terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Johannes Brahms (1833-1897) - German Requiem, Op. 45

O Réquiem de Brahms é uma das coisas mais bonitas e desesperadoras que já foram escritas. É uma música que acalenta os mortos, mas que assusta os vivos. Existem inúmeras versões dessa obra monumental de Brahms. Neste disco, ganhamos mais uma com Valéry Gergiev. Eu não sei o que aconteceu, mas o seu "réquiem" não decolou. Ficou bem aquém da atmosfera da obra, que exige pulso firme para que se perceba a sua monumentalidade trágica - apesar de Gergiev ser um regente fenomenal (essa claro é a minha humilde opinião). Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1897) - 

01. German Requiem, Op. 45_ Selig sind, die da Leid tragen
02. German Requiem, Op. 45_ Denn alles Fleisch es ist wie Gras
03. German Requiem, Op. 45_ Herr, lehre doch mich
04. German Requiem, Op. 45_ Wie lieblich sind deine Wohnungen
05. German Requiem, Op. 45_ Ihr habt nun Traurigkeit
06. German Requiem, Op. 45_ Denn wir haben hie keine bleibende Statt
07. German Requiem, Op. 45_ Selig sind die Toten

London Symphony Orchestra
London Symphony Chorus
Valery Gergiev, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Nenhum comentário: