quarta-feira, 26 de março de 2014

Joaquín Rodrigo (1901-1999) - Concierto de Aranjuez (for Guitar and Orchestra), Fantasia para un Gentilhombre (for Guitar and Small Orchestra), Canconeta (for Violin and String Orquesta), Invocation and Dance (for Guitar) etc

Já fazia um certo tempo que a música do espanhol Joaquín Rodrigo não aparecia por aqui. Rodrigo é um dos mais sensíveis compositores espanhóis de todos os tempos. Viveu praticamente um século. E a sua música traz aquele frescor do Mediterrâneo. Possui o cheiro do seu país; o calor da natureza da Espanha. O Concerto de Aranjuez e a Fantasia para un gentilhombre certamente são duas das peças mais belas compostas por ele. O famoso Concerto de Aranjuez, certamente, é uma das obras mais belas escritas no século XX. A reflexão do segundo movimento é de sensibilizar qualquer ser humano. Aqui temos essas obras regidas por Sir Neville Marriner e sua inseparável Academy St Matin-in-the-Fields. O solista é o famoso Pepe, da família Romero. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Joaquín Rodrigo (1901-1999) - 

Concierto de Aranjuez (for Guitar and Orchestra)
01. I. Allegro con spirito
02. II. Adagio
03. III. Allegro gentile

Fantasia para un Gentilhombre (for Guitar and Small Orchestra)
04. I. Villano y
05. II. Españoleta Y Fanfare De La Caballeria De Napoles
06. III. Danza de las hachas
07. IV. Canarios

Canconeta (for Violin and String Orquesta)
08. Canconeta (for Violin and String Orquesta)

Invocation and Dance (for Guitar)
09. I. Moderato
10. II. Allegro Moderato  Polo

Trois Petites Pieces (for Guitar)  Ya se van los pastores
11. Trois Petites Pieces (for Guitar)  Ya se van los pastores

Por Caminos de Santiago
12. Por Caminos de Santiago

Pequeña Sevillana
13. Pequeña Sevillana

Você pode comprar este disco na Amazon

Academy St Martin in the Fields
Sir Neville Marriner, regente
Pepe Romero, violão
Augustín Leon Pa, violino


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

Um comentário:

Dirceu Scarparo Vargas disse...

Gratificante.Não deixem de ouvir.
Grato Carlinus.Abraço do Dirceu.