quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Dmitri Shostakovich (1906-1975) - Piano Trio No. 2 in E Minor, Op. 67, Joan Tower (1938 - ) - Big Sky & Antonín Dvorak (1841-1904) - Piano Trio No. 4 in E Minor, Op. 90, B. 166

Este é um disco bastante saboroso, principalmente pelas obras de Shostakovich e Dvorak. Ainda não possuía conhecimento da existência do Trio Oberlin, que já está na estrada há mais de 30 anos. O grupo tem se apresentado na Coreia, China e EUA e se mostra com bastante experiência. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Piano Trio No. 2 in E Minor, Op. 67
01. I. Andante
02. II. Allegro con brio
03. III. Largo
04. IV. Allegretto
05. Big Sky
06. Piano Trio No. 4 in E Minor, Op. 90, B. 166
07. Piano Trio No. 4 in E Minor, Op. 90, B. 166
08. Piano Trio No. 4 in E Minor, Op. 90, B. 166
09. Piano Trio No. 4 in E Minor, Op. 90, B. 166
10. Piano Trio No. 4 in E Minor, Op. 90, B. 166
11. Piano Trio No. 4 in E Minor, Op. 90, B. 166

The Oberlin Trio

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Rachmaninov - Piano Concerto No. 1, Stravinsky - Capriccio for Piano and Orchestra, Shchedrin - Piano Concerto No. 1

Para os amantes das orquestrações sofisticadas e, principalmente, de uma técnica afiada, este disco é uma boa e oportuna pedida. Denis Matsuev é um baita, um grande pianista. Atualmente com 41 anos de idade, Matsuev se tornou famoso, quando, aos 23 anos de idade, ganhou o Concurso Internacional Tchaikovsky, que sempre acaba por trazer à luz extraordinários e extraordinárias pianistas. O destaque para este disco, ao meu modo de ver, fica com o sensacional Concerto no. 2, de Shchedrin. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Piano Concerto No. 1 - I. Vivace
02. Piano Concerto No. 1 - II. Andante
03. Piano Concerto No. 1 - III. Allegro vivace
04. Capriccio for Piano and Orchestra - I. Presto
05. Capriccio for Piano and Orchestra - II. Andante rapsodico
06. Capriccio for Piano and Orchestra - III. Allegro capriccioso
07. Piano Concerto No. 1 - I. Dialogues Tempo rubato
08. Piano Concerto No. 1 - II. Imprivisations Allegro
09. Piano Concerto No. 1 - III. Contrasts Andante - Allegro

Mariinsky Orchestra
Valery Gergiev, regente
Denis Matsuev, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importnte. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Dmitri Shostakovich (1906-1975) - Chamber Symphonies Opp. 49a, 110a, & 118a

Este disco traz três obras bastante singulares. Primeiramente é preciso entender quem foi Rudolf Barshai, russo que foi um prolífico e talentoso músico. Foi aluno de Shostakovich. Um grande violinista, um dos maiores de sua geração. Em 1969, coube a ele estrear a maravilhosa Sinfonia no. 14 de Shostakovich. Mais tarde, gravou as quinze sinfonias, um dos ciclos que ainda orbitam com grande, significativa relevância pela abordagem profunda dos trabalhos de Shosta. Arranjou algumas obras de câmara do russo para orquestra. É disso que o disco trata. O mais conhecido dos trabalhos é o Opus 110a. Não deixe de ouvir. uma boa apreciação!

Dmitri Shostakovich (1906-1975) -

01. Chamber Symphony, op. 110a - I. Largo (attaca)
02. II. Allegro molto (attaca)
03. III. Allegretto (attaca)
04. IV. Largo (attaca)
05. V. Largo
06. Chamber Symphony, op. 49a - I. Moderato
07. II. Moderato
08. III. Allegro molto
09. IV. Allegro
10. Chamber Symphony, op. 118a - I. Andante
11. II. Allegretto furioso
12. III. Adagio
13. IV. Allegretto

The Dmitri Ensemble
Graham Gross, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importnte. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

domingo, 28 de agosto de 2016

Iánnis Xenakis (1922-2001) - Alpha & Omega

Escutei estes quatro discos ao longo da semana. Confesso que nunca havia escutado tanta coisa assim desse excepcional compositor. Xenakis foi um compositor genial. Alguém que contribuiu de forma significativa com a estética musical e artística do século XX.  Algumas informações sobre ele: "Nascido na Romênia de pais gregos, sua família retornou para a Grécia quando tinha dez anos. Lá estudou engenharia em Atenas. Os estudos foram interrompidos pela ocupação nazista. Participou na resistência grega na Segunda Guerra Mundial e na primeira fase da Guerra Civil Grega como membro da companhia de estudantes Lord Byron do Exército de Libertação do Povo Grego. Em Janeiro de 1945, foi ferido por um obus, perdendo um olho e desfigurando-lhe parte do rosto. Em 1946 finalizou os estudos de engenharia, mas foi perseguido e condenado à morte devido ao seu activismo político, fugindo para França em 1947. Estabelecido em Paris, em 1948 ingressou no estúdio do famoso arquitecto Le Corbusier, como engenheiro calculista. Em 1956, publicou sua teoria da música estocástica, baseada na teoria dos jogos de John von Neumann, entre outras fontes". Não deixe de ouvir. Uma boa e enriquecedora audição!

Iánnis Xenakis (1922-2001) - Alpha & Omega

DISCO 01

01 Iannis Xenakis - Metastasis (1953-54)
02 Iannis Xenakis - Diamorphoses (1957)
03 Iannis Xenakis - Concret PH (1958)
04 Iannis Xenakis - Analogique A Et B (1958-1959)
05 Iannis Xenakis - Orient-Occident (1960)
06 Iannis Xenakis - Morsima-Amorsima (1962)
07 Iannis Xenakis - Nomos Alpha (1966)
08 Iannis Xenakis - Anaktoria (1969)


DISCO 02

01 Iannis Xenakis - Nuits
02 Iannis Xenakis - Persephassa
03 Iannis Xenakis - Synaphai
04 Iannis Xenakis - Aroura

DISCO 03

01 Iannis Xenakis - Antikhthon
02 Iannis Xenakis - Persepolis

DISCO 04

01 Iannis Xenakis - Charisma
02 Iannis Xenakis - Mikka, Mikka 'S'
03 Iannis Xenakis - Mists
04 Iannis Xenakis - Keren
05 Iannis Xenakis - Keqrops
06 Iannis Xenakis - Oophaa
07 Iannis Xenakis - O-Mega

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2
BAIXAR AQUIparte3

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

sábado, 27 de agosto de 2016

Otorrino Respighi (1879-1936) - The Birds, Brazillian Impressions, The Fountains of Rome e The Pines of Rome

Este disco é uma delícia! Traz aquele que foi um dos maiores conhecedores de música no século XX, o italiano Otorrino Respighi. Este disco possui uma seleção com obras imorredouras do repertório do compositor. Destaques para As fontes de Roma e para Os pinheiros de Roma, que fazem parte da Trilogia Romana. Estão duas obras, principalmente Os pinheiros, são obras de uma beleza singular. O disco ainda traz Impressões Brasileiras, obra cuja composição data de 1927. São três movimentos - Noite tropical, Butantã e Canção e Dança. O movimento intitulado Butantã, um centro conhecido pelo trabalho com serpentes, é de forte impressão. A música cria uma atmosfera terrível de suspensa. É de arrepiar! Imaginamos os animais reptilianos a esgueirarem-se em sinuosidades com suas línguas bifurcadas. As gravações são dos anos de 1957 e 1960. Mas como nos outros trabalhos da Mercury, a qualidade é especial. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Otorrino Respighi (1879-1936) -

01. The Birds - 1. Prelude
02. The Birds - 2. The Dove
03. The Birds - 3. The Hen
04. The Birds - 4. The Nightengale
05. The Birds - 5. The Cuckoo
06. Brazillian Impressions - 1. Tropical Night
07. Brazillian Impressions - 2. Butantan
08. Brazillian Impressions - 3. Song and Dance
09. The Fountains of Rome - 1. The Fountain of Valle Giulia
10. The Fountains of Rome - 2. The Triton Fountain
11. The Fountains of Rome - 3. The Fountain of Trevi at Mid-day
12. The Fountains of Rome - 4. The Villa Medici Fountain
13. The Pines of Rome - 1. The Pines of the Villa Borghese
14. The Pines of Rome - 2. The Pines Near a Catacomb
15. The Pines of Rome - 3. The Pines of the Janiculum
16. The Pines of Rome - 4. The Pines of the Appian Way

