segunda-feira, 23 de março de 2015

Giovanni Battista Pergolesi (1710-1736) - Stabat Mater

Giovanni Battista Pergolesi é um daqueles casos de genialidade precoce ceifada pela natureza. Morreu muito cedo: aos 26 anos de idade de tuberculose; um prejuízo enorme para a história da música. É considerado por muitos como o pai da ópera cômica. No campo da música sacra, Pergolesi possui uma qualidade notável. Suas obras primam pelo grandioso, pelo imponente, pelo majestático; pelo intimismo comovedor, como podemos perceber em seu famoso Stabat Mater, ao meu modo de ver, um dos mais bonitos já escritos, junto com o de Haydn. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Giovanni Battista Pergolesi (1710-1736) - Stabat Mater

01. Duetto. Grave. 'Stabat Mater dolorosa'
02. Aria (Soprano). Andante amoroso. 'Cuius animam gementem'
03. Duetto. Larghetto. 'O quam tristis et afflicta'
04. Aria (Contralto). Allegro. 'Quae moerebat et dolebat'
05. Duetto. Largo - Allegro. 'Quis est homo, qui non fleret'
06. Aria (Soprano). A tempo giusto. 'Vidit suum dulcem natum'
07. Aria (Contralto). Andantino. 'Eia, Mater, fons amoris'
08. Duetto. Allegro. 'Fac, ut ardeat cor meum'
09. Duetto. A tempo giusto. 'Sancta Mater, istud agas'
10. Aria (Contralto). Largo. 'Fac, ut portem Christi mortem'
11. Duett. Allegro (ma non troppo). 'Inflammatus et accensus'
12. Duetto. Largo assai - Presto assai. 'Quando corpus morietur'

Você pode comprar este disco na Amazon

London Symphony Orchestra
Claudio Abbado, regente
Margaret Marshall, soprano
Lucia Valentini Terrani, contralto
Leslie Pearson, órgão

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Um comentário:

Al Reiffer disse...

O Stabat do Pergolesi não é UM dos mais bonitos, é, de longe, O mais bonito, o mais expressivo de todos. Está para os Stabat Maters assim como o Réquiem de Mozart está para os réquiens. Mesmo o de Haydn sendo muito bom, não tem a mesma intensidade emocional do de Pergolesi. Se Pergolesi tivesse composto somente este Stabat e mais nenhuma obra, para mim já seria um gênio.