sábado, 13 de setembro de 2014

Samuel Barber (1910-1981) - Cello Concerto, Op. 22, Cello Sonata, Op. 6 e Adagio for Strings, Op. 11

Excelente este disco. Traz duas das principais obras do compositor americano Samuel Barber para violoncelo - o seu Concerto para violoncelo e orquestra e sua Sonata para violoncelo. As interpretações são de impor respeito. O violoncelista Ralph Kirshbaum nos premia com uma interpretação expressiva e visceral. A regência fica a cargo do maestro finlandês Jukka-Pekka Saraste. A outra obra é o delicado e doloroso Adagio. Não sei o que passava pela cabeça de Barber ao compor a obra. Ele conseguiu reunir o que de mais denso e triste se pode conceber em matéria de poesia. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Samuel Barber (1910-1981) - 

Cello Concerto, Op. 22
01. I  Allegro moderato
02. II  Andante sostenuto
03. III  Molto allegro e appassionato

Cello Sonata, Op. 6
04.  I  allegro ma non troppo
05. II  Adagio
06. III  Allegro appassionato

Adagio for Strings, Op. 11
07. Adagio for Strings, Op. 11

Você pode comprar este disco na Amazon

Scottish Chamber Orchestra
Jukka-Pekka Saraste, regente
Ralph Kirshbaum, cello
Roger Vignoles, piano

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua particpação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

Um comentário:

Dirceu Scarparo Vargas disse...

O primeiro contato que tive com o Adágio para Cordas de Samuel Barber foi no filme Platoon de Oliver Stone, ganhador do Oscar de melhor filme e diretor em 1986.
As cenas marcantes do filme somado ao Adagio me fizeram chorar dentro do cinema.
Foi uma experiência que nunca mais esquecerei.Revi o filme várias vezes e a emoção continuava.
Sem dúvida, é uma das páginas mais comoventes da história da música. Grato.Abraço do Dirceu.