tem uma relação estreita e muito especial com o violoncello piccolo de quatro cordas e foi o único compositor a escrever explicitamente para ele. Além da sexta Suite a violoncello solo senza basso, escrita para um violoncelo ou um piccolo de cinco cordas, Bach deixou também nove Cantatas onde incluiu arias com violoncello piccolo obbligato. Todas essas Cantatas foram escritas entre 1724 e 1726, muito perto da data da composição das 6 suítes (1720 - 1723). Teria Bach aproveitado a presença passageira em Leipzig de algum violoncelista que tocava esse instrumento, ou teria ele mesmo algum desses instrumentos em mãos?

A maioria dessas partes para violoncello piccolo foi escrita sem dúvida para um instrumento de quatro cordas, um tenor afinado em Sol, ré, lá e mi, como a extensão requerida por Bach claramente demonstra. De fato, a nota mais grave nessas partes é o Sol e conseqüentemente a corda grave Dó de um instrumento a cinco cordas nunca seria utilizada. Ainda mais, existem acordes que, se o instrumento tivesse a corda Dó, seriam naturalmente tocados e mais completos com quatro notas, mas aparecem incompletos, só com três notas e faltando a fundamental!

Essas arias com violoncello piccolo obbligato exploram, como Bach sabia tão bem fazer, o timbre delicado e particular e os limites da técnica e da expressividade do instrumento. Essa música maravilhosa, escrita por um dos maiores compositores da história da música, constitui a melhor defesa do violoncello piccolo de quatro cordas.

Ao lado dessas partes de obbligato existe também uma parte de violoncello para a Cantata BWV 71 de 1708, com uma extensão indo do Sol grave (sem então nenhuma nota que requer a corda Dó), até o mi´ agudo (uma décima segunda acima da corda lá do violoncelo normal). Nunca usar uma das quatro cordas do instrumento e tocar numa região tão aguda dele seria muito excepcional em 1708 - tudo indica que essa parte de violoncello foi escrita para um instrumento afinado em Sol, ré, lá, mi, um violoncello piccolo de quatro cordas.

Mas a relação particular de J.S.Bach com o violoncello piccolo de quatro cordas não se limita a essas peças. Existe uma pintura extraodinária de Balthasar Denner feita em torno de 1730, que aparentemente representa Bach e três de seus filhos, todos com instrumentos na mão. Na mesa estão abertas partituras, como se eles estivessem acabado de tocar. Dois dos filhos seguram violinos, o outro um traverso e Johann Sebastian um instrumento que, pelas suas dimensões, sua forma e suas quatro cravelhas, é irrefutavelmente um violoncello piccolo de quatro cordas! Esta é certamente uma representação realista e Bach parece saber muito bem segurar e tocar esse instrumento (como tantos outros). A época em que essa pintura foi feita, em torno de 1730, é muito próxima da época em que Bach escreveu as suítes para violoncelo solo e as árias com violoncello piccolo obbligato. Teria ele mesmo tocado ou, ao menos, experimentado essas peças no seu próprio instrumento? Teri Noel Towe escreveu recentemente um artigo extenso e muito interessante sobre o rosto de Bach, onde apresenta sua análise minuciosa do quadro de Denner em comparação a outros retratos do compositor e defende que o Denner não teria representado de verdade J.S.Bach, mas o violoncelista Christian Ferdinand Abel e três de seus filhos - o que não muda nada para nossa situação, porque Abel era amigo próximo e colega de Bach e consequentemente este último teria tido contato direto com o instrumento, mesmo assim! Dentro de toda a polêmica e a confusão que existe até hoje em torno da viola pomposa, da viola da spalla e do violoncello piccolo na música de Bach, este quadro de Balthasar Denner representa um documento de época valiosíssimo, que comprova a relação direta de Johann Sebastian Bach com o violoncello piccolo de quatro cordas. DAQUI


Johann Sebastian Bach (1685-1750) - Partita E Major, Bwv 1006, Sonata G Minor, Bwv 1013 e Sonata A Minor, Bwv 1003 (violoncelo piccolo)

Partita E Major, Bwv 1006
01. Preludio (3:31)
02. Loure (4:21)
03. Gavotte En Rondeau (3:18)
04. Menuett 1 & 2 (5:10)
05. Bourée (1:28)
06. Gigue (2:17)

Sonata G Minor, Bwv 1013
07. Allemande (5:56)
08. Corrente (4:04)
09. Sarabande (5:22)
10. Bourrée Anglaise (3:27)

Sonata A Minor, Bwv 1003
11. Grave (4:03)
12. Fuga (7:34)
13. Andante (6:02)
14. Allegro (5:53)

Você pode comprar este CD na Amazon

*Arranged by Anner Bylsma

Anner Bylsma, violoncelo piccolo

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante!

Um comentário:

Murillo ;D disse...

Olá Carlinus, eu queria saber se você pode disponibilizar as partitas para flauta solo de Bach, inclusive uma que é o BWV 1013, a Sonata em G menor. Eu baixei o CD com o violoncelo piccolo, mas não me agradou, com a flauta (original), fica mais bonito. Obrigado.