sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Anton Bruckner (1824-1896) - Missa No. 3 em Fá menor para solistas, coro e orquestra (CD 12 de 12 - final)

Chegamos ao final de mais uma integral. Consegui realizar um intento que há muito alimentava: postar as sinfonias de Anton Bruckner. Saio desse lavor com a sensação de que desci do monte da transfiguração. Lá divisei anjos e querubins. Estive no Paraíso como Dante em A Divina Comédia. Ou como naquela história contada pela Bíblia, de quando Moisés desceu do Monte Sinai, onde estivera com Deus, tinha o rosto reluzente. Um brilho, um lume radiante, untava-lhe a face. Assim, estive com a música de Bruckner e ela me fez mais casto. Sua obra é densa, funda; obra para monges; para asceses catárticas. Como no simbolismo místico de Cruz e Sousa a qual afirma na poesia Música Misteriosa:

Tenda de Estrelas níveas, refulgentes,
Que abris a doce luz de alampadários,

As harmonias dos Estradivarius

Erram da Lua nos clarões dormentes...


Pelos raios fluídicos, diluentes

Dos Astros, pelos trêmulos velários,

Cantam Sonhos de místicos templários,

De ermitões e de ascetas reverentes...

Cânticos vagos, infinitos, aéreos

Fluir parecem dos Azuis etéreos,

Dentre os nevoeiros do luar fluindo...


E vai, de Estrela a Estrela, a luz da Lua,

Na láctea claridade que flutua,

A surdina das lágrimas subindo...


Ouçamos Bruckner e diluamos as imoralidades, os sacrilégios, as inverdades. Que o mundo escute Bruckner e seja curado dos seus desmazelos, de suas chagas purulentas; de sua lúxuria, de sua glutonaria pelas vaidades e seus repastos insossos. Sim! O último disco traz a maravilhosa Missa em Fá. É para ouvir e sentir-se beatificado. Subamos a montanha da música bruknereana e lá tenhamos um encontro com a prece e com a exaltação. Perdoem-me o afetamento. Mas a solidão e essa música imaculada "botam a gente comovido como o diabo" - Drummond. Boa apreciação!


Anton Bruckner (1824-1896) - Missa No. 3 em Fá menor para solistas, coro e orquestra
01. I - Kyrie. Moderato
02. II - Gloria. Allegro - Andante, mehr Adagio (sehr langsam)
03. III - Allegro - Moderato misterioso - Langsam - Largo -
04. IV - Sanctus. Moderato - Allegro
05. V - Benedictus. Allegro moderato - Allegro
06. VI - Agnus Dei. Andante - Moderato

Você pode comprar na Amazon

Philharmonischer Chor München
Sergiu Celibidache, regente
Margaret Price, soprano
Doris Soffel, alto
Peter Straka, tenor
Matthias Hölle, baixo

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante!


Nenhum comentário: