segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Claude Debussy (1862-1918) - La Mer e Ibéria (CD 1 de 11)

Iniciamos hoje algumas postagens com Celibidache. São obras de compositores franceses e compositores russo. Vale a audição, pois as gravações são ao vivo e com grande qualidade. Sergiu Celibidache foi um extraordinário regente. Gosto da forma "volumosa" como o sujeito regia. Todavia, não me agradei de seu Debussy. O compositor francês por si só é um grande cicio. Celibidache o transforma, ainda mais, em algo vago, absurdamente rarefeito. A minha querida La Mer transformou num múrmurio fino. Mas sigamos! Não deixe de ouvir! Uma boa apreciação!

Claude Debussy (1862-1918) - 

01 - Applause
02 - Debussy, La Mer - I. De l'aube a midi sur la mer
03 - Debussy, La Mer - II. Jeux de vagues
04 - Debussy, La Mer - III. Dialogue du vent et de la mer
05 - Applause
06 - Applause
07 - Debussy, Images pour orchestre, No.2 'Iberia' - I. Par les rues et par les chemins -
08 - Debussy, Images pour orchestre, No.2 'Iberia' - II. Ler Parfums de la nuit -
09 - Debussy, Images pour orchestre, No.2 'Iberia' - III. Le Matin d'un jour de fete
10 - Applause

Você pode comprar este disco na Amazon

Münchner Philharmoniker
Sergiu Celibidache, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 28 de outubro de 2012

Gustav Mahler (1860-1911) - Sinfonia No. 4 em G major (CD 4 de 8)

Mahler não é um compositor fácil. Existem mundos imensos em seus trabalhos, fruto de reflexões bem elaboradas. Impossível ouvir Mahler atentamente sem ficar com aquela impressão de que o mundo é amplo, gigante e possui realidades mais complexas do que aquelas a que estamos acostumados a conceber. O compositor nos instiga ao grande. E o resultado é um sorriso por ter encontrado a beleza com gestos delicados. Talvez um dos trabalhos as quais ele tenha mais deixado isso de forma patente seja a sua Quarta Sinfonia. É um trabalho de aura filósofica e poética absurdamente delicada. Dentro do mundo mahleriano, notamos que o universo é um lugar para conflitos; que o destino do homem é duelar contra forças misteriosas e fantasmagóricas. Mas, mesmo diante de tais "opositores", existe um mundo de beleza e delícias a ser contemplado. Esse é o destino do homem - existir diante da dor, da amargura, do sofrimento, da morte, da doença; das idas e vindas; dos encontros e desencontros. Mas, parafraseando Nietzsche, Mahler acredita que mesmo em meio ao caos, é preciso ser um poema, uma estrela bailarina que cintila raios de fervor e esperança. Viver é sentir essa amargura infinita diante da possibilidade de não ser a todo instante. Ser é uma decisão, mas o resultado da decisão é incerto. A marcha cruel da história nos leva a mundos inopinados. E aí lembramos de Guimarães Rosa: "A coisa não está na partida nem na chegada, mas na travessia". E por mais que existam vales e abismos no caminho, não deixemos de mirar as montanhas. Isso é Mahler! O que tenho a dizer sobre essa gravação com Kirill Kondrashin é que é um das mais poéticas que já ouvi. Ouvi-a, hoje, por duas vezes. Uma boa apreciação!

Gustav Mahler (1860-1911) - 

Sinfonia No. 4 em G major
01. I. Bedächtig. Nicht eilen
02. II. In gemächlicher Bewegung. Ohne Hast
03. III. Ruhevoll
04. IV. Das himmlische Leben. Sehr behaglich  
05. V. Sehr behaglich 'Wir genieben die himmlischen Freuden'

Você pode comprar este disco na Amazon

Moscow Philharmonic Orchestra
Kirill Kondrashin, regente

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!
 

sábado, 27 de outubro de 2012

Anton Bruckner (1824-1896) - Sinfonia No. 7 em Mi Maior

Ouvi este CD duas vezes no dia de hoje. Amo as sinfonias de Bruckner. São tratados espirituais. Confissões filósoficas e apaixonadas. Sonhos. Mistérios represados, extraídos da alma do austríaco. Bruckner sentava, iniciava a puxar um pequeno cordão e, de repente, surgia uam corda de amarrar navios. Suas sinfonias são estruturas musicais fantásticas. E o que dizer da número 7!? É uma das suas sinfonias mais eloquentes. Aquela que lhe deu a fama. Que o consagrou como um dos sinfonistas mais fantásticos de todos os tempos. Baremboim, numa gravação ao vivo, consegue nos inserir nesse mundo de imagens fantásticas; repleto de reverberações celestiais; habitado por feições serafínicas. Perfeito. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Anton Bruckner (1824-1896) -

Sinfonia No. 7 em Mi Maior 

01. I. Allegro moderato
02. II. Adagio (Sehr feierlich und sehr langsam)
03. III. Scherzo (Sehr schnell) & Trio (Etwas lang
04. IV. Finale (Bewegt, doch nicht zu schnell)

Você pode comprar este disco na Amazon

Staartskapelle Berlin
Daniel Baremboim

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Dmitry Shostakovich (1906-1975) - Violin Concerto No. 1 in A minor, Op. 99 e Sergey Prokofiev (1891-1953) - Symphony No. 6 in E flat minor op. 111

Este é um CD para cujos adjetivos são poucos, quase impossíveis de serem utilizados com fins classificatórios. É uma gravação redonda. Daquelas que exalam perfeição. É um time poderoso. Destaque, claro, para a gravação do Concerto no. 1 para violino e orquestra de Shostakovich. Ouvir Shosta já é um grande evento. Agora, pense em ouvi-lo regido por Mravinsky, tendo ao violino David Oistrakh. É algo simplesmente mágico e definidor. Aparece ainda a Sinfonia no. 6 de outro russo: Sergei Prokofiev. Grande trabalho com ataques fantásticos, revelando a alma russa. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Dmitry Shostakovich (1906-1975) - 

Violin Concerto No. 1 in A minor, Op. 99
01. I. Nocturne
02. II. Sherzo
03. III. Passacaglia
04. IV. Burlesque

Czech Philharmonic Orchestra
Evgeny Mravinsky, regente
David Oistrakh, violino

Sergey Prokofiev (1891-1953) - 

Symphony No. 6 in E flat minor op. 111
05. I. Allegro moderato
06. II. Largo
07. III. Vivace

Leningrad Philharmonic Orchestra
Evgeny Mravinsky, regente

Você pode comprar este disco na Amazon

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Astor Piazzolla (1921-1992) - Soul of the Tango - The Music of Astor Piazzolla

Piazzolla foi um dos músicos mais brilhantes e geniais do século XX. Existe uma beleza, uma graça trágica em suas composições. Ao ouvi-lo, dá um desejo enorme de sair dançando por aí. Em outros momentos somos jogados no mais profundo flerte com a desolação - uma rua abandonada, casarões antigos; uma imagem trazida da infância e que se torna em algo comovente. Não sei. Mas todas as vezes que escuto o argentino penso em coisas velhas e belas. Uma espécie de elegância comovida ou labiríntica como num conto de Borges. Por exemplo, a bela e triste Sur- Regreso Al Amor (deste CD); ou ainda Tres Minutos Con La Realidad ou Milonga Del Angel (também presentes neste CD) enchem a realidade com curvas sensuais. Este CD é altamente recomendado! Traz Yo-Yo Ma e tantos outros músicos de peso interpretando as principais obras do argentino. Tenho-o ouvido desde ontem. Excelente! Não deixe de ouvir!

Astor Piazzolla (1921-1992) - Soul of the Tango - The Music of Astor Piazzolla

01. Libertango
02. Tango Suite - Andante
03. Tango Suite - Allegro
04. Sur- Regreso Al Amor
05. Le Grand Tango
06. Fugata
07. Tango Remembrances
08. Mumuki
09. Tres Minutos Con La Realidad
10. Milonga Del Angel
11. Cafe 1930

Você pode comprar este disco na Amazon

Yo-Yo Ma, cello


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Concerto para violino em D, Op. 61 e Benjamin Britten (1913-1976) - Concerto for Violin and Orchestra, Op. 15

Uma interpretação convicente para dois dos meus concertos para violino e compositores favoritos. A senhorita Jansen não possui apenas beleza. Ela dona de uma habilidade, de uma versatilidade incrível. Os concertos ficaram densos. Beethoven ficou mais triste e belo. Britten ficou tecnicamente impecável. Vale a pena a audição. Não deixe de fazê-lo. Boa apreciação!

 Ludwig van Beethoven (1770-1827) -

Concerto para violino em D, Op. 61
01. Allegro ma non troppo
02. Larghetto
03. Rondo (allegro)

Benjamin Britten (1913-1976) - 

Concerto for Violin and Orchestra, Op. 15
05. I. Moderato con moto     
06. II. Vivace
07. III. Passacaglia: Andante lento 

Você pode comprar este disco na Amazon

Die Deutsche Kammerphilharmonie Bremem (Beethoven)
London Symphony Orchestra
Paavo Järvi, regente
Janine Jansen, violino

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Don Giovanni, K. 527 - ópera em dois atos

Os visitantes desse humilde espaço podem perceber que as obras operísticas não são o forte do blog. Raramente eles aparecem por aqui. Talvez esse fato esteja relacionado ao pouco costume que tenho de ouvir óperas. Poucas são aquelas que costumo ouvir - quiçá, menos de cinco. A flauta mágica, Tristão e Isolda, La Traviatta, Carmen. Esse fato deve responder o porquê dessas óperas já terem aparecido por aqui. Hoje, trarei outra ópera belíssima e repleta de elementos bufos e sobrenaturais - Don Giovanni - de um dos compositores mais felizes no que tange a essa arte. Mozart compôs obras operísticas que se tornaram imensamente populares. Escolhi cuidadosamente uma gravação. Saquei da algibeira uma gravação com René Jacobs, um mestre incontestável nesse quesito. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Don Giovanni, K. 527 - ópera em dois atos

DISCO 01

01. Ouvertura
02. No.1 Introuzione: Notte E Giorno Faticar
03. Recitativo: Leporello, Ove Sei?
04. Recitativo: Ah Del Padre In Periglio/No.2 Recitativo Accomp.: Ma Qual Mai S'offre, O Dei
05. Duetto: Fuggi, Crudele, Fuggi!
06. Recitativo: Orsu, Spicciati Presto
07. No.3 Aria: Ah Chi Mi Dice Mai
08. Recitativo: Chi E La?
09. No.4 Aria: Madamina, Il Catalogo E Questo
10. Recitativo: In Questa Forma Dunque
11. No.5 Coro: Giovinette Che Fate All'amore
12. Recitativo: Manco Male E Partita
13. No.6 Aria: Ho Capito, Signor Si
14. Recitativo: Alfin Siam Liberati
15. No.7 Duettino: La Ci Darem La Mano
16. Recitativo: Fermati Scellerato
17. No.8 Aria: Ah Fuggi Il Traditor
18. Recitativo: Mi Par Ch'oggi Il Demonio Si Diverta
19. Recitativo: Ah Ti Ritrovo Ancor/No.9 Quartetto: Non Ti Fidar, O Misera
20. Recitativo: Povera Sventurata!
21. No.10 Recitativo Accomp.: Don Ottavio, Son Morta!
22. Aria: Or Sai Chi L'onore
23. Recitativo: Come Mai Creder Deggio
24. No.10a Aria: Dalla Sua Pace 

DISCO 02

01. Recitativo: Lo Deggio Ad Ogni Patto
02. No.11 Aria: Fin Ch'han Dal Vino
03. Recitativo: Masetto: Senti Un Po'
04. No.12 Aria: Batti, Batti, O Bel Masetto
05. Recitativo: Guarda Un Po' Come Seppe
06. No.13 Finale: Presto Presto Pria Ch'ei Venga/Su Svegliatevi, Da Bravi
07. Tra Quest'arbori Celeta
08. Bisogna Aver Coraggio
09. Riposate, Vezzose Ragazze
10. No.14 Duetto: Eh Via Buffone
11. Recitativo: Leporello/Signore
12. No.15 Terzetto: Ah Taci, Ingiusto Core
13. Recitativo: Amico, Che Ti Par?/Recitativo: Eccomi a Voi!
14. No.16 Canzonetta: Deh Vieni Alla Finestra
15. Recitativo: V'e Gente Alla Finestra!/Recitativo: Non Ci Stanchiamo
16. No.17 Aria: Meta Di Voi Qua Vadano
17. Recitativo: Zitto! Lascia Ch'io Senta/Ahi Ahi! La Testa Mia!
18. No.18 Aria: Vedrai, Carino
19. Recitativo: Di Molte Faci Il Lume
20. No.19 Sestetto: Sola Sola In Buio Loco/Ferma, Briccone 

DISCO 03

01. Recitativo: Dunque Quello Sei Tu/Recitativo: Ah Pieta.../Recitativo: Ferma, Perfido, Ferma...
02. Recitativo: Restati Qua!
03. No.21a Duetto: Per Queste Tue Manine
04. Recitativo: (Amico...) Guarda Un Po'come Stretto
05. Recitativo: Andiam, Andiam, Signora
06. No.21b Recitativo Accompagnato: In Quali Eccessi, O Numi
07. Aria: Mi Tradi Quell'alma Ingrata
08. Recitat.: Ah Ah Ah Ah, Questa E Buona
09. No.22 Duetto: O Statua Gentillissima
10. Recitativo: Calmatevi, Idol Mio
11. No.23 Recitativo Accompagnato: Crudele! Ah No, Mio Bene!
12. Rondo: Non Mi Dir, Bell'idol Mio
13. Recitativo: Ah, Si Segua Il Suo Passo
14. No.24 Finale: Gia La Mensa E Preparata
15. L'ultima Prova
16. Don Giovanni, a Cenar Teco
17. Ah Dove E Il Perfido
18. Recitativo: Dunque Quello Sei Tu
19. No.20 Aria: Ah Pieta, Signori Miei
20. Recitativo: Ferma, Perfido, Ferma
21. No.21 Aria: Il Mio Tesoro Intanto

Você pode comprar este CD na Amazon

RIAS Kammerchor
Freiburger Barockorchester
René Jacobs, regente


 *Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Igor Stravinsky (1882-1971) - Octet, Concerto in E flat major, "Dumbarton Oaks", Symphony in C major e Symphony in 3 Movements

Este é um CD que estava comigo há bastante tempo. Hoje à noite, ao olhar para galeria daquilo que pdoeria ser postado, resolvi tirá-lo do banco de arquivos. Ainda não o escutei - faço-o agora. Fiz uma pequena investigação e vi que há comentários positivos acerca dele. Os comentaristas da Amazon lhe deram cinco estrelas. Uma classificação mais que justa, pois aquilo que estou ouvindo é de boa qualidade. Traz duas sinfonias do mestre russo, o Octeto e o Concerto Dubarton Oaks. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Igor Stravinsky (1882-1971) - Octet, Concerto in E flat major, "Dumbarton Oaks", Symphony in C major e Symphony in 3 Movements

Octet*
01. I. Sinfonia: Allegro
02. II. Theme and Variations
03. III. Finale

Concerto in E flat major, "Dumbarton Oaks"
**
04. I. Tempo giusto
05. II. Allegretto
06. III. Con moto

Symphony in C major
***
07. I. Moderato alla breve
08. II. Larghetto concertante
09. III. Allegretto
10. IV. Largo - Tempo giusto, alla breve

Symphony in 3 Movements***
11. I. half note = 80
12. II. Andante - Interlude
13. III. Con moto

Você pode comprar este disco na Amazon

Twentieth Century Classics Ensemble*
Orchestra of St. Luke's**

Philharmonia Orchestra***
Robert Craft, regente

BAIXAR AQUI

 *Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 21 de outubro de 2012

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - The Late Symphonies - Nos. 25, 29, 35, 36, 38, 39, 40 e 41

Passei a tarde inteira ouvindo essa caixa com algumas sinfonias de Mozart. Bernstein consegue elevar a ideia de um trabalho clássico. É curioso perceber como Bernstein insere uma alegria maior do que é comum e detectável nessas sinfonias, chamadas aqui no CD de "As últimas sinfonias" de Mozart.  É uma caixa cujo maestro é Bernstein, meus amigos, o que exige atenção. As grvações são da década de 80. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - The Late Symphonies - Nos. 25, 29, 35, 36, 38, 39, 40 e 41

DISCO 01

Symphony No.25 in G minor, K.183
01. I. Allegro con brio
02. II. Andante
03. III. Menuetto - Trio
04. IV. Allegro

Symphony No.29 in A major, K.201
05. I. Allegro moderato
06. II. Andante
07. III. Menuetto - Trio
08. IV. Allegro con spirito

Symphony No.38 in D major, K.504 'Prague'
09. I. Adagio - Allegro
10. II. Andante
11. III. Presto

DISCO 02

Symphony No.35 in D major, K.385 'Haffner'
01. I. Allegro con spirito
02. II. Andante
03. III. Menuetto -Trio
04. IV. Presto

Symphony No.36 in C major, K.425 'Linz' 
05. I. Adagio - Allegro spiritoso
06. II. Andante
07. III. Menuetto - Trio
08. IV. Presto

Symphony No.40 in G minor, K.550
09. I. Molto allegro
10. II. Andante
11. III. Menuetto. Allegretto - Trio
12. IV. Allegro assai

DISCO 03

Symphony No.39 in E flat major, K.543
01. I. Adagio - Allegro
02. II. Andante con moto
03. III. Menuetto_ Allegretto - Trio
04. IV. Finale_ Allegro

Symphony No.41 in C major, K.551 'Jupiter'
05. I. Allegro vivace
06. II. Andante cantabile
07. III. Menuetto_ Allegretto - Trio
08. IV. Molto allegro

Você pode comprar este disco na Amazon

Wiener Philharmoniker
Leonard Bernstein, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Karl Richter - a universal musician - Johann Sebastian Bach (1685-1750) - As Variações Goldeberg, BWV 988 e 20 Sacred Songs from the Schemelli Song Book (CD 7 e 8 de 8 - final)

Vamos à última postagem dos oito CDs com obras conduzidas ou executadas por um dos maiores protagonistas da música no século XX - Karl Richter. Ouvir Richter tocar, por exemplo, As Variações Goldebeg de Bach é um acontecimento à parte. Além da genialidade como intérprete, Richter era um extraordinário regente e mestre na arte da condução da música de Bach. Por isso, diante de tão grandes qualidades, convido-o para apreciar esses dois CDs fantásticos com Karl Richter. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01. Aria    [0:04:03.40]
02. Variatio 1 a 1 Clav.    [0:02:20.40]
03. Variatio 2 a 1 Clav.    [0:01:43.44]
04. Variatio 3 Canane all'Unisono a 1 Clav.    [0:02:23.20]
05. Variatio 4 a 1 Clav.    [0:01:10.06]
06. Variatio 5 a 1 ovvero 2 Clav.    [0:01:54.73]
07. Variatio 6 Canone alla Seconda a 1 Clav.    [0:01:21.13]
08. Variatio 7 a 1 ovvero 2 Clav. Al tempo di Giga    [0:02:04.26]
09. Variatio 8 a 2 Clav.    [0:02:15.80]
10. Variatio 9 Canone alla Terza a 1 Clav.    [0:01:56.16]
11. Variatio 10 Fugetta a 1 Clav.    [0:01:34.24]
12. Variatio 11 a 2 Clav.    [0:02:12.42]
13. Variatio 12 Canone alla Quarta (a 1 Clav.)    [0:02:48.04]
14. Variatio 13 a 2 Clav.    [0:03:15.40]
15. Variatio 14 a 2 Clav.    [0:02:14.96]
16. Variatio 15 Canone alla Quinta in moto contrario a 1 Clav. Andante    [0:04:29.57]
17. Variatio 16 Ouverture a 1 Clav. Andante    [0:03:02.02]
18. Variatio 17 a 2 Clav.    [0:02:13.60]
19. Variatio 18 Canone alla Sesta a 1 Clav.    [0:01:33.84]
20. Variatio 19 a 1 Clav.    [0:01:31.29]
21. Variatio 20 a 2 Clav.    [0:02:14.44]
22. Variatio 21 Canone alla Settima (a 1 Clav.)    [0:02:28.53]
23. Variatio 22 a 1 Clav. Alla breve    [0:01:30.96]
24. Variatio 23 a 2 Clav.    [0:02:16.84]
25. Variatio 24 Canone all'Ottava a 1 Clav.    [0:03:02.09]
26. Variatio 25 a 2 Clav. Adagio    [0:06:49.64]
27. Variatio 26 a 2 Clav.    [0:02:32.86]
28. Variatio 27 Canone alla Nona a 2 Clav.    [0:01:53.33]
29. Variatio 28 a 2 Clav.    [0:02:28.86]
30. Variatio 29 a 1 ovvero 2 Clav.    [0:02:13.09]
31. Variatio 30 Quodlibet a 1 Clav.    [0:01:41.90]
32. Aria da Capo    [0:02:04.42]

Karl Richter, cravo

DISCO 02

01. J.S. Bach : 20 Sacred Songs from the Schemelli Song Book - I. Die goldne sonne, BWV 451    [0:01:15.00]
02. II. O jesulein suss, BWV 493    [0:01:43.00]
03. III. Ich steh' an deiner krippen hier, BWV 469    [0:01:35.00]
04. IV. Die bittre leidenszeit beginnet abermal, BWV 450    [0:04:52.00]
05. V. Mein jesu, was fur seelenweh, BWV 487    [0:03:26.33]
06. VI. Jesus, unser trost und leben, BWV 475    [0:01:43.33]
07. VII. Gott lebet noch, BWV 461    [0:02:25.33]
08. VIII. Kommt wieder aus der finstern gruft, BWV 480    [0:01:43.82]
09. IX. Der tag ist hin, die sonne gehet nieder, BWV 447    [0:02:24.17]
10. X. Der lieben sonne licht und pracht, BWV 446    [0:02:06.00]
11. XI. Beschrankt, ihr weisen dieser welt, BWV 443    [0:02:34.00]
12. XII. Was bist du doch, o seele, so betrubet, BWV 506    [0:02:19.00]
13. XIII. Eins ist not! Ach herr, dies eine, BWV 445    [0:02:11.33]
14. XIV. Brunnquell aller guter, BWV 445    [0:03:02.66]
15. XV. Ich halte treulich still, BWV 466    [0:02:00.33]
16. XVI. Dich bet' ich an, mein hochster gott, BWV 449    [0:01:58.00]
17. XVII. Gib dich zufrieden und sei stille, BWV 460    [0:03:21.00]
18. XVIII. Liebster herr jesu, wo bleibst du so lange? BWV 484    [0:02:46.00]
19. XIX. O wie selig seid ihr doch, ihr frommen, BWV 495    [0:01:41.00]
20. XX. Komm, susser tod, BWV 478    [0:02:38.66]

Você pode comprar este CD na Amazon 
 
Gravado na Cathedral de Freiberg, 1978
Karl Richter, direção
Peter Schreier, tenor

BAIXAR AQUICD01
BAIXAR AQUICD02

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 20 de outubro de 2012

Edvard Grieg (1843-1907) - Danse symphonique op.64, Elegiac Melodies op.34, Danse Norvegiennes op.35, Elegiac Melodies op.34 e Holberg Suite op.40

A música de Grieg está repleta do Romantismo. Suas melodias são suaves. A música mostra-se delicada e triste. Podemos classificá-lo como um dos mais aguerridos nacionalistas que já existiram. Com taleneto musical reconhecido desde a infância, Grieg estudou música na Alemanha e depois na Dinamarca com o maior expoente musical deste país, Niels Gade. Mais tarde voltou para a sua terra, a Noruega, e buscou inspiração no folclore da sua terra. Grieg buscava fugir da forte influência da música alemã. Produziu obras muito belas como, por exemplo, o seu extraordinário concerto para piano e orquestra; o Peer Gynt e a doce e triste Nos tempos de Holberg. O belo CD aqui postado traz uma amostra de Grieg apaixonado por sua terra. O disco inicia com as Danças Sinfônicas. Uma boa apreciação!

Edvard Grieg (1843-1907) - Danse symphonique op.64, Elegiac Melodies op.34, Danse Norvegiennes op.35, Elegiac Melodies op.34 e Holberg Suite op.40

 Danse symphonique op.64
01.  I.Allegro moderato e marcato
02.  II.Allegretto grazioso
03.  III.Allegro giocoso
04.  IV.Andante - Allegro molto e risoluto

Elegiac Melodies op.34
05. I.Herzwunden

Danse Norvegiennes op.35
06.  I.Allegro marcato
07.  II.Allegro tranquillo e grazioso
08. III.Allegro moderato alla marcia
09. IV.Allegro molto. Presto e con brio

Elegiac Melodies op.34
10. II.Dernier printemps

Holberg Suite op.40
11. I.Praludium
12. II.Sarabanse
13. III.Gavotte
14. IV.Air
15. V.Rigaudon

Você pode comprar este disco na Amazon

Estonian National Symphony Orchestra
Paavo Järvi, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Gustav Mahler (1860-1911) - Sinfonia No. 3 em D menor (CDs 2 e 3 de 8)

Vamos a mais uma sinfonia mahleriana com Kondrashin. Trabalho megalomaníaco do austríaco, com quase cem minutos. É um trabalho repleto de idealismos, típico do grande Mahler. Não deixe de conferir. Uma boa apreciação!

Gustav Mahler (1860-1911) - Sinfonia No. 3 em D menor

DISCO 01

01. Kraftig. Entschieden
02. Tempo di Minuetto. Sehr massig
03. Comodo. Scherzando. Ohne Hast

DISCO 02

01. Sehr langsam. Misterioso
02. Lustig im Tempo und keck im Ausdruck
03. Langsam. Ruhevoll. Empfunden
04. Sehr langsam. Misterioso (in German)
05. Lustig im Tempo und keck im Ausdruck (in German)

Você pode comprar este CD na Amazon

Moscow Philharmonic Orchestra
Kirill Kondrashin, regente

BAIXAR AQUICD01
BAIXAR AQUICD02

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Peter I. Tchaikovsky (1840-1893) - 1812 Overture, Op.49, Romeo and Juliet e Nutcracker Suite, Op.71a

Tchaikovsky foi um dos maiores orquestradores da história da música. Não somente um grande orquestrador, mas um habilidoso criador de melodias suaves. É assim: a melodia se contrapõe à força marcial de sua orquestração. Ele funde a delicadeza à força e cria momentos sublimes. É o que podemos perceber, por exemplo, na Abertura solene 1812 ou na Abertura Romeu e Julieta - ambas encontradas neste CD - ou a Marcha Eslava. A alma russa está está dentro de sua música - aquele mundo enorme, aquela angústia enorme, aquele senso trágico enorme. não preciso dizer que admiro tudo isso. Sendo assim, convido você a ouvir os recortes orquestrais encontardos aqui. Uma boa apreciação!

Peter I. Tchaikovsky (1840-1893) - 1812 Overture, Op.49, Romeo and Juliet e Nutcracker Suite, Op.71a

01. 1812 Overture, Op.49
02. Romeo and Juliet_ Fantasy Overture
03. Nutcracker Suite, Op.71a_ I. Ouverture miniature
04. Nutcracker Suite, Op.71a_ II. Danses caracteristiques - Marche
05. Nutcracker Suite, Op.71a_ II. Danses caracteristiques - Danse de la Fee Dragee
06. Nutcracker Suite, Op.71a_ II. Danses caracteristiques - Danse russe
07. Nutcracker Suite, Op.71a_ II. Danses caracteristiques - Danse arabe
08. Nutcracker Suite, Op.71a_ II. Danses caracteristiques - Danse chinoise
09. Nutcracker Suite, Op.71a_ II. Danses caracteristiques - Danse des mirlitons
10. Nutcracker Suite, Op.71a_ III. Valse des fleurs

Você pode comprar este disco na Amazon

Chicago Symphony Orchestra
Sir Georg Solti, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Complete works for piano & cello

Baita gravação das sonatas para piano e violoncelo de Beethoven, realizada por Alfred e Adrian Brendel. Pai e filho conseguiram destilar uma sensiblidade incomum nesse conjunto de obras. Há gravações dessas peças que se tornaram imortais - Richter com Rostropovich; Fournier com Gulda. Creio em minha humildade que esta gravação com dos Brendels, com o tempo, venha a se estabelecer como uma grande gravação. Ela é recente. Foi gravada na década passada. Portanto, precisrá de mais audições até que se estabeleça como uma gravação de reverência dessas peças que entram naquele conjunto de obras imortais escritas pelo alemão. Vale ressaltar ainda que o filho de Alfred mostra fantástico no controle do cello. Muito bom disco duplo. Uma boa apreciação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) - Complete works for piano & cello

 DISCO 01

Sonata for Cello and Piano No.2 in G minor, Op.5 No.2
01. 1a. Adagio sostenuto ed espressivo
02. 1b. Allegro molto più tosto presto
03. 2. Rondo (Allegro)

Sonata for Cello and Piano No.4 in C, Op.102 No.1
03. 1. Andante - Allegro vivace
04. 2. Adagio - Tempo d'andante - Allegro vivace

 Sonata for Cello and Piano No.3 in A, Op.69

05. 1. Allegro ma non tanto
06. 2. Scherzo (Allegro molto)
07. 3. Adagio cantabile - Allegro vivace

12 Variations on "Ein Mädchen oder Weibchen" for Cello and Piano, Op. 66

08. Theme. Allegretto
09. Variation I
10. Variation II
11. Variation III
12. Variation IV
13. Variation V
14. Variation VI
15. Variation VII
16. Variation VIII
17. Variation IX
18. Variation X. Adagio
19. Variation XI. Poco Adagio, quasi Andante
20. Variation XII. Allegro

DISCO 02

12 Variations on "See the conquering hero comes" for Cello and Piano, WoO 45
01. Thema. Allegretto
02. Variation I
03. Variation II
04. Variation III
05. Variation IV
06. Variation V
07. Variation VI
08. Variation VII
09. Variation VIII
10. Variation IX
11. Variation X. Allegro
12. Variation XI. Adagio
13. Variation XII. Allegro

Sonata for Cello and Piano No.5 in D, Op.102 No.2

14. 1. Allegro con brio
15. 2. Adagio con molto sentimento d'affetto
16. 3. Allegro - Allegro fugato

Sonata for Cello and Piano No.1 in F, Op.5 No.1
17. 1. Adagio sostenuto - Allegro
18. 2. Rondo (Allegro vivace)

7 Variations on "Bei Männern, welche Liebe fühlen", for Cello and Piano, WoO 46
19. Theme. Andante
20. Variation I
21. Variation II
22. Variation III
23. Variation IV
24. Variation V. Si prenda il tempo un poco più vivace
25. Variation VI. Adagio
26. Variation VII. Allegro, ma non troppo

Você pode comprar este disco na Amazon

Alfred Brendel, piano
Adrian Brendel, cello

BAIXAR AQUICD01
BAIXAR AQUICD02

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Johannes Brahms (1833-1897) - 4 Sinfonias - Jochum

Existem muitas gravações dessas monumentais sinfonias de Johannes Brahms. Há quem escolha Karajan, Solti, Klemperer, Haitink, Abbado, Furtwangler ou até Toscanini. Confesso que até agora não ouvi suficientemente esses trabalhos para emitir a minha opinião. Por isso, vou colecionando audições. Hoje, apresento Eugen Jochum, conhecido e respeitado pelo seu Bruckner e seu Haydn. Deve se afirmar que, aqui, em Brahms, Jochum consegue elevar a carga dramática e emocionante desses quatro trabalhos imortais. Desfere golpes de bom senso e equilíbrio nas passagens mais pesadas. Interpretar Brahms não exige somente técnica. É necessário que o regente se envolva emocionalmente. Que consiga trilhar em sendas de grande reflexão. E Jochum era um mestre nesse sentido. Por isso, convido você a ouvir essas quatro sinfonias fascinantes. Essa gravação da DG (que foi remasterizada) é incrível. Boa apreciação!

Johannes Brahms (1833-1897)  - 4 Sinfonias - Jochum

DISCO 01

Symphony No.1 in C minor, Op.68
01. 1. Un poco sostenuto - Allegro - Meno allegro
02. 2. Andante sostenuto
03. 3. Un poco allegretto e grazioso
04. 4. Adagio - Piu andante - Allegro non troppo, ma con brio - Piu allegro

Symphony no. 3 in F major, op . 90
05  Allegro con brio
06 Andante
07 Poco allegretto
08 Allegro

DISCO 02

Symphony No.2 in D, Op.73
05. 1. Allegro non troppo
06. 2. Adagio non troppo - L'istesso tempo, ma grazioso
07. 3. Allegretto grazioso (Quasi andantino) - Presto ma non assai
08. 4. Allegro con spirito
 
Symphony no. 4 in E minor, op. 98
05. Allegro non troppo
06. Andante moderato
07. Allegro giocoso -- Poco meno presto
08. Allegro energico e passionato -- Piú allegro
  
Você pode comprar este disco na Amazon

Berliner Philharmoniker
Eugen Jochum, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!
 

domingo, 14 de outubro de 2012

Gustav Mahler (1860-1911) - Symphony No. 1 in D major, "Titã" (CD 1 de 8)

Vamos a uma caixa, simplesmente, sensacional com um dos meus compositores favoritos: Gustav Mahler. Esse material estava há bastante tempo comigo. Foi somente hoje que tomei a iniciativa de postar. Vale a pena a audição. Kondrashin foi um excepcional regente que honrou a tradição soviética. Eis o primeiro CD. Vale a apena conferir. Boa apreciação!

Gustav Mahler (1860-1911) -

Symphony No. 1 in D major, "Titã"
03. 1. Langsam Schleppend
04. 2. Kraftig Bewegt
05. 3. Feierlich Und Gemessen, Ohne Zu Sch
06. 4. Sturmisch Bewegt

Você pode comprar este disco na Amazon

Moscow Philharmonic Orchestra
Kirill Kondrashin, regente

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 13 de outubro de 2012

Hector Berlioz (1803-1869) - Grande messe des morts, Op. 5, "Requiem"

O monumental Réquiem de Berlioz é uma obra extensa e que tem a pretensão de ser suntuoso. Necessitando de uma orquestra enorme, de muitos instrumentos de sopro e com quase 90 minutos de duração, o Réquiem do francês é um dos mais exuberantes que já foram compostos. Vale lembrar que os Brahms, Mozart, Verdi entre outros se notabilizaram. A intenção de Berlioz para se fazer a Missa de Réquiem surgiu ainda na década de 30 do século XIX, quando Ministro do Interior da França solicitou ao compositor que escrevesse uma obra religiosa a fim de lembrar a morte dos soldados na Revolução de julho de 1837. E naquele mesmo ano, Berlioz iniciou e deu cabo desse fantástico trabalho. As impressões que o Réquiem transmite é de profunda tristeza e reverência a um juízo divino. Trata-se de uma obra pesada, lenta. A gravação foi realizada já no final da vida de Sir Thomas Beecham. O registro foi realizado ao vivo. Uma boa apreciação!

Hector Berlioz (1803-1869) -


Grande messe des morts, Op. 5, "Requiem"
01. Introitus: Requiem - Kyrie
02. Dies irae
03. Quid sum miser
04. Rex tremendae
05. Quaerens me
06. Lacrymosa
07. Offertorium: Domine Jesu
08. Hostias
09. Sanctus
10. Agnus Dei

Você pode comprar este disco na Amazon

Royal Philharmonic Chorus & Orchestra
Sir Thomas Beecham, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

Peter I. Tchaikovsky (1840-1893) - Symphony No. 4 in F minor Op. 36 e Frencesca da Rimini, Symphonic Fantasy, Op. 32 e Alexander Borodin (1833-1887) - Prince Igor, Ouverture

Principiei a ouvir este CD ontem à noite, mas não completei a audição. Voltei a ouvi-lo hoje cedo. Fato notável é que desde a primeira audição eu já me vi surpreendido pela qualidade da gravação. É de uma energia, de uma fluidez, de uma clareza notável. Posso dizer que é uma das melhores gravações que eu já ouvi para a Quarta Sinfonia de Tachaikovsky, um dos trabalhos mais conhecidos e aplaudidos do russo. Escute, por exemplo, o primeiro movimento e perceba o artíficio empregado por Dorati: a música é luminosa, é repleta de força, energia, é larga. Aparece ainda no CD, a maravilhosa Princípe Igor, de Borodin. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Peter I. Tchaikovsky (1840-1893) - 

Symphony No. 4 in F minor Op. 36
01. 1. Andante sostenuto - Moderato con anima
02. 2. Andantino in modo die canzona
03. 3. Scherzo_ Pizzicato ostinato. Allegro
04. 4. Finale. Allegro con fuoco

Frencesca da Rimini, Symphonic Fantasy, Op. 32
05.  Frencesca da Rimini, Symphonic Fantasy, Op. 32

Alexander Borodin (1833-1887) - 

Prince Igor, Ouverture
06.  Prince Igor, Ouverture

Você pode comprar este disco na Amazon

London Symphony Orchestra
Antal Dorati, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Harnoncourt - Highlights - Vivaldi, Boccherini, Bigaglia, Handel, Couperin, Monteverdi, Campian, Telemann, Mozart, Purcell, CPE Bach, Haydn etc

CD espetacular. Não gosto muito de coletâneas. Dependendo de quem as faz, acaba estragando toda a expectativa. Além do quê a música acaba sendo "decepada" compulsoriamente para abrigar o máximo possível de obras. Mas este CD deve ser escutado com devoção e alegria. Traz um belo conjunto barroco. Um highlights verdadeiramente bem escolhido. São trabalhos conduzidos por alguém altamente competente: Nikolaus Harnoncourt. Não deixe de ouvir. Boa apreciação!

01. Antonio Vivaldi - Gloria in excelsis 2:13
02. Antonio Vivaldi - Stabat mater dolorosa 5:01
03. Antonio Vivaldi - Concerto RV558 in C major 4:45
04. Luigi Boccherini - Concerto No.7 in G major 4:11
05. Antonio Vivaldi - Concerto No.4 in F minor op.8-4, L'inverno 1:16
06. Diogenio Bigaglia - Sonata in A minor 2:04
07. Georg Friedrich Handel - The Holy One of Israel be thy guide 1:27
08. Georg Friedrich Handel - To fame immortal go 0:53
09. Francois Couperin - Gigue 1:24
10. Claudio Monteverdi - A Dio, Roma 3:57
11. Antonio Vivaldi - Concerto No.2 in G minor RV104 "La Note" 2:35
12. Thomas Campian - A secret love 2:07
13. Georg Philipp Telemann - Overture in D major TWV55 2:11
14. Wolfgang Amadeus Mozart - Missa, K.257 (Gloria) 3:19
15. Henry Purcell - Thy hand, Belinda - When I am laid 4:30
16. Carl Philipp Bach - Prussian Sonata No.4 in C minor 2:54
17. Joseph Haydn - Symphony No.69 in C major 3:49
18. Johann Sebastian Bach - O Ewigkeit du Donnerwort 1:24
19. Georg Friedrich Handel - Concerto op.7, No.4 4:07
20. Jean-Marie Leclair - Violin Concerto op.7, No.5 in A minor 5:25
21. Wolfgang Amadeus Mozart - Symphony No.12 in G minor K.110 1:59
22. Johann Sebastian Bach - Halt im Gedachtnis Jesum Christ 3:12
23. Marin Marais - Suite in C major 1:41
24. Manuel de Zumaya - Celebren, publiquen 6:52
25. Georg Friedrich Handel - Hallelujah 3:39

Você pode comprar este disco na Amazon

 BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!

Jean Sibelius (1865-1957) - Violin concerto in D minor, Op. 47 e Carl Nielsen (1865-1931) - Violin concerto, Op. 33

Baita CD! Traz dois importantes concertos para violino. O conhecido e respeitado concerto de Jean Sibelius; e o não tão conhecido assim concerto para violino de Carl Nielsen. Vale muito a pena ouvir. Uma boa apreciação!

Jean Sibelius (1865-1957) - 

Violin concerto in D minor, Op. 47*
01.  1. Allegro moderato
02. 2. Adagio di molto
03.  3. Allegro ma non tanto

Carl Nielsen (1865-1931) - 

Violin concerto, Op. 33+

04. 1. Largo
05. 2. Poco adagio
06. 3. Rondo - Allegretto Scherzando


Você pode comprar este disco na Amazon

Philharmonia Orchestra*
Swedish Radio Symphony Orchestra+

Esa-Pekka Salonen, regente
Cho-Liang Lin, violino

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!
 

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Dmtri Shostakovich (1906-1975) - Symphony No. 5 in D minor, Op. 47 e Cello Concerto No. 1 in E Flat Major, Op. 197

A gravação da Quinta Sinfonia de Shostakovich por Bernstein passa por dois momentos disntintos: a gravação de 1959 e a gravação de 1979. Há quem goste da gravação de 1959 e há, por sua vez, aqueles que fiquem com gravação de 1979. O CD abaixo traz a gravação de 1979. Em muitos aspectos ela é uma gravação sombria, repleta de melancolias excessivas; revela um clima infenso, característico da verve de Shosta. Os movimentos mais rápidos revelam uma força, uma energia brutal, o que nos compele a imaginar todo o senso trágico destilado nesse que é um dos trabalhos mais populares do russo. Outra pérola do CD é o concerto para cello e orquestra do mesmo Shosta, trazendo Ormandy e Yo-Yo Ma. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Dmtri Shostakovich (1906-1975) - 

Symphony No. 5 in D minor, Op. 47 
01.  Moderato 
02. Allegretto (Scherzo) 
03. Largo
04. Allegro non troppo 

New York Philharmonic
Leonard Bernstein, regente

Cello Concerto No. 1 in E Flat Major, Op. 197
05. 1. Allegretto
06. 2. Moderato
07. 3. Cadenza
08. 4. Allegro con moto
 
Philharmonia Orchestra
Eugene Ormandy, regente
Yo-Yo Ma, cello
 
Você pode comprar este disco na Amazon
 
 
*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela juda a manter o nosso blog vivo!
 
 

 
 

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Così fan tutte- Overture, Anton Bruckner (1824-1896) - Symphony No. 8 in C minor, WAB 108, Joseph Haydn (1732-1809) - Symphony No.91 in Eb, Hob.I:91 e Franz Schubert (1797-1828) - Symphony No. 9 in C major, D 944 "Great"

Três grandes trabalhos sinfônicos - Bruckner, Haydn e Schubert conduzidos pelo austríaco Karl Bohm. Bohm foi um dos principais nomes da regência do pós-guerra. Era um especialista em Richard Strauss, Mozart e Wagner. Sua vida extensa (quase cem anos), permitiu que ele acumulasse alguns números fantásticos. Entre eles: a gravação de 270 óperas, sendo que 168, por exemplo, foram só de Mozart. Neste fascinante CD, temos Bohm regendo Mozart, a espetacular Sinfonia no. 8 de Bruckner, a Sinfonia no. 91 de Haydn e a Nona Sinfonia de Schubert, chamada também de "A grande". Uma boa apreciação!

DISCO 01

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 

Così fan tutte- Overture
01. Così fan tutte- Overture

Anton Bruckner (1824-1896) - 

Symphony No. 8 in C minor, WAB 108
02. I. Allegro moderato
03. II. Scherzo. Allegro moderato
04. III. Adagio. Feierlich langsam_ doch nicht schleppend
05. IV. Finale. Feierlich, nicht schnell

DISCO 02

Joseph Haydn (1732-1809) -

Symphony No.91 in Eb, Hob.I:91 01. 1.Largo. Allegro assai
02. 2.Andante
03. 3.Menuet: Un poco allegretto
04. 4.Finale: Vivace

Franz Schubert (1797-1828) - 

Symphony No. 9 in C major, D 944 "Great"
03. 1. Andante - Allegro ma non troppo
04. 2. Andante con moto
05. 3. Scherzo e Trio- Allegro vivace
06. 4. Finale- Allegro vivace

Você pode comprar este disco na Amazon

Philharmonia Orchestra
Wiener Philharmoniker
WDR Sinfonieorchester Koln
Kolner Rundfunk-Sinfonie-Orchester
Staatskapelle Dresden
Karl Bohm, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!

domingo, 7 de outubro de 2012

Jean Sibelius (1865-1957) - Symphony No.5 in E flat Op.82, Symphony No.6 in D minor Op.104, Symphony No.7 in C Op.105, The Oceanides Op.73, Finlandia Op.26 e Tapiola Op.112 (CDs 3 e 4 de 4)

Paavo Berglund, morto no início deste ano de 2012, consegue se colocar como um dos maiores intérpretes de Sibelius que já surgiu. Gravou durante a vida três vezes o conjunto das sete sinfonias do finlandês. Talvez, tal finalidade tenha por intenção fazer uma burilamento. O fato é que nessas interpretaçãoes, Berglund eleva a tônica o aspecto cósmico do mundo nórdico. Ao ouvir as sete sinfonias com ele, percebo uma acentuação de um lado escuro e trágico contido na obra de Silbelius, alguém que durante a vida acumulou tristezas - principalmente seu vício com o alcóol. Todavia, tais fatos ligados à conturbação, não deixavam que Sibelius deixasse de lado os elementos mais intrínsecos de sua terra. Berglund consegue como ninguém nos transmitir essas impressões. São por essas e outras que a interpretação desses dois CDs possuem a capacidade de fascinar. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Jean Sibelius (1865-1957) - Symphony No.5 in E flat Op.82, Symphony No.6 in D minor Op.104, Symphony No.7 in C Op.105,  The Oceanides Op.73, Finlandia Op.26 e Tapiola Op.112 

DISCO 01

Symphony No.5 in E flat Op.82
1. I. Tempo Molto Moderato - Allegro Moderato
2. II. Andante Mosso, Quasi Allegretto
3. III. Allegro Molto - Un Pochettino Largamente

Symphony No.6 in D minor Op.104
4. I. Allegro Molto Moderato
5. II. Allegretto Moderato
6. III. Poco Vivace
7. IV. Allegro Molto

DISCO 02

Symphony No.7 in C Op.105 
1. I. Adagio
2. II. Un Pochettino Meno Adagio
3. III. Poco Rallentando Al Adagio
4. IV. Presto - Poco A Poco Rallentando Al Adagio
The Oceanides Op.73
5. The Oceanides Op.73
Finlandia Op.26
6. Finlandia Op.26
Tapiola Op.112 
7. Tapiola Op.112

Você pode comprar este disco na Amazon

Helsinki Philharmonic Orchestra
Paavo Berglund, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

sábado, 6 de outubro de 2012

Alban Berg (1885-1935) - Violin Concerto & Chamber Concerto

Ouvi esse CD hoje cedo enquanto estava na biblioteca da Univerdade de Brasília, corrigindo provas. Pareceu-me perfeito. Gravação fabulosa. O concerto para violino do Alban Berg é, simplesmente, arrebatador. Grave. Denso. Repleto de ressonâncias pessimistas. De um vezo romântico. Da Trindade da Segunda Escola de Viena, Alban Berg é aquele que inseriu uma maior expressividade e dramatismo em sua música. O Concerto para violino é uma mistura de música dodecafônica com a tradição musical europeia. Simplesmente perfeito. Uma boa apreciação!

Alban Berg (1885-1935) - Violin Concerto & Chamber Concerto

Violin Concerto
01. I, Andante 
02. Allegretto
03. II, Allegro  
04.  Adagio  

Chicago Symphony Orchestra
Sir Georg Solti, regente
Kyung Wha Chung, violino

Chamber Concerto
01. I, Tema scherzoso con variazioni
06. II, Adagio  
07. III, Rondo ritmico con introduzione

Você pode comprar este disco na Amazon

London Sinfonietta
György Pauk, violino
Paul Crossley, piano
David Atherton, diretor

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Woflgang Amadeus Mozart (1756-1791) - Symphony No. 32 in G major, K. 381 e Gustav Mahler (1860-1911) - Symphony No. 1 in D major "Titan"

Baita CD. A Sinfonia no. 1, "Titã", de Mahler, é uma das minhas obras preferidas. Por isso, deixo neste final de noite essa gravação ao vivo com Ozawa. Uma boa apreciação! Bom deleite!

Woflgang Amadeus Mozart (1756-1791) - 

Symphony No. 32 in G major, K. 381
01. Symphony No. 32 in G major, K. 381

Gustav Mahler (1860-1911) -

Symphony No. 1 in D major "Titan"
02. I. Langsam, Schleppend.Immer sehr gemachlich
03. II. Kraftig bewegt, doch nicht zu schnell, Recht gemachlich
04. III.Feierlich und gemessen, ohne zu schleppen
05. IV.Sturmisch bewegt- Energisch


Você pode comprar este disco na Amazon

Saito Kinen Orchestra
Seiji Ozawa, regente

BAIXAR AQUI

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!
 

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Karl Richter - a universal musician - Mozart, Brahms, Liszt, Handel, J.S. Bach (CDs 5 e 6 de 8)

Após um grande espaço desde a última postagem com os Cds dessa fabulosa caixa, eis que aparece mais um post. Destaco  as obras de Handel e Bach. Simplesmente geniais. Interpretação arrebatadora de Richter, um dos maiores organistas da história. Uma boa apreciação!

DISCO 01

01 - Mozart - Fantasia in F minor, K.608
02 - Brahms - 11 Choral Preludes op.122 - I. Mein jesu, der du mich
03 - II. Herzliebster jesu
04 - III. O welt, ich muss dich lassen
05 - IV. Herzlich tut mich erfreuen
06 - V. Schmucke dich, o liebe seele
07 - VI. O wie selig seid ihr doch, ihr frommen
08 - VII. O gott, du frommer gott
09 - VIII. Es ist ein ros' entsprungen
10 - IX. Herzlich tut mich verlangen
11 - X. Herzlich tut mich verlangen
12 - XI. O welt, ich muss dich lassen
13 - Liszt - Prelude and Fugue on the name of B-A-C-H - I. Prelude
14 - II. Fugue

DISCO 02

01 - Handel - Harpsichord Suite no.5 in E major, HWV 430 - I. Prelude
02 - II. Allemande
03 - III. Courante
04 - IV. Air con variazioni
05 - Handel - Chaconne in G major with 21 Variations, HWV 435
06 - J.S. Bach - Italian Concerto in F major, BWV 971 - I. Allegro
07 - II. Andante
08 - III. Presto
09 - J.S. Bach - Chromatic Fantasy and Fugue in D minor, BWV 903 - I. Fantasy
10 - II. Fugue
11 - Toccata and Fugue in G minor, BWV 915 - I. Toccata
12 - II. Fugue
13 - J.S. Bach - Pastorale in F major, BWV 590
14 - J.S. Bach - Fantasia in C minor, BWV 906

Você pode comprar este CD na Amazon 
Karl Richter, órgão

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!

Richard Strauss (1864-1949) - Sinfonia Alpina, Op. 64 (An Alpine Symphony) e Till Eulenspiegels lustige Streiche op.28

Sou profundamente apaixonado pelos poemas sinfônicos de Richard Strauss, um mestre incontestável quando estamos falando desse gênero. Ouvir a Sinfonia Alpina, a Sinfonia Doméstica, Vida de Herói, Dom Juan, Morte e Transfiguração é ser invadido por uma força e por um idealismo daquilo que melhor a tradição wagneriana legou. Todavia, não gostei dessa gravação da Sinfonia Alpina com Karl Böhm. Achei-a espalhafatosa. A música me parece que foi estrangulada. Quiçá essa impressão seja resultado da época em que a gravação aconteceu - 1958. Ou seja, trata-se de uma gravação em mono. Já a gravação de Till Eulenspiegel me pareceu mais apetecível. Mas como nossa função é ouvir e colecionar audições, convido você a apreciar esse CD histórico. Um bom deleite!

Richard Strauss (1864-1949) - Sinfonia Alpina, Op. 64 (An Alpine Symphony) e Till Eulenspiegels lustige Streiche op.28

Sinfonia Alpina, Op. 64 (An Alpine Symphony)
01. Nacht
02. Der Anstieg
03. Eintritt in den Wald
04.  Eintritt in den Wald (cont.)
05. Auf blumige Wiesen
06. Gefahrvolle Augenblicke
07. Nebel steigen auf
08. Stille vor den Sturm
09. Gewitter und Sturm, Abstieg
10. Sonnenuntergang
11. Ausklang

Till Eulenspiegels lustige Streiche op.28
12. Till Eulenspiegels lustige Streiche op.28

Você pode comprar este CD na Amazon

Staatskapelle Dresden
Karl Böhm, regente


*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ela ajuda a manter o nosso blog vivo!
 

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Peter Ilyich Tchaikovsky (1840-1893) - Sinfonia no. 5 em E menor, Op. 64 e Sinfonia no. 6 em B menor, 74 - "Patética" (CDs 4 e 5 de 5)

Acabei de chegar do trabalho e já terei que sair para um compromisso. Passei por aqui apenas para completar essa fenomenal caixa com os trabalhos sinfônicos do mestre Tchaikovsky - uma verdadeira necessidade. E eis que aqui, penso, temos os grandes trabalhos sinfônicos do russo. A estupenda Sinfonia no. 5 e a trágica e repleta de humores aziagos, a Sinfonia número 6, um dos últimos trabalhos escritos por Tchaikovsky. Svetlanov segue perfeito na interpretação dos dois trabalhos. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Peter Ilyich Tchaikovsky (1840-1893) - Sinfonia no. 5 em E menor, Op. 64 e Sinfonia no. 6 em B menor, 74 - "Patética"

DISCO 01

Sinfonia no. 5 em E menor, Op. 64
01. I. Andante - Allegro con anima
02. II. Andante cantabile, con alcuna licenza - Moderato con anima - Andante nosso - Allegro non troppo - Tempo I
03. III. Valse. Allegro moderato
04. IV. Finale. Andante maestoso - Allegro vivace - Molto vivace - Moderato assai e molto maestoso - Presto

DISCO 02

Sinfonia no. 6 em B menor, 74 - "Patética"
16. I. Adagio - Allegro non troppo
17. II. Allegro con grazia
18. III. Allegro molto vivace
19. IV. Finale. Adagio lamentoso

Você pode comprar este disco na Amazon

USSR Symphony Orchestra
Evgneny Svetlanov, regente

*Se possível, deixe um comentário. Sua participação é importante. Ajuda a manter o nosso blog vivo!