quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Frédéric Chopin (1810-1849) - Polonaise In A-Flat, Op. 53 'Heroic', Nocturne In B, Op. 62, No. 1, Fantaisie In F Minor, Op. 49 etc

Muito bom ouvir a música de Chopin! O compositor polonês era um turbilhão de emoções e lirismo. Ia fundo. Mergulhava em regiões escuras e delicadas da alma. Percebia com grande desenvoltura aquilo que precisamos para sentir a capacidade se sermos humanos. Não gostei da seleção realizada neste disco. Todavia, o material é bom! Vale ouvir. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Frédéric Chopin (1810-1849) -

01. Polonaise In A-Flat, Op. 53 'Heroic'
02. Nocturne In B, Op. 62, No. 1
03. Fantaisie In F Minor, Op. 49
04. Etude in E Minor, Op. 25, No. 11 'Winter Wind'
05. Etude In E, Op. 10, No. 3
06. Ballade No. 3 In A-Flat, Op. 47
07. Waltz In C-Sharp Minor, Op. 64, No. 2
08. Scherzo No. 3 In C-Sharp Minor, Op. 39
09. Barcarolle, Op. 60 in F-sharp
10. Waltz, Op. 64, No. 1 in D-flat

Van Cliburn, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Béla Bartók (1881-1945) - Violin Concerto No. 1 Sz, Op. 36 e Violin Concerto No. 2, Sz., Op. 112

Discaço, meus amigos, do selo Naxos! Mais um! O disco nos apresenta os concertos número 1 e número 2, de Bartók. São verdadeiras joias lapidadas. Uma demonstração exata da genialidade daquele que foi um dos maiores compositores do século XX. Certamente, o Concerto no. 2 é a grande obra do disco. É denso, avassalador, típico da escrita bartokiana. Ele foi produzido entre os anos de 1938 e 1939. Foi escrito em um momento bastante complexo da vida do compositor. O fascismo e nazismo ganhavam uma força avassaladora na Europa. Bartok tinha uma posição abertamente anti-nazi-fascista. Acabou sendo perseguido por conta disso. Apesar do momento turvo, a obra esbanja otimismo e beleza bem ao seu estilo. Já o Concerto número 1, também complexo e engenhoso, foi escrito nos anos de 1907 e 1908. Bartok era ainda um jovem e audacioso compositor quando o escreveu. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Béla Bartók (1881-1945) -

01. Violin Concerto (No. 1), Sz. 36, BB 48a_ I. Andante sostenuto
02. Violin Concerto (No. 1), Sz. 36, BB 48a_ II. Allegro giocoso
03. Violin Concerto (No. 2) in B minor, Sz. 112, BB 117_ I. Allegro con troppo
04. Violin Concerto (No. 2) in B minor, Sz. 112, BB 117_ II. Andante tranquillo
05. Violin Concerto (No. 2) in B minor, Sz. 112, BB 117_ III. Allegro molto

National Polish Radio Symphony Orchestra (Katowice)
Antoni Wit, regente
Gyorgy Pauk, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Antonio Rosetti (1750-1792) - Oboe Concertos, Symphonies

O disco abaixo é um verdadeiro espetáculo. É música clássica em sentido estrito do mais alto teor. Rosetti é uma entusiasta.  Já andei postando por aí algum disco desse fabuloso compositor contemporâneo de Mozart e Haydn. Apesar da italianização do nome, Antonio Rosetti foi um compositor checo de nascimento. Seu nome  era Franz Anton Rosler, tendo mudado quando passou a morar na Itália. Rosetti escreveu inúmeras sinfonias. Encontramos duas delas aqui. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação! 

Antonio Rosetti (1750-1792) -

01. Concerto for Oboe & Orchestra in C major, C29 - I. Allegro assai
02. Concerto for Oboe & Orchestra in C major, C29 - II. Adagio poco Andante
03. Concerto for Oboe & Orchestra in C major, C29 - III. Rondeau. Allegretto
04. Symphony in F major, A32 - I. Grave - Allegro assai
05. Symphony in F major, A32 - II. Andante ma Allegretto
06. Symphony in F major, A32 - III. Presto non tanto
07. Concerto for Oboe & Orchestra in C major, C30 - I. Allegro
08. Concerto for Oboe & Orchestra in C major, C30 - II. Adagio
09. Concerto for Oboe & Orchestra in C major, C30 - III. Rondeau. Allegro
10. Symphony in D major, A16 - I. Allegro assai
11. Symphony in D major, A16 - II. Andante gracioso ma un poco Vivace
12. Symphony in D major, A16 - III. Presto

Zürcher Kammerorchester
Johannes Moesus, diretor
Kurt W. Meier, oboé

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

Nicola Porpora (1686-1768) - Violin Sonatas

Curiosamente, o compositor italiano Nicola Giacinto Porpora surge por aqui pela primeira vez. Ele foi um baita compositor, tendo ficado bastante famoso ao seu tempo pela escrita de inúmeras óperas. Porpora é mais conhecido por ter sido professor de Joseph Haydn. Neste disco, de beleza e elegância únicas, encontramos algumas de suas sonatas para violino e cravo. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Nicola Porpora (1686-1768) -

01. Sonata VI in C major _ Adagio
02. Fuga Diatonico Enarmonico Cromatico
03. Aria. Cantabile
04. Allegro
05. Sonata XI in D major _ Moderato
06. Presto
07. Lento
08. Allegro
09. Sonata V in G minor _ Adagio
10. Fuga
11. Adagio
12. Allegro
13. Sonata VIII in C major _ Adagio
14. Allegretto
15. Adagio
16. Allegro
17. Sonata II in G major _ Sostenuto
18. Fuga
19. Aria cantabile
20. Allegro
21. Sonata XII in D minor_ Sostenuto
22. Vivace
23. Lento
24. Allegro

