sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Jazz - Charlie Parker (1920-1955) - Complete Greatest Verve Bop Quintets

Eis o disco de uma lenda, um mito. Julguei estas informações da wikipédia bem relevantes: "Parker é comumente considerado um dos melhores músicos de jazz. Em termos de influência e impacto, sua contribuição foi tão significativa que Charles Mingus comentou que se Bird fosse vivo hoje, ele poderia pensar que estava vivendo em uma parede de espelhos. O talento de Bird é comparado, quase sem argumentos, com músicos lendários tais como Louis Armstrong e Duke Ellington. Sua reputação como um dos melhores saxofonistas é tal que alguns críticos dizem que ele é insuperável; o crítico de jazz Scott Yanow fala por muitos fãs do jazz e músicos, quando sugere que "Parker foi indubitavelmente o melhor saxofonista de todos os tempos."

Figura fundadora do bebop, a forma inovadora de Parker para melodia, ritmo e harmonia tem exercido uma incalculável influência no jazz. Varias canções de Parker tornaram-se standards do repertório do jazz, e inúmeros músicos têm estudado a música de Parker e absorvido elementos do seu estilo.

Parker tornou-se um ícone para a geração do Beat, e foi uma figura-chave no desenvolvimento conceptivo do jazz como um artista descompromissado e intelectual, ao invés de apenas um entretenedor popular. Por várias vezes, Parker fundiu o jazz com outros estilos musicais, do clássico (buscando estudar com Edgard Varese e Stefan Wolpe) à música latina (gravando com Machito), abrindo um caminho seguido mais tarde por outros.

Consumido pelo álcool e pelas drogas, Parker teve uma existência breve e trágica, que inspirou criadores como o escritor argentino Julio Cortázar (que se inspirou nele para delinear o personagem central do conto "O Perseguidor") e o cineasta Clint Eastwood (que recebeu seu primeiro Globo de Ouro com o filme "Bird", de 1988, estrelado por Forest Whitaker, o qual, por sua vez, levou o prêmio de melhor ator no Festival de Cannes graças a este trabalho).

A biografia de Parker contabilizou duas tentativas de suicídio e uma longa internação em um sanatório, antes de chegar ao fim, aos 34 anos -o estrago causado em seu corpo pela vida desregrada era tão grande que o legista atribuiu ao morto a idade de 65 anos. Faleceu em 12 de março de 1955. Encontra-se sepultado no Cemitério Lincoln, Kansas City, Missouri nos Estados Unidos".

Charlie Parker (1920-1955) -

01. Segment
02. Passport
03. Bloomdido
04. An Oscar For Treadwell
05. Mohawk
06. My Melancholy Baby
07. Leap Frog
08. Relaxin’ With Lee
09. Celebrity
10. Ballade
11. Au Privave
12. She Rote
13. K.C. Blues
14. Srat Eyes
15. Blues For Alice
16. Si Si
17. Swedish Schnapps
18. Back Home Blues
19. Lover Man
20. Passport
21. An Oscar For Treadwell
22. Mohawk
23. Relaxin With Lee

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef


2 comentários:

Anônimo disse...

thanks

Marcelo Lasta disse...

Sublime cd.Ayer vi a Forest Whitaker en Star Wars actuando,fabuloso una coronación de su carrera,lindo fin de semana Carlinus.