quarta-feira, 3 de junho de 2015

Giuseppe Verdi (1813-1901) - Aida

As óperas aparecem por aqui com muita excepcionalidade. O que é uma pena. Ficamos a maior parte do tempo com a música orquestral. E por que elas aparecem pouco? Ora, pois as escuto pouco também. Tudo aquilo que posto eu escuto, pelo menos, duas vezes. E as óperas, como se pode perceber, não estão no meu cardápio. Todavia, sempre que posso, elas surgem e causam fundas impressões. Foi assim com esta maravilhosa obra de Verdi, composta no final dos anos 70 do século XIX. A história leva em conta o Egito Antigo e sua pompa dinástica. Aida é uma escrava etíope que é levada como escrava para a terra de faraó; lá, torna-se alvo do amor de Radamès, um importante comandante que fica dividido entre o amor à filha de faraó e seus sentimentos pela bela Aida. O trabalho possui belas árias, daquelas que se tornam imortais, como é tão comum nos trabalhos de Verdi. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Giuseppe Verdi (1813-1901) - Aida

DISCO 01

01. Overture
02. Act 1 - Sì: corre voce che l'Etiope ardisca
03. Act 1 - Se quel guerrier io fossi!..Celeste Aida
04. Act 1 - Quale insolita gioia
05. Act 1 - Alta cagion v'aduna
06. Act 1 - Ritorna vincitor!
07. Act 1 - Possente, possente Fthà
08. Act 1 - Mortal, diletto ai Numi
09. Act 2 - Chi mai fra gl'inni e i plausi
10. Act 2 - Fu la sorte dell'armi a'tuoi funesta
11. Act 2 - Su! del Nilo al sacro lido
12. Act 2 - Gloria all'Egitto, ad Iside
13. Act 2 - Marcia
14. Act 2 - Vieni, o guerriero vindice
15. Act 2 - Salvator della patria, io ti saluto
16. Act 2 - Che veggo!...Egli?...Mio padre!
17. Act 2 - Quest'assisa ch'io vesto vi dica
18. Act 2 - Ma tu, Re, tu signore possente

DISCO 02

01. Act 2 - O Re: pei sacri Numi
02. Act 2 - Gloria all'Egitto, ad Iside
03. Act 3 - O tu che sei d'Osiride
04. Act 3 - Qui Radames verrà!...O Patria mia
05. Act 3 - Ciel! mio padre!
06. Act 3 - Pur ti riveggo, mia dolce Aida
07. Act 3 - Fuggiam gli ardori inospiti
08. Act 3 - Tu...Amonasro!...tu!...il Re?
09. Act 4 - L'aborrita rivale a me sfuggia
10. Act 4 - Già i Sacerdoti adunansi
11. Act 4 - Ohimè!...morir mi sento! Oh! chi lo salva?
12. Act 4 - Radamès! Radamès! Radamès!
13. Act 4 - La fatal pietra sovra me si chiuse
14. Act 4 - Presago il core della tua condonna
15. Act 4 - O terra, addio; addio valle di pianti

Wiener Philharmoniker
Singverein der Gesellschaft der Musikfreunde
Hebert von Karajan, regente
Aida - Renata Tebaldi
Radamès - Carlo Bergonzi
Amneris - Giulietta Simionato
Amonarso - Cornell MacNeil

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Um comentário:

Eduardo Oliveira disse...

O que dizer desta AÍDA? Nada a dizer ela é simplesmente uma das melhores que existem. O destaque vai é lógico para os protagonistas, principalmente a Amneris cantada aqui por ninguém menos que a legendária Giulietta Simionatto, uma grande especialista no repertório. Se tiverem oportunidade, ouça-a em Um Baile de Máscaras e em Il Trvattore. Baixem, vale a pena.