sábado, 31 de agosto de 2013

Franz Liszt (1811-1886) - Sonatas, Ballades and Polonaises

Existem determinados compositores para as quais eu nutro grande "desconfiança". Quando falo "desconfiança", refiro-me a certa "mal estar" quando os escuto, uma certa impaciência. Não sei. Liszt é desses sujeitos. Peço perdão a quem gosta dele. Claro, quem sou eu para me indispor com alguém do quilate de Liszt? Mas é assim que me sinto. Admiro alguns dos seus trabalhos: os dois concertos para piano; Os prelúdios; a Sinfonia Fausto. Não me lembro de outros. Aqui neste disco da Hyperion, temos peças mais intimistas, muito bonitas e expressivas. Preciso ouvir mais a música de Liszt! Uma boa apreciação deste disco agradável.

Franz Liszt (1811-1886) -

01. Polonaise in C minor, s223 no 1
02. Polonaise No 2 in E major, s223 no 2
03. Ballade No 1 in D flat major, s170 (Le chant du crois_
04. Ballade No 2 in B minor, s171
05. Berceuse, s174
06. Piano sonata in B minor, s178 - Lento assai, Allegro energico, Grandioso et R
07. Piano sonata in B minor, s178 - Andante sostenuto et Quasi Adagio
08. Piano sonata in B minor, s178 - Allegro energico
09. Piano sonata in B minor, s178 - (Allegro energico), Pi_mosso, Stretta quasi
10. Piano sonata in B minor, s178 - Andante sostenuto, Allegro moderato et Lento

Você pode comprar este disco na Amazon

Stephen Hough, piano


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!
 

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Johannes Brahms (1833-1896) - Begräbnisgesang, Mendelssohn Mitten Wir Im Leben Sind, Schicksalslied e Symphony No. 1 In C Minor (CD 1 de 4)

Iniciamos, hoje, mais uma integral. Dessa vez com as sinfonias de Brahms por Gardiner. Serão ao todo quatro postagens. Poderia postar os quatro discos de uma vez, mas os discos foram lançados de forma independente. Por isso, vai o primeiro. Confesso que gostei bastante da interpretação. Pareceu-me bastante forte, contundente. É fantástico! Vale lembrar que Gardiner gravou as sinfonias de Schumann e a coisa ficou soberba. E aqui, a coisa se repete. O Monteverdi Choir extrapola nas peças corais - eu ainda não as conhecia. Não ouvi os outros discos, mas o primeiro me empolgou. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

 Johannes Brahms (1833-1896) -

Begräbnisgesang
01. Begräbnisgesang

Mendelssohn Mitten Wir Im Leben Sind
02. Mendelssohn Mitten Wir Im Leben Sind

Schicksalslied
03. Schicksalslied

Symphony No. 1 In C Minor
04.  Un Poco Sostenuto - Allegro
05.  Un Poco Allegretto E Grazioso
06. Andante Sostenuto
07. Adagio - Più Andante - Allegro Non Troppo, Ma Con..

Você pode comprar este disco na Amazon

Orcehstre Révolutionnaire et Romantique
The Monteverdi Choir
John Eliot Gardiner, regente

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Darius Milhaud (1892-1974) - Sinfonias de 7 a 12 (CDs 4 e 5 de 5 - final)

Vamos à última postagem dessa caixa com os trabalhos sinfônicos de Milhaud. Nãos os conhecia. Confesso que gostei bastante da experiência. Vale mencionar que o francês foi um grande experimentalista e aquilo que escreveu atesta isso. Aqui, por exemplo, nesses dois últimos discos, temos as sinfonias de 7 a 12. Resolvi postar esta caixa para que se conheça um pouco da obra desse compositor importante do século XX e que compunha de forma rápida e assistemática como o faziam Villa-Lobos, Martinu ou Hindemith. Não deixe de ouvir esses discos. Milhaud, como já afirmei em outro post, viveu no Brasil nos anos de 1917 a 1919 e compôs algumas peças em homenagem à Terra de Vera Cruz. A principal delas é Saudades do Brasil. Uma boa apreciação!

Darius Milhaud (1892-1974) -

DISCO 04

Symphony, for orchestra No. 7, Op. 344
01. I. Anime
02. II. Grave
03. III. Vif

Symphony, for orchestra No. 8 in D major ('Rhodanienne'), Op. 362
04. I. Avec mystere et violence
05. II. Avec sereniteet nonchalence
06. III. Avec emportement
07. IV. Rapide et majestueux

Symphony, for orchestra No. 9, Op. 380
08. I. Moderement anime
09. III. Alerte et vigoureux
10. II. Lente et sombre

DISCO 05


Symphony, for orchestra No. 10, Op. 382
01. I. Decide
02. II. Expressif
03. III. Fantasque
04. IV. Emporte

Symphony, for orchestra No. 11 ('Romantique'), Op. 384

05. I. Intense
06. II. Meditatif
07. III. Emporte

Symphony, for orchestra No. 12 ('Rurale'), Op. 390
08. I. Pastoral
09. II. Vif et gai
10. III. Paisible
11. IV. Lumineux

Você pode comprar este disco na Amazon

Radio Sinfonieorchester
Alun Francis, regente

BAIXAR AQUICD04
BAIXAR AQUICD05

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Giuseppe Verdi (1813 - 1901) - Messa da Requiem

É curioso como cada compositor possui uma abordagem da Missa de Réquiem, que dentro do ritual católico é uma música de entrega dos mortos. Ou seja, realizada em homenagem a alguém que morre. Por exemplo, Mozart fez um dos mais belos e dramáticos; Brahms construiu aquele que é um dos mais densos e espirituais; e Verdi construiu um daqueles que possui uma "beleza furiosa" e dramática. Verdi extraiu a psicologia da ópera e a colocou nesta obra. Existem algumas impressões sobre esta gravação na Amazon. Acredito que a maior parte seja negativa. É só verificar os comentários. Apesar de ser o Georg Solti, a gravação não é das melhores. Mas vale a pena conferir. É o Réquiem de Verdi! Uma boa apreciação!

Giuseppe Verdi (1813 - 1901) - Messa da Requiem

01. Requiem and Kyrie   
02. Dies Irae    
03. Tuba mirum    
04. Liber scriptus    
05. Quid sum miser    
06. Rex tremendae    
07. Recordare    
08. Ingemisco    
09. Confutatis   
10. Lacrymosa  
11. Offertorio    
12. Sanctus   
13. Agnus Dei  
14. Lux Aeterna   
15. Libera Me   

Você pode comprar este disco na Amazon

Chicago Symphony Orchestra
Chicago Symphony Chorus
Sir Georg Solti, regente
José van Dam, baixo
Janet Baker, mezzo-soprano 
Veriano Luchetti, tenor
Leontyne Price, soprano


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

Johann Friedrich Fasch (1688-1758) - Passio Jesu Christi, FWV F1

Johann Friedrich Fasch foi um compositor alemão de música barroca - não muito conhecido. Estudou na famosa Escola de São Tomás, em Leipzig. Foi aluno de Johann Kuhnau. Ocupou o cargo de mestre capela Zerbst. Seus trabalhos incluem cantatas, concertos, sinfonias e música de câmara. Neste disco, temos a bonita A Paixão de Jesus Cristo. Uma boa apreciação!

Johann Friedrich Fasch (1688-1758) - 

01. Ouvertüre (Suite in D minor FWV Kd5)
02. Aria (Suite in D minor FWV Kd5)
03. Bourrée (Suite in D minor FWV Kd5)
04. Menuet (Suite in D minor FWV Kd5)
05. Aria Largo (Suite in D minor FWV Kd5)
06. Aria Un poco allegro (Suite in D minor FWV Kd5)
07. Mich von Stricke....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
08. Als Jesus nun....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
09. Das Gott, dem....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
10. Und Bald hernach....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
11. Gott Selbst, der....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
12. Ach, wie hungert....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
13. Drauf sagten sie....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
14. Mein Vater, schau....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
15. Mich quält der....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
 16. Sünder, schaut mit....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
17. Die Pein vermehrte....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
18. Brich, mein Herz....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
19. Herr, laß dein....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil I)
20. Ein Lämmlein geht....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
21. Und Jesus ward....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
22. Falsche Zeugnis, Hohn....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
23. Die Nacht war....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
24. Hat dies mein....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
25. Mein Laster sind....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
26. Wie nun Pilatus....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
27. Verwegene Rotte, was....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
28. Wie man ihm....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
29. Hier erstarrt mein....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
30. Sobald er nun....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
31. O Menschenkind, nur....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
32. Und um die....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
33. Jesu gab man....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
34. Hierauf rief Jesus....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
35. Ihr Augen weinet....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)
36. Ich danke dir....(Passio Jesu Christi FWV F1 - Teil II)

Você pode comprar este disco na Amazon

Capella Savaria Baroque Orchestra
Schola Cantorum Budapestiensis
Mary Térey-Smith, regente

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!
 

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Alessandro Scarlatti (1660-1725) - Sinfonie di concerto grosso

Este disco era para ter sido postado no dia de ontem. Mas, infelizmente não conseguia realizar a postagem. A Net Virtua apresentou um problema aqui em minha região. Hoje, resolvi fazer aquilo que não consegui realizar no dia de ontem. Trata-se de um belo disco de música barroca - bem barroca! Trago-vos Alessandro Scarlatti que possui uma relevância capital para a música barroca lírica italiana. A família Scarlatti possuiu importantes nomes ligados à música. Alessandro, por exemplo, foi pai de Domenico Scarlatti e Pietro Filippo Scarlatti. O disco que ora posto traz peças de grande beleza. Ouvi por duas vezes. Não deixe de fazê-lo. Uma boa apreciação!

Alessandro Scarlatti (1660-1725) -

Sinfonia n° 6 en la mineur
01. I. Vivace
02. II. Adagio
03. III. Allegro
04. IV. Adagio
05. V. Allegro

Sinfonia n° 7 en sol mineur
06. I. Moderato
07. II. Moderato - Allegro
08. III. Grave
09. IV. Allegro

Concerto en la mineur
10. I. Allegro
11. II. Largo
12. III. Fuga
13. IV. Piano
14. VI. Allegro

 Sinfonia n° 10 en la mineur
15. I. Vivace
16. II. Adagio
17. III. Allegro
18. IV. Adagio
19. V. Allegretto

Quartetto en fa majeur
20. I. Moderato
21. II. Allegro
22. III. Grave
23. IV. Allegro

Sinfonia n° 11 en ut majeur
24. I. Spirituoso
25. II. Lento
26. III. Allegro
27. IV. Adagio
28. V. Allegro

Sinfonia n° 9 en sol mineur
29  I. Vivace
30. II. Adagio
31. III. Moderato
32. IV. Adagio
33. V. Allegretto

Você pode comprar este disco na Amazon

Musica Antiqua Toulon
Christian Mendoze, diretor


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!


domingo, 25 de agosto de 2013

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - Violin Concerto in E Major, BWV 1042, Concerto for Harpsichord in E Major, BWV 1053, Violin Concerto in A Minor, BWV 1041 e Concerto for Two Harpsichords in C Minor, BWV 1060

Postagem de final de noite. Aquela que encerra com chave de ouro o domingo cheio de responsabilidades e que prenuncia uma semana de compromissos e trabalho em excesso. Já fazia um certo tempo que eu queria postar este disco. Traz a bela e talentosa Viktoria Mullova interpretando essas peças para violino tão famosos de Bach. Há uma quantidade inominável de gravações dessas peças do compositor. Mas esta gravação com a Mullova é especial. A qualidade é fantástica. A abordagem é mais direta, realçando a qualidade dos solistas - especialmente a Viktoria Mullova. Ouvir este disco é uma obrigação! Não deixe fazê-lo. Uma boa apreciação!

Johann Sebastian Bach (1685-1750) -

Violin Concerto in E Major, BWV 1042
01. I. Allegro
02. II. Adagio
03. III. Allegro assai

Concerto for Harpsichord in E Major, BWV 1053 (arr. for violin in D)
04. I. Allegro
05. II. Siciliano
06. III. Allegro

Violin Concerto in A Minor, BWV 1041
07. I. Allegro
08. II. Andante
09. III. Allegro assai

Concerto for Two Harpsichords in C Minor, BWV 1060 (arr. for violin and harpsichord)
10. I. Allegro
11. II. Adagio
12. III. Allegro

Você pode comprar este disco na Amazon

Accademia Bizantina
Ottavio Dantone, diretor
Viktoria Mullova, violino


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

Johannes Brahms (1833-1896) - German Requiem, Op. 45

Este é um réquiem "assombrado". Explico "o assombrado". Impossível ouvi-lo e não ficar com uma impressão de que se está sendo visitado por todas as dores do cosmos. Do alto de sua monumentalidade, resta-nos a agonia, a angústia e dor lancinante que nos envolve por completo. Já ouvi tantas vezes este trabalho de Brahms, que me sinto tomado por completo todas as vezes que volto a ele. Existe mais que uma oração feita pelos mortos. Existe a própria dor que é viver. A expectativa da vida e da morte se unem e gritam juntas fazendo lembrar o terrível fardo da existência humana. Estamos condenados a abandonarmos todas as realizações, todos os encontros; as pessoas a quem amamos; as amizades costuradas no tempo; e tudo aquilo que acumulamos em nossa ganância. Somos frágeis e a gama infindável de vaidades acabam se tornando em migalhas diante da fragilidade da vida. Segundo uma das versões, Brahms o teria escrito em homenagem à morte de seu amigo Robert Schumann em 1856; e à morte de sua mãe em 1866. A estrutura desse réquiem é complexa. Massas corais duelam. Vozes voláteis. Lamentos agoniados. E um profundo senso de espiritualidade. Lindo! Muito lindo! Eis mais uma versão dessa monumental obra. Boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1896) - 
 
German Requiem, Op. 45
01. Selig Sind, Die Da Leid Tragen
02. Denn Alles Fleisch, Es Ist Wie Gras
03.  Herr, Lehre Doch Mich
04.  Wie Lieblich Sind Deine Wohnugen
05.  Ihr Habt Nun Traurigkeit
06.  Denn Wir Haben Hie Keine Bleibende Stat
07.  Selig Sind Die Toten
 
Você pode comprar este disco na Amazon
 
Orchestre des Champs-Élyssés 
La Chapelle Royale
Collegium Vocale Gent
Philippe Herreweghe, regente
 
 
*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

Anton Bruckner (1824-1896) - Symphony No. 8 in C minor, WAB 108

Excelente gravação da Sinfonia no. 8, de Anton Bruckner, sob a regência de Sir John Barbirolli. O regente foi uma das figuras mais proeminentes da regência do século XX. Junto com Adrian Boult são considerados como os maiores regentes do século passado da música inglesa. Seu Bruckner é grandioso. A gravação é poderosa e realça ainda mais o aspecto religioso e gótico do trabalho bruckneriano. Sou apaixonado pelas sinfonias de Bruckner e, aqui, Barbirolli faz jus àquilo que representa a música do austríaco. Ele  quis que a força fosse protagonizada, criando um belo efeito dramático. Drama e força são as palavras que representam essa interpretação, criando ainda mais uma atmosfera religiosa. O fato é que tudo ficou belíssimo. Vale a pena a audição!

Anton Bruckner (1824-1896) -

Symphony No. 8 in C minor, WAB 108 (ed. R. Haas entre 1887 e 1890 as versões)
01. I. Allegro moderato
02. II. Scherzo: Allegro moderato - Langsam
03. III. Adagio: Feierlich langsam, doch nicht schleppend
04. IV. Finale: Feierlich, nicht schnell

Você pode comprar este disco na Amazon

Hallé Orchestra
Sir John Barbirolli, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua particpação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

sábado, 24 de agosto de 2013

Wofgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Sinfonia concertante in E flat major, for oboe, clarinet, bassoon, horn, K297b e Gustav Mahler (1860-1911) Symphony No. 1 in D major 'Titan'

Broadcasting fantástico! Duas obras que fazem parte dos monumentos da beleza universal. São gravações captadas direto da sala de concerto. Portanto, notam-se os pigarros, a respiração ofegante, o movimentar do público, os músicos a se organizarem. Adoro isso! Apesar do Daniel Baremboim imprimir um ritmo sempre mais lento em seus trabalhos, as duas gravações são excelentes. Entusiasmam! A Titã de Mahler é um das minhas peças fundamentais; a Sinfonia Concertante de Mozart, um idílio. Não deixe de ouvir! Uma boa apreciação!

Wofgang Amadeus Mozart (1756-1791) -

Sinfonia concertante in E flat major, for oboe, clarinet, bassoon, horn, K297b    
01. Allegro
02. Adagio
03. Andantino con variazoni

Gustav Mahler (1860-1911)

Symphony No. 1 in D major 'Titan'
04. I. Langsam. Schleppend. Wie ein Naturlaut
05. II. Kräftig bewegt, doch nicht zu schnell
06. III. Feierlich und gemessen, ohne zu schleppen
07. IV. Stürmisch bewegt
Você pode comprar este disco na Amazon

West-Eastern Divan Orchestra
Daniel Barenboim, regente

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua particpação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Claude Debussy (1862-1918) - Piano Works

Hoje, o Google fez uma bela homenagem aos 151 anos do nascimento de Claude Debussy. A animação criada pela empresa trazia a bela Claire de lune (impossível ouvir e não ser tocado!), da Suite Bergamasque. A evocação foi fiel à psicologia da música do compositor francês. Afinal, a música de Debussy é uma suspensão do tempo, um momento em que a existência se fragmenta e se transforma em brumas etéreas. Hipérboles e poesias à parte, Debussy é um dos nomes mais importantes da música moderna. Suas inovações harmônicas foram importantes para criar uma concepção diferenciada da música que viria após sua produção. Por isso, faço aqui minha homenagem ao francês, que estimo bastante. A consciência que tenho é a de que preciso ouvi-lo mais. Não deixe de ouvir! Uma boa apreciação!

Claude Debussy (1862-1918) -

01 - Estampes - I. Pagodes
02 - II. La Soiree dans Grenade
03 - III. Jardins sous la pluie
04 - Etude No XI pour les Arpeges Composes
05 - Suite Bergamasque - I. Prelude
06 - II. Menuet
07 - III. Clair de lune
08 - IV. Passepied
09 - Children's Corner - I. Doctor Gradus ad Parnassum
10 - II. Jimbo's Lullaby
11 - III. Serenade for the Doll
12 - IV. The Snow is Dancing
13 - V. The Little Shepherd
14 - VI. Golliwogg's Cake-Walk
15 - La Fille aux Cheveux de Lin
16 - L'Isle Joyeuse
17 - La Plus que Lente

Você pode compra este disco na Amazon

Alexis Weissenberg, piano


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

Antonio Vivaldi (1678-1741) - 5 Violin Concertos

Já fazia um certo tempo que eu não postava algo do "padre vermelho" Antonio Vivaldi, essa grande figura da história da música. Selecionei este disco com a grande violinista Viktoria Mullova. Elogiá-la é insuficiente. A qualidade do disco é notável. Precisão. Limpidez. E um grande charme na interpretação são as marcas deste disco. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Antonio Vivaldi (1678-1741) -

Concerto in D major - RV208
01. I.-Allegro
02. II.-Recitativo-Grave
03. III.-Allegro

Concerto in B minor - RV580
04. I.-Allegro
05. II.-Largo-Larghetto-Largo
06. III.-Allegro

Concerto in C major - RV187
07. I.-Allegro
08. II.-Largo ma non molto
09. III.-Allegro

Concerto in D major - RV234
10. I.-Allegro molto
11. II.-Largo
12. III.-Allegro

Concerto in E minor - RV277
13. I.-Allegro
14. II.-Andante
15. III.-Allegro

Você pode comprar este disco na Amazon

Il Giardino Armonico
Giovanni Antonini, regente
Viktoria Mullova, violino

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

Modest Mussorgsky (1839-1881) - St. Johns Night on the Bare Mountain, Excepts from Khovanshchina, Festive March from 'Mlada' etc

Modest Mussorgsky foi um importante nome da música russa. Essencialmente nacionalista, Mussorgsky imprimiu um forte senso de resgate às tradições de seu povo. Participou ativamente do Grupo dos Cinco, que buscava imprimir uma consciência nacional à música russa. Neste disco, temos algumas de suas obras e outros excertos extraídos da ópera Kovantchina. Vale a pena ouvir. Regência e direção de Claudio Abbado. Uma excelente apreciação!

Modest Mussorgsky (1839-1881) - 

01. St. Johns Night on the Bare Mountain
02. Khovanshchina, Prelude
03. Khovanshchina, Aria of Shaklovity
04. Khovanshchina, The Departure of Prince Golizyn
05. Khovanshchina, Aria of Maria
06. Khovanshchina, Dance of the Persian Slave Girls
07. Scherzo in B-flat Major
08. Intermezzo Symphonique in modo classico
09. Festive March from 'Mlada'

Você pode comprar este disco na Amazon

Berliner Philharmoniker
Claudio Abbado, regente

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Darius Milhaud (1892-1974) - Symphony, for orchestra No. 2, Op. 247, Symphony, for orchestra and chorus No. 3 'Te Deum', Op. 271, Symphony, for orchestra No. 5, Op. 322 e Symphony, for orchestra No. 6, Op. 343 (CDs 2 e 3 de 5)

Ultimamente tenho recebido muitos pedidos de solicitação de restauração de links. Já tenho quase sessenta comentários com estas solicitações. Se muitos dos comentários não vão ao ar, o principal motivo é que vou guardando para restaurar um a um. Peço perdão àquelas pessoas que chegam ao blog e veem um disco; percebem que um link está quebrado (primeira frustração); fazem o pedido para que um novo link seja colocado e não são atendidas (segunda frustração) - pelo menos não imediatamente. Sei o quanto isso é chateante. Mas confesso que a restauração de links é um trabalho bastante complexo. Primeiro que não é fácil localizar um arquivo em meio à quantidade inominável de arquivos; (2) falta-me tempo para dedicar uma maior atenção ao blog. Ultimamente, tenho tentado restaurar aqueles que são possíveis. Tenho dado ênfase aos mais antigos. Por isso, peço carinhosamente a cada um dos visitantes que fazem este blog com comentários e comparecimentos silenciosos (que não comentam), que tenham um pouco de paciência. Hora ou outra o seu disco aparecerá. Os comentários com os pedidos estão sendo lidos e apreciados. Acompanhe diariamente pela parte superior direita do blog e veja se o seu link foi restaurado. Por enquanto, fiquemos com dois discos dessa caixa de Darius Milhaud. Uma excelente apreciação!

Darius Milhaud (1892-1974) - 

DISCO 03

Symphony, for orchestra No. 2, Op. 247

01. I. Paisible
02. II. Mysterieux
03. IV. Avec Serenite
04. III. Douloureux
05. V. Allelouia

Symphony, for orchestra and chorus No. 3 'Te Deum', Op. 271
06. No. 1, Fierement
07. No. 2, Tres recueilli
08. No. 3, Pastorale
09. No. 4, Te Deum (Hymnis Ambrosianus) for chorus & orchestra

DISCO 03

Symphony, for orchestra No. 5, Op. 322
01. I. Vif et cinglant
02. II. Lent et tendre
03. III. Clair et leger
04. IV. Alerte et rude

Symphony, for orchestra No. 6, Op. 343
05. I. Calme et tendre
06. II. Tumultueux
07. IV. Joyeux et robuste
08. III. Lent et doux

Você pode comprar este disco na Amazon

Radio Sinfonieorchester
Alun Francis, regente

BAIXAR AQUICD02
BAIXAR AQUICD03

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Serenade No. 13 for strings in G major ("Eine kleine Nachtmusik"), K. 525, Der Schauspieldirektor, opera, K. 486 Overture etc

Belíssimo disco do mestre Mozart para terminar um dia bem estafante. Traz algumas peças marcantes e significativas do compositor austríaco. Um exemplo disso é a belíssima e popular Serenata Noturna. É elegante. Bela. Repleta de fragrâncias variadas. O segundo movimento (Andante) é arrebatador. A regência fica a cargo de Bruno Walter. Disco que merece ser ouvido. É Mozart! Eis um grande motivo. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) -

Serenade No. 13 for strings in G major ("Eine kleine Nachtmusik"), K. 525
01. I - Allegro
02. II - Andante
03. III - Allegretto
04. IV - Allegro

Der Schauspieldirektor, opera, K. 486 Overture
05. Der Schauspieldirektor, opera, K. 486 Overture

Così fan tutte, opera, K. 588 Overture
06. Così fan tutte, opera, K. 588 Overture

The Marriage of Figaro, opera, K. 492 Overture
07. The Marriage of Figaro, opera, K. 492 Overture

The Magic Flute, opera, K. 620 Overture
08. The Magic Flute, opera, K. 620 Overture

Masonic Funeral Music, for orchestra in C minor, K. 477 (K. 479a)

09. Masonic Funeral Music, for orchestra in C minor, K. 477 (K. 479a)


Você pode comprar este disco na Amazon

Columbia Symphony Orchestra
Bruno Walter, regente

BAIXAR AQUI

 *Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Astor Piazzolla (1921-1992) - Concierto para Bandoneon e Tres Tangos for bandonéon and orchestra

De passagem para postar este disco do mestre argentino Astor Piazzolla. Trata-se de uma postagem para manter as atividades do blog ativas. Por isso, não deixe de ouvir. Preciso dormir imediatamente, posto que amanhã acordarei às cinco e meia da manhã para mergulhar no bonde lotado. Uma boa apreciação desse disco agradável que já ouvi duas vezes. 

Astor Piazzolla (1921-1992) -

Concierto para Bandoneon
01. 1. Allegro marcatto
02. 2. Moderato
03. 3. Presto

Tres Tangos for bandonéon and orchestra
04. 1. Allegro tranquilo
05. 2. Moderato mistico
06. 3. Allegro molto marcato

Você pode comprar este disco na Amazon

Orchestra Of St. Lukes
Lalo Schifrin, regente
Astor Piazzolla, bandoneón

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 18 de agosto de 2013

Dmitri Shostakovich (1906-1976) - 24 Prelúdios e Fugas - Complete Piano Music (CDs 3, 4 e 5 - final)

Para finalizar esta caixa. Dados extraídos da wikipédia. "Os 24 Prelúdios e Fugas, Op. 87 por Dmitri Shostakovitch é um conjunto de 24 peças para piano, uma em cada uma das claves maiores e menores da escala cromática. Enquanto o estilo musical e as idéias eram do próprio Shostakovitch, elas seguem a forma do Piano Bem Temperado de Johann Sebastian Bach escrito cerca de 200 antes. Estas peças não foram bem recebidas por críticos soviéticos quando Shostakovitch as apresentou pela primeira vez num encontro especial da União dos Compositores em maio de 1951. Os críticos expressaram rejeição à dissonância de algumas das fugas. Também objetaram a fuga na música soviética porque era considerada muito ocidental e arcaica". Boa apreciação!

Dmitri Shostakovich (1906-1976) - 

DISCO 03

01. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Preludio 1
02. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Fuga 1
03. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Preludio 2
04. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Fuga 2
05. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Preludio 3
06. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Fuga 3
07. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Preludio 4
08. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Fuga 4
09. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Preludio 5
10. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Fuga 5
11. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Preludio 6
12. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Fuga 6
13. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Preludio 7
14. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Fuga 7
15. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Preludio 8
16. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Fuga 8
17. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Preludio 9
18. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Fuga 9
19. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Preludio 10
20. 24 Preludi e Fughe, Op. 87: Fuga 10

DISCO 04

01. 24 Preludes and Fugues 11-17: Preludio 11
02. 24 Preludes and Fugues 11-17: Fuga 11
03. 24 Preludes and Fugues 11-17: Preludio 12
04. 24 Preludes and Fugues 11-17: Fuga 12
05. 24 Preludes and Fugues 11-17: Preludio 13
06. 24 Preludes and Fugues 11-17: Fuga 13
07. 24 Preludes and Fugues 11-17: Preludio 14
08. 24 Preludes and Fugues 11-17: Fuga 14
09. 24 Preludes and Fugues 11-17: Preludio 15
10. 24 Preludes and Fugues 11-17: Fuga 15
11. 24 Preludes and Fugues 11-17: Preludio 16
12. 24 Preludes and Fugues 11-17: Fuga 16
13. 24 Preludes and Fugues 11-17: Preludio 17
14. 24 Preludes and Fugues 11-17: Fuga 17

DISCO 05

01. 24 Preludes and Fugues 18-24: Preludio 18
02. 24 Preludes and Fugues 18-24: Fuga 18
03. 24 Preludes and Fugues 18-24: Preludio 19
04. 24 Preludes and Fugues 18-24: Fuga 19
05. 24 Preludes and Fugues 18-24: Preludio 20
06. 24 Preludes and Fugues 18-24: Fuga 20
07. 24 Preludes and Fugues 18-24: Preludio 21
08. 24 Preludes and Fugues 18-24: Fuga 21
09. 24 Preludes and Fugues 18-24: Preludio 22
10. 24 Preludes and Fugues 18-24: Fuga 22
11. 24 Preludes and Fugues 18-24: Preludio 23
12. 24 Preludes and Fugues 18-24: Fuga 23
13. 24 Preludes and Fugues 18-24: Preludio 24
14. 24 Preludes and Fugues 18-24: Fuga 24

Você pode comprar este disco na Amazon

Boris Petrushansky, piano

BAIXAR AQUICD03
BAIXAR AQUICD04

*Se possível, deixe um comentário. Sua particpação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blogo vivo!
 

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - String Quintet in C minor, Op.104, Duet in E flat major for viola & cello 'Eyeglass', WoO32 e Piano Quartet in E flat major, Op.16

Vamos a mais um disco com a música beethoveana. Saímos do cenário pianístico, no qual vislumbramos a alma do compositor, posto que foi com esse instrumento que ele derramou a si mesmo em cada nota e, entramos, por sua vez, no cenário camerístico, também repleto de paisagens enigmáticas. No disco da The Nash Ensemble, gravado pela Hyperion (essa excelente gravadora), notamos que a música é de Beethoven do início ao fim: fúria em alguns momentos, rompantes abruptos, contrastes extremos; abordagem lancinante, mas de um lirismo profundo. Isso é Beethoven! Sempre desvelando emoções profusas e profundas em sua música. Gostei muito desse disco ao ouvi-lo ontem à noite. Não deixe de fazê-lo. Uma boa apreciação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - 

String Quintet in C minor, Op.104
01. 1. Allegro con brio
02. 2. Andante cantabile, con variazioni
03.  3. Menuetto Quasi allegro
04.  4. Prestissimo

Duet in E flat major for viola & cello 'Eyeglass', WoO32
05. 1. Allegro
06. 2. Minuetto

Piano Quartet in E flat major, Op.16
07. 1. Grave - Allegro ma non troppo
08. 2. Andante cantabile
09. 3. Rondo Allegro ma non troppo

Você pode comprar este disco na Amazon

The Nash Ensemble

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 17 de agosto de 2013

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Sonata for Piano No. 8 in C minor, op. 13, 'Pathétique', Sonata for Piano No. 14 in C-sharp minor, op. 27_2, 'Moonlight', Sonata for Piano No. 23 in F minor, op. 57, 'Appassionata' e Sonata for Piano No. 26 in E-flat, op. 81a, 'Les adieux'

Excelente este disco. Traz quatro das mais expressivas sonatas para piano do mestre Ludwig van Beethoven. As gravações são em mono. Foram realizadas nos anos de 1962 e 1963. Mas apesar da distância temporal, a qualidade e técnica de Arthur Rubinstein são únicas. Essas quatro sonatas são sintomáticas da obra de Beethoven. Elas constituem aquilo que de mais belo o compositor escreveu. Possuem paixão, dor, tristeza, pessimismo e um flerte indizível com a esperança. É só ouvir, por exemplo, a Appassionata que isso fica mais que claro. A Sonata ao Luar é das coisas mais belas, tristes e selvagens que um artista já concebeu. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - 

Sonata for Piano No. 8 in C minor, op. 13, 'Pathétique'
01. I. Grave; Allegro molto e con brio
02. II. Adagio cantabile
03.  III. Rondo_ Allegro

Sonata for Piano No. 14 in C-sharp minor, op. 27_2, 'Moonlight'
04. I. Adagio sostenuto
05. II. Allegretto
06. III. Presto agitato

Sonata for Piano No. 23 in F minor, op. 57, 'Appassionata'
07. I. Allegro assai
08. II. Andante con moto
09.  III. Allegro ma non troppo

Sonata for Piano No. 26 in E-flat, op. 81a, 'Les adieux'
10. I. Les adieux_ Adagio; Allegro
11. II. L'absence_ Andante espressivo
12. III. Le retour_ Vivacissimamente

Você pode comprar este disco na Amazon

Arthur Rubinstein, piano

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Peter Tchaikovsky (1840-1893) - Piano Concerto No. 1 in B flat minor, Op. 23 e Alexander Scriabin (1872-1915) - Piano Concerto in F sharp minor, Op. 20

Postagem de final de noite. Traz dois concertos para piano. O primeiro é de Tchaikovsky - conhecidíssimo por sinal; o segundo, por sua vez, é o de Alexander Scriabin. Gostei mais da interpretação do segundo (que ainda não conhecia) do que do segundo. O piano fica a cargo da Nikolai Demidenko. O selo é da Helios. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Peter Tchaikovsky (1840-1893) - 

Piano Concerto No. 1 in B flat minor, Op. 23
01. Allegro non troppo e molto maestoso
02. Andantino simplice - Prestissimo
03. Allegro con fuoco

Alexander Scriabin (1872-1915) - 

Piano Concerto in F sharp minor, Op. 20
04. 1. Allegro
05. 2. Theme & Variations
06. 3. Allegro moderato

Você pode comprar este disco na Amazon

BBC Symphony Orchestra
Alexander Lazarev, regente
Nikolai Demidenko, regente

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Piano Concerto #16 In D, K 451 e Piano Concerto #15 In B Flat, K 450

Penso que deveriam criar uma expressão, quando quisessem comparar alguma coisa bonita. O padrão que estipularia, estabeleceria critérios seria a música de Mozart. Diriam assim: "É tão belo(a) quanto uma sonata de Mozart". Ou: "É tão bonito(a) quanto um concerto de Mozart". Pois quando escuto o compositor austríaco, sempre fico com a impressão de que aquelas instâncias mais sublimes da alegria e da beleza estão mais próximas de mim. Como faz bem ouvir Mozart! As pessoas muito religiosas deveriam ao invés de procurarem abstenções para o corpo, com sacrifícios que tornam a vida chata e caricata, realizar promessas para ouvir uma ou duas obras de Mozart todos os dias. Isso tiraria a tristeza do rosto, fazendo inundar todo o corpo por um rio caudoloso alegria. Creio que não exista melhor remédio para nos purgar de nossas leviandades. Este disco traz dois concertos para piano menos conhecidos - os de número 15 e 16. São belos. Não chegam próximos (ao meu modo de ver), por exemplo, dos de número 20, 21 ou 26. Todavia, revelam aquilo que Mozart sabia fazer de melhor: construir paisagens leves e repletas de beleza. A regência e a execução instrumental fica a cargo de Vladimir Ashkenazy. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!


Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) -

Piano Concerto #16 In D, K 451
01. 1. Allegro
02. 2. Andante
03. 3. Allegro Di Molto

Piano Concerto #15 In B Flat, K 450
04. 1. Allegro 10.51
05. 2. Larghetto 6.12
06. 3. Allegro 7.37

Você pode comprar este disco na Amazon

Philharmonia Orchestra
Vladimir Ashkenazy, regência e piano 

 BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!
 

Einojuhani Rautavaara (1928-) - Missa A Capella, Sacred Choral Works

Depois de Jean Sibelius, Rautavaara é o nome mais importante da música finlandesa - e com toda razão. Apesar dos seus mais de oitenta anos, o compositor ainda continua escrevendo. Um exemplo disso é a Missa a Capela que surge neste disco, escrita entre 2010 e 2011. As obras desse disco remontam, em muito, a espiritualidade do deserto dos monges medievais. Lindíssimas. Algumas outras estão cheias de uma leveza espiritual prazerosa como, por exemplo, o Canticum Marieae Virginis. Penso que a capa desse disco retrate bem o seu conteúdo. Muito bom! Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Einojuhani Rautavaara (1928-) - Missa A Capella, Sacred Choral Works

01. Missa A Capella - I. Kyrie  
02. Missa A Capella - II. Gloria  
03. Missa A Capella - III. Credo  
04. Missa A Capella - IV. Sanctus  
05. Missa A Capella - V. Benedictus  
06. Missa A Capella - VI. Agnus Dei  
07. Psalm of Invocation  
08. Evening Hymn 
09. Missa Duodecanonica - I. Kyrie  
10. Missa Duodecanonica - II. Sanctus  
11. Missa Duodecanonica - III. Agnus Dei  
12. Ave Maria, Gratia Plena  
13. Canticum Mariae Virginis  
14. Our Joyful'st Feast   
15. Die Erste Elegie  

Você pode comprar este disco na Amazon

Latvian Radio Choir
Sigvards Klava, regente

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Dmitri Shostakovich (1906-1975) e Alfred Schnittke (1943-1998) - Cello Sonatas

Vamos a mais um disco com compositores russos. Na verdade, estou com tanto sono, que aquilo que escrevo está cheio de incongruências em decorrência do cansaço. O dia foi extenuante. Mas, vamos lá!.. O disco é excelente. A qualidade, notável. Ainda não conhecia as obras de Schnittke aqui elencadas. A capa  da Hyperion é sensacional. As peças possuem um forte aspecto soturno, mas são lindas de morrer. Não deixe de ouvir. Uma boa aproximação!

01. Allegro Non Troppo - Largo
02. Allegro
03. Largo
04. Allegro
05. Madrigal In Memoriam Oleg Kagan
06. Klingende Buchstaben
07. Largo
08. Presto -
09. Largo
10. Die Mechanische Puppe 'The Clockwork Doll'
11. Drehorgel 'Hurdy-Gurdy'
12. Trauiges Lied 'Sad Song'
13. Wiegenlied 'Lullaby'
14. Fruhlingswalzer 'Spring Waltz'
15. Nocturne From The Gadfly
16. Moderato
17. Gigue From Hamlet

Você pode comprar este disco na Amazon

Alban Gerhardt, cello
Steven Osborne, piano

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Sergey Ivanovitch Taneyev (1856-1915) - Symphony No.2 in B flat major e Symphony No.4 in C minor, Op.12

Sergey Taneyev foi um importante compositor russo. É a primeira vez que ele surge por aqui. Apesar de possuir uma quantidade razoável de arquivos dele espalhados, nunca tive muito curiosidade em ouvi-lo. Hoje à noite eu resolvi tirar essa conta a limpo. Peguei duas de suas sinfonias e tomei a decisão de ouvi-las. Gostei daquilo da qual testemunha. Taneyev era de família influente da Rússia e desde muito cedo se dedicou à música. Durante a sua carreira, conheceu importantes figuras do meio literário e musical como, por exemplo, Zola e Camile Saint-Saens. Foi ainda amigo de Tchaikovsky. O que é saliente em Taneyev é capacidade escrupulosa que possuía para escrever obras perfeitamente arquitetadas. Acredito que a genialidade de Taneyev ainda seja pouco apreciada e conhecida. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Sergey Ivanovitch Taneyev (1856-1915) - 

Symphony No.2 in B flat major
01. I. Introduction and Allegro
02. II. Andante
03.  III. Allegro

Symphony No.4 in C minor, Op.12
04. I. Allegro molto
05. II. Adagio
06. III. Scherzo. Vivace
07. IV. Finale. Allegro energico - Molto maestoso

Você pode comprar este disco na Amazon

Russian State Symphony Orchestra
Valeri Polyansky, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Darius Milhaud (1892-1974) - Symphony No. 1, Op. 210 e Symphony No. 4, Op. 281 (CDs 1 de 5)

Resolvi postar este material com o conjunto das sinfonias do compositor francês Darius Milhaud desde o dia em que este material me veio às mãos. A motivação é justamente para conhecer um pouco mais profundamente este compositor tão importante para a música francesa e para a música do século XX. As sinfonias são ricas, belas e fortemente melodiosas. Estes trabalhos servem para ilustrar o veio inventivo do compositor que gostava de ousar com experimentalismos variados. Eis que sai o primeiro disco. Na próxima postagem soltarei mais dois discos. Uma boa apreciação!

Darius Milhaud (1892-1974) - 

Symphony No. 1, Op. 210
01. I. Pastroral. Moderement anime
02. II. Tres vif
03. III. Tres modere
04. IV. Fnal. Anime

Symphony No. 4, Op. 281
05.  I. L'insurrection. Anime
06. II. Aux Morts de la Republique. Lent
07. III. Les Joies de la Liberte retrouvee. Moderement anime
08.  IV. Commemoration 1948. Final. Anime

Você pode comprar este disco na Amazon

Radio Sinfonieorchester
Alun Francis, regente

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

Joseph Joachim Raff (1822-1882) - Cello Concerto No. 1, Op. 193, 'Begegnung', Op. 86, No. 1, Duo for Cello and Piano, Op. 59 e Cello Concerto No. 2, Op. posth.

Fiquei impressionado com a qualidade do disco e do compositor. Não lembro de ter escutado Raff antes. Joseph Joachim Raff foi um compositor de origem suiço-germânica. O compositor foi um persistente autodidata. Estudante dedicado, ao passo que compunha, enviava suas peças para importantes nomes da música europeia. Em 1843, Mendelssohn o recomendou a um editor. Após ter conhecido Liszt, este o convidou para ir para a Alemanha. Raff chegou a se tornar o seu secretário durante seis anos. O suiço conseguiu certo prestígio pela incansável trabalho. Aqui neste disco podemos perceber e notar alguns dos seus trabalhos muito bem realizados para cello. Vale a pena conferir! Uma boa apreciação!

Joseph Joachim Raff (1822-1882) - 

Cello Concerto No. 1, Op. 193
01. I. Allegro
02.  II. Larghetto
03. III. Finale. Vivace

'Begegnung', Op. 86, No. 1
04. Andante, quasi moderato

Duo for Cello and Piano, Op. 59
05. I. Andantino
06. II. Allegro appassionato

Cello Concerto No. 2, Op. posth.
07.  I. Allegro
08.  II. Andante
09.  III. Allegro vivace

Você pode comprar este disco na Amazon

Bamberger Symphoniker
Hans Stadlmair, regente
Daniel Müller-Schott, violoncello
Robert Kulerk, piano

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 11 de agosto de 2013

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - The Art of Fugue, BWV 1080

Felix Gottlieb estudou no Conservatório de Moscou e foi aluno de Emil Gilels, um dos maiores pianistas do século XX. Foi para a Alemanha e lá ganhou inúmeros prêmios como pianista. Aqui temos Gottlieb enfrentando a árdua tarefa de executar A arte da fuga, de Bach. Trata-se de um desafio para a carreira de todo sujeito que se propõe a essa missão. O trabalho realizado é bom. Gottlieb executou-o ao cravo, o que nos transmite uma energia espiritual e uma força mística toda especial. O contraponto no. 1 é de uma beleza aterradora, embriagante. Faz brotar as mais dignas admirações. Certamente, A arte da fuga é uma das obras mais belas da história. E Gottlieb não decepciona. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Johann Sebastian Bach (1685-1750) - The Art of Fugue, BWV 1080

DISCO 01

01. Contrapunctus No. 1
02. Contrapunctus No. 2
03. Contrapunctus No. 3
04. Contrapunctus No. 4
05. Contrapunctus No. 5
06. Contrapunctus No. 6 In Stylo Francese
07. Contrapunctus No. 7 Per Augmentationem Et Diminutionem
08. Contrapunctus No. 8
09. Contrapunctus No. 9 Alla Duodecima
10. Contrapunctus No. 10 Alla Decima
11. Contrapunctus No. 11

DISCO 02

01. Contrapunctus No. 17 rectus
02. Contrapunctus No. 17 inversus
03. Contrapunctus No. 16 inversus
04. Contrapunctus No. 16 rectus
05. Contrapunctus No. 15 Canon per Augmentationem in Contrario Motu
06. Contrapunctus No. 12 Canon alla Ottava
07. Contrapunctus No. 14 Canon alla Decima. Contrapunto alla Terza
08. Contrapunctus No. 13 Canon alla Duodecima in Contrapunto alla Quinta
09. Contrapunctus No. 18 Fuga a 3 Soggetti

Você pode comprar este disco na Amazon

Felix Gottlieb, cravo

BAIXAR AQUICD01
BAIXAR AQUICD02

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!
 

Gustav Mahler (1860-1911) - Sinfonia No. 6 em Lá Menor - "Trágica"

Mais um disco dessa caixa que sigo postando de forma "desleixada". Ora sai um CD, ora sai outro. Mas chegaremos ao fim dela. É promessa (rrrsss)! Dessa vez surge a bela e poderosa Sinfonia no. 6, conhecida como "Trágica". É um trabalho no qual Mahler explora de forma impressionante a força da orquestra. Mais uma vez, temos uma excelente atuação de Evgeny Svetlanov. Sonoridade transparente. Infelizmente, não consegui achar o disco na Amazon. Uma boa apreciação!

Gustav Mahler (1860-1911) -  

Sinfonia No. 6 em Lá Menor - "Trágica"
01. I. Allegro energico, ma non troppo
02. II. Scherzo
03. III. Andante moderato
04. IV. Finale (allegro)
Você pode comprar este disco na Amazon

The Russian State Symphony Orchestra
Evgeny Svetlanov, regente

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 10 de agosto de 2013

Sergei Prokofiev (1891-1957) - The 5 Piano Concertos

Com a minha indizível necessidade de ouvir Sergei Prokofiev, resolvi esta manhã escutar este disco que já estava comigo há mais de quatro anos. Excelente disco! Por exemplo, o concerto no. 1 é belíssimo e muito peculiar da música do russo. Aquele tema inicial me deixa em grande elevação. O time de intérpretes é excelente. Na regência, André Previn e, ao piano, Vladimir Ashkenazy que se sai muito bem quando executa a música russa. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Sergei Prokofiev (1891-1957) -

DISCO 01

Piano concerto No. 1 in D flat major, op. 10
01. I Allegro brioso
02. II Andante
03. III Allegro scherzando

Piano concerto No. 4 in B flat major, op. 53
04.  I Vivace
05. II Andante
06. III Moderato
07. IV Vivace

Piano concerto No. 5 in G major, op. 55
08. I Allegro con brio
09. II Moderato ben accentuato
10. III Toccata- Allegro con fuoco
11. IV Larghetto
12. V Vivo

DISCO 02

Piano concerto No. 2 in G minor, op. 16
01. Andantino
02. Scherzo- Vivace
03. Intermezzo- Allegro
04. Allegro Tempestoso

Piano concerto No. 3 in C major, op. 26

05. Andante-Allegro
06. Terna con variazioni
07. Allegro ma non troppo

Você pode comprar este disco na Amazon
 
London Symphony Orchestra
Vladimir Ashkenazy, piano
André Previn,regente

BAIXAR AQUICD01
BAIXAR AQUICD02

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante! Ela ajuda manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Wolfgang Amadeus Mozart (1770-1791) - Piano Concerto No.24 In C Menor, K.491, Piano Concerto No.26 In D, K.537'' coroação'', Piano Concerto No.25 In C, K.503 e Piano Concerto No.27 em plano B, K.595

Vamos a um disco e a um compositor perfeitos. Excelente interpretação. E como é bom ouvir Mozart em momentos em que grassa a poesia! Os concertos de Mozart são obras monumentais, que exibem o gênio e a capacidade espiritual do ser humano de produzir beleza. Por exemplo, o que dizer do Larghetto do K 537? É uma das coisas mais belas que eu já ouvi. Quando eu morrer, gostaria que tocassem esse movimento em meu velório. Essa melodia infinita será uma exéquia perfeita para minha alma entrar no infinito silêncio da qual eu brotei, pois sou resultado da poeira das estrelas e voltarei a me juntar a esses elementos nobres. Estes quatro concertos são plenos de beleza. A lendária pianista Alicia de Larraocha, em conjunto com Solti, executam de forma magistral essas obras. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1770-1791) - 

DISCO 01

Piano Concerto No.24 In C Menor, K.491
01. 1. (Allegro)
02. 2. Larghetto
03. 3. (Allegretto)

Piano Concerto No.26 In D, K.537'' coroação''
04. 1. Allegro
05. 2. (Larghetto)
06. 3. (Allegretto)

DISCO 02

Piano Concerto No.25 In C, K.503
01. 1. Allegro Maestoso
02. 2. Andante
03. 3. Allegretto

Piano Concerto No.27 em plano B, K.595
04. 1. Allegro
05. 2. Larghetto
06. 3. Allegro

Você pode comprar este disco na Amazon

Chamber Orchestre of Europe
London Philharmonic Orchestra

Sir Georg Solti, regente
Alicia de Larrocha, piano

BAIXAR AQUICD01
BAIXAR AQUICD02

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante! Ela ajuda manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Piotr I. Tchaikovsky (1840-1893) - Ouverture Solennelle 1812, Romeo and Juliet, Danses "Eugen Onegin", etc

Vamos a um post de final de noite - antes de mergulhar na cama. Ouvi este disco por duas vezes ontem e hoje. Não se trata de uma gravação extraordinária. Mas temos Tchaikovsky e isso já é suficiente para causar uma grande admiração. Temos a Abertura Solene 1812 e a maravilhosa Abertura Romeu e Julieta. Duas obras de grande envergadura. Força. Beleza. A orquestra liberando aquelas massas sonoras e provocando grandes efeitos. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Piotr I. Tchaikovsky (1840-1893) -

01. 1812 - Festival Overture, for orchestra in E flat major, Op. 49
02. Romeo and Juliet, fantasy-overture for orchestra in B minor (3 versions)
03. Eugene Onegin, opera, Op. 24: Polonaise; valse; ecossaise
04. Eugene Onegin, opera, Op. 24: Polonaise; valse; ecossaise
05. Eugene Onegin, opera, Op. 24: Polonaise; valse; ecossaise
06. The Oprichnik, opera: Danses

Você pode comprar este disco na Amazon

Boston Symphony Orchestra
Orchestra of the Royal Opera House, Convet Garden
Sir Colin Davis, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante! Ela ajuda manter o nosso blog vivo!

Georg Philipp Telemann (1681-1767) - Concertos

Muito trabalho. Taquicardia. Irritação. Um senso de que o tempo escorre. É insuficiente para cumprir as demandas do dia. Mas, mesmo assim, procuro ouvir bastante música. Isso me deixa mais disposto. Ajuda-me a não perder a sanidade em meio à tempestade. Ouvi esse disco hoje cedo. Talvez a intenção de postá-lo tenha surgido após um e-mail que recebi de um visitante. Ele fez uma observação curiosa - e atenta. Disse ele que o blog não presta um trabalho mais largo ao repertório barroco. Tenho consciência disso, mas sou impelido a postar os compositores do Romantismo até os nossos dias. Então vai um Telemann. Disco agradável com a música desse que foi um dos maiores compositores de todos os tempos. Um artista pródigo que construiu um dos maiores repertórios entre todos os músicos. Uma boa apreciação!

Georg Philipp Telemann (1681-1767) -

Konzert A-dur fur zwei skordierte Violinen und Continuo
01 Affettuoso
02 Vivace
03 Aria
04 Bourée

Konzert D-dur fur vier Violinen ohne Continuo
05 Adagio
06 Allegro
07 Grave
08 Allegro

Konzert a-moll fur Blockflote, Viola da gamba, Streicher und Continuo
09 Sem indicação de tempo
10 Allegro
11 Dolce
12 Allegro

Konzert g-moll fur Blockflote, Violinen und Continuo
13 Allegro
14 Siciliana
15 Bourée
16 Menuett

Konzert C-dur fur vier Violinen ohne Continuo
17 Grave
18 Allegro
19 Largo e staccato
20 Allegro

Konzert e-moll fur Blockflote, Traversflote, Streicher und Continuo
21 Largo
22 Allegro
23 Largo
24 Presto

Você pode comprar este disco na Amazon

Musica Antiqua Koln, 
Reinhard Goebel, diretor

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante! Ela ajuda manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Serge Prokofiev (1891-1953) - Concerto For Violin No 1 in D major, Op. 19, Concerto For Violin No 2 in G minor, Op. 63 e Sonata For Solo Violin in D major, Op. 115

Confesso que não tenho tanta intimidade com a música de Prokofiev. Lamentável. Conheço-o à distância. Já ouvi suas sinfonias. Admiro os seus concertos para violino. Suas sonatas. Seus ballets. Mas não o ouvi com a predileção de quem, por exemplo, escuta Tchaikovsky ou um Shostakovich. A música russa é uma celebração. Possui força. Drama. Paixão. Requinte. E muita sensibilidade. O disco que ora posto revela uma Prokofiev virtuoso e sensível. Sensacional. Gostei bastante desse disco. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Serge Prokofiev (1891-1953) - 

Concerto For Violin No 1 in D major, Op. 19
01. Andantino - andante assai
02. Scherzo Vivacissimo
03. Moderato - Allegro moderato - Moderato - Più tranquillo

Concerto For Violin No 2 in G minor, Op. 63
04.  Allegro moderato
05.  Andante assai - Allegreto - Andante assai
06. Allegro, ben marcato

Sonata For Solo Violin in D major, Op. 115
07. Moderato
08. Tema, Variants I-V
09. Con brio - Allegro precipitato - Tempo I - Allegro precipitato

Você pode comprar este disco na Amazon

London Symphony Orchestra
André Previn, regente
Gil Shaham, violino

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!