Anton Steck, violin
Christian Rieger, Pedal Harpsichord

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef



domingo, 15 de janeiro de 2017

Gabriel Fauré (1845-1924) - Piano Quartet No.1 in C minor, Op.15, Piano Trio in D minor, Op.120, Pavane, Op.50 etc

Postagem de final de noite! As principais obras do disco são camerísticas - o Quarteto para piano No. 1 e o Trio para piano em Ré. São bem características da linguagem faureriana. Gabriel Fauré foi um prolífico e talentoso compositor francês, precursor da linguagem de Debussy e Ravel. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Gabriel Fauré (1845-1924) -

01. Piano Quartet No.1 in C minor, Op.15 - I. Allegro molto moderato
02. Piano Quartet No.1 in C minor, Op.15 - II. Scherzo Allegro vivo
03. Piano Quartet No.1 in C minor, Op.15 - III. Adagio
04. Piano Quartet No.1 in C minor, Op.15 - IV. Allegro molto
05. Piano Trio in D minor, Op.120 - I. Allegro
06. Piano Trio in D minor, Op.120 - II. Andantino
07. Piano Trio in D minor, Op.120 - III. Allego vivo
08. Pavane, Op.50
09. Vocalise-Etude
10. Sicilienne, Op.78

Kungsbacka Piano Trio

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

Leos Janácek (1854-1928) - String Quartets Nos. 1 e 2; Bohuslav Martinu (1890-1959) - String Quartet No.3

Dois dos mais importantes compositores do leste europeu. São daqueles gênios profundos, que tinham plena consciência daquilo que faziam. Estamos falando de dois compositores checos Leos Janacek e Bohuslav Martinu, que mergulharam, sobretudo o primeiro, na pesquisa e no estudo das feições folclóricas do seu país. O disco traz três quartetos de cordas - dois de Janacek e, um, de Martinu. São espetaculares! Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Janacek  String Quartet No.1 - I. Adagio - Con moto
02. Janacek  String Quartet No.1 - II. Con moto
03. Janacek  String Quartet No.1 - III. Con moto
04. Janacek  String Quartet No.1 - IV. Con moto
05. Janacek  String Quartet No.2 - I. Andante - Allegro
06. Janacek  String Quartet No.2 - II. Adagio
07. Janacek  String Quartet No.2 - III. Moderato
08. Janacek  String Quartet No.2 - IV. Allegro
09. Martinu  String Quartet No.3 - I. Allegro
10. Martinu  String Quartet No.3 - II. Andante
11. Martinu  String Quartet No.3 - III. Vivo

Doric String Quartet

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

sábado, 14 de janeiro de 2017

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Quatuor a cordes en la mineur op. 132

Espero que ninguém reclame de mais um Beethoven. O disco traz um dos quartetos de cordas do mestre Beethoven - o de número 15. Talvez seja um dos mais revolucionários da história. É uma obra bela, humana, desafiadora, bem ao estilo Beethoven. Quem executa este quarteto com cinco movimentos é Brandis-Quartett. Não deixe ouvir. Uma boa apreciação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) -

Quatuor a cordes en la mineur op. 132
01 - Assai sostenuto. Allegro
02 - Allegro ma non tanto
03 - Molto adagio
04 - Alla marcia, assai vivace
05 - Allegro appasionato

Brandis-Quartett
Thomas Brandis, 1st violin
Peter Brem, 2nd violin
Wilfried Strehle, viola
Wolfgang Boettcher, cello

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Piano Concerto No. 3 in C minor, Op.37 e Piano Concerto No. 5 in E-flat major, Op.73 'Emperor'

Os cinco concertos para piano de Beethoven são referências. Isso é indubitável. Escutá-los é sempre um motivo para grande alegria. É um motivo de grande prazer para todo amante da boa música. Neste disco excelente, temos dois dos concertos do mestre - os de número 3 e 5, interpretados por Rudolf Serkin, sob a regência de Leonard Bernstein. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) -

01. Piano Concerto No. 3 in C minor, op.37 - 1. Allergo con brio
02. Piano Concerto No. 3 in C minor, op.37 - 2. Largo
03. Piano Concerto No. 3 in C minor, op.37 - 3. Rondo. Allegro
04. Piano Concerto No. 5 in E-flat major, op.73 'Emperor' - 1. Allergo
05. Piano Concerto No. 5 in E-flat major, op.73 'Emperor' - 2. Adagio un poco moto
06. Piano Concerto No. 5 in E-flat major, op.73 'Emperor' - 3. Rondo. Allegro
07. Piano Sonata No. 8 in C minor, op.13 'Pathetique' - 3. Rondo. Allegro

New York Philharmonic
Leonard Bernstein, regente
Rudolf Serkin, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Anton Bruckner (1824-1896) - Symphonies 8 & 9 (CDs 4, 5 e 6 - final)

Vamos aos últimos três discos da caixa. Os três últimos discos trazem duas das mais poderosas sinfonias do repertório bruckeneriano. Há quem diga que a principal, a mais poderosa Sinfonia do compositor, seja a número 8. Outros, ficam com os poderes emblemáticos da Nona (a minha sinfonia estimada é a Quarta). Aqui as duas - Oitava e Nona -  ganham uma versão cuidadosa e relevante com Günter Wand. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Anton Bruckner (1824-1896) -