London Symphony Orchestra
Minneapolis Symphony Orchestra
Antal Dorati, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importnte. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

Richard Wagner (1813-1883) - Symphonic Syntheses by Stokowski

Há alguns dias atrás eu postei a deliciosa gravação de Quadros de uma exposição, de Mussorgski, orquestrada por Stokowski. Nesta semana, tive a oportunidade de escutar mais um disco com essas famosas orquestrações - dessa vez temos Wagner. Confesso que fazia tempo que não escutava Wagner com tanto prazer. Ainda não conhecia essas transcrições wagnerianas, apesar de tê-las há muito tempo. A germanidade wagneriana ficou ainda mais acentuada nesses trabalhos. É só ouvir, por exemplo, o Prelúdio do Ato 1, de Tristão e Isolda e se percebe aquilo que Wagner tentou impregnar em seus trabalhos - a eloquência do trágico. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Richard Wagner (1813-1883) -

01. Das Rheingold - Entrance of the the Gods into Valhalla
02. Tristan und Isolde - Symphonic Synthesis, Prelude to Act I
03. Tristan und Isolde - Symphonic Synthesis, Liebesnacht
04. Tristan und Isolde - Symphonic Synthesis, Liebestod
05. Parsifal - Symphonic Synthesis from Act III
06. Die Walkure - Magic Fire Music
07. Die Walkure - Ride of the Valkyries

Bournemouth Symphony Orchestra
José Serebrier, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - Italian Concertos

Disquinho bastante agradável! Magali Mosnier nasceu na França. Desde pequena teve inclinações para instrumentos de sopro. Iniciou-se no oboé, mas acabou se decidindo pela flauta. Começou sua carreira em 1996, isso aos vinte anos. Desde 2003 tem atuado junto à Orquestra Filarmônica da Rádio de França. Comecei o disco com um misto de desconfiança, mas aos poucos fui cedendo e acabei por admirar a francesa. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johann Sebastian Bach (1685-1750) -

Italian Concerto, for solo keyboard in F major,  BWV 971 
01. 1. Allegro
02. 2. Andante
03. 3. Presto

Sonata for flute & keyboard in E flat major, BWV 1031
04.  Siciliano g-Moll

Orchestral Suite No. 2 in B minor, BWV 1067
05. Polonaise: Lentement - Double
06. Badinerie

Concerto for harpsichord, strings & continuo No. 5 in F minor, BWV 1056
07. 1. Moderato
08. 2, Largo
09. 3. Presto

Cantata No. 209, 'Non sa che sia dolore,' BWV 209 (BC G50)
10. Sinfonia h-Moll

Sonata for flute & keyboard in A major, BWV 1032

11. 1. Vivace
12. 2. Largo e dolce
13. 3. Allegro

Bist du bei mir, aria arranged for voice & continuo (after Gottfried Stölzel), BWV 508
14. Bist du bei mir, aria arranged for voice & continuo (after Gottfried Stölzel), BWV 508

Willst du dein Herz mir schenken (Aria di Giovannini), aria for voice & continuo ), BWV 518
15. Willst du dein Herz mir schenken (Aria di Giovannini), aria for voice & continuo ), BWV 518

Weihnachtsoratorium (Christmas Oratorio), in six parts, BWV 248
16.  Nur ein Wink von seinen Händen

St. Matthew Passion (Matthäuspassion), for soloists, double chorus & double orchestra, BWV 244
17. Erbarme dich

Stuttgarter Kammerorchester
Michael Hofstetter, diretor
Magali Mosnier, flauta

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Jazz - Alice Coltrane (1937-2007) - Transfiguration

Há quase um mês eu postei o disco Cosmic Music, do casal Coltrane. Dessa vez, eu trouxe a própria senhora Coltrane e o seu disco Transfiguration, de 1978 - uma gravação ao vivo. Trata-se de um disco emblemático - como emblemáticas eram as composições de Alice. Como sempre afirmo, discos como este devem ser admitidos após mais de uma audição. Trata-se de uma música caótica, a qual não enxergamos muito bem seu esqueleto. Mas a coisa é boa aqui. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Alice Coltrane (1937-2007) - Transfiguration

01. Transfiguration
02. One for the father
03. Prema
04. Affinity
05. Krishnaya
06. Leo pt.1
07. Leo pt.2


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ



Piotr I. Tchaikovsky (1840-1893) - Symphony No.6 in B Minor, Op.74 - Pathétique & Romances

Já fazia um certo tempo que a música de Tchaikovsky não surgia por aqui. Confesso que tenho uma admiração profunda pela música do russo, um dos maiores orquestradores de todos os tempos. Tchaikovsky escreveu seis sinfonias. Ao meu modo ver, todas elas são especiais. A última a ser escrita foi a Patética, um dos trabalhos mais bonitos e densos de Tchaikovsky. É um dos seus últimos trabalhos. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Piotr I. Tchaikovsky (1840-1893) - 

01. Symphony No.6 in B Minor, Op.74 -Pathétique - 1. Adagio - Allegro non troppo
02. 2. Allegro con grazia
03. 3. Allegro molto vivace
04. 4. Finale Adagio lamentoso - Andante
05. Romances, Op.6 - No.1
06. Romances, Op.6 - No.2
07. Romances, Op.6 - No.5
08. Romances, Op.6 - No.6
09. Romances, Op. 73 - No.2
10. Romances, Op. 73 - No.4
11. Romances, Op. 73 - No.6

Rotterdam Philharmonic Orchestra
Yannick Nézet-Séguin, regente e piano
Lisa Batiashvilli, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Maurice Andre plays Trumpet Concertos - Handel, J. Haydn, M. Haydn, Telemann, Vivaldi, Viviani


Maurice André foi um excepcional trompetista, um dos maiores do século XX; morreu em 2012, aos 78 anos de idade. André era francês, nascido no interior do país, descendente de uma família de mineiros. Tocou com as principais orquestras e, ao lado dos principais regentes do planeta; e ganhou inúmeros, merecidos prêmios ao longo da vida. Neste disco, encontramos André executando os já clássicos concertos e sonatas para trompete (Haydn, Handel, Vivaldi - acredito que tenha faltado Leopold Mozart), um instrumento que possui uma sonoridade bonita, solene e agradável. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Konzert Für Trompete Und Orchester Es-Dur, Hob. VIIe1 1. Allegro
02. Konzert Für Trompete Und Orchester Es-Dur, Hob. VIIe1 2. Andante
03. Konzert Für Trompete Und Orchester Es-Dur, Hob. VIIe1 3. Allegro
04. Konzert Nr. 10 G-Moll 1. Grave
05. Konzert Nr. 10 G-Moll 2. Allegro
06. Konzert Nr. 10 G-Moll 3. Sarabande, Largo
07. Konzert Nr. 10 G-Moll 4. Allegro
08. Konzert Für 2 Trompeten, Streicher und Cembal, C-Dur, RV 537 1. Allegro
09. Konzert Für 2 Trompeten, Streicher und Cembal, C-Dur, RV 537 2. Largo
10. Konzert Für 2 Trompeten, Streicher und Cembal, C-Dur, RV 537 3. Allegro
11. Sonata Für Trompete Und Orgel C-Dur 1. Andante
12. Sonata Für Trompete Und Orgel C-Dur 2. Allegro
13. Sonata Für Trompete Und Orgel C-Dur 3. Presto
14. Sonata Für Trompete Und Orgel C-Dur 4. Allegro
15. Sonata Für Trompete Und Orgel C-Dur 5. Adagio
16. Konzert Nr. 8 B-Dur 1. Adagio
17. Konzert Nr. 8 B-Dur 2. Allegro
18. Konzert Nr. 8 B-Dur 3. Siciliana, Largo
19. Konzert Nr. 8 B-Dur 4. Vivace
20. Konzert Für Trompete, Streicher Und Cembalo D-Dur 1. Adagio
21. Konzert Für Trompete, Streicher Und Cembalo D-Dur 2. Allegro
22. Konzert-Sonate Für Trompete, Streicher Und Cembalo D-Dur 1. Moderato E Grazioso
23. Konzert-Sonate Für Trompete, Streicher Und Cembalo D-Dur 2. Largo
24. Konzert-Sonate Für Trompete, Streicher Und Cembalo D-Dur 3. Vivace

Münchener Kammerorchester
Munich Chamber Orchestra
Münchener Bach-Orchester
Munich Bach Orchestra
English Chamber Orchestra
Hans Stadlmair
Karl Richter
Sir Charles Mackerras

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Johannes Brahms (1833-1897) - The Symphonies & Orchestral Works

Uma postagem que entusiasma! Escutei os três discos desta caixa na manhã de domingo. Passei algumas horas apreciando, degustando a sonoridade desses trabalhos. Confesso que não fiquei "impressionado" com o resultado. Chailly é um baita regente, mas acredito que tenha faltado "algo" nessas interpretações. Mas, a nossa função é escutar, apreciar; fazer comparações, por mais que elas careçam da profundidade necessária. Convido-o a escutar o material e bebericar cada gota desses trabalhos imortais. Não deixe de fazê-lo. Uma boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1897) -

DISCO 01

Symphony No. 1
01. I. Un Poco Sostenuto - Allegro
02. II. Andante Sostenuto
03. III. Un Poco Allegretto E Grazioso
04. IV. Adagio - Allegro Non Troppo Ma Con Brio

Symphony No. 3
05. I. Allegro Con Brio - Un Poco Sostenuto
06. II. Andante
07. III. Poco Allegretto
08. IV Allegro

DISCO 02

Symphony No. 2
01. I. Allegro Non Troppo
02. II. Adagio Non Troppo
03. III. Allegretto Grazioso
04. IV. Allegro Con Spirito

Symphony No. 4
05. I. Allegro Non Troppo
06. II. Andante Moderato
07. III. Allegro Giocoso
08. IV. Allegro Energico E Passionato
09. Revised opening Symphony No 4, 1st movement

DISCO 02

01. Tragic Overture Op. 81
02. Intermezzo op. 116/4
03. Intermezzo op. 117/1
04. Tema, Chorale St. Antoni, Andante
05. Var. 1, Poco più animato
06. Var. 2, Più vivace
07. Var. 3, Con moto
08. Var. 4, Andante con moto
09. Var. 5, Vivace
10. Var. 6, Vivace
11. Var. 7, Grazioso
12. Var. 8, Presto non troppo
13. Finale, Andante
14. Op. 52 No. 1
15. Op. 52 No. 2
16. Op. 52 No. 4
17. Op. 52 No. 6
18. Op. 52 No. 5
19. Op. 65 No. 9
20. Op. 52 No. 11
21. Op. 52 No. 8
22. Op. 52 No. 9
23. Andante
24. Academic Festival Overture Op. 80
25. Hungarian Dance no. 1
26. Hungarian Dance no. 3
27. Hungarian Dance no. 10

Gewandhausorchester
Riccardo Chailly, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2
BAIXAR AQUIparte3

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Serenade No. 3 & Divertimento No. 1

Um disco especial para começarmos bem a semana. Apresenta-vos Mozart! Digno de todos os elogios possíveis; construtor de catedrais invisíveis de beleza; detentor de poderes alquímicos; capaz de transformar, com simplicidade, qualquer música em obra de delicadeza infinita. Pois neste disco encontramos Mozart em três momentos bastante especiais. O maestro Nikolaus Harnocnourt, que era um gigante em obras barrocas e clássicas, oferta-nos um Mozart despretensioso, mas nem por isso, menos belo. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 

01. Serenade No. 3 in D major 'Antretter' - March K. 189 (167b) - Andante
02. Serenade K. 185 (167a) - Allegro assai
03. Andante
04. Allegro
05. Menuetto - Trio
06. Andante grazioso
07. Menuetto - Trio I - Trio II
08. Adagio - Allegro assai
09. Divertimento No. 1 in E flat major K. 113 - Allegro
10. Andante
11. Menuetto - Trio
12. Allegro

Concentus Musicus Wien
Nikolaus Harnoncourt, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

domingo, 21 de agosto de 2016

Modest Mussorgsky (1839-1881) - A Night on the Bare Mountain, Boris Godunov - Symphonic Synthesis, Pictures at an exhibition etc

Um excelente e importante disco. Aqui encontramos o trabalho de Stokowski, bem como sua visão do trabalho de Mussorgsky. Inicialmente é importante dizer que Quadros de uma exposição, uma das principais obras do mundo russo, foi escrita como suíte para piano. Mais tarde, ganhou inúmeros arranjos para orquestra. O mais famoso deles é o arranjo feito pelo francês Maurice Ravel. Stokowski não se viu muito atraído pelo trabalho de Ravel. Achava o arranjo do autor de o Bolero muito afrancesado. Ele desejava um Mussorgsky mais russo, mais eslavo. Então, em 1939, ele decide fazer o seu próprio arranjo das obras do russo. A coisa ganhou uma encorpamento trágico, típica da música russa. Stokowski ainda retirou dois movimentos da orquestração de Ravel por achá-los demasiadamente franceses. O disco é belíssimo para quem ama a música russa - meu caso! Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Modest Mussorgsky (1839-1881) -

01. Mussorgsky - A Night on the Bare Mountain
02. Mussorgsky -  Boris Godunov - Symphonic Synthesis Outside the Novodievichi Monastery -
03. Coronation of Boris -
04. Monks chanting in the Monastery of Choudov -
05. Siege of Kazan -
06. Outside the Church of Saint Basil -
07. Death of Boris
08. Mussorgsky - Entr'acte to Act IV of Khovanshchina - Sostenuto assai
09. Mussorgsky - Pictures at an exhibition Promenade
10. Gnomus
11. Promenade
12. The old castle
13. Bydlo
14. Promenade
15. Ballet of chickens in their shells
16. Samuel Goldenberg and Schmuyle
17. Catacombs
18. Con mortuis in lingua mortua
19. The hut on fowl's legs (Baba Yaga)
20. The great gate of Kiev

BBC Philharmonic
Matthias Bamert, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

sábado, 20 de agosto de 2016

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - The 9 Symphonies

Uma postagem especial com as 9 sinfonias de Beethoven, regidas por Paavo Järvi. O maestro é filho do rei do clã Järvi - Neeme Järvi. Naturalizou-se estadunidense e tem realizado apresentações respeitáveis nas principais salas de concerto da Europa e dos Estados - Filarmônica de Nova York, Cleveland Orquestra, Orquestra do Real Concertgebouwn da Holanda, entre outros. À frente da The Deutsche Kammerphilharmonia Bremen, já fez apresentações elogiosas. Ou seja, entre os nomes mais novos da regência, Paavo Järvi se projeta de forma expressiva. Nesta caixa lançada pela RCA, encontramos a sua integral com as sinfonias de Beethoven. O conjunto é bom! Alguns trabalhos possuem um andamento mais rápido - caso da Quinta Sinfonia. Não sou muito achegado a isso, mas o resultado é positivo. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - 

DISCO 01

01. Symphony No. 5 in C minor, Op. 67_ I. Allegro con brio
02. Symphony No. 5 in C minor, Op. 67_ II. Andante con moto
03. Symphony No. 5 in C minor, Op. 67_ III. Allegro
04. Symphony No. 5 in C minor, Op. 67_ IV. Allegro
05. Symphony No. 1 in C major, Op. 21_ I. Adagio molto - Allegro con brio
06. Symphony No. 1 in C major, Op. 21_ II. Andante cantabile con moto
07. Symphony No. 1 in C major, Op. 21_ III. Menuetto (Allegro molto e vivace)
08. Symphony No. 1 in C major, Op. 21_ IV. Finale (Adagio) - Allegro molto e vivace

DISCO 02

01. Beethoven_ Symphonies No. 6 in F, Op.68
02. Beethoven_ Symphonies No. 6 in F, Op.68
03. Beethoven_ Symphonies No. 6 in F, Op.68
04. Beethoven_ Symphonies No. 6 in F, Op.68
05. Beethoven_ Symphonies No. 6 in F, Op.68
06. Beethoven_ Symphony No.2 in D, Op.36_ I Adagio molto - Allegro con brio
07. Beethoven_ Symphony No.2 in D, Op.36_ II Larghetto
08. Beethoven_ Symphony No.2 in D, Op.36_ III Scherzo - Allegro
09. Beethoven_ Symphony No.2 in D, Op.36_ IV Allegro molto

DISCO 03

01. Symphony No. 3 in E-flat major, Op. 55 _Eroica__ I. Allegro con brio
02. Symphony No. 3 in E-flat major, Op. 55 _Eroica__ II. Marcia funebre. Adagio assai
03. Symphony No. 3 in E-flat major, Op. 55 _Eroica__ III. Scherzo. Allegro vivace
04. Symphony No. 3 in E-flat major, Op. 55 _Eroica__ IV. Finale
05. Symphony No. 8 in F major, Op. 93_ I. Allegro vivace e con brio
06. Symphony No. 8 in F major, Op. 93_ II. Allegretto scherzando
07. Symphony No. 8 in F major, Op. 93_ III. Tempo di menuetto
08. Symphony No. 8 in F major, Op. 93_ IV. Allegro vivace

DISCO 04

01. Symphony No. 4 in B-flat major, Op. 60_ I. Adagio - Allegro vivace
02. Symphony No. 4 in B-flat major, Op. 60_ II. Adagio
03. Symphony No. 4 in B-flat major, Op. 60_ III. Menuetto _ Trio Allegro vivace _ Un poco meno 
04. Symphony No. 4 in B-flat major, Op. 60_ IV. Allegro ma non troppo
05. Symphony No. 7 in A major, Op. 92_ I. Poco sostenuto, vivace
06. Symphony No. 7 in A major, Op. 92_ II. Allegretto
07. Symphony No. 7 in A major, Op. 92_ III. Presto, assai meno presto
08. Symphony No. 7 in A major, Op. 92_ IV. Allegro con brio

DISCO 05

01. Symphony no. 9 in D minor, op. 125_ I. Allegro ma non troppo e un poco maestoso
02. Symphony no. 9 in D minor, op. 125_ II. Molto vivace
03. Symphony no. 9 in D minor, op. 125_ III. Adagio molto e cantabile
04. Symphony no. 9 in D minor, op. 125_ IV. Presto – Allegro assai
05. Symphony no. 9 in D minor, op. 125_ IV. Presto – Recitativo _O Freunde, nicht diese T
06. Symphony no. 9 in D minor, op. 125_ IV. Allegro assai vivace _Froh, froh, wie seine S
07. Symphony no. 9 in D minor, op. 125_ IV. _Freude, schöner Götterfunken_ (bar 543)
08. Symphony no. 9 in D minor, op. 125_ IV. Andante maestoso _Seid umschlungen Millionen!
09. Symphony no. 9 in D minor, op. 125_ IV. Allegro energico, sempre ben marcato _Freude,
10. Symphony no. 9 in D minor, op. 125_ IV. Allegro ma non tanto _Tochter, Tochter aus El
11. Symphony no. 9 in D minor, op. 125_ IV. Poco allegro, stringendo di tempo, sempre più

The Deutsche Kammerphilharmonia Bremen
Paavo Järvi, regente


Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2
BAIXAR AQUIparte3
BAIXAR AQUIparte4

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Arvo Pärt (1935 - ) - Arbos

Os discos de Arvo Pärt sãos especiais. Impossível ouvi-lo sem sair afetado.. Existe uma espécie de langor profundo, triste, doloroso em sua música. Uma espiritualidade doce e melancólica que não encontramos em outro lugar. Os compositores medievais e da polifonia da Renascença - Gesualdo, Palestrina, Victoria, Lassus - também escreveram uma música necessariamente religiosa como Pärt, todavia a música do estoniano possui um efeito hipnótico. Suspende-se a noção de tempo. Não notamos as gradações de um movimento. A coisa é tão informe que vamos ouvindo sem nos perceber que estamos sendo atraídos para um centro sem gravidade e ficamos ali a flutuar em ondas leves e finas de pura sensibilidade. Pärt é capaz de transformar a desolação em indulgência e nos alimentar com uma sacralidade que dói. Mais um baita disco! Não deixe de ouvir. uma boa apreciação!

Arvo Pärt (1935 - ) -

01. Arbos
02. An den Wassern zu Babel
03. Pari intervallo
04. De Profundis
05. Es sang vor langen Jahren
06. Summa
07. Arbos
08. Stabat Mater

The Hilliard Ensemble
Brass Ensemble
Staatsorchester Stuttgart
Gidon Kremer
Vladimir Mendelssohn
Thomas Demenga

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Triple Concerto - Choral Fantasy

O Concerto Triplo ou Concerto Tríplice de Beethoven é uma joia rara. Foi escrito entre os anos de 1803 e 1805. Trata-se de obra escrita para três instrumentos e três solistas, algo único na obra do gênio alemão. Dizem os estudiosos da obra de Beethoven, que o Triplo Concerto foi escrito para que o Arquiduque da Áustria, seu aluno, executasse a parte do piano. O Concerto foi escrito em uma época em que Beethoven produziu obras sensacionais - a Terceira Sinfonia, a Apassionata e a sua ópera Fidélio. Neste disco, temos três experimentados solistas - Pearlman, Yo-Yo-Ma e Barenboim. A outra obra é Fantasia Coral, escrita também próxima à estreia do Triplo Concerto, 1808. Com Beethoven era assim: não havia limites para a genialidade e para a beleza. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - 

01.- Triple Concerto for Violin_ Cello and Piano in C_ Op.56- I. Allegro
02.- Triple Concerto for Violin_ Cello and Piano in C_ Op.56- II. Largo
03.- Triple Concerto for Violin_ Cello and Piano in C_ Op.56- III. Rondo all polacca
04.- Fantasy for Piano_ Chorus and Orchestra _Op.80 'Choral Fantasia'- Adagio
05.- Fantasy for Piano_ Chorus and Orchestra _Op.80 'Choral Fantasia'- Finale - Alleg
06.- Fantasy for Piano_ Chorus and Orchestra _Op.80 'Choral Fantasia'- Allegro molto
07.- Fantasy for Piano_ Chorus and Orchestra _Op.80 'Choral Fantasia'- Adagio_ ma non
08.- Fantasy for Piano_ Chorus and Orchestra _Op.80 'Choral Fantasia'- Marcia_ assai
09.- Fantasy for Piano_ Chorus and Orchestra _Op.80 'Choral Fantasia'- Allegretto_ ma

Berliner Philharmoniker
Chor der Deutschen Staatsoper
Daniel Barenboim, regente
Itzhak Perlman, violino
Yo-Yo-Ma, cello

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

Jazz - Thelonius Monk (1917-1982) - 5 By Monk By 5

Desde dezembro do ano passado que eu não postava um disco de Thelonius Monk, esse monstro do piano de jazz. Fiquei procurando o que postar e acabei por encontrar em meio aos meus arquivos essa preciosidade do ano de 1959. Disquinho bem ao estilo do grande músico. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Thelonius Monk (1917-1982) -

01. Jackie-ing
02. Straight, No Chaser
03. Played Twice (take 3)
04. Played Twice (take 1)
05. Played Twice (take 2)
06. I Mean You
07. Ask Me Now

Thelonius Monk, piano
Thad Jones, cornet
Charlie Rouse, tenor saxophone
Sam Jones, bass
Arthur Taylor, drums

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Joseph Haydn (1732-1809) - Violin Concertos

Um disco de grande beleza! Dos concertos encontrados neste disco, conhecia com certa proximidade apenas o belíssimo Concerto em Lá maior, que é uma verdadeira joia do classicismo vienense. Outro aspecto relevante do disco é a sonoridade. A violinista finlandesa Elina Vähäla (que eu ainda não conhecia), deixou-me impressionado. Trata-se de grande disco. Não deixe de ouvir essa maravilha! Uma boa apreciação!

Joseph Haydn (1732-1809) -

01. Violin Concerto in G major, Hob VIIA_4 - I.  Allegro moderato
02. Violin Concerto in G major, Hob VIIA_4 - II. Adagio
03. Violin Concerto in G major, Hob VIIA_4 - III. Finale_ Allegro
04. Violin Concerto in A major, Hob VIIA_3 - I.  Moderato
05. Violin Concerto in A major, Hob VIIA_3 - II. Adagio
06. Violin Concerto in A major, Hob VIIA_3 - III. Finale_ Allegro
07. Violin Concerto in C major, Hob VIIA_1 - I.  Allegro moderato
08. Violin Concerto in C major, Hob VIIA_1 - II. Adagio
09. Violin Concerto in C major, Hob VIIA_1 - III. Finale_ Presto

Virtuosi di Kuhmo
Elina Vähäla, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Johannes Brahms (1833-1897) - Piano Concertos No.1 in D minor, Op. 15 e Piano Concertos No.2 in B flat major, Op. 83

Eis um disco sensacional em todos os aspectos! Não preciso dizer que os dois concertos para piano de Brahms são verdadeiras obras-primas. Talvez, não existam concertos tão grandiosos em seus aspectos musicais, mais próximos de uma sinfonia, do que essas duas obras de Brahms. O Concerto No. 1 possui um início retumbante, um gesto imperioso e patético, como se a natureza inteira se fechasse e anunciasse uma tempestade colapsante. Verdadeiramente assusta. Aos poucos a coisa vai serenando. Já o Concerto No. 2, menos contido (é verdade) - é uma lufada de vento. Possui menos angústia latente. Mas, tão menos deixa de falar de realidades com sabores plurais. Esta interpretação dos dois concertos é bastante bonita. Impossível ouvir e não se impressionar. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1897) - 

DISCO 01

Piano Concertos No.1 in D minor, Op. 15
01 Maestoso          
02 Adagio         
03 Rondo: Allegro non troppo

Philharmonia Orchestra
Eliahu Inbal, regente
Elisabeth Leonskaja, piano  

DISCO 02

Piano Concertos No.2 in B flat major, Op. 83
01 Allergro non troppo        
02 Allegro appassionato      
03 Andante          
04 Allegretto grazioso      

Gewandhausorchester Leipzig
Kurt Masur, regente
Elisabeth Leonskaja, piano   

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Charles Ives (1874-1954) - New England Holidays, Central Park in the Dark, Three Places in New England & The Unanswered Question

Este é o segundo disco com obras orquestrais de Charles Ives, esse genial músico estadunidense, no mínimo, outsider. Ives foi um dos maiores nomes da música da primeira metade do século XX, com uma linguagem musical bastante atípica. Neste disco sob a condução de Sir Andrews Davis, aparecem mais algumas obras significativas do grande compositor. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Charles Ives (1874-1954) - 

01. New England Holidays - I. Washington's Birthday
02. New England Holidays - II. Decoration Day
03. New England Holidays - III. The Fourth of July
04. New England Holidays - IV. Thanksgiving and Forefathers' Day
05. Central Park in the Dark
06. Three Places in New England - I. The St. Gaudens in Boston Common
07. Three Places in New England - II. Putnam’s Camp, Redding, Connecticut
08. Three Places in New England - III. The Housatonic at Stockbridge
09. The Unanswered Question

Melboune Symphony Orchestra
Sir Andrew Davis, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

domingo, 14 de agosto de 2016

Anton Bruckner (1824-1896) - Symphonies 4, 6, 7, 8 & 9 (CDs 6, 7 , 8, 9 & 10 - de 10 final)

Esta postagem trás os outros cinco discos que faltavam para completar a caixa. Demorei postá-los pelo fato de tê-los escutado vagarosamente. Como disse o Dirceu "os naipes de metal da Chicago Symphony Orchestra são de arrepiar". Outro aspecto importante dos discos diz respeito ao conjunto. A partir da Quarta Sinfonia, parece que Bruckner galga uma escadaria. Existe uma gradação de perfeição. Ele solta, a cada sinfonia que escreve, uma galáxia luminosa. Gigante. Repleta de efeitos. Ampla em paisagens estéticas e espirituais. Os dez discos nos dão uma ideia da obra sinfônica desse excepcional compositor. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Anton Bruckner (1824-1896) -

DISCO 06

01 - Symphonie Nr. 4 Es-dur  - I. Bewegt, nicht zu schnell
02 - Symphonie Nr. 4 Es-dur  - II. Andante quasi allegretto
03 - Symphonie Nr. 4 Es-dur  - III. Scherzo. Bewegt
04 - Symphonie Nr. 4 Es-dur  - IV. Finale. Bewegt, doch nicht zu schnell

DISCO 07

01 - Symphonie Nr. 6 A-dur - I. Maestoso
02 - Symphonie Nr. 6 A-dur - II. Adagio. Sehr feierlich
03 - Symphonie Nr. 6 A-dur - III.  Scherzo. Nicht schnell. - Langsam
04 - Symphonie Nr. 6 A-dur - IV. Finale. Bewegt, doch nicht zu schnell

DISCO 08

01 - Symphonie Nr. 7 E-dur - I. Allegro moderato
02 - Symphonie Nr. 7 E-dur - II. Adagio. Sehr feierlich und sehr langsam
03 - Symphonie Nr. 7 E-dur - III. Scherzo. Sehr schnell
04 - Symphonie Nr. 7 E-dur - IV. Finale. Bewegt, doch nicht zu schnell

DISCO 09

01 - Symphonie Nr. 8 c-moll - I. Allegro moderato
02 - Symphonie Nr. 8 c-moll - II. Scherzo. Allegro moderato. - Langsam
03 - Symphonie Nr. 8 c-moll - III. Adagio. Feierlich langsam, doch nicht schleppend
04 - Symphonie Nr. 8 c-moll - IV. Finale. Feierlich, nicht schnell

DISCO 10

01 - Symphonie Nr. 9 d-moll - I. Feierlich, misterioso. - Moderato
02 - Symphonie Nr. 9 d-moll - II. Scherzo. Bewegt, lebhaft. - Schnell
03 - Symphonie Nr. 9 d-moll - III. Adagio. Langsam, feierlich


Chicago Symphony Orchestra
Sir Georg Solti, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXARAQUIparte1
BAIXARAQUIparte2
BAIXARAQUIparte3
BAIXARAQUIparte4

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

Frédéric Chopin (1810-1849) - Nocturnes

E eis que temos diante de nós o polonês sentimental. Um sujeito de música introspectiva, capaz de provocar sensações suaves. Blandícias exageradas. Ao ouvirmos a sua música, o tempo parece passar mais devagar. Uma sensação de vento de ocaso cria em nós uma sensação de que caminhamos em planícies infinitas. Plenifica-se a certeza de que a vida é boa e está grávida de acontecimentos bonitos e regulares. Em boa acepção pessoana, talvez, o polonês fosse um fingidor, um construtor de "narrativas musicais" exageradamente sentimentais. Se não, temos em Chopin um ocaso de melancolia extrema. Mas, não é isso que somos também!? Sentimentos. Emoções. O feixe de nervos. A energia cerebral que nos inclina para o mundo das ações. É importante ouvir Chopin, pelo menos, uma vez por semana. Sentimo-nos mais próximos de nós mesmos: mais pacificados, mais serenos, mais sentimentais. Ivan Moravec foi um pianista checo. Morreu ano passado. Seu Chopin é triste e, tecnicamente exato, como deve ser. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Frédéric Chopin (1810-1849) - Nocturnes

DISCO 01

1-01 Chopin_ Nocturne #1 In B Flat Minor, Op. 9_1, CT 108
1-02 Chopin_ Nocturne #2 In E Flat, Op. 9_2, CT 109
1-03 Chopin_ Nocturne #3 In B, Op. 9_3, CT 110
1-04 Chopin_ Nocturne #4 In F, Op. 15_1, CT 111
1-05 Chopin_ Nocturne #5 In F Sharp, Op. 15_2, CT 112
1-06 Chopin_ Nocturne #6 In G Minor, Op. 15_3, CT 113
1-07 Chopin_ Nocturne #7 In C Sharp Minor, Op. 27_1, CT 114
1-08 Chopin_ Nocturne #8 In D Flat, Op. 27_2, CT 115
1-09 Chopin_ Nocturne #9 In B, Op. 32_1, CT 116
1-10 Chopin_ Nocturne #10 In A Flat, Op. 32_2, CT 117

DISCO 02

2-01 Chopin_ Nocturne #11 In G Minor, Op. 37_1, CT 118
2-02 Chopin_ Nocturne #12 In G, Op. 37_2, CT 119
2-03 Chopin_ Nocturne #13 In C Minor, Op. 48_1, CT 120
2-04 Chopin_ Nocturne #14 In F Sharp Minor, Op. 48_2, CT 121
2-05 Chopin_ Nocturne #15 In F Minor, Op. 55_1, CT 122
2-06 Chopin_ Nocturne #16 In E Flat, Op. 55_2, CT 123
2-07 Chopin_ Nocturne #17 In B, Op. 62,_1
2-08 Chopin_ Nocturne #18 In E, Op. 62_2, CT 125
2-09 Chopin_ Nocturne #19 In E Minor, Op. 72_1

Ivan Moravec, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

sábado, 13 de agosto de 2016

Antonio Vivaldi (1678 - 1741) - Gloria in D major, RV 589 & J.S. Bach (1685-1750) - Magnificat in D major, BWV 243

Vivaldi e Bach, ao lado de Handel, são os maiores compositores do período barroco ao meu humilde modo de ver. Sei. Existem inúmeros compositores de qualidade como, por exemplo, Telemann, que, em vida, logrou mais sucesso do que Bach. Mas, os três são expressões da plenitude, da inspiração, do poder criativo e da beleza. O período barroco é um dos mais inspiradores e ricos musicalmente falando. Uma vez ou outra precisamos nos orientar, colocar-nos em posição de equilíbrio e, para isso, existe a bela e desveladora música barroca. Neste disco dedicado a obras com intenções religiosas, surgem Vivaldi com o seu belíssimo Gloria e Johann Sebastian Bach com o Hino de Louvor de Nossa Senhora. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Antonio Vivaldi (1678 - 1741) - 

Gloria in D major, RV 589
01. I. Gloria in excelsis
02. II. Et in terra pax
03. III. Laudamus te
04. IV. Gratias agimus tibi
05. V. Domine deus
06. VI. Domine fili unigenite
07. VII. Domine deus, agnus dei
08. VIII. Qui tollis peccata mundi
09. IX. Qui sedes ad dexteram patris
10. X. Quoniam tu solus sanctus
11. XI. Cum sancto spiritu

J.S. Bach (1685-1750) -

Magnificat in D major, BWV 243
12. I. Magnificat
13. II. Et exsultavit spiritus meus
14. III. Quia respexit humilitatem
15. IV. Omnes generationes
16. V. Quia fecit mihi magna
17. VI. Et misericordia
18. VII. Fecit potentiam
19. VIII. Deposuit potentes
20. IX. Esurientes implevit bonis
21. X. Suscepit Israel
22. XI. Sicut locutus est
23. XII. Gloria patri
24. XIII. Sicut erat in principio

Boston Baroque
Martin Pearlman, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Robert Schumann (1810-1856) - Music for oboe & piano

Um disco extremamente delicado para obras que eu ainda não conhecia de Robert Schumann. O resultado é um disco bonito e delicado. Robert Schumann foi uma das personagens mais representativas do romantismo. Suas obras para piano estão entre as mais sensíveis, ao lado das de Chopin. Maria João Pires é mágica. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Robert Schumann (1810-1856) -

01. 3 Romances, Op.94, No.1 Nicht schnell
02. 3 Romances, Op.94, No.2 Einfach, innig
03. 3 Romances, Op.94, No.3 Nicht schnell
04. Adagio And Allegro In A-Flat, Op.70, 1. Langsam, mit innigem Ausdruck
05. Adagio And Allegro In A-Flat, Op.70, 2. Rasch und feurig
06. Fantasiestucke, Op.73, 1. Zart und mit Ausdruck
07. Fantasiestucke, Op.73, 2. Lebhaft, leicht
08. Fantasiestucke, Op.73, 3. Rasch und mit Feuer
09. 5 Stucke im Volkston, Op.102, 2. Langsam
10. 5 Stucke im Volkston, Op.102, 3. Nicht schnell, mit viel Ton zu spielen
11. 5 Stucke im Volkston, Op.102, 4. Nicht zu rasch
12. Abendlied, Op.85, No.12, Espressivo e molto sostenuto

Maria João Pires, piano
Douglas Boyd, oboe/oboe d'amore

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Jazz - Jukkis Uotila (1960- ) - Hunters and Gatherers

Gostei bastante da audição deste disco do compositor finlandês Jukkis Uotila. Existe jazz de boa qualidade sendo produzido na tão distante Finlândia. Jukkis Uotila nasceu em 1960 e já lançou quatro discos. Hunters and Gatherers é o seu terceiro disco, lançado em 2000. O seu último trabalho saiu em 2012. Vale a pena ouvir o disco. Uma boa apreciação!

Jukkis Uotila (1960- ) - Hunters and Gatherers

01 - The Gatherers
02 - My Child At Play
03 - ''O''
04 - Blues
05 - Wayne
06 - Steeplechase
07 - Tranquility
08 - The Hunters

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - Sonatas & Partitas for Violin

Christian Ferras foi um violinista francês. Ferras logrou uma carreira de sucesso. Desde a mais delicada idade demonstrou talento. Ganhou prêmios. Participou de competições internacionais. Esteve ao lado de nomes como George Enescu, com quem colaborou. Mas, apesar da carreira de sucesso, sempre lutou em vida contra a depressão. Em 1982, o artista acabou por dar fim à própria vida. Este maravilhoso disco é uma demonstração de seu engenho. Interpretação graúda e sóbria. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johann Sebastian Bach (1685-1750) -

DISCO 01

01. Sonata No.1 in G minor BWV 1001 I. Adagio
02. Sonata No.1 in G minor BWV 1001 II. Fuga Allegro
03. Sonata No.1 in G minor BWV 1001 III. Siciliana
04. Sonata No.1 in G minor BWV 1001 IV. Presto
05. Partita No.1 in B minor BWV 1002 I. Allemanda
06. Partita No.1 in B minor BWV 1002 II. Double
07. Partita No.1 in B minor BWV 1002 III. Courante
08. Partita No.1 in B minor BWV 1002 IV. Double (Presto)
09. Partita No.1 in B minor BWV 1002 V. Sarabande
10. Partita No.1 in B minor BWV 1002 VI.Double
11. Partita No.1 in B minor BWV 1002 VII. Tempo di Borea
12. Partita No.1 in B minor BWV 1002 VIII. Double
13. Sonata No.2 in A minor BWV 1003 I. Grave
14. Sonata No.2 in A minor BWV 1003 II. Fuga
15. Sonata No.2 in A minor BWV 1003 III. Andante
16. Sonata No.2 in A minor BWV 1003 IV. Allegro

DISCO 02

01. Partita No.2 in D minor BWV 1004 I. Allemande
02. Partita No.2 in D minor BWV 1004 II. Corrente
03. Partita No.2 in D minor BWV 1004 III. Sarabanda
04. Partita No.2 in D minor BWV 1004 IV. Giga
05. Partita No.2 in D minor BWV 1004 V. Ciaccona
06. Sonata No.3 in C major BWV 1005 I. Adagio
07. Sonata No.3 in C major BWV 1005 II. Fuga
08. Sonata No.3 in C major BWV 1005 III. Largo
09. Sonata No.3 in C major BWV 1005 IV. Allegro assai
10. Partita No.3 in E major BWV 1006 I. Preludio
11. Partita No.3 in E major BWV 1006 II. Loure
12. Partita No.3 in E major BWV 1006 III. Gavotte en Rondeau
13. Partita No.3 in E major BWV 1006 IV. Menuet I & II
14. Partita No.3 in E major BWV 1006 V. Bourree
15. Partita No.3 in E major BWV 1006 VI. Gigue

Christian Ferras, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Modest Mussorgsky (1839-1881) - Pictures at an Exhibition, Alexander Borodin (1833-1887) - Symphony No.2 in B minor, Polovtsian Dances from Prince Igor

Eis um disco cuja audição realizei com máximo interesse e deleite. Para começar, tudo aquilo que se refere ao mundo russo gera uma curiosidade necessária em mim. Os compositores e os escritores daquele vasto mundo são figuras apaixonadas, capazes de invocarem o trágico e o belo como em nenhum um outro lugar. Pois aqui encontramos dois desses compositores que deram máxima vazão a esse instinto. São compositores nacionalistas. Os dois fizeram parte do Grupo dos Cinco, que buscava dar destaque ao espírito da música russa, amarrando-a às tradições de seu país. De Mussorgsky temos os famosos Quadros de uma exposição; de Borodin temos, ao meu modo de ver, seu principal trabalho sinfônico, a Sinfonia No. 2 e a bonita Polovtsian Dances. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

01. Pictures at an Exhibition - Promenade
02. Gnomus
03. Promenade
04. The Old Castle
05. Promenade
06. Tuileries
07. Bydlo
08. Promenade
09. Ballet of the Unhatched Chicks
10. Samuel Goldenberg and Schmuyle
11. The Market at Limoges
12. Catacombae
13. Cum mortuis in lingua mortua
14. The Hut on Fowl’s Legs
15. The Great Gate of Kiev
16. Symphony No.2 in B minor - I. Allegro
17. II. Scherzo Prestissimo - Allegretto
18. III. Andante
19. IV. Finale Allegro
20. Polovtsian Dances from Prince Igor

Berliner Philharmoniker
Sir Simon Rattle, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Ernest Chausson (1855-1899) - String Quartet Op. 35 e Concert Op. 21

Ernest Chausson faz parte daquela escola francesa que possui nomes como Fauré, Debussy, Massenet e Ravel. Claro, com identificadas diferenças, principalmente em relação a Ravel. A música de Chausson é marcada, principalmente, pelo jogo harmônico, pelo fluxo de melodias complexas. Sua música é impressionista, com forte influência da música de César Frank. Não escreveu muito, pois teve a vida interrompida aos 44 anos de idade, em decorrência de um acidente de bicicleta. O opus 35 foi escrito entre os anos de 1897 e 1899, ano de sua morte; já o opus 21 foi escrito em 1889 e 1891. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Ernest Chausson (1855-1899) -

01. String Quartet Op. 35. I. Grave - Modéré
02. String Quartet Op. 35. II. Très calme
03. String Quartet Op. 35. III. Gaiment et pas trop vite
04. Concert Op. 21. I. Décidé
05. Concert Op. 21. II. Sicilienne. Pas vite
06. Concert Op. 21. III. Grave
07. Concert Op. 21. IV. Finale. Très animé

Doric String Quartet
Jennifer Pike, violin
Tom Poster, piano
Alex Redington, violin
Jonathan Stone, violin
Simon Tandree, viola
John Myerscough, cello

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

domingo, 7 de agosto de 2016

Manuel de Falla (1876-1946) - The Three-Cornered Hat, La Vida Breve & El Amor Brujo

Um disco delicioso para quem deseja descobrir as belezas na montanha musical que foi o compositor espanhol Manuel de Falla. De Falla foi um dos músicos mais geniais e conscientes de seu papel artístico do final do século XIX e da primeira metade do século XX. Sua música era plena de engajamentos. Percebeu o seu tempo e desejou colocar as inovações da modernidade na música que escreveu, grávida de um nacionalismo sensato. Sua linguagem está repleta pelo espírito das tradições arcaicas. Há uma fragrância da música cigana, da presença moura ou dos elementos da arte bizantina, ao mesmo tempo que buscava retratar aquela Espanha profunda de Victoria. Conheceu os principais nomes da vanguarda europeia - Debussy, Dukas etc - e morreu na Argentina. Não deixe de ouvir este bonito disco! Uma boa apreciação!

Manuel de Falla (1876-1946) - 

01. The Three-Cornered Hat - Introduccion
02. The Three-Cornered Hat - Afternoon
03. The Three-Cornered Hat - Dance of the miller's wife
04. The Three-Cornered Hat - The grapes
05. The Three-Cornered Hat - The neighbors' dance
06. The Three-Cornered Hat - The miller's dance
07. The Three-Cornered Hat - The corregidor's dance
08. The Three-Cornered Hat - Final Dance
09. La Vida Breve - Interlude and Dance
10. El Amor Brujo - Introduction...In the cave
11. El Amor Brujo - Song of suffering love
12. El Amor Brujo - The phantom...Dance of terror
13. El Amor Brujo - The magic circle...midnight
14. El Amor Brujo - Ritual fire dance
15. El Amor Brujo - Scene
16. El Amor Brujo - Song of the will-o'-the-wisp
17. El Amor Brujo - Pantomime
18. El Amor Brujo - Dance of the game of love
19. El Amor Brujo - Finale_ Morning Bells

L'Orchestre de la Suisse Romande
Teresa Berganza, soprano
Marina de Gabarain, mezzo-soprano
Ernest Ansermet, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

sábado, 6 de agosto de 2016

Mendelssohn - Tchaikovsky - Beethoven - Brahms - 4 Violin Concertos

Eis um disco que reúne maravilhas! Temos aqui, talvez, quatro dos mais bonitos concertos para violino, escritos por quatro grandes compositores do romantismo. Claro, há outros que escreveram concertos para violino e que deveriam está na lista - Schoenberg, Sibelius, Britten, Bartók, Dvorak, Shostakovich etc. A lista ficaria enorme. Os nomes citados estão dentro de minhas preferências. Todos eles são astros gigantes de uma galáxia luminosa. Isaac Stern foi um daqueles nomes extraordinários que surgiram na União Soviético. Nasceu em 1920, na Ucrânia, e morreu em 2001. Aqui, Stern executa esses quatro grandes concertos ao lado de nomes como Barenboim, Mehta, Ozawa e Rostropovich. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

DISCO 01

Felix Mendelssohn (1809-1847) - 

Violin Concerto in E minor, Op. 64

01. Allegro molto apassionato
02. Andante
03. Allegro con troppo: Allegro molto vivace

Boston Symphony Orchestra,
Seiji Ozawa, regente
Isaac Stern, violino

Pyotr Ilyich Tchaikovsky (1840-1893) - 

Violin Concerto in D major, Op. 35

04. Allegro moderato
05. Canzonetta: Andante
06. Finale: Allegro vivacissimo

National Symphony Orchestra, 
Mstislav Rostropovich, regente
Isaac Stern, violino

DISCO 02

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - 

Violin Concerto in D major, Op. 61

01. Allegro ma non troppo
02. Larghetto
03. Rondo: Allegro

New York Philharmonic,

Daniel Barenboim, regente
Isaac Stern, violino

DISCO 03

Johannes Brahms (1833-1896) - 

Violin Concerto in D major, Op. 77

01. Allegro ma non
02. Adagio
03. Allegro giocozo ma non troppo vivace

New York Philharmonic
Zubin Mehta, regente
Isaac Stern, violino

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUIparte1
BAIXAR AQUIparte2

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Anton Bruckner (1824-1896) - Symphonies 0, 1, 2, 5 & 3 (CDs 1, 2, 3, 4 & 5 de 10)

Esta caixa com as sinfonias de Bruckner, regidas por Sir Georg Solti, é um dos bons materiais que existem com os trabalhos do compositor austríaco. Comecei a audição dos cinco primeiros discos ao longo desta primeira semana de agosto. Hoje, resolvi postá-los. É bom que se diga que os primeiros trabalhos sinfônicos de Bruckner ainda não revelam o grande compositor que ele viria a ser mais tarde, principalmente após a Terceira Sinfonia (Wagner) e, efetivamente, após a Quarta - a Romântica. Bruckner parecia escrever exercícios para a grande obra que estava prestes a produzir. É importante ouvir os trabalhos com esta perspectiva. São trabalhos mais rarefeitos, sem aquela densidade que encontramos na já mencionada Quarta, Sétima, Oitava ou Nona sinfonias. Assim, escutemos os cinco primeiros discos desses trabalhos regidos por Solti ao longo das décadas de 80 e 90 para termos uma exata desse Bruckner. Uma boa apreciação!

Anton Bruckner (1824-1896) - 

DISCO 01

01 - Symphonie Nr. 0 d-moll - I. Allegro
02 - Symphonie Nr. 0 d-moll - II. Andante
03 - Symphonie Nr. 0 d-moll - III. Scherzo. Presto
04 - Symphonie Nr. 0 d-moll - IV. Finale. Moderato

DISCO 02

01 - Symphonie Nr. 1 c-moll - I. Allegro
02 - Symphonie Nr. 1 c-moll - II. Adagio
03 - Symphonie Nr. 1 c-moll - III. Scherzo. Schnell
04 - Symphonie Nr. 1 c-moll - IV. Finale. Bewegt, feurig

DISCO 03

01 - Symphonie Nr. 2 c-moll - I. Moderato
02 - Symphonie Nr. 2 c-moll - II. Andante. Feierlich, etwas bewegt
03 - Symphonie Nr. 2 c-moll - III. Scherzo. Maessig schnell
04 - Symphonie Nr. 2 c-moll - IV. Finale. Mehr schnell
05 - Symphonie Nr. 5 B-dur - I. Adagio. - Allegro

DISCO 04

01 - Symphonie Nr. 5 B-dur - II. Adagio. Sehr langsam
02 - Symphonie Nr. 5 B-dur - III. Scherzo. Molto vivace (schnell)
03 - Symphonie Nr. 5 B-dur - IV. Finale. Adagio. - Allegro moderato

DISCO 05

01 - Symphonie Nr. 3 d-moll - I. Gemaessigt, mehr bewegt, misterioso
02 - Symphonie Nr. 3 d-moll - II. Andante. Bewegt, feierlich, quasi Adagio
03 - Symphonie Nr. 3 d-moll - III. Scherzo. Ziemlich schnell
04 - Symphonie Nr. 3 d-moll - IV. Finale. Allegro

Chicago Symphony Orchestra
Sir Georg Solti, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXARAQUIparte1
BAIXARAQUIparte2
BAIXARAQUIparte3
BAIXARAQUIparte4

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

Georges Bizet (1838-1875) - Symphony in C, Petite Suite d'Orchestre, Op.22 (Jeux d'enfants) e Roma, Suite for Orchestra No. 3

Georges Bizet não foi um compositor de obra vasta. Escreveu pouco, se comparado aos seus contemporâneos. Mas existe uma qualidade fina, singular, em suas obras. Este aspecto chamou a atenção de um filósofo como Nietzsche, que tinha uma admiração profunda pela ópera Carmen, escrita pelo francês. Bizet é mais do que a sua famosa ópera, cujo sucesso o compositor não desfrutou, posto que morreu dois meses após a estreia do grande trabalho. Neste disco, temos três obras. A mais importante sem sombras de dúvidas é a Sinfonia em dó maior, obra escrita em 1855, tendo sido conhecida apenas no século XX. Desde a sua estreia, em 1935, o trabalho tem estado nas salas de concertos de todo o mundo. O fato mais digno, é que o trabalho foi escrito por um rapaz de dezessete anos. É perceptível o aspecto jovial, leve, despreocupado da obra. Há quem a julgue superficial por conta desse aspecto. O disco ainda traz a importante Suíte Roma. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Georges Bizet (1838-1875) -

Symphony in C
01. I. Allegro vivo
02. II. Adagio
03. III. Allegro vivace
04. IV. Allegro vivace

Petite Suite d'Orchestre, Op.22 (Jeux d'enfants)
05. No.1 Marche (Trompette et Tambour). Allgretto moderato
06. No.2 Berceuse (La Poupée). Andantino quasi andante
07. No.3 Impromptu (La Toupie). Allegro vivo
08. No.4 Duo (Petit Mari, Petite Femme). Andantino
09. No.5 Galop (Le Bal). Presto

Roma, Suite for Orchestra No. 3
10. I. Andante tranquillo - Allegro agitato
11. II. Allegro vivace
12. III. Andante molto
13. IV. Allegro vivacissimo

Orchestre de Paris
Paavo Järvi, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Jazz - Jack McDuff (1926-2001) - The Honeydripper

E eis que chegamos à deliciosa quinta-feira jazzística com um belo disco. Dessa vez temos Eugene McDuff ou, simplesmente, Brother Jack McDuff como ficou mais conhecido. McDuff foi um poderoso organista, pianista e compositor de jazz nascido em Minneapolis, EUA, em 1926. Autodidata e um profundo amante do instrumento que tocava, formou sua própria big-band no final dos anos 50. Fez inúmeras apresentações pela Europa e pelo Japão. Mais tarde, já na década de 80, problemas de saúde o afastaram dos palcos. The Honeydripper é o terceiro disco gravado por ele, em 1961. É um disco de sonoridade agradável. Vale a audição. Não deixe de fazê-lo. Uma boa apreciação!

Jack McDuff (1926-2001) - The Honeydripper

01 - Whap!
02 - I Want A Little Girl
03 - The Honeydripper
04 - Dink's Blues
05 - Mr. Lucky
06 - Blues And Tonic

Jack McDuff, Hammond B-3 organ
Jimmy Forrest, tenor saxophone
Grant Green, guitar
Ben Dixon, drums

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Johannes Brahms (1833-1897) - The Piano Trios

Mais um disco espetacular com a música de Brahms. No início desta semana, andei visitando algumas obras camerísticas do compositor alemão. Não há como ouvir e não se apaixonar por tão grande música. Como disse um dos visitantes do blog, Brahms "dói, mas é necessário". A música de câmara de Brahms é uma verdadeira planície que, por mais que andemos, não alcançamos o seu horizonte. É tudo muito largo, imenso, ventilado. É uma beleza pungente que nos comove. Um exemplo é o Trio No. 1, uma verdadeira obra-prima. Trata-se de uma composição da juventude do compositor - 1854. Em 1889, Brahms trabalhou na revisão da obra. É justamente esse registro que aparece aqui. Não deixe de ouvir a baita interpretação que aparece neste disco. Uma boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1897) - 

DISCO 01

Piano Trio No. 2 in C major, Op. 87
01. I. Allegro moderato
02. II. Andante con moto
03. III. Scherzo Presto
04. IV. Finale Allegro giocoso

Piano Trio No. 3 in C minor, Op. 101
05. I. Allegro energico
06. II. Presto non assai
07. III. Andante grazioso
08. IV. Allegro molto

DISCO 02

Piano Trio No. 1 in B major, Op. 8
01. I. Allegro con brio - Tranquillo - In tempo ma sempre sostenuto
02. II. Scherzo Allegro molto - Meno allegro - Tempo primo
03. III. Adagio
04. IV. Finale Allegro

Christian Tetzlaff, violino
Tanja Tetzlaff, violoncelo
Lars Vogt, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Johannes Brahms (1833-1897) - Piano Trio No. 1 in B major, Op. 8 e Piano Quartet No. 3 in C minor, Op. 60

Que me perdoem essa overdose brahmsiana dos últimos dias, mas é que a música de câmara do compositor alemão mexe bastante comigo. Como falei na última postagem, Brahms foi um dos mais geniais compositores de música de câmara que já existiram. É como se ao ouvi-lo, estivéssemos efetivamente em seu terreno essencial. Mas sabemos que, quando se trata de Brahms, tudo possui uma coloração especial. Ou seja, tudo se mostra pleno. A execução dessas obras não é tão alta quanto a interpretação do Emerson String Quartet. É certo que ela possui a sua qualidade. E isso sustenta a audição do disco. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1897) - 

Piano Trio No. 1 in B major, Op. 8
01. I. Allegro con moto
02. II. Scherzo. Allegro molto - Trio. Più lento
03. III. Adagio ma non troppo
04. IV. Allegro molto agitato

Piano Quartet No. 3 in C minor, Op. 60
05. I. Allegro non troppo
06. II. Scherzo. Allegro
07. III. Andante
08. IV. Finale. Allegro comodo

Trio Wanderer
Raphael Pidoux,  violoncello
Jean-Marc Phillips-Varjabédian, violin
Vincent Coq, piano

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Make Money Online : http://ow.ly/KNICZ