DISCO 04

01. Symphony No. 8 In C Minor (Original Version) - 1. Allegro Moderato
02. Symphony No. 8 In C Minor (Original Version) - 2. Scherzo - Allegro Moderato

DISCO 05

01. III.Adagio. Feierlich langsam, doch nicht schleppend
02. IV.Finale Feierlich, nicht schnell

DISCO 06

01. Bruckner.Sinfonie Nr.9 d-moll£ºI. Feierlich, misterioso
02. Bruckner.Sinfonie Nr.9 d-moll£ºII. Scherzo£ºBewegt, lebhaft¨CTrio£ºSchnell
03. Bruckner.Sinfonie Nr.9 d-moll£ºIII. Adagio£ºLangsam, feierlich

Berliner Philharmoniker
Günter Wand, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

Johannes Brahms (1833-1897) - String Sextet No. 1 in B flat major, Op. 18 e String Sextet No. 2 in G major, Op. 36

Discaço! O volume nos apresenta os dois sextetos para cordas de Brahms. É uma música esfuziantemente bela. Repleta de uma beleza vital. O primeiro sexteto foi escrito nos anos de 1859 e 1850. Já o segundo foi escrito nos anos de 1864 e 1865. São obras de um Brahms relativamente jovem, grávido de intuições promissoras. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1897) -

String Sextet No. 1 in B flat major, Op. 18
01. I Allegro ma non troppo
02. II. Andante ma moderato
03. III. Scherzo Allegro molto
04. IV. Rondo Poco allegretto e grazioso

String Sextet No. 2 in G major, Op. 36
04. I. Allegro non troppo
06. II. Scherzo Allegro non troppo
07. III. Poco adagio
08. IV. Poco allegro

The Nash Ensemble

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Olivier Messiaen (1908-1992) - Méditations sur le mystère de la Sainte Trinité

Esta semana tenho postado alguns compositores mais próximos do nosso tempo. Não fiz voluntariamente. De repente aconteceu. Hoje, temos a música mística de Olivier Messiaen. O disco traz uma obra escrita para órgão - Meditações sobre o mistério da Santa Trindade (tradução livre). Não havia escutado ainda. Possui uma densidade sublime. Exige mais que um exercício auditivo. É necessário ficar quieto para ouvir. O órgão possui uma força magnética e espiritual. Por isso, penso que obras para órgão não podem ser ouvidas de qualquer forma. É preciso um momento adequado, especial. Não deixe de fazê-lo. Uma boa apreciação!

Olivier Messiaen (1908-1992) -

01. Méditations sur le mystère de la Sainte Trinité No. 1, Le Père inengendré
02. Méditations sur le mystère de la Sainte Trinité No. 2, La sainteté de Jésus-Christ
03. Méditations sur le mystère de la Sainte Trinité No. 3, La relation réelle en Dieu est réellement identique à l’essence
04. Méditations sur le mystère de la Sainte Trinité No. 4, Je suis, je suis!
05. Méditations sur le mystère de la Sainte Trinité No. 5, Dieu est immense, éternel, immuable - Le souffle de l’Esprit - Dieu est amour
06. Méditations sur le mystère de la Sainte Trinité No. 6, Le Fils, Verbe et Lumière
07. Méditations sur le mystère de la Sainte Trinité No. 7, Le Père et le Fils aiment, par le Saint Esprit, eux-mêmes et nous
08. Méditations sur le mystère de la Sainte Trinité No. 8, Dieu est simple
09. Méditations sur le mystère de la Sainte Trinité No. 9, Je suis celui qui suis

Colin Andrews, órgão

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

Jazz - Hank Mobley ( ) - Curtain Call

Semana passada, postei um disco com o mesmo Hank Mobley. Hoje, o grande jazzista surge novamente. Colhi algumas informações de preenchimento de curiosidade: " [Hank Mobley] foi um saxofonista tenor e compositor americano de hard bop e soul jazz. Mobley foi descrito por Leonard Feather como o "campeão de pesos médios do saxofone tenor" ("middleweight champion of the tenor saxophone"), uma metáfora usada para descrever o seu tom que era nem agressivo como o de John Coltrane nem aveludado como o de Stan Getz. Adicionalmente, o seu estilo tornou-se relaxado, subtil e melódico, especialmente em contraste com músicos como Sonny Rollins e Coltrane. A critica Stacia Proefrock defende que ele é um dos musicos mais subvalorizados da época Bop ("one of the more underrated musicians of the bop era")". Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01 - Don't Get Too Hip
02 - Curtain Call
03 - Deep In A Dream
04 - The Mobe
05 - My Reverie
06 - On The Bright Side

 Hank Mobley, tenor saxophone
 Kenny Dorham, trumpet
 Sonny Clark, piano
 Jimmy Rowser, bass
 Art Taylor, drums

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Krzystof Penderecki (1933 - ) - Symphony No. 8, Dies Irae & Aus den Psalmen Davids

Mais um baita disco de Penderecki, mais um disco da Naxos - com Antoni Wit. O disco traz três obras bem sintomáticas do compositor polonês. A Sinfonia número 8 é do ano de 2005. É uma reunião de poemas alemães. Trata-se de uma sinfonia coral. O Dies Irae é de uma período mais antigo - 1965. Penso que seja a obra mais robusta do disco. É tenebrosa em vários momentos e isso é o selo de qualidade do compositor. O Aus den Psalmen Davids é do ano de 1958. Não deixe de ouvir este disco sensacional. Uma boa apreciação!

Krzystof Penderecki (1933 - ) -

01. Symphony No. 8, 'Lieder der Verganglichkeit' - Nachts
02. Symphony No. 8, 'Lieder der Verganglichkeit' - Ende des Herbstes (1. Strophe)
03. Symphony No. 8, 'Lieder der Verganglichkeit' - Bei einer Linde
04. Symphony No. 8, 'Lieder der Verganglichkeit' - Flieder
05. Symphony No. 8, 'Lieder der Verganglichkeit' - Fruhlingsnacht
06. Symphony No. 8, 'Lieder der Verganglichkeit' - Ende des Herbstes (2. Strophe)
07. Symphony No. 8, 'Lieder der Verganglichkeit' - Sag' ich's Euch, geliebte Baume_
08. Symphony No. 8, 'Lieder der Verganglichkeit' - Im Nebel
09. Symphony No. 8, 'Lieder der Verganglichkeit' - Verganglichkeit
10. Symphony No. 8, 'Lieder der Verganglichkeit' - Ende des Herbstes (3. Strophe)
11. Symphony No. 8, 'Lieder der Verganglichkeit' - Herbsttag
12. Symphony No. 8, 'Lieder der Verganglichkeit' - O gruner Baum des Lebens
13. Dies irae - Lamentatio
14. Dies irae - Apocalypsis
15. Dies irae - Apotheosis
16. Aus den Psalmen Davids - I. Psalm 28 (27)
17. Aus den Psalmen Davids - II. Psalm 30 (29)
18. Aus den Psalmen Davids - III. Psalm 43 (42)
19. Aus den Psalmen Davids - IV. Psalm 143 (142)

Warsaw National Philharmonic Choir and Orchestra
Antoni Wit, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

Modest Mussorgsky (1839-1881) - Pictures At An Exhibition & Piotr Tchaikovsky (1840-1893) - Swan Lake Suite, Op.20a

Este disco foi lançado no final do ano passado. O disco em um primeiro momento gera um certo otimismo, uma curiosidade inevitável: (1) por trazer a música inspirada e necessariamente envolvente de Mussorgsky, uma obra imortal sob vários pontos de vista; e (2) por ter envolvido o nome do regente venezuelano Gustavo Dudamel. O jovem e talentoso regente é uma estrela por onde quer que passe. Neste disco ele conduz a Filarmônica de Viena. Todavia, do auge de minha simplicidade mais tocante, confesso que faltou inspiração à condução do grande maestro. Foi preterida uma força gravitacional mais densa, mais pesada, como na gravação do Stokowski ou do Celibidache, ambas já postadas por aqui. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Pictures At An Exhibition  Promenade I
02. Pictures At An Exhibition  Gnomus
03. Pictures At An Exhibition  Promenade II
04. Pictures At An Exhibition  The Old Castle
05. Pictures At An Exhibition  Promenade III
06. Pictures At An Exhibition  Tuileries Gardens
07. Pictures At An Exhibition  Bydlo
08. Pictures At An Exhibition  Promenade IV
09. Pictures At An Exhibition  Ballet Of The Unhatched Chicks
10. Pictures At An Exhibition  Samuel Goldenberg und Schmuÿle
11. Pictures At An Exhibition  The Market At Limoges
12. Pictures At An Exhibition  Catacombae (Sepulchrum Romanum)
13. Pictures At An Exhibition  Cum Mortuis In Lingua Mortua
14. Pictures At An Exhibition  The Hut On Chicken's Legs
15. Pictures At An Exhibition  The Great Gate Of Kiev
16. Mussorgsky Night On Bald Mountain
17. Swan Lake Suite, Op.20a  2. Waltz

Wiener Philharmoniker
Gustavo Dudamel, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Nikolay Roslavets (1881-1944) - Violin Concerto No. 1 e Violin Concerto No. 2

Nikolay Roslavets foi um compositor russo, que fez uma significativa contribuição à música moderna do seu país. Nascido na zona rural, Roslavets foi um ardoroso autodidata, mais tarde vindo a estudar e a desenvolver a sua técnica no Conservatório de Moscou. Ainda como estudante desenvolveu um estilo bastante heterodoxo para os padrões da música russa, o que o aproximava de Schoenberg, sem que que tivesse encontrado com este uma única vez. Neste disco, encontramos os dois concertos para violino, interpretados pela bela Alina Ibragimova. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Nikolay Roslavets (1881-1944) - 

Violin Concerto No. 1
01 - I. Allegretto grazioso. Cadenza
02 - II. Adagio sostenuto
03 - III. Allegro moderato, risoluto

Violin Concerto No. 2
04 - I. Allegro moderato
05 - II. Adagio
06 - III. Finale: Allegro giocoso

BBC Scottish Symphony Orchestra
Ilan Volkov, regente
Alina Ibragimova, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

George Enescu (1881-1955) - Ouverture de concert, Op.32 & Symphony No.3, Op.21

Disco de qualidade excelente! Traz duas obras de um dos mais criativos e geniais compositores do século passado, o romeno George Enescu. A Ondine, sob a condução de Hannu Lintu, andou gravando as três sinfonias do grande músico. A Sinfonia número 3 foi escrita entre os anos de 1916 e 1918. Mas penso que o Op. 32 seja a principal obra do disco. Deve ser afirmar ainda que Enescu teve uma preocupação sensível em trabalhar os elementos folclóricos de sua terra. É o que pode ser observar em suas deliciosas Rapsódias Romenas, com destaque para a número 1. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

George Enescu (1881-1955) -

01. Ouverture de concert, Op.32
02. Symphony No.3, Op.21 - I. Moderato, un poco maestoso
03. Symphony No.3, Op.21 - II. Vivace, ma non troppo
04. Symphony No.3, Op.21 - III. Lento, ma non troppo

Tampere Philharmonic Orchestra
Tampere Philharmonic Choir
Hannu Lintu, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Magnus Lindberg (1958 - ) - Al largo, Cello Concerto No.2 e Era

Este disco traz obras escritas recentemente - Al Largo (2009-10), Cello Concerto No. 2 (2013) e Era (2012) - por Magnus Lindberg. Magnus Lindberg é um compositor finlandês. O compositor está entre os nomes mais importantes da música europeia atual.  Al largo foi escrita em homenagem à Filarmônica de Nova York. Há a presença ainda do Concerto para violoncelo, obra cuja estrutura apresenta três movimentos. Já Era, foi escrita sob encomenda da Royal Concertgebouw Orchestra, quando a poderosa orquestra holandesa completou 125 anos de existência. Não deixe de ouvir o disco. Uma boa apreciação!

Magnus Lindberg (1958 - ) - 

01. Al largo
02. Cello Concerto No.2
03. Cello Concerto No.2 2nd Movement
04. Cello Concerto No.2 3rd Movement
05. Era

Finnish Radio Symphony Orchestra
Hannu Lintu, regente
Anssi Karttunen, cello

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Piotr I. Tchaikovsky (1840-1893) - Symphony No. 5 in E minor, Op. 64, The Storm, Op. 76


Certamente, a Sinfonia de número 5, de Tchaikovsky, é uma das obras que mais escutei em minha vida. Talvez, seja a Sinfonia do compositor de que mais gosto. Ela foi escrita em aproximadamente três meses - entre maio e agosto de 1888, cinco anos antes da morte do compositor. Mais um disco do selo Naxos. Este é o último da série. A regência fica a cargo do sempre excelente Antoni Wit. Uma boa apreciação!

Piotr I. Tchaikovsky (1840-1893) -

01. Andante - allegro con anima
02. Andante cantabile, con alcuna licenza
03. Valse_ Allegro moderato
04. Finale_ Andante maestoso - Allegro vivo
05. La Tempête Ouverture en mi M Op. 76

Polish National Radio Symphony Orchestra
Antoni Wit, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

domingo, 8 de janeiro de 2017

Joseph Haydn (1732-1809) - Cello Concerto in C, Cello Concerto in D, Sinfonia Concertante in B-Flat

Um disco com uma sonoridade espetacular. Penso que o Concerto para violoncelo em C, de Haydn, seja um dos mais belos já escritos na história da música. Haydn foi um mestre das melodias atraentes. Um mestre diligente e disciplinado que escrevia com uma facilidade incrível. O disco traz os dois concertos para violoncelo do compositor austríaco. Steven Isserlis, junto Sir Roger Norrington, imprimem um ritmo mais rápido à interpretação das obras. O resultado é um material que esbanja qualidade e a demonstração da técnica do grande violoncelista.

Joseph Haydn (1732-1809) -

01. Cello Concerto in C - I. Moderato
02. Cello Concerto in C - II. Adagio
03. Cello Concerto in C - III. Finale- Allegro molto
04. Adagio cantabile in G from Symphony No.13
05. Cello Concerto in D - I. Allegro moderato
06. Cello Concerto in D - II. Adagio
07. Cello Concerto in D - III. Allegro
08. Sinfonia Concertante in B-Flat - I. Allegro
09. Sinfonia Concertante in B-Flat - II. Andante
10. Sinfonia Concertante in B-Flat - III. Allegro con spirito

Chamber Orchestra of Europe
Sir Roger Norrington, regente
Steven Isserlis, cello

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Anton Bruckner (1824-1896) - Symphonies 4, 5 & 7 (CDs 1, 2 e 3 de 6)

O Bruckner de Günter Wand é bastante respeitado. Sobre isso não há muita dúvida. Wand foi um maestro alemão, morto em 1902, que ao longo da longa carreira de 65 anos, colecionou uma quantidade considerável de prêmios. Nesta caixa pelo selo RCA, encontramos aquelas que são as sinfonias substanciais de Bruckner, para qual os adjetivos são insuficientes. Há compositores que focam a sua atenção em meteoritos; outros, em sistemas. Já Bruckner foca a sua atenção em galáxias inteiras. É ouvir com todos os sentidos o resultado desses magníficos trabalhos, fruto da credulidade assombrada e reverente do compositor austríaco. Não deixe deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Anton Bruckner (1824-1896) - 

DISCO 01

01. Chapter 1 Bewegt, nicht zu schnell
02. Chapter 2 Andante quasi Allegro
03. Chapter 3 Scherzo _ Bewegt ; Trio _ Nicht zy schnell, Keinesfalls schleppend
04. Chapter 4 Finale _ Bewegt, doch nicht zu schnell

DISCO 02

01. - 1 _ Introduction (Adagio) - Allegro
02. - 2 _ Adagio (Sehr langsam)
03. - 3 _ Scherzo. Molto vivace (Schnell)
04. - 4 _ Finale. Adagio - Allegro moderato

DISCO 03

01. Symphony No.7 -  I.Allegro Moderato
02. Symphony No.7 -  II.Adagio. Sehr feierlich und sehr langsam
03. Symphony No.7 -  III.Scherzo. Sehr Schnell
04. Symphony No.7 -  IV.Finale. Bewegt, doch nicht zu schnell

Berliner Philharmoniker
Günter Wand, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2
BAIXAR AQUIparte3

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

sábado, 7 de janeiro de 2017

György Ligeti (1923-2006) - Piano Concerto, Cello Concerto & Chamber Concerto

O húngaro György Ligeti foi uma figura revolucionária. A sua música parece simbolizar "a decomposição" de uma era. Era uma expressão de sua capacidade de perceber os movimentos do seu tempo. Ele se reinventou como compositor muitas vezes. Este disco está bastante fresco. Foi lançado no início deste ano. Não consigo ouvir Ligeti sem me lembrar do filme 2001: Uma odisseia no espaço. A música do compositor fornece uma feição mágica à obra do Kubrik. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

György Ligeti (1923-2006) -

01. Cello Concerto : I. — -
02. Cello Concerto : II. — -
03. Chamber Concerto : I. Corrente
04. Chamber Concerto : II. Calmo - sostenuto -
05. Chamber Concerto : III. Movimento preciso e meccanico
06. Chamber Concerto : IV. Presto
07. Melodien : Melodien -
08. Piano Concerto : I. Vivace molto ritmico e preciso
09. Piano Concerto : II. Lento e deserto - Joonas Ahonen
10. Piano Concerto : III. Vivace cantabile - Joonas Ahonen
11. Piano Concerto : IV. Allegro risoluto, molto ritmico -
12. Piano Concerto : V. Presto luminoso - Joonas Ahonen

BIT20 Ensemble
Baldur Bronnimann, 
Christian Poltera, cello
Joonas Ahonen, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Piano Concertos Nos. 9 & 19

Carl Schuricht foi uma verdadeira lenda da regência. Nasceu na Alemanha. Seu pai era um músico construtor de órgãos. Schuricht ficou órfão de pai ainda cedo. Também ainda muito cedo, começou a estudar piano e violino, mostrando uma grande desenvoltura. Mais tarde, dedicou-se ao estudo do piano. Mas, foi para a regência que ele inclinou a carreira. Começou a fazer turnês, vindo a se tornar um nome respeitado. Estas gravações de dois dos concertos de Mozart foram realizadas nos anos cinquenta do século passado, ao lado de outra lenda, Clara Haskil. Apesar da distância histórica, a qualidade da gravação é excelente. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 

01. Klavierkonzert No. 09 in Es-Dur - 1. Allegro
02. Klavierkonzert No. 09 in Es-Dur - 2. Andantino
03. Klavierkonzert No. 09 in Es-Dur - 3. Rondo_ Presto
04. Klavierkonzert No. 19 in F-Dur - 1. Allegro
05. Klavierkonzert No. 19 in F-Dur - 2. Allegretto
06. Klavierkonzert No. 19 in F-Dur - 3. Allegro Assai

Radio-Sinfonieorchester Stuttgart
Carl Schuricht, regente
Clara Haskil, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

Piotr. I Tchaokovsky (1840-1893) - Concerto for violin and Orchestra in D major, Op. 35 & Sérénade Mélancolique in B flat minor, Op. 26

Mais um Tchaikovsky! O disco traz duas obras apaixonantes do compositor russo. No disco encontramos o belíssimo Concerto para violino, um dos mais belos que existem. Está no meu top five. A gravação é resultado da parceria Maazel/Kremer, dois músicos que se estabeleceram no panteão estrelas do século XX. Infelizmente, Maazel já se foi. Kremer ainda está vivo. Uma geração sensacional que "se dissipa" pouco a pouco. Gravação da década de 80. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Piotr. I Tchaikovsky (1840-1893) -

01. Violinkonzert D-dur op.35 - I.Allegro moderato
02. Violinkonzert D-dur op.35 - II.Andante - Canzonetta
03. Violinkonzert D-dur op.35 - III.Finale - Allegro vivacissimo
04. Serenade melancolique b-moll op.26

Berliner Philharmoniker
Lorin Maazel, regente
Gidon Kremer, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Piotr I. Tchaikovsky (1840-1893) - Symphony No. 3 in D major, Op. 29 - "Polish" e La Tempête Op. 18

Para finalizar as postagens do dia, segue mais um disco da Naxos como eu havia falado há alguns dias atrás. Mais uma espetacular interpretação de Antoni Wit, o maestro polivalente, que nunca vi a face, mas que é onipresente nas gravações pelo selo Naxos. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Piotr I. Tchaikovsky (1840-1893) -

Symphony No. 3 in D major, Op. 29 - "Polish"

01. Introduzione e Allegro
02. Alla tedesca_ Allegro moderato e semplice
03. Andante elegiaco
04. Scherzo_ Allegro vivo
05. Finale_ Allegro con fuoco

La Tempête Op. 18
06. La Tempête Op. 18

Polish National Radio Symphony Orchestra
Antoni Wit, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

Jazz - Hank Mobley (1930-1986) - Newark (1953)

Não fiz uma busca, mas acredito que este seja o segundo disco de Hank Mobley que posto no blog. Mobley nasceu na Geórgia em 1930 e aqui vemos o homem em uma apresentação no ano de 1953. Dizem que começou a tocar por causa de uma doença. Como havia ficado doente aos dezesseis anos e não tinha nada para fazer, um tio comprou um saxofone para que o jovem Mobley "matasse" o tempo. O resultado foi a revelação de um músico prodígio com uma desenvoltura como poucos tiveram na história do jazz. Não deixe de ouvir este disco. Uma boa apreciação!

Hank Mobley (1930-1986) - Newark (1953)


DISCO 01

01 - Ow
02 - There's A Small Hotel
03 - Ballad Medley
04 - All The Things You Are
05 - Jumpin' With Symphony Sid

DISCO 02

01 - Announcements
02 - Lullaby Of Birdland
03 - Embraceable You
04 - Keen And Peachy
05 - Pennies From Heaven
06 - Blues Is Green
07 - 'S Wonderful

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!


Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Sergei Rachmaninov (1873-1943) - Symphony No. 2 in E Minor, Op. 27

Sergei Rachmaninoff ou, simplesmente, Rachmaninov, uma das formas possíveis da escrever o seu nome, produziu três ótimas sinfonias ao longo da vida como compositor. Confesso que já tive dificuldades em ouvi-las. Mas com o tempo passei a considerá-las. O fato é que muitos já fizeram críticas a Rach, chamando-o de compositor artificial. É o problema do crítico, que não escreve nada e ganha a vida "atirando pedras nos outros". O que é inconteste é o aumento pelo respeito à música de Rachmaninov na segunda metade do século XX. Das três sinfonias escritas por ele, coloca a número 1 como a minha predileta; em seguida vem a Número 3; e, por último, a Número 2, que aparece no presente disco - uma gravação ao vivo realizado em 2010. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Sergei Rachmaninov (1873-1943) -

01 - Symphony No. 2 in E Minor, Op. 27 - I. Largo - Allegro moderato
02 - Symphony No. 2 in E Minor, Op. 27 - II. Allegro molto
03 - Symphony No. 2 in E Minor, Op. 27 - III. Adagio
04 - Symphony No. 2 in E Minor, Op. 27 - IV. Allegro vivace

Royal Concertgebouw Orchestra
Mariss Jansons, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

Jazz - Lee Morgan (1938-1972) - Lee Morgan (Last Album) (1971)

Mais um disco de Lee Morgan! E trata-se do último disco gravado por ele, um ano antes do crime do qual foi vítima. O disco traz apenas a sua fotografia e sua assinatura. Na foto, ele está parecendo fisicamente com Chico Science, líder do saudoso grupo pernambucano Chico Science e Nação Zumbi, uma das joias surgidas na música popular brasileira, no final do anos noventa. Percebe-se neste disco "um salto à frente". Morgan já "flertava" com o fusion. Percebe-se isso na última faixa - Inner Passion-Out. Mas há o bom e velho bop. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Lee Morgan (1938-1972) -

01 - Capra Black
02 - In What Direction Are You Headed
03 - Angela
04 - Croquet Ballet
05 - Inner Passion-Out


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Sergei Prokofiev (1891-1953) - Piano Concerto No.3, Op.26, Piano Concerto No.1, Op.10 e Piano Concerto No.4, Op.53

Mais um Prokofiev! Espero que não se enfadem. É que Prokofiev é viciante! No presente disco, que saiu o ano passado, encontramos três dos concertos do russo. O número 1 é do ano de 1911, quando Prokofiev possuía vinte anos de idade; o Terceiro é do ano de 1917; e o Quarto é do ano de 1931. Certamente, o mais famoso é o número 3, que apareceu por aqui a semana passada com a dupla Järvi/Gutiérrez. Dessa vez, temos o pessoal lá da Finlândia. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Sergei Prokofiev (1891-1953) -

01. Piano Concerto No.3, Op.26 - I. Andante. Allegro
02. Piano Concerto No.3, Op.26 - II. Tema con variazioni
03. Piano Concerto No.3, Op.26 - III. Allegro, ma non troppo
04. Piano Concerto No.1, Op.10 - I. Allegro brioso
05. Piano Concerto No.1, Op.10 - II. Andante assai
06. Piano Concerto No.1, Op.10 - III. Allegro scherzando
07. Piano Concerto No.4, Op.53 - I. Vivace
08. Piano Concerto No.4, Op.53 - II. Andante
09. Piano Concerto No.4, Op.53 - III. Moderato
10. Piano Concerto No.4, Op.53 - IV. Vivace

Finnish Radio Symphony Orchestra
Hannu Lintu, regente
Olli Mustonen, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

Jazz - John Lee & Gerry Brown - Bamboo Madness

Um disco com uma música de uma sensualidade e um humor bem peculiares. Não encontrei muitas informações sobre o disco. O título curioso e é outro elemento que chama a atenção no disco. As músicas possuem a fluência do melhor "fusion". Vale a pena ser escutado. Uma boa apreciação!

John Lee & Gerry Brown - Bamboo Madness (1974)

01 - Infinite Jones
02 - Deliverance
03 - Jua
04 - Absitively Posolutely
05 - Rise On
06 - Who Can See The Shadow Of The Moon
07 - Bamboo Madness


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Sergei Prokofiev (1891-1953) - Symphony No.5 in B flat Major, Op.100

A Sinfonia No. 5, de Prokofiev, certamente, é a mais famosa do compositor - pelo menos para mim o é. É um trabalho poderoso. O russo a escreveu no verão de 1944, antes do fim da Segunda Guerra Mundial, em aproximadamente um mês. Ele havia passado um tempo considerável sem escrever um trabalho sinfônico. Elaborou-a após quatorze anos da escrita da Quarta. Neste belo disco, gravado ao vivo pela Royal Concertgebouw Amsterdam, uma das orquestras mais poderosas do planeta, encontramos uma interpretação que entusiasma. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação! 

Sergei Prokofiev (1891-1953) -

01. Symphony No.5 in B flat Major, Op.100 - I. Andante
02. Symphony No.5 in B flat Major, Op.100 - II. Allegro marcato
03. Symphony No.5 in B flat Major, Op.100 - III. Adagio
04. Symphony No.5 in B flat Major, Op.100 - IV. Allegro giocoso

Royal Concertgebouw Amsterdam
Mariss Jansons, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

Jazz - Lee Morgan (1938-1972) - The Rajah

 Fiquei cerca de três semanas sem postar os álbuns costumeiros de jazz das quintas-feiras. Nesta semana que se inicia, tentarei "reequilibrar as contas", ou seja, colocar em dia as postagens. Por isso, até quinta-feira postarei um disco por dia. O primeiro que surgirá esta semana é o excelente hard bop de Lee Morgan, um dos músicos mais talentosos da história do jazz. Morgan surgiu na banda de Dizzy Gillispie. Todavia, foi no The Jazz Messengers, de Art Blakey, que ele solidificou sua posição como grande instrumentista. O Moanin interpretado por ele é uma loucura! Morgan foi assassinado ainda muito jovem pela esposa, quando fazia uma apresentação. Em parcas palavras: viveu passionalmente uma vida de jazz. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Lee Morgan (1938-1972) - The Rajah

01 - A Pilgrim's Funny Farm
02 - The Rajah
03 - Is That So
04 - Davisamba
05 - What Not My Love
06 - Once In A Lifetime

Lee Morgan, trumpet
Hank Mobley, tenor sax
Cedar Walton, piano
Paul Chambers, bass
Billy Higgins, drums

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef

domingo, 1 de janeiro de 2017

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - Mass in B Minor - BWV 232 e Herz und Mund und Tat und Leben - BWV 147

Terminamos o ano de 2016 com Bach e iniciamos 2017, também, com Bach. Resolvi trazer a Missa em Si, uma das maiores obras da história, para que iniciemos os trabalhos do blog neste novo ano. Esta é uma das grandes gravações já realizadas da famosa Missa. É do ano de 1961 com Karl Richter, uma das figuras mais respeitadas, quando o que está em debate é a interpretação da música de Bach. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johann Sebastian Bach (1685-1750) -

DISCO 01

01.- Mass in B Minor_ BWV 232- Kyrie eleison (Chorus)
02.- Mass in B Minor_ BWV 232- Christe eleison (Soprano)
03.- Mass in B Minor_ BWV 232- Kyrie eleison (Chorus) (1)
04.- Mass in B Minor_ BWV 232- Gloria in excelsis Deo (Chorus)
05.- Mass in B Minor_ BWV 232- Et in terra pax (Chorus)
06.- Mass in B Minor_ BWV 232- Laudamus te (Soprano)
07.- Mass in B Minor_ BWV 232- Gratias agimus tibi (Chorus)
08.- Mass in B Minor_ BWV 232- Domine Deus (Soprano_ Tenor)
09.- Mass in B Minor_ BWV 232- Qui tollis peccata mundi (Chorus)
10.- Mass in B Minor_ BWV 232- Qui sedes ad dextram Patris (Alto)
11.- Mass in B Minor_ BWV 232- Quoniam tu solus Sanctus (Bass)
12.- Mass in B Minor_ BWV 232- Cum Sancto Spiritu (Chorus)

DISCO 02

01.- Mass in B Minor_ BWV 232- Credo in unum Deum (Chorus)
02.- Mass in B Minor_ BWV 232- Credo in unum Deum - Patrem omnipotentem (Chorus)
03.- Mass in B Minor_ BWV 232- Et in unum Dominum (Soprano_ Alto)
04.- Mass in B Minor_ BWV 232- Et incarnatus est (Chorus)
05.- Mass in B Minor_ BWV 232- Crucifixus (Chorus)
06.- Mass in B Minor_ BWV 232- Et resurrexit
07.- Mass in B Minor_ BWV 232- Et in Spiritum Sanctum Dominum (Bass)
08.- Mass in B Minor_ BWV 232- Confiteor unum baptisma (Chorus)
09.- Mass in B Minor_ BWV 232- Et expecto resurrectionem (Chorus)
10.- Mass in B Minor_ BWV 232- Sanctus (Chorus)
11.- Mass in B Minor_ BWV 232- Osanna in excelsis (da capo) (Chorus)
12.- Mass in B Minor_ BWV 232- Benedictus_ qui venit (Tenor)
13.- Mass in B Minor_ BWV 232- Osanna in excelsis (Chorus)
14.- Mass in B Minor_ BWV 232- Agnus Dei (Alto)
15.- Mass in B Minor_ BWV 232- Dona nobis pacem (Chorus)

DISCO 03

01.- Herz und Mund und Tat und Leben (Chorus)
02.- Herz und Mund und Tat und Leben_ BWV 147- Recitative- Gebenedeiter Mund! (Tenor)
03.- Herz und Mund und Tat und Leben_ BWV 147- Aria- Schame dich_ o Seele_ nicht (Alt
04.- Herz und Mund und Tat und Leben_ BWV 147- Recitative- Verstockung kann Gewaltige
05.- Herz und Mund und Tat und Leben_ BWV 147- Aria- Bereite dir_ Jesu_ noch itzo die
06.- Herz und Mund und Tat und Leben_ BWV 147- Chorale- Wohl mir_ dass ich Jesum habe
07.- Herz und Mund und Tat und Leben_ BWV 147- Aria- Hilf_ Jesu_ hilf_ dass ich auch
08.- Herz und Mund und Tat und Leben_ BWV 147- Recitative- Der hochsten Allmacht Wund
09.- Herz und Mund und Tat und Leben_ BWV 147- Aria- Ich will von Jesu Wundern singen
10.- Herz und Mund und Tat und Leben_ BWV 147- Chorale- Jesus bleibet meine Freude (C

Münchener Bach-Chor
Münchener Bach-Orchester
Karl Richter, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Today Deal $50 Off : https://goo.gl/efW8Ef